História My Brother - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 22
Palavras 513
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VRAUUUUUUUUUUUUUUUUU

Capítulo 2 - Vômito


Fanfic / Fanfiction My Brother - Capítulo 2 - Vômito

 E ali estava eu,sentado no canto do meu quarto escuro,com aquela podridão de roupas sujas,gosmentas…

Minhas lágrimas eram as únicas a me acompanhar nessa noite,elas faziam pequeno barulhos ao se derramarem no chão.

Eu precisava de um banho urgente,mas minha decepção era tão grande que eu só sabia chorar,

Mas de qualquer formo eu acabei indo tomar banho,quando voltei apenas deito-me e tento refletir tudo o que tinha acontecido.

Ser estrupado não é um simples ato,é um ato horrível cometido por pessoas horríveis.E sempre vão te pegar de surpresa.

Meu travesseiro estava totalmente agoado por minhas lágrimas,era triste,horrível relembrar cada coisa que aconteceu.

Acabei adormecendo e nem vi meus pais chegarem.Mas acabei sendo acordado por uma forte dor em minha barriga.

Não deu muito tempo eu corri para o banheiro me liberar daquilo,saiu um coiso gosmento branco,conseqüência da noite passada.

-Minha barriga…Como dói-cochicho para si mesmo

Passei mais um bom tempo sem forças no pé da porta,dei a descarga e segui ao meu quarto.Minha boca agora tinha um gosto pior que antes,minha barriga,minha cabeça…Elas doem.

Peguei no sono após um bom tempo.

Na manhã seguinte

-Vamos seu dorminhoco,acorde!-minha mãe fala ao me cutucar

Apenas gruni para ela ir embora,foi em vão.

-Venha,sua escola lhe espera-abriu as cortinas

Tampei meus olhos com o braço,minha dor de cabeça aumenta.

Ela senta-se ao meu lado e me olha.

-Posso ficar em casa hoje?-perguntei

-Aconteceu algo?-perguntou preocupada

-Não-disfarcei

Eu não queria preocupar minha mãe,ela já faz de tudo para me ajudar e ainda se manter em pé e…explicar essa situação para ela não ia ser fácil.

-Então,vamos-sorriu

Fiz o mesmo.

Levanto-me e me ajeito,desço e nós dois tomamos café juntos.Entramos no carro e me senti por um momento em paz,mas,jeon entrou as pressas no carro.

-Poderia me levar até a faculdade?-perguntou

-Claro-marrie concorda

O caminho foi meio tenso,senti um olhar pesado sobre mim,minha barriga voltara a embolar e eu voltei a passar mal.

Para tentar livrar-me disto começo a cantarolar a música que estava tocando no carro.

-Canta bem!-jeon

-Obri-Obrigada-sorri amarelo

Um elogio é um elogio,mas,eu não me sentia mais confortável perto dele.

Não mais…

***

Estavamos em frente à escola,pronto para sair do carro.

-Minha barriga-penso

Logo despejo muita coisa para fora assim puxando o olhar dos dois para mim.Quando para um pouco encosto-me cansado no banco do carro.

-Era por isso que queria faltar?-ela pergunta alisando meus cabelos

Aceno um sim com a cabeça,mas bem fraco,assim voltamos para casa.

-Já me sinto melhor–insisto

-Nada disso,eu chego mais cedo hoje.Vai ficar em casa,e trate de se cuidar!-ordena

Rebaixo minha cabeça e adentro minha casa,me jogo no sofá e suspiro fundo.

Aquela dor não passava,eu quero morrer,depois de ontem eu praticamente perdi o sentindo do meu cérebro,nada mais além daquilo era o que eu pensava…

Sem concentração para mais nada eu observava o teto branco e detalhado de minha casa,minha cabeça uma hora explode de dor.

Fecho meus olhos lentamente para apenas ficar em paz,estava calma e bem prazeroso.

Ouvi a porta se bater,um ladrão?Marrie?

Não,kook!

O que ele quer?Ele não deveria estar estudando agora?Na faculdade?


Notas Finais


Então é isso...
Não sejam leitores fantasmas porfaaaa
sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...