História My Boss - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Exibições 169
Palavras 1.233
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Entrevista


Fanfic / Fanfiction My Boss - Capítulo 1 - Entrevista


Camila estava sentada em sua sala revisando os papéis que tinha que assinar para mandar ao seu noivo, sua vida havia virado um inferno a dois dias atrás por causa da demissão de última hora da sua secretária.

 

Teve que mandar vários arquivos para o seu pai, cujo é o dono da empresa, e não sabia mexer no sistema novo do aparelho.

 

 

Na maioria das vezes ela deixava as organizações de arquivo para a secretária que já era uma senhora de idade, tinha seus anos de trabalho, e com isso conseguiu aposentar-se de uma hora para a outra. Deixando Camila na mão com uma pilha de papéis e documentos desorganizados.

 

— Camila?! Ei amor. CAMILA!!! – Um grito soou na sala fazendo Camila assustar-se.

 

— Porra Austin!! Pra que me assustar? Merda!! – Camila falou no mesmo tom que seu noivo que estava sentado à sua frente com o olhar assustado após o grito da noiva.

 

— Camila calma, nossa pra que toda essa gritaria? – Perguntou o rapaz indo até a noiva e apoiando-se na mesa de frente com a cadeira de Camila.

 

— Desculpa amor, depois da demissão da senhora Marina, isso aqui está uma bagunça. Olha essa pilha de papéis Austin, como eu vou terminar isso até amanhã? – Camila falava desesperada tentando trabalhar e conversar com o seu noivo, mas falhava vergonhosamente.

 

— Amor isso não é mais problema, eu pedi para a Lúcia olhar alguns currículos online de pessoa que estão procurando emprego. Uma moça vai vir hoje fazer a entrevista comigo e se tudo der certo amanhã mesmo ela pode começar a trabalhar. 

 

— Obrigado, obrigado, obrigado amor. Você é um anjo!!! – Camila pulou nos braços de Austin, beijando cada parte de seu rosto. O rapaz gargalhava pela felicidade da noiva e a girava no ar contagiando-se com sua alegria.

 

Os dois começaram um beijo calmo e lento, mas logo foi aprofundando. Camila agarrava os cabelos de seu noivo pressionando mais suas bocas, Austin segurou nas coxas de Camila e a colocou sobe mesa ainda a beijando.

 

Suas mãos foram subindo por dentro do vestido de Camila enquanto ela tentava afrouxar sua gravata. Foram despertados do momento quente entre eles quando o telefone tocou assustando-os.

 

— A..alô, quem fala? – Camila falou rapidamente após pegar o telefone mais rápido que a velocidade da luz. – Olá Lúcia.....oh a nova funcionária, o..ok. Vou falar com ele, sim?... Obrigado até mais. – Camila encerou a ligação e sentiu os lábios de Austin pressionados ao seus novamente.

 

— Por favor, me diga que temos dez minutos? – Ele perguntou contra a pele dos lábios de Camila.

 

— Nem dez, nem cinco. Vamos entrevistar a candidata, porque eu não aguento tudo isso. – Camila falou a apontando para a pilha de papéis que agora estava toda espalhada no chão do escritório.

 

— Tá bom, mas hoje à noite você não me escapa. Quando eu chegar em casa, quero você acordada e se você não estiver eu vou te acordar. – Austin sussurrou no ouvido de Camila mordendo o lóbulo da sua orelha logo em seguida.

 

Saíram do escritório de Camila indo até a mesa que ficava em frente ao escritório de Austin encontrando uma mulher alta de cabelos escuros, pele branca e olhos verdes igual a lindas esmeraldas. 

 

— Boa Tarde senhorita....... – Austin falou chamando-a atenção e estendendo a mão para ela.

 

— Lauren. Lauren Jauregui. – A moça falou apertando a mão de Austin. 
 

 

— Venha Lauren, vamos começar a entrevista e quem sabe não podemos chegar a uma contratação. – Lauren sorriu e acompanhou o rapaz até em frente à porta do escritório, mas parou logo em seguida quando ouviu uma voz doce e calma soar atrás dela. 

 

— Amor espera, eu vou participar da entrevista também. Boa tarde senhorita, sou a diretora da empresa e me chamo Camila Cabello. – Camila apareceu ao lado de Austin sorrindo simpática para Lauren e estendendo a mão para ela.

 

— É um prazer senhora Cabello, me chamo Lauren Jauregui. – Lauren falou apertando a mão de Camila. 

 

— Já que as duas apresentaram-se, vamos começar a entrevista. – Austin falou e os três entraram no escritório.

 

— Bom senhorita Jauregui minha secretária deve ter comentado com você que o emprego é para secretária. Pedi a ela para revisar os melhores currículo e ela achou o seu exemplar, resolvi entrevista você pessoalmente porque você vai trabalhar com a diretora da empresa, cujo seja ela a minha noiva.

 

— Senhor Austin eu estou em busca do meu primeiro emprego, então o que o senhor estiver ao seu alcance para me propor, eu aceito desde já. – Lauren falou desesperadamente surpreendendo os dois chefes que estavam a sua frente. 

 

— É muito bom saber disso Lauren, mas sem querer me intrometer, você me parece um pouco desesperada por conta do emprego. A algum problema financeiro que esteja te incomodando. – Camila perguntou meio receosa ao ver que a mulher mantinha uma expressão neutra em seu rosto e sua atenção estava toda liga a Camila. 

 

— Ainda não chegou ao ponto de ser um problema, mas eu preciso me prevenir antes que torne-se um. É a minha faculdade. – Lauren responde engolindo seco e no segundo seguinte deu um sorriso amarelo.

 

— E Lauren você acha que pode dar conta de trabalhar e ir para a sua faculdade? Porque eu não vou mentir é bastante trabalho para você fazer. 

 

— Eu posso garantir que consigo dar conta de tudo. – Lauren afirmou com semblante sério.

 

—  O que você acha Camila? – Austin perguntou virando-se para Camila.

 

— Pode-se considerar contratada Lauren. 
   

[…]

 

Lauren parou em frente à uma boate, tinha pequenas lâmpadas de neon iluminando a entrada e alguns pisca-pisca no chão.

 

Ela adentrou o lugar e viu tudo arrumado provavelmente ia abrir em algumas horas, subiu a escada que levava até um segundo andar e enfrente tinha uma porta. Ela deu duas batidas de leve na porta e depois abriu girou a maçaneta.

 

— Olá Laur, conseguiu o emprego? Por favor siga que não. – Falou um o homem que estava sentado em uma cadeira de couro.

 

— Consegui Josh, serviços por aqui acabam hoje. – Lauren falou sentando no sofá que estava encostado na parede.

 

— Então acho essa é a última vez que vamos nos ver. Toma!! – Josh jogou um bolo de dinheiro na direção de Lauren.

 

— O que é isso? – Lauren perguntou olhando o bolo de notas do 50 dólares.

 

— É um presente Laur, você era a garota que me dava mais lucro. Você merecia muito mais, mas isso é só o que eu posso te dar. 

 

— Obrigado Josh, você sempre foi bom pra mim. Me acolheu e mesmo não querendo deixou eu trabalhar aqui.

 

— Lauren quando você chegou aqui tinha quinze anos, estava assustada, e então eu perguntei onde estava a sua mãe, sabe o que você me respondeu?...... que sua mãe estava no céu. Naquele momento eu pensei que você era inocente e não sabia de nada. Até você me contar o que aconteceu. Você tem a chance de sair desse lugar e ter uma vida melhor, então aproveite minha querida. – Josh levantou e abriu os braços em direção de Lauren.

 

Lauren levantou rapidamente e abraços Josh, o homem que tinha sido um pai para ela. Lauren nunca havia se importado dele ser dono de uma boate onde pessoas vendiam-se por uma noite de sexo, ela considerava-o como um pai, contragosto ensinou a ela tudo que sabia sobre como dar prazer a uma mulher. E desde então, Lauren era a garota que mais dava prazer as clientes. 

 

“As vezes na vida, fazemos escolhas que nem sempre gostamos” 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...