História My daddy, I'm your baby girl. (imagine Park Jimin.) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, EXO, Got7, IMFACT, Monsta X, Neo Culture Technology (NCT), Sensational Feeling 9 (SF9)
Personagens BamBam, Chanyeol, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kyung, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Suho, Taeil, V, Xiumin, Yugyeom, Zico
Tags Bts, Imagine, Jimin
Visualizações 175
Palavras 830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe a demora 😍

Capítulo 12 - Tenth


 S/n on.

-Da para acreditar que já passou mais de um mês que o Jeon está preso? -Perguntei a Jimin enquanto o maior fazia carinho em meu cabelo.

-Da para acreditar que faz um mês que estou sem sexo? -Perguntou fazendo bico. - E a única coisa que anda me ajudando é agua gelada e a minha mão?

-Acho pouco meu amor. -Ri alto. -Quando eu falei que eu estava de greve e que só iria acabar com ela quando o Jeon fosse solto você não acreditou.

-Logico, quem é louco o suficiente para fazer isso? -Respondeu me apertando mais contra seu corpo.

-Eu. -Sorri o abraçando mais forte. –E você foi louco o suficiente para ir atrás de tudo e provar que não foi Jeon.

-Vou dizer uma coisa. -Disse encarando o teto. -Eu só fiz isso para a greve acabar.

-Você está falando sério Park? -Perguntei brava me levantando da cama. -Inacreditável.

-Eu estou brincando amor. -Falou o maior também levantando. -Eu fiz isso por você. – Me abraçou por trás. – Mas foi bom tudo isso.

-Sim. -Sorri de lado. -Conseguimos fazer os verdadeiros culpados irem pagar por isso.

-Sim pequena. -Respondeu o maior mordendo meu pescoço.

-E hoje até que enfim Jeon vai ser solto. – Mordi meu lábio inferior ao sentir as mordidas de Jimin. -É bom não se animar Park, porque temos que resolver o assunto da festa já, já todos vão começar a chegar e quase nada está pronto.

-Eu já me animei. -Bufou me virando de frente me abraçando assim. -O que temos que fazer ainda? -Perguntou selando nossos lábios.

-Você primeiro vai tomar banho e já ficar pronto depois que estiver lindo e cheiroso vai no Jin ver se está tudo certo com as bebidas. -Falei beijando sua bochecha. -Eu vou no mercado comprar o que falta e na hora que eu voltar me arrumo.

-Certo omma. -Falou sorrindo.

-Tonto. -Separei o abraço indo até meu closet pegar minha bolsa. -Eu já vou indo, quando eu chegar não quero ver você aqui em, então nada de enrolar. -Falei parando em sua frente.

-Pode deixar pequena. -Respondeu rindo selando nossos lábios. -Toma cuidado e eu te amo.

-OK Daddy eu também te amo. -Falei mordendo seu lábio inferior logo saindo do quarto.

Da para acreditar que hoje Jeon iria sair daquele lugar horrível? As poucas vezes que pude ver o maior eu fiquei com pena dele, por estar nessa situação.

Mas nada que uma greve de sexo não resolva certo?

Depois que inventei essa história de greve Park junto com alguns amigos foram atrás de tudo e todos para provar que Jeon era inocente e advinha?

Eles conseguiram.

Tudo bem que eu quero bater nos policias que armaram contra Jeon e que talvez eu meta um nocaute neles, mas né agora eles que vão pagar pelo que fizeram.

E como surpresa para o maior, eu e Park decidimos fazer uma festa de boas-vindas para mesmo, o que nos custou mais de três dias para programarmos tudo.

Chamamos nossos amigos e os de Jeon, compramos várias bebidas e comidas, coisas típicas de festas.

Compramos até um presente e bom tenho certeza que Jeon vai amar.

Espero ganhar pelo menos um obrigado depois.

E agora nesse exato momento eu me encontrava no mercado comprando as últimas coisas para a festa, como copos extras e coisas do tipo.

Não sei, mas algo me diz que alguma coisa vai acontecer, sabe aquele frio que dá na barriga? Que simplesmente parece avisar que algo de ruim irá acontecer com você no dia? Era isso que eu estava sentindo.

Quando tudo da lista já estava no carinho eu fui para o caixa, paguei e como o mercado era perto de casa eu estava a pé mesmo.

Eu nunca havia percebido em como as ruas de casas são um completo deserto.

Nunca tem ninguém andando por elas, o que me dá um pouco de medo, já que ruas menos movimentadas se resume muito bem em perigo.

E adivinha? O bendito frio na barriga voltou com tudo.

Tentei não ligar para isso e apenas seguir até em casa pois já estava bem atrasada para arrumar o restante das coisas.

Assim que estou a uns três quarteirões de casa escuto passos além do meu.

Parece que o frio na barriga era mesmo um aviso.

-É só andar mais rápido e não olhar para trás. -Falei para mim mesma.

Mas como sou curiosa e a curiosidade falou mais alto eu olhei para ver quem era e me arrependi, como nunca havia me arrependido antes.

Eram dois homens os dois estavam todo de preto com máscaras deixando apenas seus olhos visíveis.

O mais alto continuou andando enquanto eu paralisei ao olhar em seus olhos.

Aqueles olhos, aquele maldito par de olhos negros que eu tanto odeio, não pode ser.

-Nani? -Encarei o mais velho. - Ki-Kim Ju-Jun -?

(Para quem não sabe Nani é o Jinhwan do Ikon)

-Você cresceu filha. -Falou Jun. -como Dong falou.


Notas Finais


Comentem para eu saber a opinião de vocês ok?
Quero muito saber o que não estão gostando para eu corrigir.

Amo vocês 😍❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...