História My dear love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Plagg, Tikki
Tags Cat Noir, Lady Bug, Papile
Visualizações 6
Palavras 1.583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HEY HEY HEY, ESPERA AÍ! Eu parei de postar por um tempo, mas voltei! Novo cap de uma ou duas histórias por semana. Gente, querem ter contato comigo, sem ser pelos comentários? Eu NÃO respondo mensagens em nem uma rede social, com exceção de uma.
Skype. Meu skype é Brenda Kawaii, e, minha foto é a Marinette com uma coroa de flores. Meu status está como "Couple com anninha <3 "
OK?
ENTÃO, OK!

Capítulo 4 - Debrah


Pov Brenda

Brenda: Ai hoje eu to bem tranquila no meu laptop não teve nem uma missão ainda que bom não vou precisar virar Fadinha Chan mas sabe eu até to gostando de virar Fadinha Chan porque aquele Cat Crazy ele é muito lindo mas eu nunca vou contar pra ele eu sempre vou me fazer de dificil. Ai as aulas vão voltar daqui uns dias e eu to muito ansiosa pra ir pra escola porque eu sou a Fadinha chan eu nem aproveito as férias porque eu tenho que sumir do nada pra virar uma super heroina e meus amigos nunca vão poder descobrir que eu sou a Fadinha chan porque é o meu maior segredo... Nossa, meu celular tá tocando e eu não tenho o numero anotado. Quem será? - Atende

Alecs: Alô? Tudo bem?

Brenda: Alô... Quem fala?

Alecs: Eu mesmo, você já sabe!

Brenda: Alecs?

Alecs: É, acerto! Não se faça de dificil, né, por favor.

Brenda: Ahn... Você sabe que é a Brenda, né?

Alecs: É claro, é obvio! Se eu liguei pra você, é obvio que era você que ia atender.

Brenda: Eu nem sabia que você tinha meu número... O que você quer falar pra mim? - Ri de nervoso

Alecs: Ahn... Então, eu te liguei pra te convidar pra uma coisa. Ah, sabe sua melhor amiga?

Brenda: Any, sei.

Alecs: Uhum, então, eu preparei uma festa pra ela.

Brenda: Uma festa surpresa? De aniversário?

Alecs: Aham

Brenda: E vai ser hoje a noite?

Alecs: Vai ser hoje a noite. Mas não me diga que você não lembra va do aniversário dela!

Brenda: Ai eu sabia sim mas não sabia que ia ter festa ninguém me avisou!

Alecs: Ah ta, porque se você não lembrasse, eu ia falar: Meu Deus do céu que amiga é essa?

Brenda: Então... Eu acho que a festa tem que ser amanhã porque você disse que ia ser hoje a noite só que já tá de noite...

Alecs: Se a gente acelerar o passo não tem problema algum, vai de madrugada mesmo.

Brenda: Não não, tem que ser amanhã! Eu sou a melhor amiga dela e vai ser amanhã a noite, e eu ainda nem comprei presente

Alecs: Ahahaha, acha que vai fugir do meu assunto?

Brenda: Eu vou desligar!

Alecs: Não eu vou desligar primeiro! - Ele desligou

Brenda: Eu hein... Ai que menino chato! Mas eu sou tão apaixonada por ele... Eu nem sei como eu consegui conversar com ele... Eu preciso dormir, amanhã bem cedo, eu vou comprar um presente pra Any. Vai ser o melhor presente de todos.

Pela manhã...

Eu caminhava pela rua.

Brenda: Ai não é que eu tinha me esquecido do aniversário da Any? - Eu sai do meu portão - Agora eu tenho que ir correndo comprar um presente porque a festa surpresa é hoje a noite... Ai eu não conhece muito esse meu bairro esse caminho ai que complicado viu? Calma... Fiquei sabendo que abriu uma loja nova por aqui. Mas por onde será que é essa loja? Ai que caminho mais confuso viu? Será que é por aqui? Ai não é por aqui não eu acho que to me perdendo... Nossa tão demolindo essa casa - Falava enquanto passava na frente de uma casa amarela com telhado branco - Pra cá não é... Acho que é pra lá. Se não for eu vou ter que ficar procurando o tempo todo! - Eu passava na calçada na frente do restaurante que o cat havia me levado - Ai não é aqui.. A escola é logo ali, então eu devo tá perto. Como a cidade tá quieta hoje, deve ser feriado. Ah se é feriado a loja não vai tá aberta! Ai... Será que é muito tarde pra comprar alguma coisa? - Eu andei pela cidade toda, em circulo. Estava na frente de minha casa novamente, mas, continuei andando - Ai eu espero que não. Epa... Que casa bonita é essa aqui? - Eu admirava a casa do Alecs, que era amarela com telhado de madeira - Nossa eu nunca tinha visto essa casa ela é tão legal nossa parece uma mansão nossa olha lá dentro que bonito - Bisbilhotava pela janela - Tem um piano, uma cama preta... Quem será que mora aqui, será que é vizinho novo? Não... Eu que sou a vizinha nova! As vezes a casa ta aqui faz tempo e eu nunca vi! - Fui sair de perto, mas, algo dentro do patio me chamou atenção. Era uma mascara preta... Me lembrava alguém... - Calma... Que mascara é essa? Olha... Essa máscara é suspeita, me lembra alguém.... Eu vi ela em algum lugar... Bom, eu devo estar ficando maluca... Bom acho melhor eu não pegar, pra não estragar o que não é meu. A loja é para trás, eu acho... Eu to perdida no meu próprio bairro! Que maluquice... Ai eu sou muito estabanada, atrapalhada... - Cheguei na frente da loja - Espero que esteja aberta porque é feriado. - Disse contemplando a construção de tijolos com telhado de madeira - Oii, a loja tá aberta?

Atendente: Oi, tá sim! - Eu entrei na loja

Brenda: Ainda bem que tá aberto!

Atendente: É eu resolvi abrir hoje.

Brenda: Não sei se você conhece a Any, sabe? Ela mora aqui perto, rabo de cavalo castanho, olhos verdes, pálida, óculos?

Atendente: Sim conheço conheço.

Brenda: Então vai ter uma festa surpresa pra ela ela não sabe e eu preciso comprar um presente pra ela porque esqueci de comprar ontem. Tem alguma dica?

Atendente: Aqui tem muitas coisas, eu tenho esse abajur de galaxia, esse cata sonhos, e saias. Tenho de renda, roxa, azul, dourado...

Brenda: Me vê um cata sonhos e a saia azul... Pode embrulhar pra presente.

Atendente: Tá bom vou embrulhar aqui.

Brenda: Gostei dessa loja...

Atendente: OIE VOLTEI! - Ela veio pulando do balcão

 Brenda: Que susto!  - Disse pegando o embrulho roxo - Eh... fica quanto?

Atendente: Fica 100,00 reais.

Brenda: Ah, ótimo! Eu tenho 250. Toma aí, 100,00! Você não sabe como salvou minha vida abrindo a loja hoje.

Atendente: Eu abro todos os dias, volte sempre!

Brenda: Obrigada, vou indicar sua loja pros meus amigos!

Atendente: Obrigada, é sempre bem vinda aqui! - No momento que ela sorriu eu me virei e sai.

Brenda: Gostei dessa loja! Ta chovendo eu preciso correr! - Cheguei em casa , me arrumei e pare na frente de minha casa. Demorei cerca de 10 minutos para chegar em minha casa, pois andei devagar, mesmo que a loja seja duas ruas a frente de minha casa, até que... perto? - Nossa, é hora da festa! Esse presente é incrivel! Eu preciso chegar logo na casa da Any, se não eu chego atrasada! Será que a mãe dela sabe? Não falei com ninguém! Ai meu Deus descobri que essa é a casa do Alecs. Vou passar devagar, porque se ele me ver e vir falar comigo eu vou ficar toda tremendo.

Alecs: Lararilara... Oii! 

Brenda: Oi Alecs tudo bem...? Cê tá indo pra festa da Any?

Alecs: Tô sim, pera, vou pegar meu presente dentro de casa! Ah, peguei uma maçã pra você! - Ele me deu uma maçã, e, em seguida, saiu de minha vista, entrando na casa amarela.

Brenda: Ele sabia que eu ia estar aqui...?

Alecs: Eu te stalkeio sempre!

Brenda: Que estranho... - Ele saiu da casa

Alecs: Você acha que ela vai gostar? - Ele me mostrou uma boneca de youtuber, mais precisamente, a bibi, rainha dos isolados.

Brenda: Que legal, ela adora a bibi! Eu comprei uma saia e um apanhador de sonhos pra ela.

Alecs: Ah não! Você pegou dois, preciso pegar mais um, pera!

Brenda: Não você não precisa, imagina, eu só peguei dois porque ela é minha melhor amiga...

Alecs: Eu comprei esse anel de prata em caso de emergencia. Vamos?

Brenda: Vamos, eu acho que não tem ninguém aqui. Vamos pelo parque? É mais rápido... Ah não acredito.

Debrah: Alecs, oi Alecs!

P.O.V. Alecs

Alecs: Oi... Por que você tá aqu-

Debrah: Por que você tá com ela, você não ia na festa comigo?

Alecs: Ah... Eu vou com ela também! - Do que essa doida tá falando? Eu nunca convidei ela! Mas... Se eu não ir, ela me ameaçaria ou algo do tipo.

Debrah: A gente não ia sozinho?

Brenda: Eu acho melhor eu ir indo...

Debrah: Você está atrapalhando muito, vá embora!

Alecs: Não não! Pode ficar a vontade.

Brenda: Você é uma ridicula, Debrah! Você se acha!

Debrah: Rídicula é você, eu sou popular e você não é!

Alecs: Debrah, para! Para com isso!

Brenda: Prefiro não ser popular do que ser loira azeda que nem você! - Ela começou a ir embora, e eu não consegui segurar a risada.

P.O.V. Brenda

Eu sai correndo, sai do parque. Iria pelo caminho mais longo.

Alecs: Vem cá! - Ele corria atrás de mim, seus cabelos azuis estavam molhados de suor, enquanto, os meus ruivos, totalmente secos. Nem me esforçava.

Brenda: Não!

Alecs: Ai... - Ele mudou de caminho rapidamente

Brenda: Mal sabe ela que eu sou a Fadinha Chan e apereço na TV todos os dias! Mas eu odeio a Debrah... Eu vou ter que dar a volta na cidade toda, porque se eu ir por lá... A Debrah, com certeza, vai dar um jeito de me excluir... Aqueles olhos azuis dela me irritam tantos! Mas, ao mesmo tempo, são tão parecidos com os olhos do Alecs... AGH!


Notas Finais


P.S. Não sou ruiva, essa é uma OC minha :3

Alecs: Pálido, cabelos e olhos azuis.
Brenda: Pálida, cabelos longos ruivos e olhos negros
Debrah: Meio bronzeada, cabelos longos castanhos e olhos azuis.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...