História My Dear Diary - Jariana - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Jariana, Justin Bieber, Mensagens Anônimas, Romance
Visualizações 68
Palavras 799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, tudo bom?

Admito, esse capítulo me emocionou sim, porque eu sou um pouco manteiga derretida </3

Boa leitura!

OBS: Quando as frases estiverem entre ~ será o pensamento da Ariana

Capítulo 4 - Capítulo 4


P.O.V.s Ariana Grande -  quinta-feira - 00:46 - Boca Raton, Flórida 

Justin: Ari

~O que será que aconteceu? Justin tinha me dito que iria dormir~

Eu: O que aconteceu Jus? 

~Meus olhos insistiam em fechar-se, diminuo o brilho da tela enquanto aguardo a resposta dele~

Justin: Lhe acordei? 

~Era difícil me concentrar para formar as palavras sem erra-las, não é fácil raciocinar quando se está sonolenta~ 

Eu: Isso não importa, aconteceu algo? Você sabe que pode confiar em mim

~Tenho medo que Justin faça algo sem pensar nas consequências, ou que faça um erro que no futuro se arrependerá disto~ 

Justin: Posso te ligar? Por facetime? 

~Eu estou parecendo um zumbi, mas vamos lá, eu não preciso mostrar meu rosto mesmo~

Eu: Sim 

~Atendo a ligação e coloco o celular mais para baixo, mostrando uma pequena parte do meu queixo~ 

Mensagem off

Ligação on

-Ari, me ajuda... 

~Sua voz era rouca, mas não um rouco sexy, era mais como se ele estivesse doente. A câmera frontal mostrava uma luz forte em vez de seu rosto~ 

-Justin, por favor, me diga o que está acontecendo! 

~Sem intenção, o tom da minha voz sai mais alto do que eu queria, vejo uma mão tocando na tela para mudar a posição da câmera. A tela fica preta e rapidamente consigo ver uma pia de mármore e logo em seguida sangue em volta dela. Ele havia se mutilado~

-E-Eu acho que cortei em uma veia, não para de sangrar...

~Coloco os óculos que estavam na cabeceira ao lado da cama, e vejo entre suas tatuagens um único corte, porém muito profundo~

-Primeiro você vai ter que lavar isso, por mais que doa, se você não limpar pode infeccionar.

~Tela preta novamente, escuto o som da água correndo e alguns gemidos de dor. Alguns minutos se passam e a câmera passa a mostrar seu braço de novo~

-Agora procure algum band-aid grande e coloque no corte. 

~Ele vira a câmera e coloca frontalmente, depois apoia o celular no chão. Consigo ver uma parte de seu rosto e um de seus braços mexendo no que acho ser o balcão abaixo da pia, ele pega uma caixa e o celular e então coloca o aparelho apoiado na parede para que eu pudesse ver o que ele está fazendo. Nunca havia visto uma feição tão séria e triste na minha vida~

-Como você sabia o que fazer? 

~Ele diz enquanto coloca o curativo no braço, e em seguida guarda a caixa~ 

-Eu não sabia, apenas disse o que eu faria se fosse eu estivesse passando por essa situação.

~Ele pega o celular nas mãos e caminha, posso notar que suas mãos estão tremendo só pelo jeito que o celular balança~ 

-Que seja, obrigado. 

~Ele diz com a voz agora estabilizada e certamente um pouco envergonhada~ 

-Sua voz é tão doce. 

~Sorrio com o elogio e permaneço em silêncio~

-Você quer me dizer por que fez isso? 

~Pergunto sem esperar uma resposta específica~ 

-Hoje, depois que meus irmãos foram dormir e minha mãe também, eu decidi sair, coisa que não faço geralmente. Fui no shopping, talvez ver um filme, ou algo assim... Quando eu estava na fila para comprar o meu ingresso, comecei a ouvir vozes me chamando. Era minha ex-namorada e meus ex-amigos. Eles não estavam dizendo algo tipo: "-Ei Justin, venha cá! Por que não assiste um filme conosco?". Eles estavam dizendo: "-Olha lá o Sr. depressivo! Sem nós ele não é nada, adeus popularidade!"

~Ele dá uma pausa e olha para mim, que neste momento já estou mostrando o rosto~ 

-O pior não é isso. Depois que eu paguei pelo ingresso, me virei para trás e pude ver o Ryan, praticamente comendo a Hailey, minha ex. Eu não sinto mais nada por ela, mas ele era meu melhor amigo. Isso doeu muito, ver que nenhum deles liga mais para mim, que eu estou sozinho neste mundo! 

~Seus olhos estavam marejados, sinto vontade de chorar juntamente á ele~ 

-Pare de dizer besteiras, quantas vezes terei que repetir que eu estou com você? 

~Ele dá um longo suspiro e fecha os olhos, depois dá um sorriso sem mostrar os dentes, daqueles que você pode perceber que é falso de longe~ 

-Não sabia que usava óculos anã, você fica mais bonita ainda com eles. 

~Ele conseguiu me enganar e mudar de assunto. Bufo e escuto sua risada baixinha~

-Sabe de uma coisa? Você é diferente dos outros, e eu gosto disso. 

~Ele mexe na franja e a deixa mais bagunçada ainda~ 

-E eu gosto de você. 

~Por que tudo na vida tem duplo sentido? E por que eu não tenho coragem de perguntar de que forma ele gosta de mim? Reviro os olhos e desligo a ligação, mando uma mensagem dizendo que vou dormir e bloqueio o celular~ 


Notas Finais


O que acharam? Comentem!

Beijos pra vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...