História My Brave Sunshine - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias RWBY
Tags Blake X Yang, Bumblebee, Ruby X Weiss, Rwby, Weiss X Ruby, White Rose, Yang X Blake
Exibições 74
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Ficção, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


YOLO!

É MEU ANIVERSÁRIO HOJE! (24/11)
TO HAPPY?
PARA UM CARALHO QUE SIM!

Eu pensei:
"Por que não comemorar meu aniversário com um "filler" de WhiteRose? Esse amorzinho<3"

E aqui está, sim, eu sei q vcs estão ansiosos para saber oq vai acontecer, e não se preocupem, ainda terá capítulo na sexta, vulgo amanhã.

Só queria postar hoje pq é meu aniversário mesmo e queria compartilhar com vocês!

Perdoem os erros e apreciem esse amorzinho! <3

Capítulo 14 - Filler - White Rose 3


Fanfic / Fanfiction My Brave Sunshine - Capítulo 14 - Filler - White Rose 3

Ruby On

Depois de Blake ir embora, Yang subiu se arrumar, e eu e Weiss continuamos no sofá, a única diferença, era que agora eu estava deitada em seu colo assistindo filme.

-Hey, Weiss.- chamei ela cutucando sua bochecha

-Sim?- ela respondeu sem tirar os olhos do filme

-Tem certeza que não pode ficar aqui mais um pouco?- ela me encarou e segurou minha mão, entrelaçando nossos dedos

-Por que quer que eu fique?- ela perguntou com aquele seu jeito sério de sempre

-Seria muito estranho querer passar mais algum tempo com a minha namorada?- ela corou de leve e deu um sorriso de lado

-Eu posso ver com o meu pai, mas duvido que ele deixe.

-E se você inventar um trabalho de ultima hora?

-Quer que eu minta para o meu pai, Ruby Rose?- ela perguntou rindo baixo

-Acha que vale a pena por mim?- perguntei sorrindo

-Sorrindo desse jeito... Você não me deixa outra escolha, idiota.- ela suspirou calma

-Hehe.

Weiss pegou o celular que tinha no bolso e antes de discar o número de seu pai, minha irmã desceu as escadas:

-Ainda aqui, Elsa?- ela perguntou sarcástica

-E provavelmente vou ficar mais um pouco.

-Que?- minha irmã provavelmente queria matar ela agora, mas a olhei em forma de negação e ela bufou desistindo- Que seja.- ela deu de ombros

-Não cause mais problemas para a sua irmã.- Weiss provocou antes de Yang sair

-Não ache que pode me dar ordens.- senti as duas trocarem olhares, mas antes que eu fizesse algo, Yang já havia desistido- Acho que vou voltar tarde para casa, não me esperem.

-Yang, você prometeu para Blake... Lembra?- ela congelou por um segundo e pareceu pensativa

-Sei, sei. Não vou causar problemas, relaxa irmãzinha.- ela abriu a porta- Weiss, não ouse tocar na minha irmã!- ela gritou antes de fechá-la

-“Não ouse tocar na minha irmã!”- a garota repetiu imitando a voz da Yang, e eu ri

-Bela imitação.- comentei rindo

-Obrigada.- ela sorriu convencida- Agora, não faça muito barulho, vou ligar para o meu pai.- assenti com a cabeça

Me levantei de seu colo e fui para cozinha, peguei um copo de leite e procurei pela cozinha cookies, mas falhei em encontrá-los, o pote estava vazio.

-Weeiiiss!- chamei a garota com uma voz manhosa, ela me olhou sem entender- Acabaram os cookies!- disse fazendo cara de choro

-Que pena.- ela riu e ficou séria quando atenderam a ligação- Pai, boa tarde.

Dei mais uma busca na cozinha atrás de chocolate ou cookies, mas eu e minha irmã havíamos comido tudo.

Então, me contentei em apenas observar minha namorada falar com meu sogro,o sofá ficava de costas para a cozinha, pude ver como ela estava tensa, de um jeito que eu nunca havia visto antes.

Me aproximei cautelosamente, para que ela não me escutasse, quando estava perto o suficiente, dei um beijo casto em seu pescoço, vi ela se assustar e ficar vermelha:

-A professora de Inglês passou um trabalho de ultima hora, eu achei que fosse conseguir terminar até a hora de ir embora, mas vou precisar de mais algum tempo.

Continuei com as caricias, beijando seu pescoço, mordiscando sua orelha:

-P-Posso passar a n-noite aqui?- ela gaguejou quando eu chupei seu pescoço, o que provavelmente deixaria marca

Vi ela me olhar pelo canto do olho, e sorri vendo uma gota de suor escorrer por sua pálida pela:

-Desculpa, me perdi nas palavras.- ela se desculpou e eu ri baixo- Sério? Posso mesmo?- ela ficou em silêncio ouvindo a resposta- Obrigada, até mais.- ela desligou o celular

Weiss permaneceu imóvel, encarou o chão e mordeu o lábio inferior antes de me puxar para o sofá e ficar em cima de mim.

-Ruby Rose... Sua pestinha.- Weiss lambeu seus lábios e beijou meu pescoço- Achou mesmo que tudo o que estava fazendo ia ficar sem troco?- ela chupou meu pescoço, fazendo eu dar um gemido baixo- Provando de seu próprio veneno, minha rosa?

-Você chama isso de trabalho de inglês?- ela riu

Weiss passou suas mãos por debaixo da minha camiseta, segurando minha cintura, ela não se atreveu a subi-las, mas podia ver sua tentação.

Ela ficou olhando em meus olhos para beijar meus lábios, eles eram bem cuidados e macios, como já era o esperado, eu não me cansava nunca de beijá-la, mas o ar fez com que nos separássemos.

-Eu te amo.- ela depositou um beijo em minha testa

-Te amo mais.-Weiss me encarava com aqueles olhos azuis

Perfeitos…

Como tudo nela...

-Vamos mesmo começar com essa melação?- eu ri

-Sei lá. Sinto que mesmo que eu passasse horas dizendo que eu te amo não seria suficiente.- ela sorriu com a declaração

-Pois eu não me incomodaria de ouvir você dizendo que me ama milhares de vezes.- senti meu rosto esquentar e ela deu um lindo sorriso

-Estou com fome.- comentei, mas a garota não parecia ter ouvido

Weiss ignorou totalmente o que eu havia falado, mordendo minha orelha, beijando meu rosto, pescoço, colo do peito, e chegava até a dar chupões, provavelmente deixando muitas marcas.

Eu dava leves gemidos, eu não conseguia fazer ela parar, até porque, eu não queria, quando não estava com a boca ocupada ela me beijava e mordia meu lábio inferior.

Ela não se cansava, e eu sentia que ela queria mais, sentia que suas intenções iam além de beijos e chupões, Weiss me olhou quando ameaçou tirar minha camiseta, mas minha barriga roncou de fome e ela me olhou sem graça:

-D-Desculpa.- minha pele fervia

-Tudo bem.- ela suspirou rindo um pouco- O que quer comer?- ela se sentou em minha barriga, sem colocar muito peso

-Acho que devemos pedir uma pizza.

-Então pizza será.- ela se levantou e me ajudou a levantar

Quando Weiss terminou de pedir a pizza, voltamos ao sofá, mas o fogo da garota já havia se acabado, então só assistimos alguma série, já que havíamos assistido todos os filmes do netflix.

A pizza chegou, e Weiss foi pegar enquanto eu arrumava a mesa, ela voltou com duas caixas e eu questionei com o olhar:

-Cortesia da casa, pizza de Romeu e Julieta.

-Isso quer dizer... Chocolate?!- meus olhos provavelmente brilharam e ela sorriu de lado

-Isso mesmo.

Nós comemos e depois eu me deliciei com a pizza doce, Weiss nem quis chegar perto, disse que estava de regime, coisa que eu considero besteira, já que ela é bem magra.

Depois, não fizemos muita coisa, apenas deitamos no sofá e assistimos qualquer coisa, Weiss não parecia prestar muita atenção no filme que eu havia escolhido, ela ficava fazendo cafuné na minha cabeça:

-Não gosta desse filme?

-Confesso que não é muito meu estilo.

-Podemos mudar se quiser.

-Não precisa, você está se divertindo. É o suficiente.- ela deu de ombros

O filme acabou, e eu estava com sono, deveria ser uma ou duas horas da madrugada, Weiss me olhou e viu meu bocejo, ela riu e disse:

-Vem, vou te levar para cama.- ela se levantou comigo em seu colo

Sua bochecha estava levemente corada, enquanto subia as escadas, ela me colocou na cama e me cobriu, como se eu fosse uma criança:

-Weiss, ainda me acha uma criança?- ela ia se enfiando embaixo das cobertas

-Acho.- ela me abraçou por trás

-Por que?

-Porque você é impulsiva, e age como uma.-ela cochichou no meu ouvido

-Eu te amo.

-Também te amo, mas vamos dormir, estou cansada por causa do trabalho de inglês.- nós rimos e ela me puxou para mais perto

Quem sabe eu seja mesmo uma criança, que eu seja impulsiva, que eu faça coisas que uma criança faz…

Mas...

Quem sabe…

Eu não sou sua criança favorita, Weiss?


Notas Finais


Sim, foi curtinho, mas foi um amor <3
Eu sei q vcs queriam q ficasse mais hot, suas safadenhas e safadenhos ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Entretanto, eu queria q o cap fosse amorzinho e não safado, apesar da Weiss n ter gostado muito da ideia u.u

Hoje é meu aniversário, e eu posso afirmar com toda certeza que, um dos melhores presentes desse ano foram os favoritos e comentários, tanto dessa fic quanto da outra que começou a pouco tempo <3

Sério gente, muito obrigada, quando eu vejo um comentário eu fico muito feliz, principalmente quando vcs escrevem suas emoções perante o capítulo, ou é muito cômico hsauhsu, ou é muito fofinho *-*

Agradeço de mais vocês por todo o apoio que me dão para continuar com essa fic, e eu sei que quem está fazendo aniversário sou eu...

Mas quem está de parabéns são vocês! <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...