História My Boss - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren G!p, Lauren Jauregui
Exibições 147
Palavras 1.488
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Diferentes das Outras


Fanfic / Fanfiction My Boss - Capítulo 2 - Diferentes das Outras

 

Lauren digitava no computador os relatórios que sua chefe havia deixado na sua mesa, ficava um pouco desconfortável por ter alguns funcionários encarando-a. Mesmo não sabendo sobre a sua condição, havia várias mulheres que iam até sua mesa perguntando se precisava de ajuda ou se queria tomar um café. 

 

Mas ela negava e agradecia pela gentileza, Camila havia passado todas as tarefas para ela e logo em seguida foi pra sala do seu noivo. E não sai de lá desde então.

 

 “Então os chefinhos gostam de passar os horários de trabalho transando, devia ser por isso que estavam tão desesperados pra contratar alguém” pensou Lauren soltando um riso baixinho. 

 

— Você tem um sorriso muito bonito!! – Lauren deu um pulo da cadeira assustada com a voz atrás dela e rapidamente virou a cadeira. E viu uma mulher bonita, com uma corpo cheio de curvas e com um vestido colado que ia até o meio de suas coxas.

 

— O..o..obrigada... você me assustou!! – Lauren fez uma cara de espanto que fez a mulher a sua frente soltar um sorrisinho de lado.

 

— Desculpa, não foi minha intenção. Qual é o seu nome? – A mulher de corpo estrutural perguntou sentando na beirada da mesa ao lado de Lauren. 

 

— Lauren e o seu? – Lauren perguntou tentando puxar uma conversa amigável.

 

— Meu nome Alexa Ferrer, parece estranho mas eu acho que conheço você de algum lugar.

 

— Você deve ter me visto em algum lugar e ter lembrado do meu rosto. Geralmente eu não costumo sair de casa. 

 

— Eu acho que foi isso mesmo, afinal seu rosto é muito bonito, lembrar dele seria fácil. Lauren eu tenho certeza que você já deve ter ouvido isso muitas vezes hoje, mas você quer almoçar comigo? – A pergunta de Alexa fez Lauren rir, sinceramente ela tinha escutado a frase “sair comigo?” já tinha sido pronunciada mais de 20 vezes para ela.

 

— Claro, seria ótimo. Eu estou com bastante fome, esses funcionários perguntando de tomar café, almoçar mexeu com o meu apetite. – Lauren arrumou os papéis em cima da mesa, levantou de sua cadeira indo até o lado de Alexa e estendeu o braço para ela que aceitou de bom grado.

 

As duas andavam de braços entrelaçados, enquanto as outras funcionárias lançavam um olhar de ódio para Alexa que devolvia com um sorriso cínico e apertava mais o braço de Lauren contra o seu, foram até cantina que tinha ali mesmo em outra entrada no corredor. 


                          [...]

 

— Austin é nosso aniversário de noivado e você vai viajar pra outro país? – A voz de Camila soou na sala, quase dando para ouvir do lado de fora. 

 

— Amor eu não tenho culpa, os investidores querem a reunião logo e só deu pra marcar ela amanhã à noite. Eu sinto muito mesmo anjo. – Austin falou a frase repetida mais de cem vezes enquanto observava Camila andar em círculos no meio do escritório.

 

— Austin você ouviu o que você falou, não interessa o que esses investidores querem, você é dono dessa empresa. E se eles quiserem fazer algum acordo com eles que esperem. – Camila falou alterada e quase batendo em seu noivo que estava com as mãos apoiadas no pescoço e a cabeça abaixada enquanto ouvia sua mulher gritando na sala. 

 

— Camila já decidi, eu vou fazer essa reunião é ponto final. – Austin falou decido levantando de sua cadeira e ficando de frente com Camila que o olhava incrédula.

 

— Então é isso, vai passar o nosso aniversário trabalhando. Tudo bem Austin, fique aqui trabalhando vai lamber o saco dos investidores, aproveita e pergunta se você não quer chupar aqueles desgraçados. – Camila gritou saindo do escritório ouvindo seu noivo chamar seu nome.

 

Camila foi em direção ao seu escritório, olhou para a mesa pensando em ver Lauren ali, mas não a viu ali. Olhou para o relógio e viu que já estava no horário de almoço, ficou tanto tempo na sala de Austin que nem viu o tempo passar, era pra ter sido uma conversa legal e empolgante e acabou sendo um desastre. 

 

Ela realmente havia ficado chateada com a decisão de seu noivo, afinal que o homem escolheria passar o aniversário de noivado trabalhando ao invés de estar com sua noiva em casa degustando um jantar maravilhoso ou aproveitar para sair e comemorar.

 

Camila ao pensar nisso sentiu algumas lágrimas brotarem em seus olhos e quando percebeu estava dentro do banheiro chorando que nem uma criança que perdeu o seu brinquedo favorito.


                     […]

 

— Eu pego você no seu apartamento então, ok? – Alexa perguntou com a mão direita em seu ombro apertando de leve fazendo uma massagem calma.

 

— Claro, espero você enfrente ao prédio. Ás 21:00 pode ser? – Lauren falou marcando o endereço em um papel e entregando para Alexa que pegou com uma sorriso que por pouco não rasgava o seu rosto. 

 

— Eu tenho que ir pra minha mesa, se não o meu chefe vai reclamar. Te vejo mais tarde!! – Alexa falou dando um beijo na bochecha de Lauren, quase em sua boca. 

— Tudo bem, até mais tarde. 

 

Lauren seguiu até sua mesa, olhou para o seu lado e viu a porta do escritório da sua chefe aberta e entranhou, a porta costumava ficar fechada. Logo viu o senhor Mahone entrar na sala como um flash, e nem se preocupou com a porta aberta. 

 

Logo alguns barulhos altos foram escutados pela secretária que ficou em alerta, “Será que resolveram praticar sexo selvagem dentro da empresa, se for isso o chefe precisa melhorar seu desempenho na hora H”. Seus pensamentos foram interrompidos pelo chefe da empresa que passou em sua mesa derrubando tudo que encontrava pela frente. 

 

Lauren sem saber o que fazer entrou no escritório de sua chefe olhando em volta buscando pela mesma , mas não a viu. Era impressionante para Lauren de como a sala de Camila era arrumada e muito bonita, havia uma parede em que era de vidro cristalizado e dava uma vista perfeita de toda a cidade.

 

Lauren começou a ouvir pequenos sons e  pensou que era coisas de sua cabeça, só que esses os sons foram ficando mais altos e frequentes. A secretária foi seguindo os sons dando de frente com a porta do banheiro que ficava no escritório de sua chefe.

 

Deu duas batidas de leve com as costas da mão e logo em seguida o barulhos parou. 
Ouviu o barulho ecoado de chaves que vinha de dentro do banheiro e logo em seguida a porta foi aberta. 

 

“Olhos castanhos e brilhantes apareceram, mas com tristeza e dor dominando-os. Deveria ser um pecado olhos tão bonitos como aqueles mostrarem mágoa daquele jeito.” 

 

Camila tentava secar os resquícios de lágrimas marcada em sua bochecha enquanto Lauren a olhava sem saber o que fazer, sentiu uma vontade enorme de pega-la no colo e acalenta-la como um bebê.

 

Em vez disso, Lauren deu um passo a frente e puxou sua chefe pelos ombros, abaixando seus braços até sua cintura e os envolvendo-os em abraço confortante.

 

Camila mesmo surpresa retribuiu o abraço, ela precisava daquele abraço. Sentia-se sozinha e abandonada, precisava de um colo naquele momento. Lauren a puxou até o sofá de luxo que tinha ali na sala e a deitou no mesmo. 

 

— O que está fazendo? – Camila perguntou com a testa franzida enquanto Lauren tirava seus saltos e desfazia o penteado de Camila.

 

— A senhora precisa descansar, deita um pouco. Eu vou fechar a porta e impedir que alguém a incomode. – Lauren foi até o telefone em cima da mesa de Camila e o ligou no aparelho que dava linha até o seu telefone. 

 

— Você faz isso com todas as suas chefes senhorita Jauregui? Sabia que eu posso te demitir por isso? – Camila perguntou olhando Lauren arrumar suas coisas em cima da mesa enquanto tinha um sorriso simples no rosto.

 

“ Eu faço isso com todas as minhas clientes, com as que querem que eu faça”

 

— Eu acho que a senhora não precisa fazer isso, afinal eu não estou fazendo nada demais ao menos meu trabalho.

 

— Seu trabalho não ser minha babá Lauren, então não preocupe-se comigo. – Camila falou levantando seu tronco do sofá, mas foi impedida por Lauren que a chegou ao seu lado rapidamente e a impediu de levantar.

 

— Senhora Cabello por favor, aproveite e descanse. Eu cuidarei de tudo pra senhora. – Lauren falou voltando a deitar Camila no sofá e arrumou os travesseiros melhor para ela poder descansar.

 

Lauren foi levantar novamente para sair do escritório e ouviu sua chefe murmurar seu nome e então ela virou-se.

 

— São poucas as funcionárias que preocupam-se com suas chefes. Obrigada Lauren. – Camila falou olhando para Lauren que continuava estática em frente à porta. 

 

— Depende do tipo de funcionária senhora Cabello. 

 

“Eu sou bem diferente das outras, não sou nada parecida com elas. Elas são pessoas normais e eu.....Eu sou uma aberração.”
 

“Você é que uma aberração, ninguém nunca vai ficar com você. Quem vai querer uma mulher que tem um pênis entre as pernas, você é quase um mostro.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...