História My Daddy-Imagine Jungkook - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 151
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 📖

Capítulo 13 - Hot


Fanfic / Fanfiction My Daddy-Imagine Jungkook - Capítulo 13 - Hot

            • Priscila On•

 

   Eu não acredito no que acabei de fazer. Admiti ao meu pai que amo ele,que esse amor é diferente do amor que uma filha sente por um pai. Admiti que aquele amor que sentia era o que uma mulher sente por um homem.

 

         Ele ficou sem reação alguma,eu acho que não fiz o certo.

 

        Jimin: Você me ama? E não é como pai?- Ele me olha espantado 

 

        Pri: Eu acho que fiz o errado em te contar isso,eu sei o quanto é errado eu te desejar com outros olhos,te amar assim,como uma mulher.- Digo sem olhar para seu rosto 

 

     Jimin: Eu não sei o que te dizer,e-eu..- Interrompo ele 

 

     Pri: Não diz nada por favor,estou com vergonha do que fiz. Eu vou descer,irei jantar- Me levanto da cama,com a cabeça baixa até que sinto sua mão em meu braço.

 

    (Jimin On)

 

      Ela disse tudo que eu desejava ouvir,ela me ama,do mesmo jeito que eu amo ela. Ela também me deseja como eu a desejo. Não vou deixar ela sair tão fácil assim daqui hoje...

 

       Pri: Me solte,eu preciso descer.- Ela diz sem me olhar

 

      Eu pego em seus braços com força,prensando a mesma na parede.

 

     Jimin: Você me fala essas coisas e simplesmente sai? Sem me ouvir?

 

    Pri: Eu esperei você dizer algo e só recebi seu silêncio.

 

   Jimin: Olhe para mim Priscila.

 

    Pri: Eu não consigo.

 

    Jimin: Olhe para mim agora Priscila!- digo autoritário 

 

    Pri: Eu me sinto Tão suja por isso,por me sentir apaixonada e saber que não serei correspondida.- Ela diz com seus olhos marejados

 

   Jimin: Eu preciso te contar algo.

 

  Ela me olha em silêncio 

 

  Jimin: Eu.. Eu sonhei tanto com isso,que você me amasse como uma mulher ama um homem.- Digo sussurrando em seu ouvido 

 

  Sinto os braços da mesma ficar arrepiado.

 

   Jimin: Eu te vejo como uma mulher,eu quero você pra sempre do meu lado. Você não sabe o quanto eu te desejo... Eu achava que eu estava errado em te amar assim,mas eu vejo que foi um grande acerto. Não te rejeitarei,a não ser que você queira...

 

      Eu levo meus dedos até seus cabelos,colocando atrás de sua orelha.

 

      Pri: Eu te amo tanto papai..- Ela fala me olhando. Eu me aproximo de seu rosto,fazendo nossos lábios se selarem. 

 

     O beijo era calmo,mas aos poucos a velocidade foi mudando,virou um beijo com desejo e quente.

      Eu vou a levando para cama,e deito ela ficando por cima da mesma. Eu continuo beijando ela e a mesma retribui.

 

       Pri: Eu esperei tanto por isso.

 

       Jimin: Posso?-Digo me referindo a sua regata,decotada e sexy.

 

      Pri: Você deve tirar.- Me olha com um sorriso malicioso

 

     Tirei a regata da mesma e logo em seguida tiro o sutiã dela. Vou depositando selares em sua boca e vou descendo os beijos para seu pescoço e lhe deixo um chupão ali como forma de lembrança para ela se recordar da nossa primeira noite durante a semana.

 

      Pri: Ahh papai,isso ficará uma bela marca.

 

        Vou depositando beijos em seus seios,que estavam completamente exposto para mim. Logo depois eu começo a chupar seu seio esquerdo e massageio o seu outro. Em seguida,faço o mesmo no direito e massageando o anterior que eu chupei.

 

    Pri: Humm,isso papai,continua.- Ela gemia no meu ouvido e aquilo fez eu ficar mais duro ainda.

 

     Eu desço até sua intimidade e aperto a mesma por cima do seu short de seda e ela gemia cada vez mais.

 

     Jimin: Peça pro papai o que você quer filhinha,ande.- Digo ainda massageando a intimidade Dela

 

     Pri: O-oh,me foda papai e me chupe também ahh- Diz entre gemidos

 

   Jimin: Com prazer filhinha.- Falo retirando o shortinho de seda que a mesma usava

 

      Retiro e desço passando meus dedos na sua intimidade e sentindo ela molhada,como eu sempre desejei.

 

    Jimin: Abra as pernas.- Digo me posicionando entre os belos pares de pernas que ela possui 

 

   Priscila obedece e abre as mesma,me fazendo brilhar os olhos com a bela visão que tive. Comecei passando a língua por fora de sua intimidade e logo depois abri um pouco mais suas pernas e comecei a chupar a mesma.

 

      Seu gosto era como um mel em minha boca,era um tanto delicioso sentir aquela excitação que eu estava sentindo no momento. Eu a chupava com vontade e mais ela correspondia,aquilo era tão gostoso.

 

     Me levanto parando de chupar ela e começo a retirar minha calça junto com minha cueca e faço meu membro saltar para fora e a mesma olha com cara de desejo,apertando seus seios e me excitando mais ainda.

 

       Pri: Uau papai,o senhor é tão gostoso.- Ela fala e logo depois vem engatinhando pela cama

 

    Ela chega na minha frente e fica de joelhos na cama olhando para o meu membro. Eu faço um rabo de cavalo desajeitado nela,trazendo a mesma de boca aberta botando suas mãos no meu membro e logo depois o abocanhando.

 

     Os movimentos que ela fazia era os mais maravilhosos que uma mulher já fez pra mim. Ela me chupava como nenhuma outra me chupou. Enquanto me chupava,ela me olhava com uma cara que puta que pariu! Ela sabia como me excitar como mais ninguém.

 

    Jimin: De quatro!!- digo tirando meu membro da boca dela e vendo a mesma me obedecer 

 

    Eu a penetro sem mais nem menos e ela geme feito uma louca,era como eu imaginei.

 

     Jimin: Porra filhinha,tão alertada.- Falo aumentando a velocidade dentro dela 

 

    Pri: Isso papai,me fode ohh,que delícia Jimin!- Ela gemia

 

    Eu estoquei ela por muitas vezes,estávamos quase lá e ela gemia fazendo eu ficar mais excitado Ainda.

 

    Jimin: Ahh filha,eu vou goz...- Mal termino a frase e gozo,mas não paro continuo até que a mesma chegue em seu ápice.

 

    Uma,duas,quatro estocadas e ela se desfaz em meu membro.

 

     Pri: Isso foi tão gostoso papai

 

      Jimin: Agora cavalgue no seu oppa filhinha.

 

     Eu gemia como um louco enquanto ela cavalgava em mim e me acompanhava gemendo. O barulho dos nossos corpos se chocando também me excitava demais.

 

       Jimin: Isso ohh,você é tão gostosa filhinha,humm.

 

      Pri: Ah papai,estou quase,mais rápido!

 

    Ela falou e depois em questão de segundos ela se desmancha novamente em mim,mas continua como antes até eu gozar..

 

    E aquilo novamente se repete, Um,dois,quatro estocadas e eu me desfaço na intimidade dela.

 

        Jimin: Você foi maravilhosa! Esta de parabéns.- Digo ofegante.

 

      Pri: Você é muito gostoso papai. Agora vamos tomar um banho juntos?- Ela diz me olhando com um sorriso malicioso nos lábios 

 

    Jimin: Vamos!

 

    Pri: Segundo round?

 

   Sem dúvida ela quer acabar comigo e eu estou amando isso. Foi a melhor transa da minha vida.

 

            Continua.....

   


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim kkkk até o próximo 🌝🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...