História My Boyfriend Is a Hybrid. (Imagine-Jungkook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 66
Palavras 2.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pontinhos....
Eu realmente nunca sei oque falar então....tenham uma boa leitura e desculpa ae os erros ok? Ok!

Capítulo 3 - - Três


- A Yoongizinhooooo por favorzinho eu nunca lhe pedi nada, vamoooos, só dessa vez? Eu não quero ficar com aquele monstro sozinhaaaa - pedia com cara  de choro andando atrás do Yoongi, que andava pra lá e pra cá dentro de casa.

- Pela última vez ____, eu já falei que tenho que ir fazer o trabalho na casa tá Tiffany!

- mas Yoon, você tem o final de semana inteirinho!

- olha do mesmo jeito que você não gosta do, Jungkook, eu não gosto da Tiffany, quero me livrar logo dela ____ me entenda também! 

- Ok, Ok... - bufei revirando os olhos com os braços cruzados.

- vamos logo - Yoongi saiu me puxando para fora de casa, e trancou a porta. Me deixou na frente da casa...quer dizer, mansão, e foi embora.

Bati na porcaria da porta umas 50 vezes e nada dele abrir, fiquei apertando a companhia e finalmente abriram a merda da porta. Porém, eu preferia que não abrisse porquê assim que vi quem era eu fechei os olhos e respirei fundo. A menina que trajava um vestido preto, curto e colado ao seu corpo estava cheia de mordidas...achei estranho por algumas estarem meio que sangrando, mas ok, também tinha chupões espalhado pelo pescoço da menina seus cabelos estavam bagunçados, seu batom um pouco claro e borrado, ela segurava seus saltos e me olhava envergonhada.

*Espera...eu a conheço de algum lugar... é...aquela menina que vai fazer o trabalho com o Yoon...como é seu nome mesmo? Tifeny...Esthefani... Tiffany, é Tiffany... Ela não deveria estar em casa fesperando o Yoon?...* - pensei a olhando 

- Tchauzinho, Kookizinho - falou com aquela voz fina de puta de esquina...já vi que essa aí não serve nem pra ser pano de chão, se fosse, o lugar que iria limpar ficaria mais sujo do que já estava.

- vaza logo daqui garota. - Ouvi a voz do Jungkook...como sempre grosso e frio. A menina saiu daqui toda desengonçada. Entrei na casa de Jungkook sem ser convidada mesmo, ele é grosso então provavelmente não me convidaria.

- ei, ei, ei, você vai entrando assim na casa de todo mundo sem ser convidada? 

- não porque não sou mal educada como você, porém, sei muito bem que não me convidaria pra entrar, então entrei! - falei vendo ele se aproximar e eu tentei me afastar mas ele é um pouco mais rápido, chegou perto de mim bagunçando meu cabelo, sorrindo ladino.

- garota esperta - tirei sua mão de minha cabeça o olhando séria. - bom...vamos começar logo? - voltou a sua face séria me olhando, e novamente fiquei com medo...ele sempre me olha como se quisesse me matar... Eu ein. O mesmo se virou subindo as escadas.

- Ok, vamos, Sr.Bipolar. - segui ele e vi o mesmo para no meio da escada me olhando com um olhar meio... Psicopata? Talvez. E mais uma vez eu fiquei com medo.

- disse algo?

- N-não... - tentei não demonstrar medo, mas não deu muito certo né.

- Ótimo - se virou novamente, e subiu, entrando um quarto que provavelmente era dele. Entrei no quarto e caralho...até o quarto dele é trevoso...paredes pretas... pôsteres de bandas de rock... alguns símbolos estranhos desenhados na parede...uma linha vermelha no meio da parede...a cama de madeira bem forrada com um grande lençol vermelho com detalhes pretos, ou seja, a maioria das coisas eram pretas com vermelho ou ao contrário. - vai ficar olhando meu quarto? 

- desculpa - me sentei em uma cadeira que tinha ali e coloquei a minha bolsa em meu colo logo abrindo a mesma, peguei meu óculos. Sim eu uso óculos. Coloquei o óculos e peguei os livros e as folhas que tinha trago pra fazer o trabalho

Jungkook on

Caralho... sinceramente? Desde que eu vi essa garota eu tenho uma vontade enorme de fode-la de todas as maneiras possíveis. E ela ainda coloca esse óculos? Fala sério! Ela está acabando com o resto de inocência que eu não tenho. Ela tá muito atriz pornô com esse óculos...e esse batom vinho então? Aaah, oque eu não faria pra ter essa boquinha no meu pau agora...

Fiquei a olhando mordendo os lábios, a mesma estava concentrada no livro...mais que burra, será que ela não sabe oque é internet? 

- oh abigobal, sabe que existe Google né? Pra pesquisar as coisas sabe? - falei só pra implicar, vendo a mesma me lançar um olhar metralhador, não duvido nada que ela quer me matar. 

- Olha, se você gosta de tudo fácil, o problema é seu! Eu gosto de coisas bem feitas! Ao contrário de você, eu quero ser alguém exemplar, e não uma adolescente que dá pra qualquer um, como as putas que você come, então me deixa! Eu prefiro dez mil vezes ler o assunto entender e fazer o trabalho bem feito doque pesquisar na internet e colocar as palavras de outra pessoa em um papel. - falou com um pouco de raiva. Já vi que essa é difícil...isso tudo que ela falou com essa face séria só a deixou mais sexy e a vontade de fode-la só aumenta...aah...ela nem sabe oque lhe aguarda.

______ on

Ele já estava ficando alterada com esse garoto puta que me pariu de quatro em uma banheira de vodka, eu mandei um foda-se pra o medo que eu tinha dele e falei oque me veio na cabeça. 

- a baixinha é estressadinha - Rio baixo e juro que senti meu rosto queimar de ódio. Me levantei com o livro em mãos e comecei a tocar o livro nele

- YAW! pare de palhaçada seu idiota, invés de está aí questionando o jeito que eu estou fazendo o trabalho você deveria está me ajudando pós esse trabalho também é seu, seu babaca! - puxei sua orelha o arrastando até a cadeira que estava do lado da que eu estava sentada e o fiz sentar ali. - AGORA COMEÇA A LER ESSA PORRA! - falei me sentando e tacando o livro na minha perna voltando a ler de onde eu parei.

~Quebra de tempo

Finalmente tínhamos terminado o ttrabalho. Eu estava sentada no sofá da sala esperando o Jungkook que estava na cozinha fazendo algo pra mim comer. 

Cansada de ficar ali sentada esperando me levantei, e resolvi dar uma volta pela sala, a mesma era grande. Avistei uma prateleira perto da estante que tinha um monte de livros. Me aproximei da prateleira e vi que na mesma tinha dois portas retratos na mesma, um de cor preta e o outro vermelha...como sempre...preto e vermelho...no preto tinha uma foto dele e dos meninos, porém, tinha um menina, mas o rosto dela estava riscado então não dava pra ver, prestei atenção Jungkook. Como ele estava lindo naquela foto, ele tinha seu braço ao redor do pescoço da menina e o outro na cintura da mesma, seu sorriso era radiante, o sorriso mais lindo que já vi. Confesso que não deixei de dar um sorrisinho quando vi ele naquela foto, realmente estava lindo, parecia mais alegre, feliz, seu semblante era de uma verdadeira criança quando ganha algo que gosta muito, ele parecia mais vivo na foto. Já na outra foto, do retrato vermelho, tinha uma mulher é um homem que parecia ter uma certa idade já, Jungkook estava na foto também junto a outro menino que parecia ter sua idade, mas...era estranho..a foto parecia ser bastante antiga, até suas roupas eram como as de antigamente. Peguei o quadro e fiquei olhando, virei ele pra ver a data de venda, sempre vem atrás do porta retrato. 

- que estranho...aqui diz que a data que foi feito foi em 1967... - falei baixo pra mim mesma e escutei algo quebrar atrás de mim e assim que eu me viro dou de cara com Jungkook me olhando com raiva.

- QUEM LHE DEU PERMISSÃO DE MECHER EM MINHAS COISAS? - tomou o quadro de minhas mãos e o colocou de volta na prateleira, contando a me olhar com raiva.

- M-me desculpa...e-eu..pensei que não tinha problema.... - falei de cabeça baixa 

- MAS É CLARO QUE TEM PROBLEMA! E SE QUEBRASSEM? VOCÊ NÃO ACHARIA OUTRO QUADRO DESSE EM LUGAR NENHUM! - gritou comigo já com a voz rouca parecia até que iria me agredir...isso fez com que eu me afastasse um pouco e me encolhesse com medo do que ele poderia fazer comigo. Não gostaria de apanhar dele... não gosto de apaganhar de homens... principalmente depois que eu quase fui estuprada, mas eu reagi então o homem me bateu e eu desmaiei e no outro dia acordei no hospital cheia de hematomas...meu corpo todo dois e eu não conseguia me mecher, depois disso fiquei com um pouco de trauma. Como eu pensei que ele iria me bater lembrei desse dia e senti as lágrimas descerem e me sentei no chão me encostando na parede... Eu realmente tinha medo.

- Pa-pare por favor... - pedi baixinho tentando não soluçar, meu peito doía, doía pós quase perdi minha vida naquele dia.

- COMO QUER...que eu...espera... você está chorando? - vi ele se agachando em minha frente tirando meus cabelos do meu rosto, me olhando um pouco incrédulo e curioco - a qual é? Eu só gritei! Acho oque? Que iria te matar? Não seja dramática, garota idiota. - escutar aquilo doeu ainda mais...qual é ninguém gostaria de está no meu lugar não é mesmo? Querendo ou não eu sou muito fragil e muito sentimental...eu realmente além de está com medo dele, estava com medo de ele falar na escola que eu sou uma chorona e que eu chorei só porque ele gritou comigo, eu tendo 16 anos na cara, oque as pessoas pensariam? Todo iriam rir de mim na escola e me abusar...eu mal cheguei na escola e já vou pagar mico? Não mesmo! Enxuguei as lágrimas o olhando.

- não sou dramática! Apenas fiquei com medo que me batesse! Você não sabe oque eu já passei no passado então não deveria falar que sou dramática! Já pensou que seu posso ter trauma de alguma coisa? Não né! - falei com a voz falha, me levantando e vendo ele se levantar de cabeça baixa.

- desculpa ter gritado com você...eu só não gosto qusando alguém pega um desses quadros...eles são importantes para mim! - falou me deixando meio surpresa. Parece que o ser aqui não é tão frio assim em? Pensei que ele não tinha sentimentos...

- Ok... esqueça, Jungkook. Acho melhor eu ir embora. - falei pegando minha bolsa que tinha deixado em cima do sofá e vi que na entrada da cozinha tinha uma bandeja com um prato é um copo quebrado. Parei para pensar agora...

*Assim que eu escutei o barulho de algo quebrando, eu virei na hora, e como eu falei, a sala dele é grande, e a estante ficava no canto da sala...como ele chegou a mim tão rápido?* - pensei e olhei pra Jungkook que me olhava de um jeito estranho, parecia nervoso. Não dei muita importância e joguei a mochila no sofá novamente.

- Não vai mais embora?

- fiz você derrubar a bandeja, o mínimo que posso fazer é limpar - falei vendo ele se aproximar. Vou até a bandeja e me abaixo, mas quando eu iria pegar senti a mão fria de Jungkook pegar em meu pulso e puxar pegando a bandeja.

- Não precisa. - se levantou com a bandeja nas mãos e foi até a cozinha. Eu ia atrás dele mais ele voltou. Esse menino é o the flash? - quer que eu te deixe em casa?

- se não for muito incomodo...

- onde fica sua casa?

- estou morando com o Yoon... 

- Ah... entendi... Ok, então vamos!

Jungkook on 

Tínhamos saído de casa já, não sei porque mas fiquei com uma pontinha de raiva por ela está morando com o Yoongi...o caminho inteiro fomos em silêncio..assim que chegamos lá estava meio escuro. Sim passamos o dia todo fazendo o trabalho graças a ___ que passava meia hora tentando me explicar o assunto pra eu fazer o trabalho direitinho do jeitinho que ela acha que é o certo. Tenho que admitir que ela é até legal. Ao percorrer do trabalho rimos muito, até tiramos brincadeiras um com o outro, pela primeira vez em anos, me senti vivo novamente.

- Bom... então...ate.. segunda? - falei coçando a nuca a olhando

- até... - falou meio baixo - até que foi legal fazer o trabalho com você...pensei que a gente fosse se matar... - soltou uma risada fraca e eu a acompanhei.

- também achei - mentira eu achei que eu iria foder ela era hoje, triste, não foi dessa vez. - é...assim...eu iria chamar os meninos e sua amiga ou seja lá oque ela é para ir a sorveteria amanhã...gostaria de ir com a gente? - perguntei olhando pro lado e a olhei de canto vendo a mesma dá um sorriso fechado.

- pode ser...de que horas?

- as 14:00

- Ok...

- eu venho te buscar...

- não seria maos fácil eu ir com o Yoon? - falou rindo um pouco

- ele vai depois ele me falou que antes tem algumas coisas a fazer. - menti..eu queria mesmo era sair só com ela, então inventei essa história

- Ok, então.

- então, tchau... - Vi a mesma se aproximar e deixar um beijo em minha bochecha, mas me virei na hora, dessa vez juro que não foi por querer, então ela quase me deu um selinho, mas foi no canto da boca, vi ela ficar um pouco vermelha e deixei um sorrisinho ladino escapar

- tchau, Kooki...quer dizer..Jungkook - falou envergonhada e foi logo entrando às pressas, oque me fez rir baixo. Me virei e fui andando.

- tire essa ideia boba da cabeça Jeon! Você não pode se apaixonar! - falei  para mim mesmo balançando a cabeça.


Notas Finais


ENTÃO NÉ MEU POVO LINDO DO KOKORO

foi isso aí, tá meio merda, mas ok.
Ficou um pouquinho grande né? Desculpa por isso ksks

Recomendo:

https://spiritfanfics.com/historia/love-of-wolf--imagine-jungkook-10819088


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...