História My Dear Director - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias 30 Seconds to Mars
Personagens Jared Leto, Shannon Leto, Tomo Milicevic
Tags Amor, Cara Delevigne, Colegial, Diretor, Família, Incesto, Jared Leto, Padrasto, Romance
Visualizações 157
Palavras 912
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - Capítulo Hot


P.O.V.Isabela
 

 Jared me pegou no colo e começamos a andar pela casa, creio que o mesmo estava indo em direção ao quarto, em nenhum momento paramos de nos beijar. Senti algo macio em minhas costas e constatei que estávamos na cama, Jared roçou seu pau em minha intimidade, deixando-me sentir toda sua ereção, e desceu os beijos para meu pescoço, suas mãos foram para minha blusa, e rapidamente as mesmas procuravam o fecho do meu sutiã, ri do seu desespero de não achar o fecho e o mesmo parou de beijar meu pescoço e me olhou com um olhar sério mas ao mesmo tempo quente, intenso. 
 

Coloquei minhas mãos no pequeno fecho na frente do sutiã e o ele acompanhou com os olhos, joguei o sutiã em qualquer lugar do quarto e suas mãos foram para meus seios, fechando-os em suas mãos. Gemi e mordi os lábios, fechei os olhos aproveitando a sensação. 
Jared deixou meus seios  e desceu as mãos pela minha cintura, acariciando minha pele arrepiada. Seus lábios roçaram em minha orelha. Eu amava aquilo. 
 

Senti suas mãos tocando no meu quadril e contornando minha bunda, e foi aí que eu percebi que estava sem short, que rápido, Jared deixou que sua ereção se encaixasse na minha intimidade. 

— Você gosta? Você gosta comigo ou com o Paul?.- Perguntou mordendo o módulo da minha orelha. 

 

— Gosto mais de você.- Disse baixo. 

 

— Tenho certeza disso.


 

Forcei minha intimidade na ereção dele. Tirei seu paletó e em seguida fui abrindo os botões de sua camisa social, revelando seu abdômen definido, joguei as roupas dele no chão, meu corpo queimava, Jared me olhou e foi tirando a calça junto com a cueca box branca, assim que o mesmo estava completamente nu, ele veio na minha direção, agarrei em sua cintura com as pernas e mais uma vez pressionei minha intimidade contra a dele. 

 

— Caralho.- Ele murmurrou. 


   

Senti Jared pressionar minha intimidade com a mão e meu Deus. 
 

Mordi o meu lábio inferior segurando o gemido, seu dedo indicador e o do meio faziam movimentos circulares em meu sexo me levando a loucura. Segurei os lençóis da cama ao sentir seu dedo do meio entrar em mim, segurei os braços de Jared com força, e sentir outro dedo entrando em minha intimidade e eu não conseguir conter o gemido, ele começou a fazer movimentos de vai e vem rápidos e quando eu estava perto de gozar ele parou. 


   

Sem esperar mais nada, Jared tirou minha calcinha e me penetrou com vontade. Olhei para ele que estava com os olhos fechados, ele me segurava com força e ficou um tempo parado dentro de mim, eu segurei seus ombros, ele começou com os movimentos vai e vem devagar, e em um momento ele entrou de uma vez, era impossível não gemer, Jay mordeu os lábios.

 

 —Ah, Jared!.- Gemi. 
   

Jared levantou o corpo, ficando sobre os joelhos, entre as minhas pernas abertas. Suas coxas dobradas passavam por baixo das minhas, levantando meu quadril, rebolei, e ele gemeu. Estava muito, muito gostoso! 
   Seus dedos se espalharam pelo meu pescoço, segurando-me com firmeza e se encaixando em mim com mais vontade e aumentando o ritmo das estocadas, Gemi com força, e apertei seus braços. Estavamos movidos pela urgência dos nossos corpos, Jared quase gozou, mas conseguiu ir mais fundo e foi tão apertado que ele gemeu forte. Dei um gritinho de satisfação e sentir os dedos dele estreitar em meu pescoço e logo desceu pelo meu corpo me apertando, tornando as estocadas menos longas, porém mais gostosas. 
 

Olhei para Jared, me perdi em seus olhos, o seu olhar era de prazer e luxúria, eu estava pronta para ele, pulsando em cada entrada e o prendendo a cada saída. 

 — Jared!" - Gemi forte e segurei nos lençóis, ele me penetrou fundo e parou aproveitando o pulsar forte da minha vagina. 

 

— Você gosta assim Isabela?.- 

 

 — Ai, Deus!.- Olhei para ele.-  — Sim, eu gosto.- Sussurrei com a voz fraca e cheia de tesão. 

 

 — Você gosta comigo ou com o Paul?.- Repetiu a pergunta, me provocando, entrando com mais força ainda. 

 

 — Caralho!.- Gritei gemendo.

 

 — Esse tesão é todo por mim meu amor?.- Estocou com força mais uma vez, sua mão foi para o meu sexo, todos os dedos roçando meus clitóris. 

 

  —  Ah Jared!.- Gemi com força.-  — Por você. Só você.- Disse gemendo

— Essa é minha garota. 
   Ele beijou minha barriga, e me arrepiei inteira sentindo suas estocadas, cada vez mais forte. Suas mãos provocavam meus seio, ele me apalpava e analisava minhas reações. 

 — Olhe para mim.- Estocou mais uma vez, olhei em seus olhos e gemi baixinho, rapidamente fechei meus olhos mais uma vez.-  — Abra os olhos, Isabela.- Os abri encontrando mais uma vez os dele. 

Jared segurou meu seio e o beijou, chupando a pele, eu não conseguia controlar meus gemidos. Meu sexo pulsou com mais força quando o mesmo mordiscou meu seio. Comecei a rebolar em encontro a ele. Jay se curvou sobre mim, se apoiando em seus braços e estocando com mais força. O mesmo segurou meu rosto me fazendo olhar para ele. 

 

— Eu vou gozar.- Ele revelou.-  — E quero que você goze assim, me olhando..- Acelerou os movimentos.-  — Por mim, e Pra mim Isabela.-
 

Gritei de prazer, não fechei os olhos por um segundo, gozei abertamente para meu diretor. Meu sexo pulsou e se contraiu. Jared gozou de uma maneira esplendorosa. 

Abracei ele sem descruzar as pernas dos quadris dele e o mesmo procurou meus lábios em um beijo maravilhoso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...