História My Darling kitten - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Félix, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Sabine Cheng, Tom Dupain
Tags Marichat, Romance
Exibições 236
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee
Voltei jovens
Espero que gostem

Capítulo 11 - Me conte oque está acontecendo.


- Ano que vem ela estará fazendo dezesseis anos, vamos cumprir com a profecia e tudo estará normal novamente.

 

- Como quiser Senhor Dupain – Falou com um sorriso nos lábios e logo em seguida apertando a mão de Tom.

 

Com oque a garota escutou deixou a maça que estava em sua mão cair no chão, como isso podia estar acontecendo? Por que teria que se casar?

Quem é aquele cara? Por que estão fazendo isso comigo?

 

- “Por quê?”

 

A azulada sem palavras saiu o mais rápido que dava e subiu para o quarto e logo trancou a porta. Ela estava incomodada com aquele assunto e sua respiração estava descompassada com sua correria até o quarto.

Quando Chat viu que sua princesa avia entrado no quarto, Com um grande sorriso falou.

 

- Que bom que voltou... – Quando abriu os olhos. – Prin... cess...

 

O Sorriso do Chat foi embora ao ver a cara que a azulada tinha em seu rosto e de uma vez ela se jogou no colo do gatudo.

 

- M – Mari... Você está bem? – falou passando a mão sobre a cabeça da azulada na esperança dela responder sua pergunta, mas sem sucesso.

Em menos de minutos já se encontravam soluços.

 

- Mari, não se preocupe, seja oque for vai ficar tudo bem! – Falou levantando ela e a abraçando deixando sua cabeça e seu peito. Quando sentiu ela o abraçar mais forte, quando Chat decide olhar para baixo, e lá estava ela o encarando com seus olhos cheios de lágrimas.

 

- Mas Chat e... e se der tudo errado? – Falou com lágrimas escorrendo sobre seu rosto.

 

- Nada vai dar errado princesa, acredite em mim! – Falou ele limpando as lágrimas da amada com seu dedo.

 

- C – Chat... – Falou olhando nos olhos do gatudo.

 

- Princess...

 

Com um pequeno impulso de seus corações os dois foram se aproximando, seus rostos estavam pertos, muito perto um do outro e logo seus lábios se colaram e um beijo se formou ali, um beijo calmo e quente ao mesmo tempo, nada poderia separar aqueles dois, até que ficaram sem ar.

 

- M – Marinette...

 

Chat falou com seu dedo nos lábios da garota. Ele queria mais, ele queria que sua amada joaninha ficasse ao seu lado.

Quando ele estava chegando perto para lhe dar outro beijo um grito quebrou o momento...

 

- MARINETTE, CHEGUEI!

 

- Obrigada Gatinho. – Falou colocando a ponta de seus dedos nos lábios do gatudo. – “ É melhor eu descer e ver oque minha mãe esta fazendo ” – Ela saiu toda envergonhada. Enquanto o Chat acordou do transe caiu de costas na cama. Ele estava corado e feliz ao mesmo tempo por ter ajudado sua princesa a melhorar, mas oque mais o perturbava naquele mesmo momento era o porquê que sua amada estava daquele jeito. O que ela tinha visto? O que tinha acontecido para ficar daquele jeito? Quem fez aquilo? Quem machucou seu coração? Naquele momento seu sono avia ido embora. Então no lugar de ir dormi naquela hora Chat ficou pensando no que poderia ter acontecido para sua joaninha ter ficado daquele jeito. Ele estava preocupado e não escondia isso, ele queria pergunta – La oque tinha ocorrido, e se ficasse sem resposta, ele perguntaria de novo até ter uma resposta, aquilo ficou em sua cabeça, ele não conseguia pensar em outra coisa.

 

Com a Marinette.

 

- Mãe precisa de alguma coisa? – Perguntou Marinette descendo as escadas e indo em direção a sua mãe que estava com algumas sacolas em seus braços.

 

- Só com algumas sacolas...

 

- Majestade chegou mais cento e cinquenta sacolas de produtos. – Falou a empregada.

 

- Só algumas? – Marinette falou apontado para a montanha de sacolas que estava dentro da sala.

 

- Ok... Poderia me ajudar com todas as sacolas? – Falou com um sorriso de “Me ajuda pelo amor de Deus!”.

 

- Hahaha. Vou ajudar sim. – Falou Marinette pegando algumas sacolas e acompanhando a mãe.

 

Depois de um tempo carregando sacola para cá e sacola para lá Sabine Fala:

 

- Que tal irmos para a sorveteria? Trabalhamos duro nessa tarde.

 

- Claro, Por que Não.

 

- Vamos então!

 

Então elas foram para a soverteria e no caminho encontram Alya e Nino e Marinette os convidou e eles aceitaram e foram tomar sorvete. Chegando lá eles pediram seus sorvetes e se sentaram. Sabine viu alguém conhecido e foi conversar com ele enquanto os três amigos ficaram sozinhos.

 

- Então Alya alguma novidade? – Falou Mariette fazia tempo que não andava com Alya já que estava ocupada com seus deveres no castelo e da escola.

 

- Não... Não tenho nenhuma no momento.  – Falou enquanto tomava um Milk-shake.

 

Nino e Alya não paravam de se olhar então Marinette decide ir e deixar o casal a sós e foi para casa junto com sua mãe Sabine e Subiu direto para o quarto e deu de cara com o Chat.

 

- Mari... oque aconteceu naquele momento? Por que estava tão triste? – Ele perguntou olhando para ela, ele queria que ela soubesse que ele estava preocupado com ela e que ela soubesse que ele a ama e que ela soubesse que ele estava ali para ela.

 

- ... – Ela não respondeu nada. Ela sabia que ele estava preocupado, mas não queria que ele soubesse que ela se casaria com alguém que ela não conhecia e que não ama. Não queria machucar os sentimentos do seu Amado Chat.

 

- Marinette, Por favor... – Falou olhando nos olhos da azulada – Me conta oque está acontecendo... – Falou a abraçando por trás.

 

Marinette fez de tudo para não contar, mas sem sucesso, ela não queria ver seu Gatinho sem resposta, Não queria vê – lo mais preocupado do que já estava, Então sente braços em sua cintura e logo em seguida apertando – a

 

- Vai me contar oque está acontecendo My Lady?

 

- ...

 

- Marinette... Você não é assim!  Conte - me logo, oque esta acontecendo? – Falou abraçando ela com mais força.

 

Marinette corou.

 

- P – pare...  – Falou tentando tirar os braços do loiro que estava em sua cintura, mas sem sucesso, ela sabia que ele não ia parar

Então resolve responder.

 

CONTINUA


Notas Finais


Voltei :D E espero que tenham gostado
Oque acharam do Ep de hoje?
Sera que a Marinette vai falar a verdade? E oque Chat ira fazer sobre isso?
Até o próximo ep <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...