História .My crazy life. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Putaria, Romance, Tretas
Visualizações 25
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem! Descupem a demora para postar esse cap, estou meio ocupada com trabalho da escola etc... bom sem enrolação e vamos para o cap né 👌❤❤❤❤

Capítulo 22 - Ele ta com ciúmes?


Fanfic / Fanfiction .My crazy life. - Capítulo 22 - Ele ta com ciúmes?

POV MADDIE

Eu e Rebeca rodiamos o quarto o apreciando e de boca aberta, aquele quarto era lindo! Tinha uma suit, 2 camas, 2 computadores, 2 janelas com cortinas roxas e azuis, 2 cabeçeiras, 1 quadro, 2 guarda-roupas, entre as 2 janelas avia uma porta que levava a sacada que era gigante e linda!! As paredes tinham detales lindo e perfeitos, o teto era detalhado e com lustres maravilhosos.

-uau aqui é o paraiso Mad! Sua tia tem uma otima casa viu. -falou Rebeca intrigada e ainda apresiando o local.

-sim, e olha que aqui só é o quarto! -falei quase aos berros pois eu estava muito alegre.

Alguem bate na porta 3 vezes.

-entre -falei tentando ser gentil a quem quer que seja.

-com licença.. sou o Sr. Margon, sou o mordomo desta casa. Qualquer coisa que precisarem falem comigo..-falou ele sendo muito gentil.

-claro, mas não precisa ser tão gentil com a gente, somos só "hospedes" na casa de minha tia.. nada de mais.- falei tocando em seu ombro.

-mas é meu dever sra.Mad! Bom..eu vou indo -falou ele, que logo em seguida saiu do quarto e como eu estava apoiada em seu ombro eu cai obvio!

-ai, estou morrida!!- falei fazendo drama e Rebeca caiu na risada.

-vamos falar com sua tia?

-ta, que tal irmos ao shopping para nos distrair? -perguntei tentando pensar em outras coisas tambem.

-acho uma boa ideia -disse ela toda feliz

-ta né, vamos lá falar com ela então?-comentei.

-vamos! -falou ela quase aos berros e eu ri.

Saimos do quarto, Descemos as longas e grandes escadas. Quando chegamos lá demos de cara com minha tia.

-ah olá meninas. Gostaram do quarto? -falou ela toda chique, e isso era estranho ja que na casa de minha mãe lá no outro país ela era a divertida e a engraçada.

-sim tia, amamos! -falei - bom tia eu e a Rebeca queriamos, na verdade pensamos se poderiamos ir ao shopping se distrair...

-claro que podem meninas! O motorista carlos irá leva-lás e busca-lás! Ok? -falou ela sorrindo e eu a abraçei.

-ok tia! Muito obrigada!!!

-tia da Mad, eu queria saber se o carlos irá nos levar para a escola todos os dias. -falou rebeca.

-vai sim e de limosine - eu abri a boca e tive a vontade de gritar que nem uma menina de 4 anos, e percebi que a reação de Rebeca não era indiferente! (não sei escrever "limosine" sla se está certo)

Só que ao contrario de mim, ela não se segurou e deu um grito de felicidade. Eu e minha tia rimos e nos despedimos dela.

-voltam que horas? 

-não sei tia, acho que depois do almoço. Eu estou levando dinheiro para comer lá e para comprar "algumas" coisas.

-tomem -ela nos deu 2000 reais ou seja 2000 para cada uma!!!! Pirei.

-não posso aceitar tia... é muito dinheiro!  -falei mentindo um pouco. É CLARO QUE EU QUERIA!!!

-pode sim! Agora vão viver a vida de vocês e sejam felizes! -falou ela toda alegre.

-serio muito obrigada tia!! -eu a abraçei e o mesmo fez Rebeca, depois fomos para perto do motorista.

-olá garotas, vão querer ir aonde? -falou o motorista. Ele era bem bonito tenho que afirmar, ele tinhas os olhos azuis e o cabelo castanho e estava usando um terno especial para motoristas. 

-bom queremos ir para o shopping! -falou Rebeca antes que eu pudesse abrir minha boca para falar.

-ok, subam na limosine -falou ele entrando no banco do motorista e apertando um botão fazendo a parte de tráz da limosine se abrir.

-owou! É maravilhoso! -falei enquanto entrava na limosine enquanto a Rebeca ja estava  se ajeitando no banco. 

A porta se fechou e eu olhava em volta.

-owou isso é incrivel!! -falou Rebeca. -vamos ser o centro das atenções mas..oque importa? não quero atenção! Quero viver feliz!! 

Finalmente eu avia percebido que Rebeca avia mesmo mudado para o lado bom, estou feliz por ela e se tem uma coisa que eu aprendi é que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você a está escalando.

Quando chegamos no shopping e descemos da limosine, todos absolutamente TODOS estavam nos olhando. Eu e Rebeca nos despedimos do Carlos, e entramos no shopping. Não tinha uma pessoa que não olhasse a gente, eu me senti estranha mas continuei a andar com Rebeca, fomos para uma loja grande cara!! Eu pirei e acabei comprando 5 conjuntos de roupa Que eram Maravilhosas!!! 

-nossa! Quanta coisa você comprou Mad!!! -falou ela e eu ri, no fim ela acabou comprando mais coisas que eu.

Fomos tomar sorvete. Entramos na fila. Passaram 15 minutos quando finalmente chegou nossa vez de sermos atendidas.

-Olá meninas, oque desejam?

-eu quero uma casquinha mista, porfavor. -falei olhando para a moça e depois para Rebeca. - e você Rebeca oque vai querer?

- acho que vou querer o mesmo que você..-falou ela.

-ok, então são 2 mistas? -perguntou a moça que nos atendia.

-sim moça. -falei e quando ela terminou de fazer as casquinhas mistas nos pegamos o sorvete e nos sentamos em uma mesa.

-Mad! Olha quem esta ali. -falou Rebeca apontando para tráz de mim. 

Eu me virei e vi David beijando uma menina com selvageria e quase comendo ela em publico! Isso me deu nojo.

-ai credo! Ele esta quase comendo ela em publico!! Isso é nojento!!!!

Olhei para Rebeca que se segurava para não rir, eu tomei meu sorvete e quando acabei eu fui jogar a casquinha. Quando eu ia jogar alguem esbarrou em mim fazendo eu cair.

-me descupe garota eu não te vi.. -falou um garoto de cabelos ruivos e de olhos verdes.

-não tem problema, aliaz não me machuquei nem você. -falei sendo um pouco dificil pois eu não posso dar muita bola a esses rapazes ai, eu tenho o meu docinho que esta a me deixar com saudade.

-...você esta sozinha? -falou o garoto um pouco envergonhado.

Quando eu ia falar, alguem respondeu por mim.

-não, ela não esta sozinha!! -falou David me abraçando.

O garoto me deu um beijo na buxexa e saiu frustrado. Logo depois eu encarei David.

-eu sei me cuidar!! -falei emburrada.

-ele tava quase te levando para você ser comida! -falou ele rindo. - você não sabe se cuidar..

-olha, eu não ia deixar ele me comer, aliaz eu tenho namorado! E não sou dessas que trai!! -falei e logo depois percebi que eu não devia ter falado.

-pera... OQUE? COMO ASSIM?







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...