História My Daddy |[Jikook]| - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Romance
Exibições 195
Palavras 554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Atualizei!! Demorei mais ta ai...
Espero que gostem.

Capítulo 5 - 5° Capítulo


Fanfic / Fanfiction My Daddy |[Jikook]| - Capítulo 5 - 5° Capítulo

Havia dormido em cima do diário, me levantei e, vi que ja era 7 horas da noite, ouvi uma risada no corredor, abri a porta e avistei meu Appa com a minha avó.

- Boa noite.- Falei e fiz a reverência.

Sempre tinha que ser educado, mesmo eu tendo o meus surtos emocionais, dei as costas e ia descer as escadas se não fosse pela a minha avó.

- Jimin, pra que tanta pressa?- Pergunta e fez eu suspirar.

- Irei sair, claro com a permissão do meu appa.- Olhei para o meu Appa e vi o mesmo chegar perto de me.

Sinto o meu coração bater tão rápido, senti o nervosismo.

- Pode, Volte cedo e quando chegar vá a minha procura, vamos conversar.- Fala com sua voz rouca.

- Sim, Appa.

Dei as costas e desci as escadas, estou nervoso com essa conversa, será por hoje antes do almoço.

- Estavamos tão perto.- Falei baixo e para min mesmo.

Peguei meu casaco, abri a porta e ia em direção ao parque que minha avó me leva-va, eu não poderia ver o Tae mesmo.

O parque tinha mães conversando uma com as outras, crianças correndo, era engraçado quando elas falavam uma com as outras, uma criança havi batido em me.

- Cuidado.- Falei e me abaixei.- Você é fofo!

Era um menino todo sujo de terra mas suas bochechas fartas me chamava atenção, era tão fofo.

- oh! Não sai de perto da sua Omma.- Fala uma mulher e bem arrumada.

- Prazer.- falo me levantando.

- Desculpe-me por ele.- ela pegou o mesmo no colo- você está tão sujo.

- Amor! Vamos estamos atrasados!-  Um homen a chamava.

- Ok! Novamente desculpe.

Saiu andando rápido em um salto alto, seguia até o homen que provavelmente seria seu marido.

Me sentei em um banco e entrei no meu mundo paralelo.

Estou apaixonado pelo meu Appa, minha Omma deve estar com raiva e vergonha, ninguém consegue tomar o lugar dela, ela deve estar no céu e não me aceita como filho, me desculpe Omma.

Senti lágrimas descer no meu rosto, sinto Omma, sinto tanto.

Limpei meu rosto, passei a olhar o lugar, estava tão agitado, avistei o tio Jin andando até me.

- Tio Jin!- Falo e o abraço.

Limpei meu rosto que tinha caminhos de lágrimas, Nós sentamos e ai percebi que Tio Seokjin também tava chorando.

- Jin.- O chamei e o mesmo me olhou.

- Desculpe é que..- Limpou o rosto.- Eu vivo me dedicando ao Tae, a você, a empresa.- Fala e ainda tinha lágrimas caindo- E não o por que o meu filho iria fugir e você que considero como filho, por que iam embora?

- No caso do Tae, eu não sei, no meu caso, meu appa não quer me vê, quer me levar pra um Colégio interno, vou ficar sem você, sem o Tae, sem o YoonGi e o Tio Hoseok, s-sem meu Appa.- Falei chorando.

- Tudo bem, vou pra casa, quer carona?- Pergunta se levantando.

- Não, realmente não precisa- Falo e o mesmo vai embora.

Desculpe-me Tio Jin, ja estava no caminho da volta, anda-va vendo tudo embaçado, Cheguei em casa mais não vou conversar com Jungkook, eu acabar chorando denovo.

Estava no meu quarto, minha avó ja deve estar durmindo, não vou jantar, não mereço, nem mereço nem estar aqui.

Omma... Appa, eu te amo e sei que a Omma deve estar com vergonha, Aishi! Sou um péssimo filho, Me desculpe! 

Mas Appa eu te amo.



Notas Finais


Foi pequeno, desculpa.

Mais vou recompesa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...