História My BoyFriend My Rules - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Romance
Exibições 36
Palavras 3.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ficção, Lemon, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse é o primeiro capítulo da fic e já quero dar alguns avisos...

1- A história será quase toda narrada pelo Baek mas terá alguns POVS do Kyung etc.

2- O casal principal como ja deu pra perceber é Chanbaek e tal vez tenha menção de outroa shippers...tipo Kaisoo.

3- Se eu sumir é por causa da escola ou porque minha criatividade simplesmente sumiu.

4- Eu ja disse na sinopse que a fic foi inspirada no anime...Wolf Girl & Black prince(eu to com preguiça de escrever o nome original), Então se vcs não conhecem o anime assistam pelo menos o primeiro episódio...Ou não assistam e se JÁ assistiram JÁ devem saber como é(não estou obrigando a ninguém assistir).

Capítulo 1 - O que pode dar errado?


Fanfic / Fanfiction My BoyFriend My Rules - Capítulo 1 - O que pode dar errado?

   Segunda de manhã é uma das coisas que eu mais odeio na minha vida, sinceramente eu não vejo muitos motivos para ir ao colégio...só que os poucos motivos que eu tenho já valem a pena. Sou Byun Baekhyun um cara de 17 anos que nunca beijou, nunca namorou e que fica falando para todos que tem um namorado perfeito que nem sequer existe. Sem contar que sou meio azarado em tudo o que faço ou penso em fazer...Ou da alguma coisa errada, ou eu acabo quebrado algo muito caro...TIPO CARO MESMO.
    Levantei da cama meio sonolento já que nunca me acostumei a acordar cedo, eu estudei minha vida toda no período da manhã e não me acostumei até hoje. Fui até o banheiro em Passos lentos e atrapalhados, chego no mesmo e tiro toda a roupa para tomar um banho não tão demorado se não eu com certeza me atrasaria e o Kyung me mataria. Sai do chuveiro enrolado na toalha e logo pego o uniforme que estava na cama, minha mãe sempre entra no quarto como se fosse um fantasma e arruma meu uniforme mas, quem sou eu pra reclamar? Amo quando ela faz isso...sou meio preguiçoso pra escolher roupa, assim que estava pronto passei só um lápis de olho e pronto, já sou lindo de nascença. Assim que JÁ estava arrumado desci até a cozinha encontrando minha mãe colocando o café na mesa.

- Bom dia mãezinha!- Abracei ela por trás beijando sua bochecha e logo sentando na mesa oara comer.

- Bom dia Baek. - Respondeu animada e sentou na minha frente sorrindo. - O Kyungsoo disse que vai te esperar direto la no Colégio.

  - Eu odeio ir sozinho...aquela coruja sabe disso - Fiquei emburrado e comecei a comer tudo o que havia de bom na mesa. - Tenho mesmo que ir hoje?

  - Se você quiser ter um futuro bom vá se quiser ficar burro e não ter futuro fique. - Não tirou o sorriso do rosto mas sei que das duas opções eu só poderia escolher uma pois se escolhesse a outra ela iria ficar brava.

  - Eu vou...mas só porque eu sou um ótimo filho. - Digo me levantando e indo no banheiro escovar os dentes para ir para o Colégio.

- ótima escolha Baek. - Gritou ainda sentada na mesa.

   Saí do banheiro e peguei a mochila pronto pra ir, mas antes voltei e dei um beijo na testa da mesma e saí correndo de casa em direção ao local que era meu maior pesadelo, eu iria matar Kyungsoo mas não quero ser preso por matar uma pessoa e também não teria coragem pois ele é o único que sabe das minhas "mentirinhas" e que vai me ajudar no plano que tenho para hoje. Falei para meus amigos que iria mostrar uma foto do meu namorado que nem existe amanhã, então eu tenho planejado para hoje conseguir uma foto de um garoto bem bonito, para mostrar a eles.
    Alguma coisa lá no fundo diz que isso não irá dar certo, mas como dizem a esperança é a última que morre. Cheguei no Colégio e o mesmo já estava lotado de gente e de longe avistei o Kyung que estava sentado no banquinho e parecia distraído, me aproximei lentamente dele para dar um susto no mesmo.

  - Se fizer isso eu esqueço que sou seu amigo - Escutei ele falar e fiz bico sentando do seu lado. - Bom dia Bacon.

- Aah Kyung você é um velho. - reclamei olhando pro mesmo. - Aliás hoje vamos a luta para achar um cara bonito e tirar foto dele.

  - Pois é...Eu sinceramente não Intendo o motivo dessa mentira. - Ouvi ele dizer aquilo e juro que minha vontade foi de dar um soco nele.

  - Simples todos os meus amigos tem namorado e falam isso e aquilo...e também falam que a relação sexual deles é super ativa, eu não quero parecer careta e um  virgenzinho perto deles. - Fiz bico olhando pro Kyungsoo mesmo sabendo que minhas gracinhas não funcionam com ele.

- Primeiro...não sei como vc consegue chamar eles de amigos, segundo você é careta e virgenzinho querendo ou não é terceiro eu realmente não Intendo porque ainda guardo seus segredos. - Meu melhor amigo...SÓ me deixa mais preocupado.

  - Ok ok Intendi...mas agora deixa eu dar o recado para os garotos, amanhã trarei uma foto do meu "namorado".- Digo animado e levanto contudo. - Te vejo na hora da saída para nossa caçada. - Falo e saio correndo pelos corredores.

    Eu ficaria bem mais feliz se o Kyung fosse da minha sala, porque sei la é muito bom ter um melhor amigo na sua sala, da pra ficar conversando toda hora. No meio de um dos corredores vi uma rodinha de meninas gritando algumas coisas que no momento não consegui distinguir, fiquei um pouco nas pontas dos pés e pude perceber dois garotos no meio delas, quando percebi que não haveria modo de mim ver quem era os dois segui meu caminho até a sala vendo os meninos Luhan e o Tao conversando.

  - Olá meninos. - Entrei na sala indo até eles sentando em uma cadeira perto da deles. - Alguma novidade?

- O de sempre...estávamos falando do nossos relacionamentos e como vão bem, meu sehunnie vai estar a empresa dos pais...tradução.- Luhan deu uma pausa e logo disse animado. - Ele vai ficar podre de rico e isso é ótimo.

  - Baek...e o seu namorado?. - Tao interrompeu o Luhan para fazer aquela pergunta que valeria a minha vida.

   - Huuuum...ele...tá ótimo vou ver se consigo uma foto dele pra vocês. - sorri nervoso e Tao junto com Luhan me olharam desconfiados.

   - Porque não passa uma rede social dele pra ser mais fácil?. - Engulo seco com a pergunta de Luhan.

  - É que ele não tem...ele é muito discreto e não gosta de se expor. - Senti todos os fios do meu cabelo se arrepiarem.

  - Intendo...traga uma foto do seu namorado amanhã sem falta. - Tao falou e se virou rápido pra frente quando a professora chegou.

  Meu deus preciso de uma foto logo de algum garoto se não vou estar ferrado, vou perder meus amigos e vou ficar com fama de mentiroso, virgem e careta pro resto do ensino médio.

   Arrumei meu material na mesa e copiei só a primeira parte da matéria porque eu não conseguia me concentrar de forma alguma no que a professora falava e as letras que estavam no quadro se tornaram ilegíveis no meu ponto de vista. Não passaria de hoje eu iria conseguir a foto do menino nem que isso custasse minha dignidade, ás duas primeiras aulas passaram e escutei o sinal do intervalo. Saí correndo até a sala do Kyung e pulei no mesmo.

  - Me salva Kyung...eles praticamente fizeram um interrogatório. - Fiz bico ainda grudado no mesmo que se virou para mim.

  - Nós vamos conseguir a foto... o problema é: Se eles quiserem ver pessoalmente o garoto. - A positividade do Kyung me assusta.

- Se isso acontecer eu conto toda a verdade. - Kyung me olhou sério por eu ter dito isso.

  - vamos comer pois eu estou morto de fome. - Ele mudou de assunto na mesma hora e me puxou até o refeitório.

                    ~ ☆ ~

  - Não consigo pensar em comer num uma hora dessas. - Disse vendo o Kyung terminar de atacar um pudim.

  - Byun Baekhyun eu ja disse para se acalmar...que saco. - Me olhou nervoso.

  - Eu estou na linha do trem...a qualquer momento ele vai passar por cima de mim. - Bati com a cabeça na mesa em puro nervosismo.

   Ouvi o sinal bater novamente indicando que todos voltariam para suas classes e isso queria dizer que teria de ficar longe do Kyung por mais três aulas. Eu normalmente não passo os intervalos com ele e sim com o Luhan e Tao mas, hoje eu preciso do Kyung e sua positividade assustadora. Me despedi de Kyung dando beijinhos em seu rosto não ligando se o mesmo reclamaria e logo sai de la entrando novamente na sala, ignorei a presença do Tao e do Luhan  com medo que eles fizessem mais perguntas sobre meu namorado que nem existia. O professor entrou na sala falando que era prova...Tantos dias para ele passar a bendita prova e ele tem que passar justo no que eu não estou preparado psicológicamente.

  - Sério isso? - Perguntei olhando para o professor que sorriu quadrado para mim. - Professorzinho Taehyungzinho você pdoe passar a prova em outro dia?

- Infelizmente não...sinto muito. -  Respondeu desfazendo o sorriso e entregando as provas.

  Fiz a prova na verdade eu chutei todas as questões mas mesmo assim eu fiz pelo menos, e fiquei o resto da aula olhando para a quadra onde os outros meninos do terceiro ano jogavam futebol. Eles eram lindos e sarados o que deixava as coisas mais interessantes, fiquei as últimas três aulas ou olhando pro lado de fora, ou mechendo no celular e até mesmo arriscando umas conversas com o Tao e o Luhan. Joguei todo meu material dentro da mochila e fiquei esperando ansiosamente para o sinal da última aula bater para mim ir a batalha de encontrar a tão preciosa foto perfeita de um garoto desconhecido na rua. Quando finalmente o sinal bateu saí correndo para fora do Colégio e fiquei esperando o amado do Kyungsoo aparecer, quando vi ele saindo corri e saí arrastando ele por todas as ruas existentes.

  - Baek para! Eu to cansado !- Ouvi ele gritar e parei de correr o olhando.

  - Desculpa Kyung eu to desesperado. - Respondi dando batidinhas em seu ombro.

  - Olhe por onde anda você pdoe ter passado por mil garotos e nem percebeu. - ele abaixou colocando ás mãos no joelho e nessa hora, minuto e segundo vi um deus grego do outro lado da rua conversando com outro deus grego...mas o que mais me importava era o que eu estava olhando.

  - Kyung...olha ali. - Falei baixo encarando o garoto que era alto...tipo muito alto, cabelo platinado, meio musculoso e com olhos, boca, sorriso tudo perfeito...menos a orelha pois era um pouco grande. - Olha aquela obra de Deus.

  - Onde? - Olhou pra trás olhando para os dois garotos. - Essa é sua chance.

  Assenti pegando o celular e colocando na câmera, será que eu devo fazer isso? Dependendo de tudo o garoto pode se dar mal se alguém descobrir....FODA-SE É PARA UM BEM MAIOR. Mirei a Câmera disfarçadamente em direção ao garoto e na hora que cliquei para tirar a foto, esqueci do Flash da câmera(sim o Flash da câmera chamou a atenção dele), comecei a rezar mentalmente de olhos fechedos e na hora que abriu percebi que os dois garotos olhavam para mim e para kyung com cara de "WTF".

  - Kyung...vem. - Puxei o mesmo pela mão e saí correndo.

  Corremos até a esquina da rua de casa e olhei para ele que estava ofegante e me olhando como se fosse me matar a qualquer momento.

  - Caralho Baekhyun o que foi isso?! Porque não olhou pra merda da câmera pra ver se tinha flash?! E...você é pesado?! Aqueles cara a São do Colégio não viu não?! - Gritou comigo batendo o pé no chão e tenho que admitir...foi fofo a cena.

  - Calma...do Colégio?. - Peguei o celular para olhar a foto e percebi que o uniforme era o  mesmo. - Eita! Ele deve ser um flopado...ninguém vai perceber.

  - Ele é lindo! É impossível um homem daqueles ser flopado e o amigo dele também não era de se jogar fora. - Abaixou o tom de voz mas não deixava de ser bravo.

  - Aaaah Kyung vai ser esse mesmo...qualqier coisa que apagou a foto e digo que se confundiram. - Falei tentando encontrar uma saída.

  - O único problema é....você mente mal...MUITO MAL- Respondeu rindo da minha cara.

  - Mas que ele é lindo é...acho que achei uma foto do meu namorado. - Abraço o celular pulando de alegria.

  - Eu não vou te defender se descobrirem sua mentira. - Fiz bico ao ouvir o que ele acabou de falar.

  - Não se preocupe...vai dar tudo certo. - Retruquei positivo.

    Na volta pra casa Kyung continuava insistindo que isso iria dar errado e que se acontecesse alguma coisa ele apenas iria olhar para mim e dizer "Eu te avisei", após deixar ele na casa dele fui andando até a minha animado e pensando se Tao e o Luhan iriam acreditar na minha mentirinha. Cheguei em casa saltitando e deixa um beijo na mamãe e no meu Pai, logo subindo para o quarto enviar a foto do meu "Namorado". Fiquei meia hora andando de um lado pro outro na frente do notebook decidindo de enviava ou não a foto pra eles.

   O que é que pode dar errado?

   Uma voz falou mais alto na minha mente e sentei na cama pegando o notebook e o colocando no meu colo, após passar a foto do celulares para o note mandei a imagem para os dois que falaram a mesma coisa.

  Taozi[14:30]: Baek...tenho a impressão que JÁ vi ele!

  Aquela mensagem do Tao me deixou em choque..."será que ele o conhecia?" Era a única coisa que passava pela minha cabeça no momento, desliguei o note mais rápido que o TheFlash e deitei na cama dando um pequeno surto.

  - Estou ferrado...muito ferrado. - Repito para mim mesmo gritando contra o cobertor. - Eu vou passar o resto da tarde dentro desse quarto...sinto que o mundo la fora não gosta de mim.

  Eu havia passado a tarde toda trancado no quarto sem fazer absolutamente nada a não ser assistir netflix e me entupir de comida, ás vezes ouvia meu celulae tocar e apenas ignorava sabendo que seria Tao ou Luhan me ligando...isso só fazia minha mente criar situações de pura vergonha.

                ~ ☆ ~

  Acordei com o despertador e sim ei dormi ali mesmo cercado de comida com a TV ligada, ainda bem que ninguém entrou no quarto se tivesse sido minha mãe ei estaria bem ferrado agora, levantei preguiçosamente da cama e fui me arrumar. Tomei um banho rápido e desci as escadas vendo um bilhete.

   "Baek tive que sair mais cedo de casa hoje, vá na casa do Kyung ou coma no Colégio mesmo. Beijos da sua mãezinha"

  - Acho melhor eu ir direto pro Colégio...mais prático. - Digo pegando as chaves saindo de casa.

   O caminho para o Colégio parecia ter se estendido até o fim do mundo parecia que nunca acabava, quando cheguei no local vi Kyung em um cantinho e algo me diz que ele não TÁ afim de papo hoje então apenas fui até o refeitório porque o Tao e o Luhan sempre ficam lá fofocando sobre assuntos que é sinceramente não sei como opinar.
    Cheguei lá e fui em direção a eles em Passos lentos até o Lu me ver e fazer sinal animado para que eu me aproximasse.

  - Baek! Que namorado é aquele seu?! Muito gato!- Ele falou assim que me sentei com eles.

  - Mesmo assim tenho a impressão que JÁ vi ele. - Tao falou pensativo. - E pelo o que vi na foto...JÁ devo ter visto...ele é daqui do Colégio...quando vai contar para o resto do pessoal...Xiumin, Chen....

  Assim que ele disse aquilo lembrei que na foto o garoto estava com o uniforme do Colégio, bati com a cabeça na mesa pedindo para que um meteoro caísse e acabasse com a terra.

  - Baek...teu namorado. - Lu me cutucou levemente e nessa hora minha vida passou em frente aos meis olhos. - Ei! Você não é o namo....- Tapei a boca do Luhan e corri em direção ao carinha o puxando para fora do refeitório até o Jardim.

  Deus por favor tenha piedade da minha pobre alma

  - Você costuma a sair arrastando pessoas que nem conhece? - Escutei o garoto questionar e me virei para ele e meio que tive que olhar pra cima. - Responde!

  - É o seguinte você vai me ajudar. - Falei sem dar escolha ao mesmo.

  - Não posso prometer nada nem te conheço....Vou me apresentar porque sou educado. - Deu uma leve pausa. - Sou Park Chanyeol e você?

  - Byun Baekhyun. - Digo simples o fitando. - Eu preciso da sua ajuda.
 
- Pode falar...quem sabe ei aceito te ajudar. - Sorrio para mim e Jesus que sorriso é esse?

- Eu falei para meus amigos que estava namorando mas a verdade é que não estou e nunca namorei...ontem de tarde tirei uma foto sua e mandei para eles e SÓ percebi depois que você era do Colégio, por isso preciso da sua ajuda para eles pensarem que estamos namorando. - Parei para respirar pois estava falando rápido demais. - Eu não quero ficar com fama de mentiroso e Virgenzinho da mamãe...relaxa vai ser apenas um namoro de mentirinha....topa? - Fiz um bico fofo.

  - Deixa EU ver....faço isso mas com uma condição. - Desfiz o bico o olhando sério.

   Sabia que isso tava indo bem demais.

  - Fala. - Cruzei os braços esperando ele falar  o que queria.

  - Você vai ser meu cachorrinho ou meu escravo como queira chamar. - Olhei ele não acreditando no que estava ouvindo. - Vou dar um pequeno exemplo...se eu mandar você latir você faz, se eu mandar você rolar na grama você faz, se eu mandar você tirar a roupa....você faz. - Sorrio diabólico.

  - calma...que? - Foi a única coisa que saiu da minha boca na hora.

  Esse cara deve estares brincando Com minha cara...não é possível.

  - Ou é isso ou diga olá para sua fama de mentiroso e virgenzinho. - Ele disse se encostando na parede.

  Não posso matar ele...respira Baek Respira.

  - Tá ta ta eu aceito menos a parte de tirar a roupa. - Digo e o mesmo sorri divertido.

  - Bom garoto...vamos nos divertir muito. - Deu batidinhas na minha cabeça como se eu fosse um cachorro de verdade. - Hoje depois da aula me encontre no parque....ok?

  Assenti com a cabeça incapaz de falar alguma coisa e vi o mesmo sair de la me deixando parado sem reação e sem saber o que fazer...me tornei uma estátua em meio ao Jardim.

  - Preciso contar pro Kyung...


Notas Finais


Espero que tenham gostado do primeiro capítulo, desculpem qualquer erro e comentem o que acharam pelo amor de minha nossa Sehuna.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...