História My dear diary - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ao Haru Ride, Kaichou wa Maid-sama, Ookami Shoujo to Kuro Ouji (Wolf Girl and Black Prince)
Personagens Personagens Originais
Visualizações 55
Palavras 1.310
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora..O bloqueio criativo está..terrível. E também, fico bastante triste quando estou perto de terminar uma fic,é como se fosse um filho.. (sou louca). Esse é o penúltimo capítulo, espero que gostem! Obrigada por ler!

Capítulo 59 - Dia agitado


Fanfic / Fanfiction My dear diary - Capítulo 59 - Dia agitado

...

Saí pela rua, praticamente arrastando Hikari e Heike. Os dois não conseguiam entender o que eu queria fazer,mas eu tinha absoluta certeza. Estava devendo uma a Aiko, e até ao meu irmão também. Podia dar certo! Ou..terrivelmente errado...

-Princesa! O que você está querendo fazer?

Heike gritou, enquanto puxava sua mão. Respondi, sem me voltar para trás:

-Ainda não consegui entender! Mas,não se preocupe!

-Você é louca..

Corremos para minha casa, onde ligamos para Aiko, pedindo para que nos encontrasse lá. Precisava conversar com ela..precisava entender o que acontecia...

Aiko apareceu em alguns minutos, com uma expressão de que não estava entendendo nada. Sorri,e disse:

-Aiko! Posso conversar com você?

-Anh..claro..mas,o que foi?

-Algo importante. Venha comigo. Ah,e Heike...se meu irmão estiver em casa, pode impedir que ele vá para o meu quarto?

Ele franziu a testa, tentando descobrir o que eu tentava fazer,mas respirou fundo:

-Eu não faço a menor idéia do que se passa na sua cabeça..tudo bem,eu faço isso..Mas,quando terminar isso tudo,eu também quero conversar com você.

-Que foi?

Heike fez um gesto com a mão,e disse:

-Por enquanto, se preocupe apenas com ela. Agora, eu vou cuidar da minha tarefa.

Ele sorriu,e correu até o quarto do meu irmão, onde ouvi seu grito de susto,alguns insultos..nada de anormal entre os dois.

Hikari, Aiko, e eu fomos para o meu quarto, onde a porta foi trancada. Pela cara dela,devia estar pensando que  a havíamos sequestrado ou algo do gênero...

Sentei-me no chão, e a observei. Respirei fundo,e disse:

-Sabe..Heike me disse..o que aconteceu na festa,depois de que fui embora...

Ela pareceu contrariada:

-O..o que?

-Não confia em mim? Estou falando do que falou sobre Yuuki.

Aiko quase caiu para trás, e seu rosto se tornou vermelho. Hikari soltou um gritinho, como se estivesse se divertindo. Disse:

-É verdade!

-O-o que?! Eu..eu não sei do que...

Sorri,e disse:

-Você não gosta do meu irmão? 

Ela ficou muito mais vermelha, se é que isso era possivel:

-Ah! C-claro! Ah..é que..eu..onde vocês querem chegar?!

-Queríamos ajudar você..sabe, você é minha melhor amiga, e Yuuki é meu irmão..Eu quero que tudo dê certo!

-Me ajudar?! O que..

-Vamos! Eu sei o que voce disse! Voce disse que gostava do Yuuki! Porque não se declarou para ele?

-Mas,eu..tenho medo..Eu nunca gostei de alguém antes..além de nunca ter conversado por muito tempo com ele...Eu..

Hikari disse,com um olhar Alegre no rosto:

-Simples! O amarramos em uma cadeira,e o fazemos conversar com você! Sem ofensas, Yufa, mas seu irmão é um completo idiota, quando se trata disso!

-Acho que tenho que concordar com você.Aiko, você não quer tentar?

-Tentar o que? Me confessar? Eu não sou grande coisa...Seu irmão é louco por você..Heike me disse que ele procurava por alguém parecida com você..Eu..

-Aiko! Não custa tentar! Você me ajudou quando eu precisei,é minha melhor amiga! Por isso,eu vou lhe ajudar. Seja corajosa, ok? Se meu irmão for um completo idiota com você, eu vou cuidar para que ele não possa sequer se levantar, pois eu vou soca-lo!

Aiko riu, e respirou fundo:

- Você..vocês acham mesmo que eu consigo?

Hikari disse:

-Claro! Não é um bicho de sete cabeças!

-Eu..eu prometo que vou tentar. O-obrigada!

-Dia seguinte-

[16:53-]

-Certo..Eu vou conseguir!

Aiko estava em nossa frente,com um pequeno papel rosado em suas mãos. Sua face estava vermelha, mas tinha um sorriso corajoso no rosto. Fizemos um sinal de positivo, lhe encorajando, o que a fez sorrir:

-Eu..eu não demoro!

Naquele horário,Yuuki devia estar no terraço, onde costumava estudar,as vezes. Eu havia o convencido a esperar,por uma pessoa que tinha algo importante para lhe dizer. Mesmo desconfiado, não foi difícil convence-lo.

Heike disse:

-O que vocês planejaram?

-Nada demais..Do jeito que ele é,tem que ser o mais direto possível!

-Isso vai ser interessante...

Disse ele,quando Aiko saiu,na direção do local combinado. Hikari se empertigou na cadeira, e disse, quando se haviam passado simples dois minutos:

-Eu quero ver! Eu estou curiosa, não vou esperar aqui!

Heike a olhou com tédio:

-Deixe de ser idiota. Não custa nada esperar.

-Idiota é você, seu retardado! Não vão me dizer que não estão curiosos?

Sorri,um pouco sem jeito:

-Não vou mentir..estou um pouco curiosa..

-Sabia! Vamos,Yufa!

Respirei fundo. Tudo bem,isso podia ser errado,mas tinha quase certeza de nenhum dos dois me diria qualquer coisa que aconteceria. 

-Tudo bem..Vamos. Você vem, Heike?

-Ah? Não, não, eu estou bem. Você me  conta o que aconteceu depois,pode ser?

-Tem certeza?

-Tenho,podem ir.

Hikari me puxou até o terraço, onde,encontramos meu irmão, que devia ter acabado de chegar,e Aiko, em sua frente. 

Nos esgueiramos perto da porta,onde nenhum dos dois poderia nos notar,e os observamos.

Podia se ver que Aiko tremia um pouco. Sua cabeça estava baixa, mas ainda podia ver seu rosto vermelho. Yuuki disse,parecendo surpreso ao ve-la ali:

-Aiko? O que foi? 

-Eu..eu t-tenho que..lhe dizer algo..

Ele franziu a sobrancelha, e disse:

-Estou ouvindo.

Aiko respirou fundo, e por um momento,tive a breve impressão de que ela sabia que a estavamos observando. Um breve sorriso apareceu em seu rosto:

-Eu..eu gosto de você,Yuuki! Eu gosto muito de você!

Hikari quase soltou um grito, e disse:

-Isso!

Não prestei muita atenção, pois observava cada centímetro da face de Yuuki. Seus olhos estavam arregalados, e um rubor preenchia suas bochechas. Logo,sua expressao se amansou, ao dizer:

-Bom..eu não esperava por essa..Na verdade, não de você. Eu..estou sem resposta...Mas..Não posso lhe dar uma resposta concreta.

"O que ele está fazendo?!"

Aiko levantou o rosto, parecia que um peso havia sido tirado de suas costas. Sorriu:

-Eu..

-Eu sou muito grato a você. Foi a primeira amiga da minha irmã, a ajudou muito. Parece ser alguém muito legal,mas..eu não consigo lhe dar uma resposta, até porque não lhe conheço muito bem..Eu não posso lhe dar uma resposta. Mas,eu ficaria feliz se pudéssemos ser amigos, de verdade. Tem sido muito divertido,estar com você e os outros. Minha irmã está muito mais confiante,graças a você. Por isso,eu..

-Eu entendo, Yuuki. Não é problema...eu precisava tirar esse peso dos meus ombros. Não precisa me agradecer por nada,fico feliz em ter Yufa como minha melhor amiga. Mas,sabe? Eu farei com que me conheça,com que possa me dar uma resposta,para o que eu disse. Eu não irei retirar nada do que disse. Seremos amigos, e eu me confessarei novamente. Hoje,foi apenas um treino. No dia em que eu me confessar novamente..você me dará uma resposta!

Não estava surpresa pela coragem de Aiko, e nem pela reação do meu irmão. Ele sorriu,e baguncou os cabelos curtos e azuis dela:

-Estou ansioso e curioso para isso...Muito obrigado,Aiko.

Yuuki sorriu,e lhe deu um beijo rápido em sua boca, que quase a fez pular de susto.

"Por essa eu não esperava!"

Resolvemos voltar para a sala de aula,ao perceber que eles já sairiam dali. No corredor, Hikari parecia prestes a explodir, ou algo do tipo. Conversava animadamente sobre o que havíamos visto, até...

-Yufa!

"Aquela voz..."

Ele parou,ficando de frente a frente a mim. Hikari engoliu em seco,e disse:

-Eu..eu vou voltar para a sala..Não demore,ok?

Balancei a cabeça,e encarei Akaito, que, dessa vez,não possuía o sorriso Alegre no rosto. Não estava muito confortável, mas disse:

-Akaito..

-Eu sei,Yufa. Você não sente o mesmo por mim. Você não tem sentimentos assim,pelo menos,não por mim..Eu peço desculpas,por ter assustado você,ou por qualquer coisa que tenha lhe magoado. Desculpe pela confusão que causei. Espero que sejamos amigos de novo, não quero abrir mão disso...Você é muito importante para mim,mais do que pensa, mas eu vou estar torcendo por você e Heike. A "Akai Ito" não me ligou a você, mas eu espero que possamos sempre estar juntos.

Um silêncio perturbador se prolongou por algum tempo. Disse:

-Eu..desculpe, por não corresponder a você. Desculpe se lhe magoei,eu não queria fazer isso..Eu  que tenho que lhe pedir desculpas, e lhe agradecer tambem. Você me ajudou muito,muito mesmo. Muito obrigada,Akaito! Muito obrigada por tudo!

Lhe estendi a mão,com um sorriso no rosto. Ele retribuiu o sorriso, e disse:

-Eu ainda vou esperar por você, OK?

-Akaito,você..

-Não se preocupe..Agora,eu tenho que ir. Até mais!

Akaito sorriu,enquanto voltava para a classe. Uma pequena tristeza surgiu em mim,mas estava feliz por ter se resolvido. Logo,o corredor se  esvaziou completamente. Caminhava na direção da classe,na intenção de recolher minhas coisas,quando Hikari correu até mim:

-Yufa! Depressa!

-O que foi?

-O Heike! Ele está indo embora!

-Claro,já está na hora de ir para casa..

-Não, não é isso! Ele está indo embora...mesmo!

"O que?!"









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...