História My Byun Style - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chanbaek, Chansoo, Chenlay, Hunhan, Kaibaek, Kaisoo, Lubaek, Sulay
Exibições 116
Palavras 2.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, pessoal. Estou de volta com mais uma fic, pois é. kkkkkk Bem, para quem acompanha as outras, não, eu não abandonei. Estou ajeitando a história e me preparando pra atualizar no mês que vem com tudo betado em nome de JunMyeon. Então, como eu amo moda, exo e fanfic, pensei... Porquê não reunir tudo isso junto? TA-DAH! Deu nisso aí kkkkkkk Bem, espero que gostem, e aviso que já estou com o cap 2 pronto, então sábado que vem eu tô aí. kkkk Enfim, perdão pelos erros e boa leitura ^^

Capítulo 1 - Manhãs, carros e a dieta...


Fanfic / Fanfiction My Byun Style - Capítulo 1 - Manhãs, carros e a dieta...

O relógio marcava sete e vinte e dois. Baekhyun segurava sua xícara de café enquanto observava a movimentação na rua. Suspirou pesado pensando em voltar para cama e tirar a famosa soneca de cinco minutos - que na verdade duravam duas horas-.

 

Aproximou-se da janela e observou o tempo abrir mais, sentindo uma leve brisa se chocar contra seu rosto. Fechava os olhos apoiando a xícara junto ao peito para apreciar mais daquilo, nada poderia tirar-lhe a paz que o fazia ter prazer em acordar cedo, exceto por alguém...

 

-Que inferno! -ouviu em um tom grave, porém nada desconhecido. -Baekhyun, tira essa porcaria de carro da frente da minha casa!- o vizinho ruivo e seu bom humor de toda santa manhã. Baekhyun abriu apenas um dos olhos e viu o orelhudo chato o encarando da calçada.

 

-Se tivesse vaga aqui eu não tinha colocado aí - Gritou este pela janela.

 

-Eu não tenho nada a ver com isso. Todo dia de manhã você faz a mesma coisa. Eu não aguento mais sair para tirar o lixo e seu carro me atrapalhar. - A voz grave esbravejava razão.

 

Baekhyun fez pensar...

 

Talvez fosse legal ter um motivo bom para rir pela manhã, e seu vizinho estressado não era uma chance a se perder.

 

-Ei, Chanyeol. - Fez menção ao homem que logo olhou para a janela - Aprende a voar com esse orelhão aí e passa por cima dele. -jogou o pequeno tomando um gole de seu café sorrindo vitorioso.

 

-Vê se deixa de ser assim, arrogante. - Retrucou jogando os sacos de lixo sobre o capô do carro do Byun que encarou aquilo incrédulo. Como ele se atreve?

 

-Tire suas imundices de cima do meu carro, seu porco. Eu o lavei ontem. - Esbravejou apontando contra seu objeto.

 

-Vai lavar hoje de novo. Aproveita e acha um lugar pra guardar essa lata velha senão todos os dias você vai tirar meu lixo de cima dele. - Completou o ruivo indo em direção à entrada e bateu a porta de casa.

 

Baekhyun rosnou caminhando forte por todo apartamento na procura de luvas e muita coragem.

 

(...)

 

Suspirou mais uma vez pesadamente encarando o relógio. É, iria se atrasar, mas não se permitiria chegar ao escritório com o carro impregnado com o odor do lixo do vizinho. Só de pensar nisso seus pelos se arrepiavam.

 

Desceu com toda sua dignidade e orgulho. Apressou-se, apesar de manter a pose de indiferente - não queria que o vizinho o visse afetado - pretendia não demorar ali, afinal seu banho o esperava.

 

-Park Chanyeol... Seu porco -  resmungava mais para si mesmo do que para este último. Sua vida já era bem fácil, lidar com Chanyeol estava virando hábito.

 

Recolheu toda a sujeira fazendo as caretas mais feias possíveis e colocou tudo num saco. Respirou fundo posicionando-os ao lado da lixeira, pois se recusava a pegar no que pertencia àquele imbecil - a vaga era uma exceção - .

 

Retirou as luvas e olhou torto em direção à porta que dava indícios que seria aberta.

 

-Muito bem, garoto -  Ele dizia se aproximando batendo palmas mostrando todo seu lado esnobe junto dos dentões de cavalo.- Dessa vez não precisei tomar atitudes drásticas -  soltou uma risada sem graça que só fez os nervos do Byun se exaltarem. Rolou os olhos e soprou desviando o olhar das grandes orbes escuras que se prendiam as suas. Não gostava daquela sensação de ser observado. Na verdade tentava ser o mais discreto possível, e ter um vizinho escandaloso não fazia sua presença ser ignorada, pelo contrário, até audiências com o prefeito foram solicitadas por terceiros que mesmo não querendo estavam atentos a toda aquela faladeira desnecessária em horas ainda menos apropriadas.

 

-Você adora criar confusão, não é? Não cansa de me perturbar. Às vezes penso que você só faz isso para me irritar - Rebateu o pequeno jogando suas mechas para trás, o vento estava um pouco mais forte devido à chegada do inverno.

 

-Se eu dissesse que não estaria mentindo-  riu soprado-  mas, para provar que sou legal, e também mostrar que você merece, trarei alguns baldes de água para tirar essa sujeira de cima do seu ferrugem-  cruzou os braços encarando Baekhyun que parecia que explodiria a qualquer momento.

 

-Você não vai apenas pegar um balde com água. - levantou uma sobrancelha- vai pegar sabão e esfregar tudo isso. Não mandei jogar nada aqui em cima, deu foi sorte por eu ter tirado aquele lixo todo de cima do meu bebê-  fazia caretas de choro olhando para o grude que escorria em seu automóvel. Não queria nem saber o que era aquilo -Duas coisas que não sou, Park Chanyeol. - Aproximou-se dele para mostrar sua clareza e falta de paciência que fora denunciada pelas respirações pesadas. - suas negas e obrigado-  Levantou uma sobrancelha desafiando o outro. - Huh? Vai ficar me olhando com essa cara de palerma? - O Byun passara a ficar irritadiço com tamanha situação. As coisas entre eles nunca progrediram bem desde que se conheceram.

 

-Você é mesmo um animalzinho raivoso... Ei, quando você crescer um pouco mais podemos discutir, o que acha? Eu não gosto de tirar minha razão discutindo com criança-  Riu irônico vendo Baekhyun tomar um tom avermelhado e bufar. Aquele tipo de gozação era comum, e nunca afetou realmente o menor, porém aquela manhã não havia começado como imaginava.

 

Fechou os olhos e seguiu para seu aposento no intuito de evitar falar o que sua língua coçava para desferir contra aquele. Quando estava fechando a porta de entrada do prédio ouviu seu nome ser berrado do outro lado da rua.

 

-Byun,  já leu sobre dietas?

 

(...)

 

Raiva era o sentimento que o dominava. Seu dia tinha tudo para começar bem, mas aquele imbecil de orelhas grandes havia acabado com essa possibilidade novamente.

Tomou o rumo do escritório de moda qual trabalhava e suspirou inúmeras vezes para conseguir se concentrar bem, adorava ser o melhor no que fazia.

 

(...)

 

-Ei, Baekhyun! - Ouviu seu nome ser chamado do outro lado do estacionamento, virou-se em direção à voz e sorriu amarelo para o loiro que fazia menção a si.

 

-Bom dia, Suho. - Acenou e esperou o outro se aproximar apressado até ele. Uma ação nada estranha vinda de Suho, mas que como sempre, o deixou curioso.

 

-Bom dia- Pausou um pouco ofegante. - Desculpe por ser escandaloso assim, mas preciso te falar uma coisa importante - Byun sorriu de canto sem perceber e esperou o outro começar a contar a novidade.  - Então... Você soube que a empresa está dando oportunidade para um dos funcionários mostrar um projeto novo? Vão lançar o modelo e ainda dar 5% do lucro das vendas para o que for escolhido. Não é o máximo? - Ele disse esperando uma reação. O outro pensou sobre o que estava sendo proposto pelo CEO, e bem, o Chinês acertou dessa vez.

 

- Foi o Yixing que sugeriu isso a nós ou algum funcionário deu a idéia? - Arqueou uma sobrancelha perguntando com uma dúvida em mente. Seu chefe é uma boa pessoa, mas se surpreende como alguém tão maluco como ele comanda uma empresa tão grande quanto essa.

 

-Bem... Eu meio que tive uma reunião com ele essa semana e -  Seu rosto corou alguns segundos e ele desviou os olhos enquanto terminava a frase. - Sugeri como uma oportunidade de sair da mesmice e apresentar um projeto novo...

 

-Suho, você anda saindo com Yixing? Sabe que isso vai gerar uma fofoca enorme na empresa se o pessoal descobrir, não é? - Ele encarou Baekhyun tão assustado, talvez se deu conta se a situação realmente se tornar difícil como havia dito.

 

-Acha que o Lay irá me demitir se os outros souberem?

 

-Acho que não, mas é bom você tomar cuidado com isso, safadinho. – Byun tocou no ombro de leve e agradeceu pelo comunicado, essa seria a sua chance de ouro.

Virou-se e tomou um pouco a frente indo em direção ao box de trabalho.

 

-Byun, irei torcer por você! – Baekhyun sorriu bobo para si e reverenciou-se brevemente em gratidão. Algumas pessoas como ele poderiam ser seus vizinhos, mas Deus não o deu essa dádiva maravilhosa, pois o que restava pensar era: Devo ter colocado fogo na cruz na outra vida para sofrer todo dia de manhã.

 

(...)

O sorriso tomava conta do rosto de Baekhyun, a notícia de Suho havia dado o deixado esperançoso e quem sabe assim não ele não se tornaria um estilista um dia? Não era um sonho impossível, era?

 

Cumprimentou alguns dos seus colegas de trabalho e sentou-se frente a mesa ligando o computador para começar suas obrigações.

 

-Byun Baekhyun, ora ora... Não o imaginava tão feliz agora de manhã - O loiro se encostou no macete da entrada e o encarava um pouco misterioso...

 

-Bom dia para você também, Sehun. Estou feliz por que tive uma boa notícia. - Baekhyun sorriu amarelo.

 

-Posso saber que notícia é essa? - Byun pensou novamente... Se a empresa ainda não anunciou sobre a competição, ele não seria quem iria fazer isso.

 

-Motivos pessoais-  Fez uma careta fofa que nada comoveu Oh Sehun. Era difícil fazer aquele ser expressar uma emoção boa.

 

-Motivos pessoais? Se eu ficar alegre por motivos pessoais é por que tem sexo no meio. - O outro encarou incrédulo. Como alguém pode ser tão nojento?

 

-Não é sexo-  Revirou os olhos. -Acontece que estou feliz e não é da sua conta o motivo disso.

 

-Você esqueceu que sou seu supervisor, atrevidinho? Huh? Quer que eu faça sua participação na empresa ter sido inútil todo esse tempo? - Nessas horas o pequeno refletia. Não sabia do que o loiro era capaz, pois os rumores sobre ele ter feito dois funcionários se demitirem nunca foram desmentidos.

 

-Desculpe - disse em contragosto. - Só que minha vida pessoa não é de interesse público. Agora se me der licença, eu irei trabalhar- Virou-se para o monitor desejando de todo coração que aquele ser saísse de seu espaço.

 

-Bom trabalho- Se fez profissional e deixou o pequeno trabalhar em paz até a hora do almoço.

 

(...)

Quando foi anunciado seu intervalo, Yixing lançou um comunicado que precisariam de todos os funcionários ao fim do dia na sala de reuniões.

Baekhyun sorriu tão feliz que nada no mundo poderia destruir esse sentimento...

 

(...)

 

- Baekkie, senta aqui-  Um dos funcionários mais queridos pelo Byun estava quase em cima da mesa tentando chamar sua atenção. Pegou o prato que mal conseguia carregar e sentou-se junto a ele junto de mais outros dois quais nunca havia conversado.

 

-Baekkie, você não me procurou hoje pela manhã! O que aconteceu? 

 

-Saí atrasado por causa do chato do meu vizinho-  Revirou os olhos e o amigo bufou.

 

-Esse cara ainda está te enchendo?

 

-Sim, Luhan. Espero um dia conseguir me mudar dali com a mesma pressa que cheguei. Todos os dias ele arruma um jeito de me atazanar, e hoje mesmo assumiu que faz de propósito. - Baekhyun parecia bem irritado enquanto dizia, mas sua refeição estava tomando a mente.

 

-Vai comer isso aí tudo? - Um homem qual não sabia nem mesmo o nome perguntou. Byun o procurou com os olhos e os fixou. Sorriu simpático e confirmou com a cabeça.

 

-Para onde vai isso tudo? Você não é magro, mas também não é gordo... Fico confuso, pois sempre o vejo comendo bastante todos os dias.

 

-Ele come bastante, Soo. Mas veja, o seu corpo está bonito. - Aqueles elogios de Luhan sempre o faziam corar, era um sentimento clichê, porém necessário.

 

-Não sou alguém que esbanja beleza, mas me sinto em forma e nenhuma dieta me fará escravo de um perfect body. - Deu de ombros a possível ofensa do outro e começou a almoçar.

 

-É realmente incrível- O garoto que tinha o nome de Kyungsoo disse do outro lado da mesa.

 

-Pode parar de olhar... Soo não é? Eu não sou um animal em exposição- Disse em brincadeira, mas o outro não gostou nada...

 

-Se fosse eu não pagaria para ver- Respondeu indiferente fazendo o Byun levantar seus olhos lentamente.

Luhan observava o pequeno conflito se iniciar e ficou sem saber o que fazer. Não queria que fosse assim o encontro de seus melhores amigos.

 

-E quem disse que eu gostaria que você fosse me apreciar? - Baekhyun fechou os olhos com a resposta idiota e fez Kyungsoo dar uma gargalhada alta.

 

-Você é uma piada... Vai ser um prazer acompanha-lo no desafio My Style... Passar bem. - Levantou-se e foi em direção à outra mesa com alguns funcionários deixando Luhan e Baekhyun boquiabertos com tanta ousadia.

 

-Eu já odeio essa vadia- Ressaltou Byun rosnando e enfiando um pedaço de bolinho de arroz na boca.

 

-Me desculpe, ele às vezes parece ser uma pessoa ruim, mas ele não é. Com o tempo vocês se dão bem.

 

-Lu, eu nem o conheço e já quero matar essa criatura imbecil. Não é sua culpa, nem perca seu tempo se lamentando por isso. -Enfiou mais comida na boca- Aliás, você vai me ajudar nesse projeto, entendeu? -Luhan desviou os olhos e começou a comer tentando fingir que não ouviu o que o amigo havia dito.

 

-Luhan, eu tô falando com você. - O outro ainda comia de cabeça baixa. -Luhan!- O espetou com um garfo.

 

-Ai! Eu também vou participar, Baekkie. Não sei se tenho chances de ganhar, mas quero tentar. Me desculpe por isso-  Começou a comer rapidamente.

 

-Ahhh, tudo bem então -Sorriu em direção a Luhan, estava realmente consciente quanto ao amigo querer participar.

 

-Boa sorte então, Lu.

 

-Boa sorte para nós.

 

-Porque para nós? - Ficou alguns minutos confuso.

 

-O Soo é muito bom no que faz, não duvido ele ganhar isso. - Fez uma careta desapontado.

 

-Meu querido amigo, ninguém pode contra nós, entendeu? -Luhan sorriu nada convencido.

 

Baekhyun então notou...

 

Será o maior desafio de sua vida.


Notas Finais


E foi isso.... Espero que tenham gostado, E BORA LÁ COM ESSE CHANBAEK CHEIROSO JBVBRVBUJBURJB Até semana que vem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...