História My Creepypastas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Mais uma de minha autoria.

Capítulo 2 - Ele vai te Pegar 03:04


Fanfic / Fanfiction My Creepypastas - Capítulo 2 - Ele vai te Pegar 03:04

Relatório final do caso de desaparecimento de Jessica D. ( Com base no que foi encontrado em seu diário).

Já acordou no meio da noite com a sensação de estar sendo observado.  Não, então você não conhece o pior medo de todos. Mas se sim, você vai me entender.

Já vão completar dois meses desde que comecei a acordar no meio da noite, mais precisamente as 03:04 da madrugada com a sensação de que alguém no escuro me observava enquanto eu dormia, acendia o abajur e as luzes do meu quarto mas nunca havia nada ou alguém, depois disso não conseguia mais dormir, deixava meu abajur acesso e me virava para um dos lados, mesmo com a luz eu ainda sentia que havia alguém olhando diretamente pra mim.

Isso começou a afetar minha rotina, constantemente dormia durante as aulas, meu rendimento tanto escolar como em outras atividades decaio consideravelmente, meus pais começaram a ficar preocupados e resolveram me levar a um neurologista para que me ajudasse com esses problemas.

Comecei a tomar medicamentos leves para dormir  mas sempre acordava neste mesmo horário com a mesma sensação, numa noite de tempestade acordei no mesmo horário mas antes que eu pudesse acender qualquer luz um clarão iluminou parte do quarto que revelou uma figura de um garoto sentado em minha cômoda olhando fixamente pra mim. Acendi rapidamente o abajur  e voltei meus olhos para minha cômoda mas não havia ninguém lá, me levantei com receio e fui até ela, onde antes a figura estava sentada havia uma folha de caderno que reconheci ser do meu diário com letras rabiscadas escrito. " Ele Vai Te Pegar".

Depois dessa noite as coisas começaram a piorar, já não queria dormir mais durante a noite, mas sempre pegava no sono e acordava no mesmo horário, com aquela sensação horrível, meu psicológico começou a ser afetado drasticamente, estava paranoica, achava que qualquer pessoa ou coisa que via queria me machucar, mais daqueles desenhos estranhos foram deixados sobre minha cômoda, todos diferentes uns dos outros mas todos contendo o mesmo símbolo, um círculo com um X dentro, alguns representavam algo parecido com árvores, outros apenas palavras desconexas e sem sentido com: " Não corra", "Siga", "Sempre assiste Sem olhos", "Me ajude". Mas o mais estranho é a figura alta e sem rosto desenhada no último desenho que recebi, atrás dizia, " Ele vai te pegar 03:04".

Essa foi a última anotação, ela desapareceu sem deixar vestígios de seu quarto naquela noite, nenhuma porta ou janela foi arrombada e tudo estava devidamente trancado, em seu quarto as paredes brancas estavam repletas de desenhos semelhantes aos que ela mencionou em seu diário, eles não foram encontrados, tudo parecia absolutamente normal como se ela nunca tivesse deixado o quarto. 

A única coisa fora do normal foi o relógio digital que parou ás 03:04, ele foi levado para uma análise, mas nada de anormal foi encontrado ele está funcionando perfeitamente, exceto pelo fato de sua hora não mudar. O caso foi dado por encerrado por falta de provas e pistas, e a garota de dezesseis anos nunca foi encontrada. 

O mais curioso de tudo foi quando tarde da noite eu olhei aquele relógio, que havia deixado sobre minha mesa de trabalho, o número zero possuía uma certa diferença havia um X que parecia ter sido feito pela parte de dentro, aquilo me deixou com um desconforto, peguei aquele relógio e o guardei na devida sala de provas, até hoje todos os dias que entro naquela sala sinto como se os números vermelhos e brilhantes dele me seguissem por onde eu for.  

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...