História My Criminal Boyfriend- Imagine JungKook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Bangtan Boys (bts), Exo
Visualizações 36
Palavras 693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Minha primeira fic, então não liga se ficar uma boxta. (desculpa pelos erros ortográficos)

Capítulo 1 - O inicio de uma nova vida


Fanfic / Fanfiction My Criminal Boyfriend- Imagine JungKook - Capítulo 1 - O inicio de uma nova vida

S/n  ON

Acordei numa cama de hospital, não estava entendendo nada, a única coisa que havia ali era o silêncio... A única coisa que sentia era dores por todo o corpo... Não conseguia me lembrar de nada, apenas me lembrava de uma surra que tomei, vinham uns flashbacks do nada em minha mente, estava tudo confuso...

                                                        FLASHBACK  ON

-(xxx): VOCÊ NÃO VAI A LUGAR NENHUM!- ele grita e segura meu braço me impedindo de sair dali.

-(S/n): EU JÁ DISSE QUE NÃO QUERO MAIS! ME SOLTA SEU IDIOTA!- tentei me soltar mais ele era muito forte, derrepente ele me empurra na cama ficando sobre mim.

-(xxx): SE NÃO VAI POR VONTADE, VAI A FORÇA!- ele diz e antes deu responder ele me deu um beijo forçado e eu comecei a chorar desesperadamente, não sabia o que fazer, estava ali, sozinha com esse idiota! Que merda!

-(S/n): JÁ DISSE QUE NÃO!- dei uma joelhada em suas partes fazendo ele cair pro lado, me levantei correndo e tentei abrir a porta mais estava trancada, derrepente senti algo fincar na minha coxa me fazendo cair de dor, minha visão ficou embaçada e antes de tudo escurecer, alguém abre a porta e eu apenas escuto o barulho de tiro...

                                                     FLASHBACK  OFF

Mesmo com os flashbacks eu não me lembrava dos nomes das pessoas... o silêncio foi quebrado quando a porta se abriu, um médico veio sorrindo na minha direção e eu não sorri de volta, era como se meu coração nem existisse mais, como se eu fosse outra pessoa...

-(m): Como está a minha paciente?- ele pergunta sorridente e eu continuo com cara de bunda.

-(S/n): SUPER bem, só estou agonizando de dor, com ferimentos por todo o corpo, não sinto meus braços nem pernas e to com uma dor de cabeça infernal. Mas tirando isso, to super bem.- falei irônica e ele apenas revirou os olhos balançando a cabeça negativamente.

-(m): Nossa, estou até surpreso com sua educação...- ele diz irônico mas com a cara séria.

-(S/n): o que você quer? Como eu vim parar aqui?-

-(M): Seu namorado te trouxe pra cá, eu só vim avisar que você vai ficar de repouso em casa.-

-(S/n): Não consigo me lembrar de muita coisa, mas posso afirmar que eu não tenho casa, muito menos namorado!-

-(m): Sobre você não se lembrar de nada... Suas memórias vão voltar aos poucos, vou chamar seu namorado.-

-(S/n): Mas eu não tenho na..- antes deu terminar o médico sai e depois de um tempo um garoto muito bonito entra na sala junto com o médico.

-(S/n): Quem é você?- perguntei confusa e o garoto sorriu.

-(jk): sou eu, seu namorado.- eu fiquei mais confusa ainda...

-(S/n): Que porra é essa? Eu nem te conheço!- o garoto sorriu de nervoso e o médico o fitou confuso.

-(m): Como assim?- o médico perguntou e o garoto ficou mais nervoso ainda.

-(JK): médico, ela deve estar confusa, melhor levar ela pra casa...- o garoto disse e eu não estava entendendo mais merda nenhuma...

-(S/n): mais...- interrompida.

-(m): é uma boa idéia.- o médico disse sorrindo e eu fechei a cara.

-(JK): vá tomar um banho amor.- o garoto diz sorrindo gentilmente, ele poderia até ser contratado pela globo de tanto que ele sabe atuar. Não disse nada apenas levantei e fui tomar banho, vesti um short jeans com uma camiseta e sai do banheiro.

-(JK): Vamos?- Não respondi apenas sai do quarto e o garoto me seguiu. Saimos do hospital e entramos no carro.

-(S/n): Quem é você?- perguntei virada pra frente.

-(JK): Olha garota, eu te ajudei quando você levou uma facada do imbecil do Channyeol, já ouviu falar do procurado “Habbit”?- ele diz sem tirar atenção da estrada.

-(S/n): já, tomara que eu nunca encontre ele por aí...- eu disse meio assustada e o garoto começou a rir... Só não entendi o porque.

-(JK): Tarde de mais, você está falando com ele. A policia está quase desconfiando de mim, e eu preciso de uma “namorada falsa” pra fingir que eu não sei de nada...- ele explica e eu fico em choque, eu estava com um psicopata bem ao meu lado, ferrou...

 

CONTINUA

 


Notas Finais


Ficou meio grande, espero que tenham gostado do cap, e mais uma vez, desculpa pelos erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...