História My Dear and Innocent Baby Boy - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~AlanZoka-Chan

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Baby Boy, Baby! Taehyung, Bts, Daddy, Daddy Jungkook, Jungkook, Lemon, Pwp, Sadomaquismo, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Exibições 345
Palavras 1.447
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee
Faz tempão que não trago uma fanfic dessa vez e do BTS e eu não fiz sozinha fiz com @AlanZoka-Chan e nos esperamos que vocês tenham gostado agora fiquem com a fanfic

Capítulo 1 - Capítulo Único - My Baby Boy


Fanfic / Fanfiction My Dear and Innocent Baby Boy - Capítulo 1 - Capítulo Único - My Baby Boy

My Dear and Innocent Baby Boy

Capítulo Único:

My Baby Boy

Autor Pov’s On

 

TaeHyung estava sentando no sofá enquanto observava JungKook mexer em seu celular de modo despreocupado. O ruivo mordeu o lábio inferior enquanto levava seus finos e pequenos dedos até a barra de sua saia branca, balançando a mesma. Um pequeno sorriso involuntário lhe tomou os lábios enquanto tinha uma ideia para conseguir a atenção de JungKook. Se levantou do sofá, sentindo seus pés, protegidos pela fina meia branca tocarem ao chão gélido. Se aproximou do de cabelos roxos com passos pequenos rápidos, parando a frente do mesmo, que desviou o olhar de seu aparelho para olha-lo.

TaeHyung estava tão adoravelmente sexy naquelas roupas; o menor vestia uma saia branquinha rodada, uma meia ¾ rosa bebê, e uma blusa branca colada. Aquela roupa exibia o corpo curvilíneo e feminino que TaeHyung possuía. O garoto de cabelos cor de fogo da inveja em muitas garotas por aí, sem falar no seu jeito doce e tímido de ser.

- Daddy, o que está fazendo? – TaeHyung perguntou se aproximando de JungKook.  

Sentou no colo do maior, e colocou seus braços em volta do pescoço do mesmo, enquanto fazia um bico adorável, e continuava encarando JungKook.

- Nada, baby boy... Mas eu tenho uma ideia do que fazermos. – JungKook respondeu, sem esconder seu sorriso malicioso.

TaeHyung apenas sorriu confuso. As vezes o menor era extremamente inocente. O ruivo se remexeu no colo de JungKook, que sentiu uma fisgada em seu baixo ventre, ele levou suas mãos até a cintura fina de TaeHyung e apertou com possessão, causando um baixo gemido no mesmo.

 

- E o que nós vamos fazer, daddy? – questionou TaeHyung, com a boca perto do ouvido de JungKook.

O arroxeado mordeu seu lábio inferior com força enquanto tentava evitar mais pensamentos impuros, mas estava extremamente difícil.

- Simples, baby boy, vou fazer você gritar meu nome. – JungKook respondeu.

O maior aproximou sua boca do pescoço do outro, e depositou um beijo, começando a dar chupões naquela área sensível, aos poucos o pescoço alvo de TaeHyung estava cheio de marcas vermelhas. O ruivo gemia baixinho, enquanto pendia a cabeça para o lado, deixando seu pescoço ainda mais exposto a JungKook.

 

O maior soltava gemidos eróticos ao ouvido do menor que já sentia um aperto dentro incomodo em seu baixo ventre, o mesmo sobe as mordidas para o lábio do menor e prende entre seus dentes e o puxa para si, o sugando. Sua mão desceu pela sua coxa e começa a subir levantando a saia do menor, enquanto o maior tomava os lábios do de cabelos roxos. Jungkook acaricia seu membro sobre o único pedaço de pano que separa sua mão e o membro do menor.

-Jungkook - o menor diz com um tom tímido - eu… não sei fazer isso direito - ele diz desviando o olhar para o garoto a sua frente

-Relaxa eu te ensino - ele diz sorrindo maliciosamente

O maior desce o menor de seu colo, o colocando de joelhos na sua frente, ele abre  zipper da própria calça e a abaixar um pouco junto com sua boxer deixando seu membro para fora, o menor observava corado e tímido.

-O que acha de fazer um boquete no seu daddy? - ele pergunta

Ele segura as mãos do ruivo e coloca sobre seu membro o fazendo segurar, mordendo os lábios com força ele começa a fazer o menor fazer movimentos enquanto ele gemia

-Isso Tae - ele diz deixando ele fazer sozinho

Tae aumentava os movimentos enquanto Jungkook gemia alto e estava ficando ofegante ele encara o maior que tinha as bochechas pálidas coradas levemente. Jungkook tira as mãos do maior do seu membro e o encara

-Me chupe - ele diz com a voz rouca

-O-O quê? - ele diz, o maior impaciente segura sua cabeça e coloca seu membro na boca do ruivo que se assusta um pouco, Jungkook prende os dedos no cabelo do ruivo e o guia

-Isso babyboy… ah… chupe seu daddy - ele diz gemendo

O menor começa a acariciar as bolas do maior, ouvindo ele gemer mais alto, e a puxar o cabelo do ruivo com certa brutalidade. Podia se ouvir os gemidos do Jungkook pela sala toda, ele estava quase no ápice então sente uma longa sugada de Tae e solta um gemido alto sentindo seu gozo escorrer na boca do ruivo que se afasta corado

-Bom garoto… - ele diz com um sorriso ladino.

 

TaeHyung sentia suas bochechas queimarem, deu um simples sorriso a JungKook.

 

- E quando você irá me fazer gritar seu nome, daddy? – TaeHyung questiona sorrindo inocentemente.

 

Aquilo só fazia a sanidade de JungKook ir o mais longe possível. O arroxeado mordeu o lábio inferior e chamou o menor para perto de si. Assim que este se aproximou, ele se levantou, e o pegou no colo, ainda sorrindo para ele.

O levou em direção ao seu quarto, durante o caminho, JungKook colou seus lábios nos de TaeHyung, em um beijo completamente desorganizado cheio de luxúria. Os lábios do ruivo tinham um gosto ótimo e viciante, que fazia JungKook querer prová-los sempre. O menor puxava os cabelos de JungKook com pouca força, enquanto este lhe apertava a cintura. Quando entraram no quarto, JungKook colocou TaeHyung contra a parede, continuando a trilha de beijos pelo menor, que ofegava e gemia de modo baixo.

- Você vai ser meu, baby boy. – JungKook falou sorrindo. – E vai gritar inúmeras vezes o meu nome. – Disse levando o menor até a cama, e o jogando na mesma.

JungKook se colocou por cima do ruivo, e retirou sua camiseta, e a jogando em qualquer do quarto. Abaixou sua cabeça a altura do corpo do outro e começou a distribuir selares pelo corpo do mesmo. TaeHyung gemia baixo ao sentir a boca quente do outro contra seu abdômen. Em seu baixo ventre tinha uma pontada incomoda, que fazia ele gemer baixo, querendo mais atenção naquele lugar. Assim que chegou a saia, o arroxeado pode ver o volume na saia do outro, a tirou, vendo que TaeHyung vestiu apenas uma calcinha branca, que estava transparente e melada pelo pré-gozo. O mesmo gemeu baixo e desferiu um palavrão.

- Porra, TaeTae... Vou ficar completamente louco assim. – JungKook disse passando a mão pela cintura de TaeHyung.

O ruivo fechou os olhos envergonhado, e respirou fundo. Sentiu a mão de seu daddy em seu membro, começando a fazer movimentos prazerosos nele. O menor deixava os gemidos saírem livremente por sua garganta, ignorando a vergonha que estava por JungKook ouvi-lo gemer. O arroxeado passou a acelerar seus movimentos, ouvindo os gemidos roucos de TaeHyung se prolongarem. O outro estava prestes a gozar, quando JungKook parou com o que estava fazendo, ganhando um olhar confuso do mais novo.

- Só quando eu quiser, baby. – Disse sorrindo sacana.

TaeHyung mordeu o lábio inferior tentando se acostumar com a ideia. JungKook se sentou na cama, e chamou TaeHyung para seu colo. Ajeitou o menor nele, o ouvindo gemer dolorido ao ser invadido sem nenhum preparo. TaeHyung levou suas unhas pequenas e afiadas até as costas de JungKook, e as fincou ali, fazendo o mesmo soltar um baixo gemido de dor. Ele queria dar um pouco da dor que estava sentindo para JungKook.

- Já vai melhorar, baby boy, eu prometo. – JungKook diz distribuindo selares pelo corpo do outro. – Você confia em mim?

- Uhum. – TaeHyung respondeu com os olhos marejados.

- Ótimo.

Aos poucos a dor foi passando, e JungKook passou a se movimentar dentro de TaeHyung. A dor deu lugar ao prazer, que fazia o ruivo soltar inúmeros gemidos e palavrões. JungKook gemia sem parar, estocava TaeHyung de maneira violenta e brutal, o menor arranhava suas costas, enquanto gemia. Jogou sua cabeça para trás e gemeu mais alto, sentindo-se em êxtase.

- A-a-ah, JungKook! – O menor gemeu.

O arroxeado deixou um simples sorriso escapar, enquanto aumentava o ritmo das estocadas. O quarto agora era repleto de gemidos, e barulhos eróticos. TaeHyung sentiu uma pontada em seu baixo ventre, e seu corpo amolecer, quando percebeu, tinha gozado sobre seu abdômen e o abdômen de JungKook, melando ambos. O arroxeado gemeu roucamente, e se desfez dentro do interior do ruivo.

- E-eu te amo, TaeHyung! Te amo muito, meu querido e inocente, baby boy. – JungKook falou.

- Eu também te amo, Kookie-ah. – TaeHyung respondeu, sorrindo triangular.

 

O maior se retirou de dentro de TaeHyung, observando o mesmo, sentando na cama, totalmente ofegante. Tae ainda estava com suas meias ¾ que o deixavam adorável. Se deitou na cama, e puxou o ruivo junto que se aconchegou em si, fechando os olhos, e relaxando completamente. Aquela noite tinha sido maravilhosa.






 


Notas Finais


Então essa foi a fanfic espero que tenham gostado se gostaram deixem seu favorito e comentem o que acharam
E só isso
Tchau!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...