História My Boyfriend Is A Vampire (Taekook/Vkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkookmp taekook
Visualizações 42
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem de verdade, irei me dedicar bastante a essa fanfic, estou com várias ideias na cabeça, pra deixar a fic a inda mais interessante, vai ter um pouco de enrolação e claro, então se você gostou deixe seu favorito e seu comentário irei amar lê ele ok? Bjs e boa leitura.

Capítulo 1 - The beginning


 

Kim Taehyung PvO.

Bom se você não me conhece irei me apresentar, me chamo Kim Taehyung um dos melhores caçadores de vampiros da Coréia do Sul, e como se não fosse pouco praticamente todos terem medo de mim, eu sinto um odeio tão grande pelos vampiros, por causa desses malditos vampiros acabei perdendo uma das pessoas mais importantes pra mim, não é tão fácil um garoto de apenas sete anos vê sua mãe morrer na sua frente por causa daqueles vampiros, ela morreu pra tentar me proteger e jurei a mim mesmo que iria matar todos os vampiros da Coréia, pode demorar muito tempo, mas irei conseguir, irei vingar minha mãe, aquela que sacrificou sua própria vida pra salvar a minha.

 

Mal sabia Kim Taehyung que iria se apaixonar por um vampiro

_TaeTae se esconda por favor, vai ficar tudo bem, a Omma já vai voltar, só irei vê se a comida está pronta – Ela fala com um olhar de medo em seus olhos, como eu era totalmente inocente não sabia de nada, apenas confirmei e me escondi de baixo da cama como ela disse falado.

 

A vi ficar parada no mesmo local olhando para a porta, quando ia me pronuncia, a porta e arrombada fazendo um grande barulho ecoar pelo quarto que estava silencioso até pouco minutos. Tampei a boca e vi um homem entrar no quarto vestindo uma capa azul e estava todo de preto, vejo os pés de minha Omma saírem do chão e várias gotas de sangue caírem sobre o mesmo, as lagrimas começaram a se fazer presente e só vi o corpo de minha Omma ser jogado no chão, como se fosse um lixo.

Quando o homem saiu do quarto, sair de baixo da cama e me aproximei de minha Omma que estava com uma marca de mordida em seu pescoço.

 

- O-Omma... – Toco em seu braço a balançando um rapidamente -  Omma acorda – falo meio alto e me afasto dela com os olhos cheios de lagrimas – OMMA!! –

 

Acordo gritando com a respiração totalmente ofegante, olho para o Lado e vejo a hora, era 03:00 da madrugada a inda, me levantei e olhei meu estado, estava completamente suado por conta do pesadelo que tive, me direcionei até o banheiro e tiro minhas roupas e entro em baixo do box. Ligo o chuveiro e me coloco em baixo do mesmo, a água era fria como gelo, fazendo assim os pelos de meu corpo se arrepiarem, todas as noites tinha o mesmo pesadelo, isso não parava nunca o que me deixava com raiva e triste ao mesmo tempo, desliguei o chuveiro assim que acabei de me jogar uma água um pouco rápida, sair do banheiro vestindo apenas um roupão, vou até o guarda-roupa e pego um moletom, uma calça moletom e uma boxer preta.

Visto a roupa que tinha separado, e pego minha pistola que tinha algum tipo de ‘’poder’’ para matar os vampiros, porem ninguém nunca me contou sobre isso, coloquei meus tênis e sair daquele apartamento pra respirar um pouco de ar, á e avisando, eu moro sozinho e claro.

Sair do apartamento e fui em direção a uma pequena pracinha que tinha perto do apartamento, me sentei no balanço e fiquei lá até me acalmar um pouco, o ar gelado que invadiam minhas narinas era bom, não sei porque gostava tanto disso, enquanto outras pessoas reclamavam e claro.

Ouvir um movimento atrás de mim e sair do balanço e rapidamente saquei a arma, não sei o que era então comecei a puxa o gatilho da pistola seguindo a movimentação no local. Atirei mas uma vez e vi que as balas tinham acabado. –Merda- Xingo baixo pois não tinha trazido muitas balas.

Em um piscar de olhos alguém tampa minha boca e segura meus dois braços com força, solto um grunhido de dor e tempo olhar para a pessoa que estava atrás de mim, quando conseguir olhar, o medo tomou conta totalmente do meu corpo, aqueles olhos vermelhos,conhecia muito bem de longe.

Tentei gritar mas foi em vão, eu não acredito que aquilo estava acontecendo. - Fique quieto - Uma voz rouca se pronuncia fazendo me ficar todo arrepiado,afirmei com a cabeça a inda com um pouco de medo,fingir está calma para o mesmo e dou um pisão no pé do garoto,que me solta e começa a gemer de dor, procurei alguma bala em meu bolso e acabo achando,coloco na arma e aponto para o vampiro que estava em minha frente.

- Nada Mal - Ele fala, e o ignoro. - Você acha que uma simples arma vai me matar? Sonhe - Ele fala e dou um sorriso de lado, aperto o gatilho fazendo a arma acerta bem no meio da sua cabeça,logo seu corpo vira cinzas como todos os outros vampiros que matei. - Vampiro idiota... - quando me viro parar ir para minha, dou de cara com um garoto alto, de cabelos castanhos, ele era um pouco mas alto que eu,o vejo sorrir gentilmente para mim,seus dentes pareciam de coelhos, o empurrei para o lado e caminhei até minha casa.

Mas sou parado pelo o garoto de agora pouco. - O que você quer?, eu quero ir embora licença? - Falo tentando passar mas o mesmo não deixa. -  Como você fez aquilo? - Ele fala um pouco surpreso. - O Vampiro? - Ele afirma com a cabeça e suspiro alto - Arma ''especial'' -  falo e faço aspas com os dedos - Agora me deixa passar,- Falo e sou derrubado no chão pelo garoto, ia me levantar mas o mesmo se sentou bem em cima da minha barriga - O que você pensa que está fazendo? - Falo é o vejo rir alto - Só sai daqui , até me dizer o que tinha na arma- 

 

 

 

 

 

               Merda...


Notas Finais


Me Desculpe Algum Error Ortográfico.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...