História My Dear Ômega - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Abo, Namjin
Exibições 3.101
Palavras 1.113
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Vigésimo


Fanfic / Fanfiction My Dear Ômega - Capítulo 20 - Vigésimo

    Jin 

Vários anos Depois. 

  


   - Jinnie..- Ouvi sua voz e o olhei - Está tudo bem? 

   - Claro - Ironizei secando as lágrimas - Acabo de descobrir que meu marido pode ter o mesmo problema no coração que aquela...Mulher e pode morrer a qualquer momento, sim, eu estou ótimo - O encarei - Porque nunca me contou isso Nammie? 

   - Eu...- Mexeu no cabelo - Não achei que fosse importante, eu ia te contar a um tempo atrás, mas você estava tão feliz sabendo que o relacionamento do JungKook estava dando certo que...

   - Você é mais importante - Falei indo até ele - Você é a única coisa que tenho

   - Você tem nossos filhotes e-

   - Eles estão formando suas famílias, logo estará somente eu e você...Mas...Você...- Desabei em lágrimas novamente - Me diz que...Isso é só uma suposição 

   - Não é...Me desculpe princesa - Acariciou meu rosto 

    - Já contou pra algum deles? - Assentiu - Quem? 

   - O Kookie - Me puxou pro seu colo - Vamos, não chore, pense pelo lado bom...

   - Qual? - O encarei - Não há nenhum!

   - Sua sogra morreu - Riu e bati no seu braço 

   - Nem isso me anima - Coloquei minha testa no seu ombro 

                    __________ 

Anos depois 


  Eu estava animado, finalmente havia comprando uma casa apenas pra mim e o Nammie, era perto do palácio o que ficaria bom pra vim visitar meus bebês e netinhos, tinha um Jardim que eu mesmo cuidaria, era a casa perfeita para viver com ele. 


  Porém tudo pareceu desabar assim que cheguei no palácio para o chamar para ir até lá, estava tudo muito desanimado, meu corpo gelou, o que teria acontecido dessa vez? 

  Subi as escadas receoso e vim uma empregada. 

   - Com licença - A chamei e ela me olhou - Pode dizer onde estão todos? 

   - Na ala hospitalar, alteza - Balancei a cabeça e ela saiu 

    Aquilo não podia está acontecendo. 

      Corri até lá, pouco me importava se os empregados achassem estranho, JungKook sendo rei ou não, sou dono disso ainda. Ao chegar lá, vi TaeHyung chorando no ombro do HoSeok e ele com Yoongi o consolava. 

   JungKook parecia que ia desabar a qualquer momento, mesmo que tinha Jimin o abraçando, meus netos estavam ali, tristes...Mas nada dele. 

   Caminhei até ali e Kookie me olhou, se soltou um segundo de Jimin e veio até mim. 

   - Onde está ele JungKook? - O encarei, já com lágrimas - M-Me diz que-

     - Lá dentro - Falou fraco - Ele teve uma parada cardíaca, melhor ir vê-lo - Assenti e corri para dentro, eu já tinha minha visão embaçada. 

   Ele estava deitado e ligado a um monte de aparelho, acordado, caminhei até ele e vi um sorriso, exibindo suas lindas covinhas.

   - Olá Jinnie - Falou e estendeu a mão 

   - Não me venha com isso...- Me sentei no banco e segurei sua mão - Por favor, me diz que isso não foi nada

   - Desculpe, acho que não tenho muito tempo - Me olhou 

    - Não, você não pode morrer, não agora...- Deixei minhas lágrima cairem 

   - Desculpe...- Apertou minha mão - Eu...Agradeço muito por ter te encontrando naquela floricultura, por você ter esse gênio tão...Engraçado - Riu fraco - Eu te amo, eu sempre vou te amar, não importa o que ocorra, eu vou te amar pra todo sempre. 

   - Eu também te amo...Mas você não pode morrer, logo agora que nós iriamos viver somente nós dois, sem trabalho pra realeza, sem bailes, somente nós dois - Olhei pra ele - Por favor não me deixa...

   - Desculpe...- Apertou minha mão e vi os batimentos no monitor começar a baixar - Obrigado por tudo...Eu te amo...- Ouvi o barulho do aparelho que indicava nenhum batimento 

  - N-Não...- Me levantei - N-Não...Você não pode morrer...- O encarei - Você prometeu, v-você prometeu nunca me deixar....NamJoon! Seu poste...Vamos...Isso...- Ouvi a porta abrir e um médico entrar, JungKook entrou e me segurou - Me solta! Me solta JungKook! - Gritei e senti uma picada


   Tudo girou e apaguei. 


              ______________ 


   Acordei e notei tudo escuro, estava no meu quarto, me levantei rapidamente e olhei pro lado, torcendo para ter sido um pesadelo.

    Ele não estava lá, não foi um pesadelo, foi real. 

   Puxei a almofada que ele dormia e senti seu perfume, nem notei quando comecei a soluçar 

    - V-Você me deixou...- Chorei 

    - Omma? - Ouvi Tae e olhei pra porta - Sinto muito...- Vi que seu rosto estava vermelho, indicando o choro 

   - Ele se foi...- Falei baixo - Eu não acredito nisso...Porque não podia ter sido um pesadelo? 

    - Desculpe omma - Ele veio até mim e me abraçou - O melhor é chorar, ele leva a tristeza embora...

    Eu apenas fiz, chorei, chorei como nunca tinha chorando. 

                 ____________ 


  Três anos depois 


 - Omma? - Ouvi JongIn - Está tudo bem? 

- Sim...- Me ajeitei na cama -Tudo ok - Olhei ele que não acreditou - Venha cá Nini - Ele veio e apontei a cama - Olhe, eu acho que não vou durar muito...

  - Você vai morrer? - Assenti - Mas você não pode omma...

   - Me desculpe, provavelmente sua guarda vai pra um dos meus filhotes lerdos ou a sua tia Matsu, não fique triste - Acariciei seu rosto - Você quer que seu omma fique vá pro céu triste? - Fez não - Então faça o seguinte, cuide do seu "Sobrinho" 

 -Do KyungSoo? Nem morto! -Balançou a cabeça - Omma! Ele não gosta de mim 

   - Se não gostasse não tinha te dado aquele beijinho - Sorri e ele corou - Faça isso pelo seu omma...

   - Tá omma..- Sorriu e fiz o mesmo - Vou ver ele agora - Assenti e ele me deu um beijo na bochecha - Eu te amo Omma, obrigado por ter me adotado.

  - Que nada nini, agora vá ver ele, sim? - Assentiu e saiu do meu quarto - É...Acho que tá na hora de eu te ver Nammie...












     - Você está certo. - Ouvi sua voz e olhei o redor - Parece que vamos viver eternamente juntos. 

    Olhei para ele, ele estava como nos conhecemos, a aparência Jovem e sua mão estendida para mim. 

   Corri até ele e o abracei. 

   - Nammie! - Sorri e logo separei o abraço - Pera...Eu morri?

   - Sim - Olhou pro lado - Você demorou 

    - Você que veio cedo demais - Lhe dei um selar - Eu vim pro céu foi? Nossa...

    - Isso não interessa - Acariciou meu rosto - O importante é você aqui e nós juntos, agora, por todo o sempre. 

   - Sim...Juntos para todo o sempre. 

   




   


 


Notas Finais


....Tô chorando, ao ritmo do álbum de EXO, EXODUS. ÁLBUM XEROSO.

Bem, eu agradeço a todos, para mim não é despedida, já que muitos lêem outras fic minha.

Acho que essa foi a fic com o finalzinho mais triste...A não pera..Teremos The Selection com o final mais triste...Ops.

Muito obrigado por todos os comentários, o apoio, os favoritos, tudo. Sério vocês são meus bolinhos e fe mais ninguém...Hahsh" desculpa.

Aqui terminamos mais uma fic.

Amo vocês, todos são especiais para mim, mesmo que não mos vejamos pessoalmente.

Até breve anjos ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...