História My Dear Doll (Imagine Park Jimin) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Baby Girl, Boneca, Chimchim, Cute, Daddy, Fofo, Hetero, Imagine, inocente, Jimin, Você
Exibições 136
Palavras 949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Antes de mais nada, queria dizer que eu tinha bebido arco-íris quando escrevi essa fanfic.
Espero que gostem ❤

Capítulo 1 - A Boneca


Fanfic / Fanfiction My Dear Doll (Imagine Park Jimin) - Capítulo 1 - A Boneca

Narrador POV

______ tinha apenas 5 anos de idade quando foi transformada em uma boneca. Tudo começou com uma mulher chamada Hee-Lee, que sempre teve inveja de Jiyook, mãe de ______. Ela era muito bonita, atraindo a atenção de muitos homens e isso fez com que Hee-Lee sentisse um ódio mortal por ela. E quando Kwang, pai de ______, se apaixonou por Jiyook, ela ficou ainda mais brava e jogou um feitiço na sua barriga, que estava esperando por ______ e sua irmã, Mi-Cha. Quando nasceram nada havia acontecido e seus pais ficaram mais aliviados, pensando que poderia ser apenas uma brincadeira de mal gosto. Infelizmente quando elas fizeram cinco anos, se transformaram em bonecas, porém ainda estavam vivas. Jiyook e Kwang tentaram salvá-las, mas Hee-Lee raptou a boneca azul, que era a Mi-Cha. E apenas a boneca rosa ficou. Eles tentaram de tudo para trazê-la de volta, mas foi em vão. O tempo passou e ______ estava mais que determinada a encontrar a sua irmã. E aos poucos, foi aprendendo a usar os seus poderes, que antes, nem sabia que os tinha. Quando fez seus 15 anos, já conseguia voltar a ser humana quando quisesse. Mas mesmo aprendendo isso tudo, não se lembrava de como era a vida humana que tinha, já que era muito nova. Ela não sabia viver da mesma forma que as pessoas normais e não tinha nenhum amigo para ajudá-la. Se sentia sozinha sem sua querida irmã. E nem sequer sabia aonde estava os seus pais.

Ela estava completamente perdida num mundo cheio de maldade.

Jimin POV

Acordo ouvindo minha irmã me gritando enquanto pulava na minha cama.

— Acorda, Jiminie, acorda!

— Hum... me deixa, Hyun... -resmungo a empurrando, que cai sentada no chão.

— Doeu!!!

Fecho os olhos até que sinto algo batendo no meu rosto.

— Hyun, tira esse urso do meu rosto! -digo irritado e ela ri.

— Acordaaaaa, a omma vai brigar com você! -continua batendo o bicho de pelúcia em mim.

— Tá bom!!! -me levanto e vou pro banheiro.

Faço as minhas higienes matinais e ponho o meu uniforme. Arrumo a minha mochila e desço, entrando na cozinha e me sentando na mesa.

— Bom dia, omma. Bom dia, appa. -falo ainda um pouco sonolento.

— Bom dia. -respondem ao mesmo tempo.

— Bom dia, Jiminie! -diz Hyun de boca cheia.

— Bom dia, pirralha.

Após o café da manhã, vou para o colégio e tenho mais um dia entediante como todos os outros. Não que eu não goste de estudar, mas os alunos me irritam. As únicas pessoas que eu gosto da companhia são o Kim Taehyung, meu melhor amigo e Jung Hwa, a garota mais linda da escola, na qual sou apaixonado.

Após as aulas caminho calmamente pelas ruas a caminho de casa.

(S/N) POV

Depois de anos aprendendo a usar os meus poderes, finalmente consegui me transformar em humana. Era tão bom me sentir viva de novo. Ando discretamente em uma rua que aparentemente estava deserta. Não queria que ninguém me visse, tinha medo de que me machucassem. Olhava em volta vendo se não tinha ninguém, até que avisto um garoto se aproximando de mim. Começo a entrar em pânico. Não sabia do que fazer. Fico desesperada e faço a primeira coisa que me vem a cabeça.

Me transformar em boneca.

Jimin POV

Estava andando até que vejo uma boneca no chão. Me abaixo e a pego. Olho em volta mas não tinha ninguém ali. A encaro e vejo que a mesma parecia nova. Alguém deve ter a perdido a pouco tempo. Hyun me vem em mente. Com certeza irá gostar dela, com esse vestido de babado e vários laços cor-de-rosa. É a cara da Hyun.

Volto a caminhar e logo chego em casa. Jogo a minha mochila em um canto qualquer e entro no quarto da mais nova.

— Hyun? -abro a porta e a encontro sentada no chão desenhando em um papel.

— Jiminie! -abre um enorme sorriso e corre na minha direção. Me abaixo e a pego no colo. — O que é isso? -seus olhos brilham e eu sorrio.

— Eu trouxe pra você. -dou a boneca pra ela.

— Rosa! -abraça a boneca. — Eu amo rosa!

— Gostou?

— Ela é linda! -fala mostrando o seu pequeno eye smile. Dou um beijo na sua bochecha e a coloco no chão. — Obrigada, Jiminie! -corre até a sua cama e a coloca junto aos outros brinquedos dela.

Sorrio e me despido dela. Entro no meu quarto e fico conversando com o Taehyung pelo celular. Na hora do jantar, Hyun levou a sua boneca junto. Ela disse que iria levá-la para todos os lugares. Meu pai achou bobo, já eu e minha mãe achamos fofo. Após comermos, levei a Hyun pra cama e dei um beijo de boa noite nela. Fui para o meu quarto e fiquei mexendo no celular e depois fui dormir.

[...]

Durante a madrugada ouvi um barulho e acordei um pouco assustado. Olhei em volta, mas parei quando vi uma silhueta feminina em frente a porta. Não era a minha mãe e também não era a minha irmã. Vejo ela se aproximar de mim e um sorriso largo aparecer em seus lábios.

— Olá, Jiminie! -sua voz era extremamente fofa, porém eu ainda estava sem entender nada.

— Como sabe o meu nome? -pergunto a encarando.

— A Hyun que me disse.

— Como assim? Quem é você?

— ______. -sorri.

Eu não estava entendendo nada. Nunca a vi antes.

— O que está fazendo no meu quarto? Como entrou aqui?

— A porta estava aberta. -ri. — Desculpa, eu não queria invadir. Mas eu estava curiosa para te conhecer.

— Mas... -acendo as luzes e arregalo os olhos quando vejo o seu rosto.

Ela era idêntica a boneca da Hyun, só que... maior.


Notas Finais


Eu disse que tinha bebido arco-íris kkk ♡
Mas espero que tenham gostado. Se quiserem que eu pare, eu paro. :)
Até mais(?)❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...