História My Century Girl - JungKook Imagine/Fanfic - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fanfic, Imagine, Jungkook, Romance
Visualizações 43
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já tô soltando 2 caps pra vocês!! Espero que gostem ❤️

Capítulo 14 - Meu Josh - Cap. 14


- Ahn... O meu também é o Kook.

- Eu amo muito ele! Quero ele só pra mim!

- Hm... Posso te fazer uma pergunta? 

- Claro.

- Se o JungKook começasse a namorar, você iria apoiar a relação dele?

- Hã... Acho que não... Eu não iria gostar muito que ele namorasse. Provavelmente eu e muitas armys iriam odiar a garota!

- Como? - pergunto, desacreditada do que estava ouvindo.

- Ele está tão bem solteiro, não acha?

- Ahn... Claro... - me levanto rapidamente do sofá. - Vou comer alguma coisa...

- Ok. A geladeira está cheia, pode pegar o que quiser, menos os chocolates do meu irmão.

- Ok...

Saio da sala ainda sem acreditar nas palavras que saíram da boca de Anna. Como ela se diz fã se não apoia a felicidade do ídolo? Eu realmente não consigo entender essas pessoas que querem ter o ídolo só pra elas... Eles são figuras públicas! E também merecem ter alguém ao seu lado! Se estiverem felizes nada mais importa!

Devo admitir que perguntei sobre o que ela pensaria de JungKook namorar alguém porque eu tenho um fundo de esperança de isso acontecer entre eu e ele. Mas agora estou com um certo medo de se tivermos alguma relação, algumas armys ficarem alteradas e irritadas...

Eu sei que tem algumas pessoas realmente piscicopatas no fandom que não querem que o ídolo fique com ninguém e tenho um certo medo de isso cair sobre mim... Mas o que estou dizendo!? Como se fosse possível algo acontecer entre eu e ele... Bom, até que é possível, mas... Não é muito provável.

Sento em um dos bancos da cozinha e pego meu celular, logo desbloqueando o mesmo e abrindo a minha conversa com Josh.

"Não acredito que conseguiu remarcar a prova pra mim. Eu já disse que te amo? Enfim, quando sair da faculdade me avisa quando que vou fazer as provas. E obrigada!"

Deixo essa mensagem para Josh, logo deixando um leve sorriso aparecer em meu rosto enquanto penso na maravilhosa amizade que tenho com ele. Um sorriso que desaparece no momento em que me lembro novamente do motivo de ele ter pedido pra remarcar as provas... Que é o mesmo motivo de eu estar aqui na casa de Josh... Que é o mesmo motivo do porque eu me sinto culpada de uma certa forma, mesmo que não saiba exatamente porquê.

Uma única lágrima desce pelo o meu rosto, que eu logo limpo usando a manga da minha blusa de frio. Me levanto e tomo um copo de água, tentando me acalmar um pouco e deixar de lado os pensamentos que me perturbavam.

Olho o horário em meu celular. Ainda vai demorar para o meu amigo chegar, então talvez a melhor escolha seja tirar um cochilo.

Vou até o quarto de hóspedes, coloco uma roupa mais confortável - se não seria impossível dormir - e me deito na cama tão macia que fica no centro do quarto.

(...)

- Oi, meu amor... - o garoto cujo rosto não consegui identificar foi em minha direção, me abraçando.

- Eu não consigo acreditar que isso aconteceu... - eu falei, o abraçando de volta enquanto lágrimas desciam pelo meu rosto.

- Está tudo bem... Estou com você agora, nada de mal vai acontecer - ele dizia calmamente, enquanto passava as mãos pelo os meus cabelos.

- Mas... Ele morreu. Uma das pessoas mais importantes da minha vida morreu... Eu não sei o que fazer - digo, entrando em desespero.

- Você precisa se acalmar. Eu te prometo que nós vamos resolver isso. E tudo vai começar a dar certo. Ninguém mais vai morrer nessa brincadeira.

- Mas a culpa é toda minha! Eu que deveria ter morrido! - me separei do garoto, quase gritando.

- A culpa não é sua! Você não tem culpa de-

- S/n! - ouço uma voz chamando o meu nome. - S/n!! - dessa vez mais insistente. - Acorda, S/n!!!

(...)

- O quê...? - me levanto rapidamente da cama, assustada com Josh me chamando insistentemente.

- Já está de noite, S/n.

- Nossa... Era pra ser só um cochilo...

- Tudo bem. É bom saber que você está descansando.

- Enfim - me levanto da cama. - Você viu minha mensagem?

- Vi, sim. Você deve fazer as provas amanhã a tarde.

- Amanhã...? Amanhã é terça, né?

- Sim.

- Aish, eu tinha combinado algo com JungKook na terça... Mas vou falar com ele e marcar pra outro dia.

- É, talvez seja melhor mesmo...

- Você está estranho, Josh - sento ao lado do meu amigo, na cama. - Algo aconteceu?

- Estou cansado, apenas. Essas provas foram pesadas pra mim.

- Certeza que é só isso?

- Certeza absoluta. Agora vamos jantar. Minha irmã preparou um macarrão.

- Meu prato preferido!

- Por isso que pedi pra ela fazer esse.

- Te amo, Josh. - Faço um coração com as duas mãos para o meu amigo, que olha e aponta pra porta, me apressando para ir jantar. - Okay, estou indo!! - me levanto e saio pela porta, indo para a cozinha.

Quando entro na cozinha sinto um cheiro inconfundível. Macarrão com almôndegas. Amo comer na casa de Josh, pois não tem apenas comidas coreanas.

Anna está em frente a panela de onde vem o maravilhoso cheiro, enquanto coloca algo que parece ser sal dentro da mesma.

Josh já está sentado na pequena mesa de 4 lugares que tem ali, enquanto coloca alguns pratos na mesma.

Me sento ao lado de Josh, e novamente percebo que meu amigo parece estar um tanto estranho. Talvez preocupado com algo. Nunca o vi assim, pelo menos não nessa intensidade. A única vez que vi Josh em um estado próximo deste, ele estava brigado com seu namorado, mas logo eles se resolveram e Josh não ficou assim nunca mais.

Eu me preocupo muito com ele, pois é uma amizade que vale muito pra mim. Ele é a única pessoa que me entende perfeitamente, e mesmo que as vezes não entenda, me respeita completamente.

Lembro de quando nos conhecemos... Eu estava gostando dele. Nos aproximamos mais, até que contei o que eu estava sentindo, e então descobri que ele era - e ainda é - homossexual. Foi meio chocante de início, mas eu aproveitei a oportunidade e criei uma amizade incrível com ele. Naquela época, eu nunca pensaria que teria uma amizade tão maravilhosa igual a essa. Não troco o meu Josh por ninguém, porque eu simplesmente o amo.

- No que está pensando? - Josh me pergunta, me tirando dos meus devaneios.

- Ah - sorrio para o meu amigo. - Nada de mais.

- Então... - ele começa a falar. - Tenho algo para lhe contar. 

- O quê? - pergunto, curiosa.

- Anna, você pode ir para o quarto? - ele pergunta para a irmã, que logo já está saindo da cozinha com um prato de macarrão nas mãos.


Notas Finais


Vou deixar vocês no suspense do que o Josh quer falar pra S/n...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...