História My "Brother" - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Maze Runner
Personagens Ben, Brenda, Chuck, Gally, Minho, Newt, Sonya, Teresa, Thomas
Tags Dylan O'brien, Newt, Newtmas, Thomas, Thomas Brodie-sangster
Exibições 68
Palavras 1.018
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


AAAAH
Sorry por essa demora de...2 dias? Yeah,meu prazo é uma semana e eu deixei passar um pouco disso.
Desculpa mesmo,meus amores </3

Bem,tudo tem uma explicação,certo?
E ela é simples: provas finais acabaram na sexta e tive de fazer outras coisas,só tendo tempo de postar hoje..

Não vou mais tomar-lhe o tempo,boa leitura!

Capítulo 22 - Stay away from you?


— Voltei a tempo,Newt! — Teresa exclamou se sentando ao meu lado novamente. — Newt,que cara é essa? — ela indagou me olhando preocupada.

— Teresa,é ela. — digo pressionando as mãos em minha cabeça.

— Hã? — a morena quis entender.

— A Brittany,Teresa! — exclamei batendo as mãos na mesa,não querendo também que aquilo fosse verdade.

— O QUE?! — ela indagou me olhando com uma cara de espanto.

— Ela passou por mim agora pouco. — expliquei.

— Então ela está aqui atrás? — Teresa perguntou e se virou para trás. — Newt,ela não está aqui. — disse me olhando confusa.

— Como? — indaguei me virando também.

Olhei para trás e não consegui vê-la. Como..? Ela passou por mim,o que significava que sentara aqui atrás! 

— Ela deve ter saído. — digo olhando para Teresa,que parecia encarar algo à sua frente,de um modo fixo.

— Duro que não,Newt. — disse apontando para nossa frente e quando olhei para a mesma,pude ver a loira sentada em uma carteira um pouco à nossa frente.

★ ★ ★ ★ ★

— Eu não estou mesmo acreditando nisso. — Teresa disse enquanto percorria o refeitório com seus olhos.

— Vocês sabem onde o Thomas está? — perguntei encarando-as. 

— Só vi ele na aula de Biologia. — Sonya disse pensativa. 

Logo vi a atenção de várias pessoas serem dirigidas para a porta do refeitório. Levei meu olhar para a mesma e pude vê-la entrando. Rangi meus dentes apenas por vê-la andando daquele jeito dela.

A loira se aproximava de nossa mesa e vi um sorriso sínico surgir em seus lábios. Sonya se levantou segurando seu copo com suco de uva e foi em direção a loira. 

Sonya esbarrou em Britt,derramando seu suco de uva no casaco branco da outra.

— O QUE VOCÊ FEZ,GAROTA?! — Britt exclamou encarando a enorme mancha roxa que surgira em seu casaco branquinho como a neve.

— Me desculpa! — Sonya disse fazendo um teatro.

— Você não devia ter feito isso,garota! Olha só o que fez no meu casaco! Você tem ideia do quanto isso custou? Não,né,olha suas roupas! — disse rindo.

Com aquilo,Sonya ficou extremamente vermelha. Estava começando a ficar irritada e se isso acontecesse,daria muita merda. Teresa se levantou e pegou no braço da loira.

— Vem,Sonya. — disse puxando a garota para fora do refeitório.

— Ah,como esperado,apenas rebaixados nessa escola. — Britt disse a si mesmo passando a mão pelo seu casaco.

Novamente,na porta do refeitório,quem surgira distraído foi Thomas. Me levantei e fui até ele,que pareceu assustado ao me ver.

— Newt? — ele exclamou. 

— Thomas,o que acha de comermos em outro lugar? — perguntei sorridente.

— Por mim tudo bem,mas e o pessoal? — perguntou querendo olhar pelo local.

Logo os olhos de Thomas se arregalaram e ele pareceu engolir em seco. Peguei em seu pulso e tratei de retirá-lo de lá antes que aquela sínica viesse provocá-lo. 

Paramos no meio do corredor vazio e ele se encostou em um armário,tentando recuperar o fôlego. 

— Thomas,o que vamos fazer agora? — perguntei me aproximando dele.

— O que vamos fazer agora? — ele perguntou sarcástico. — Eu não tenho de fazer nada,Newt. — disse num tom de angústia.

— Hã?

— Quem tem de fazer é você. — disse me olhando triste.

— F-fazer o que? 

— Você tem que ficar longe de mim,Newt! — praticamente gritou ao me empurrar. — Você tem de ficar longe,Newt. — disse num tom mais baixo e se virou,voltando a caminhar em direção ao refeitório. 

Senti uma dor surgir em meu peito e minhas mãos tremiam. Meus olhos começaram a marejar e tentei limpar as lágrimas. Mas a cada tentativa,elas pareciam querer descer com mais força ainda,deixando impossível de meu choro ser cessado. 

Ficar longe de você?

★ ★ ★ ★ ★

As aulas finalmente finalizaram e eu havia combinado de ir embora com Teresa. Saí acompanhado da garota e assim que entramos no estacionamento,vi uma cena me chamar a atenção. 

Evan estava encostado na lateral de seu veículo e Britt estava à sua frente. Os dois pareciam conversar normalmente e do nada,ela se aproximou do loiro e pareceu ter sussurrado algo no ouvido do mesmo.

Não sei por quê,mas uma sensação muito ruim surgiu dentro de mim ao vê-los juntos daquele jeito. 

— Newt,o que aconteceu? — a morena perguntou dando partida no carro. — Você tem estado muito quieto desde o intervalo. E também você e o Tom —

— Eu não sei,Teresa. — atalhei a garota, recostando minha cabeça na janela do veículo. 

— Como assim não sabe,garoto? — ela perguntou forçando um riso. — Me conte quando chegarmos em casa. 

— Uhum. — assenti.

★ ★ ★ ★ ★

— Ele te disse isso? — Teresa perguntou me olhando desapontada. — Ah,eu vou socar a cara dele! Sério mesmo,o que tem entre essa piranha e o Tom? 

— Eu não sei mais de nada,Tess. Só sei que é pra eu ficar longe dele. 

— Para de ser idiota,Newt! — ela exclamou incrédula. — Você vai mesmo fazer isso?

— Teresa,eu não sei no que estou me metendo.

— Mas.. — ela pausou. — Eu não quero dizer isso,mas,você pode perder o Thomas desse jeito. — disse me olhando preocupada. 

— Eu sei. E talvez seja melhor assim,não? — perguntei sorrindo de canto. 

— Newt,você não é assim. Você não deixa alguém que ama. 

— Não mesmo!  Por isso que é melhor eu deixar dessa vez,antes que ele me deixe! — gritei sentindo meus olhos se umedecerem.

— Droga,Newt. — a morena disse me abraçando.

★ ★ ★ ★ ★

— Tem certeza que não quer dormir aqui? — ela perguntou para confirmar mais uma vez.

— Tenho sim,Tess. — assenti dando um último abraço na morena,que sorriu em despedida. 

Saí da casa de Teresa e rumei em direção à minha,percebendo apenas a luz de meu quarto acesa. Entrei dentro de casa tentando fazer o mínimo de barulho. Comecei a subir a escada e assim que cheguei lá em cima,consegui ouvir a voz de Thomas. 

Me aproximei mais da porta de meu quarto e consegui ouvi-lo mais próximo. Próximo até demais. 

— Tudo bem,estou indo aí. — ouvi ele dizer e a porta foi aberta.

Acabei dando de cara com Thomas,que encerrou sua chamada e passou por mim,apenas lançando um olhar de relance. Entrei em meu quarto e encostei minhas costas na porta,logo escorregando pela mesma,me sentando sobre o chão gelado. 

Quem era? Pra onde está indo? Droga,Thomas.

Uma hora,tudo será arruinado. Este é apenas o começo. E se apenas esse começo está nos afetando e afastando,não quero nem pensar no final. 


Notas Finais


A Britt chegou,gente.
Pra foder tudo mesmo. :')

Como dito,esse apenas é o começo,não?

Espero que tenham gostado <3

Volto logo,prometo.
bjinhos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...