História My Brothers - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Azusa Mukami, Ellie Mukami, Kou Mukami, Ruki Mukami, Yuma Mukami
Exibições 599
Palavras 962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction My Brothers - Capítulo 12 - Capítulo 12

My Brothers

Capítulo 12 - Subaru-kun?

Pov's Ellie

— Porca, tá pronta? — Yuma gritou.

— Não! — Cacete, cara impaciente. Termino de colocar minhas meias ¾ e calço meu tênis preto.

Saio do quarto e coloco meus fones no meu querido MP4, começou a tocar Bang Bang Bang... É, eu gosto de KPop! Hoje terá aula, ou seja, 1゚dia de aula. Nesses anos me aproximei bastante de Narume e Noemi. As duas doidas não mudaram nada!

— Já tá pronta? — Yuma falou ironicamente. Debochado!

— Não, não, estou experimentando o uniforme. — Mostrei a língua pro Porcão, e o mesmo riu da minha infantilidade.

— Vamos... Nenê! — Azusa passa o braço pelo meu pescoço.

— Vamos! — Sorrio e vou junto com meus irmãos para a limousine.

— Que sono! — Bocejo ajeitando meus fones.

— Mini Shu. — Yuma sussurra pra Kou que acena com a cabeça.

— Como? Não ouvi. — Mentira! Ouvi sim, ele não sabe sussurrar. Ele praticamente grita.

— Nada não! — Kou sorri amarelo.

— Ele falou que você é um mini Shu. — Ruki falou fechando seu livrinho.

— Fofoqueiro! — O Porcão e o Idol falaram em coro.

— Estamos... Quase... Chegando! — Zusa solta um risinho baixo.

— Estou ansiosa! — Aperto sua mão e o mesmo solta um inaudível gemido.

— Fique calma! — Ruki sorriu de canto, como de costume!

( . . . )

Seguro fortemente a alça da mochila, caminho olhando para as diferentes psssoas. Yuma sorri malicioso e me abraça de lado.

— Fique tranquila, você vai estar com suas amiguinhas. — Porcão beijou minha testa e saiu.

— Se cuide... Nenê... — Azusa se abaixa e beija minha bochecha.

— Are Are! E o meu beijo, Neko-chan? — Kou sorri e eu fico na ponta dos pés, beijando sua bochecha.

— Não brigue com ninguém! — Ruki me abraçou fortemente e saiu junto com resto dos meus irmãos.

— Tsc! — Exclamo tentando lembrar o número da minha sala... Lembrei! 1-B, terceiro andar, na quinta porta.

— Amiga! — Narume e Noemi surgem do além, e me abraçam sorrindo.

— Oi! — Sorrio de canto e retribui o abraço.

— Hoje vai ter aluna nova, uma tal de Tsunade, Hori Tsunade! — Noemi falou aflita.

— É uma puta! — Narume falou com nojo e eu ri.

— Tá, tá, só vamos! — Comecei a andar na frente delas. Rapidamente as duas correm atrás de mim.

( . . . )

— Aquela é a Tsunade...

— Narume sussurra no meu ouvido, apontando discretamente para uma ruiva. A ruivinha é mais alta que eu, deve ter 1,70cm, tem seios e bunda fartos, usa o uniforme da escola, mas modificado. Ela usa um grande decote, fazsndo assim seus seios ficarem "amostra", e a saia é mais curta, mostra a polpa da bunda.

— Cruzes... Por Kami-sama!

— Sussurro pra morena.

— Olha, o Sakamaki Subaru está na nossa sala!

— Noemi aponta pro platinado. O Baru-san está no fundão, sentando na última carteira da fileira da janela.

— Baru-san!

— Corri em sua direção com um sorriso radiante, sinto o olhar da ruiva sobre mim. Subaru-san me olha confuso... Faz anos que não o vejo, não mudou absolutamente nada!

— Eu te conheço?

— O mesmo arqueou uma sobrancelha. Como assim?

— Sou eu! Mukami Ellie...

— Exclamei um pouco decepcionada.

— Li-chan?

— Subaru levantou da cadeira e me abraçou possessivo.

— Subaru-kun, quem é?

— A voz fina e estranha surgiu atrás de mim. É a ruiva.

— É a minha melhor amiga.

— Subaru falou grosso e eu beijei a ponta do seu nariz.

— E eu? Sou o que sua?

— A ruiva fez uma voz chorosa.

— Uma mera bolsa de sangue. Você não passa de alimento.

— Subaru cuspiu aquelas palavras na cara da menina.

— Calma, Subaru-kun!

— É a primeira vez que coloco "kun" no seu nome, senti que ele estremeceu com essa frase.

— Ellie-chan...

— Subaru olhou no fundo dos meus olhos

— Senta na minha frente.

— Ok, só espera um pouquinho Baru-san!

— Sorri de canto e fui pra perto das meninas. Ambas me olhavam com malícia.

— Aqui sua bolsa.

— Noemi riu e me alcançou o objeto.

— Vai lá com o boy!

— Narume riu maliciosamente e eu bufei. Pervertidas! Estão parecendo o Laito-san.

— Subaru-kun, como vão os outros?

—  Perguntei virando pra trás, dei de cara com um platinado corado.

— Ahm? Ah sim... Eles estão bem, Yui-chan passou pelo despertar e casou-se com Ayato.

— Falou calmamente.

— Com o Ayato-san? Sabia!

— Sorri imaginado os filhos da Yui-chan.

— Sabe Ellie-chan... Eu senti sua falta.

— Subaru sorriu de canto e olhei rapidamente pras meninas, ambas sorriram maliciosamente.

— E-Eu também senti sua falta, Subaru-kun.

— Sorri corada.

— Eu sempre quis fazer isso.

— Subaru-kun se aproximou corado, pegou meu queixo, levantando-o. Ele uniu nossos lábios, só que foi diferente, fechei os olhos aproveitando   aquela sensação estranha, porém boa.

Ele pediu passagem com a língua e eu cedi, nunca beijei... Assim... Aliás, o máximo foi unir os lábios... Sua língua explorava minha boca, nos separamos por falta de ar. Meu rosto está fervendo, Subaru está mais vermelho que um tomate do Porcão.

— E-Eita...

— Falo ofegante.

— Isso ai!

— Noemi gritou chamando atenção, Narume tampou a boca da irmã com a mão.

— Baka!

— Narume falou constrangida.

— Bom dia alunos.

— A porta foi aberta e o sensei entrou.

— Me encontre no jardim da escola.

— Subaru sussurrou no meu ouvido.

— O-Ok...

— Falei corando um pouco e  prestei atenção na aula.

O que ele quer? ...


















Continua?...


Notas Finais


Espero que gostem!!

UM BEIJO
UM QUEIJO
E ATÉ O PRÓXIMO CAPÍTULO ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...