História My dear teacher - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO
Personagens Jennie, J-hope, Jungkook, Kai, Sehun, Suga
Tags Amor Proibido, Bangtan Boys, Bts, Escola, Exo, Hoseok, Jennie, J-hope, Jungkook, Kai, Romance, Sehun, Suga, Suícidio, Yoongi
Visualizações 60
Palavras 1.764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Jeon Jungkook


Fanfic / Fanfiction My dear teacher - Capítulo 1 - Jeon Jungkook

||S/N P.O.V||

Terminei de me arrumar para o colégio, peguei minha bolsa e encontrei meu pai na sala... Mais uma vez ele estava bebendo. 


Passei pela sala para ir em direção a porta e senti o cheiro de álcool invadir minhas narinas. 


Meu pai estava deitado no sofá com uma garrafa de bebida alcoólica na mão e sem camisa. A sorte dele era que ainda era um homem novo e bonito... Por que se não fosse, certeza que eu não teria nascido... Pois minha mãe não iria o querer. 


Seus cabelos negros e lisos já batiam no olho, de grandes. 


Eu peguei umas almofadas no chão e coloquei no sofá de forma agressiva. 


Pai: onde está indo S/n? 


S/n: para a escola senhor kwan... Não é atoa que estou de uniforme! - falei fria mas com um tom de voz calmo. 


Ele, em movimentos rápidos, puxou meu braço. 


Pai: olha como fala comigo garota...


S/n: em momento algum eu lhe desrespeitei... - falei olhando firme em seus olhos - agora eu preciso ir para a escola, se eu quiser ser alguém na vida e sair desse inferno que é viver com você. 


Eu me soltei dele e bati a porta. 


Meus olhos se encheram de lágrimas ao fechar a porta com agressividade. 


Eu já temia o pior quando voltasse da escola... Senhor kwan não me deixaria bater a porta desse jeito e passaria sem pelo menos uma marca roxa. 


Fui o caminho inteiro alimentando meu ódio pelo mesmo homem que me marcava todos os dias como "dele". 


Ele me queria como uma fraca... Ele queria minha morte... Assim como a mamãe... 


Enxuguei minhas lágrimas quando já estava na esquina do colégio. 


Jennie me esperava na frente do colégio, junto com Kai. 


Só havia um motivo pelo qual eu ainda não havia desistido da vida: eles.


Me aproximei do portão da escola e jennie veio em minha direção, correndo. 


Ela me deu um abraço apertado. 


Jennie: finalmente nos encontramos meu amorzinho! - falou colocando um braço em volta de meu pescoço, quase que me sufocando. 


Ela como sempre, estava impecável! Seus cabelos castanhos e com ondas, pareciam estar maiores. Sua maquiagem perfeita! 


Nós não nos encontramos durante as férias pois ela viajou com a família para o Havaí. Ela sempre foi mais rica, mais bonita, mais popular do que eu... Eu sempre quis ter essa sorte de nascer numa família "perfeita"... Assim como ela, Kai também era mais rico, popular e um gato. Eu me sentia uma simples formiguinha ao lado da abelha rainha e de um tigre incrivelmente forte. 


Jennie me analisou por um momento enquanto Kai se aproximava, com as mãos nos bolsos, calmo como sempre. As vezes eu desconfiava que Kai fumava alguma coisa para ser tão calmo. 


Jennie: você está péssima! - falou analisando meu rosto 


S/n: desculpe, jennie... Mas eu não tenho todo tempo do mundo para ficar durante horas na frente do espelho me arrumando! - falei um pouco cabisbaixa 


Kai colocou seu braço ao redor da minha cintura e me puxou para si. 


Kai: para mim, ela está perfeita como sempre... Pelo menos não vem para a escola parecendo uma palhaça.


Eu soltei uma risadinha baixa e jennie olhou Kai de uma forma ameaçadora. 


Kai: acho que vocês vão ficar felizes... Hoje vai ter gente nova no colégio. 


S/n: como sabe? 


Jennie: são gatos?! - falou deixando seu batom de lado 


Kai: AIN MIGA COM CERTEZA - falou imitando o jeito da jennie falar 


Eu e Kai começamos a rir do biquinho de raiva dela. 


Kai: bom... Um dos alunos novos... É meu primo. E eu soube também que vai entrar um aluno novo para o 3° ano. 


Jennie: pena que deve ser mais velho do que a gente - falou pegando seu celular da bolsa - S/n... Vem... Eu vou passar uma make no seu rosto só para não ficar com cara de morta - ela me puxou


S/n: obrigada por dizer que tenho cara de morta! - falei sarcástica 


Kai: vejo vocês na sala de aula! - disse rindo 


Jennie me levou em direção ao banheiro feminino e nós ficamos sozinhas. 


Ficamos ao lado do enorme espelho enquanto ela pegava uma bolsa cheia de produtos de maquiagens. 


Por um momento olhei meu reflexo. Eu estava mais estranha do que nunca... Havia perdido peso demais, meu rosto estava pálido. 


Observei a diferença entre mim e jennie. Ela tão linda e eu... Tão... 


Fui tirada de meus pensamentos quando ela começou a passar base no meu rosto. 


Jennie: você vai ficar... maravilhosa - falou enquanto terminava de espalhar a base - toma... Coloca isso.


Ela me mostrou duas lentes de contato castanho escuro. 


S/n: o que? Suas lentes? Eu não posso usar!


Jennie: relaxa... Eu nunca usei elas! - falou com um sorrisinho nos lábios 


A sorte era que eu e jennie tínhamos o mesmo grau. 


Ela deixou meu óculos de lado e me ajudou a pôr as lentes. 


Eu coloquei as lentes e jennie voltou a me maquiar. 


Ela passou uma sombra clara com um delineador de gatinho. 


Ela me fez passar o mesmo batom vermelho que ela. Era bem chamativo e muito bonito. 


Ela passou blush em mim e soltou meu cabelo. Elas os assanhou para que ficasse mais volumoso e não deixou que eu me olhasse no espelho. 


Ela pegou algo em sua bolsa. 


Jennie: toma - falou me entregando uma gargantilha preta 


S/n: MEU DEUS! VOCÊ ACHOU! EU ESTAVA LOUCA PROCURANDO POR ELA! 


Jennie: você esqueceu lá em casa.... 


Ela me ajudou a colocar a gargantilha e me fez fechar os olhos.


Jennie: quando eu disser "já", você se vira para os espelho. 


Ela passou um tempo soltando uma risadinha baixa. 


Jennie: já! 


Eu me virei para o espelho e não acreditei no que vi. Ali não era eu... Era a antiga eu... A garota que era maldosa com todos... Que ficava com todos os caras do colégio, uma das mais populares. Senti meus olhos se encherem de lágrimas. 


Jennie: AAAAAH NÃO! NÃO CHORA! POR FAVOR! EU DEMOREI UM TEMPÃO FAZENDO ESSA MAKE! 


S/N: é só que.... - falei tentando não deixar as lágrimas molharem meu rosto - depois que minha mãe se foi... Tudo mudou tanto...


Jennie: fora sua aparência nada mudou... Seu pai continua o mesmo... Eu e Kai também continuamos os mesmos... Tem algo errado s/n? 


Eu queria contar tudo para ela e Kai. Queria poder desabafar com eles... Mas eu sei que se contar o que meu pai faz comigo, eles irão querer fazer algo contra meu agressor. Depois que minha mãe partiu, meu pai se transformou! 


S/n: haaaan... Nada! - eu dei um sorrisinho de lado - a maquiagem está realmente linda... Desculpe por ter que te lembrar o episódio de minha... Mãe...


Jennie: não... Tudo bem... Eu sei que você sente saudades dela... Mas você tem que seguir em frente... S/N, já fazem exatamente dois anos e você ainda não consegue esquecê-la. 


S/n: eu era muito apegada a ela... 


Nós fomos interrompidas pelo sinal. 


Jennie: vamos logo... A aula já vai começar. 


Eu e jennie caminhamos em direção a nossa sala e fomos apenas apontando para os alunos novos mais gatos. 


Era bom estar com ela, por que a mesma me fazia esquecer minha vida.


Nós entramos na sala de aula e procuramos nossos lugares ao lado de Kai. 


Kai: eu soube que tem um professor novo no colégio... - falou cochichando - ele vai substituir o professor de matemática e história.


S/n: nossa... Não deve ser fácil ter que passar dois tipos de matérias para alunos que não querem nada com a vida


Jennie: pensei a mesma coisa.... Só espero que seja gato. 


S/n: você não consegue pensar em nada além de homem? 


Kai: só quando tá pensando em mulher! - falou rindo dela 


Jennie deu um murro no braço de kai que gemeu de dor. 


Eu e Kai não conseguíamos parar de rir. 


Toda a sala havia feito silêncio e eu e Kai contiavamos a rir e zoar de jennie. 


Um homem de terno preto, alto, forte e muito bonito entrou na sala. 


Ele pôs suas coisas na mesa. E se virou para a classe. 


Xxxxxxx: bom dia turma! - falou com um sorrisinho sexy de lado - eu sou o novo professor de vocês, jeon jungkook!


Mas ele parecia ser tão novo para um professor. 


Jungkook: eu irei substituir o professor de matemática e história de vocês... Que infelizmente não poderá mais ensinar...


Jungkook me encarou firmemente. Em seu olhar havia determinação e segurança. 


Eu e Kai nos olhamos por um momento... Ele estava vermelho enquanto segurava a risada... Foi aí que eu não aguentei. Soltei um riso baixo. 


Jungkook voltou sua atenção a mim. 


Jungkook: algum problema senhorita? 


Enquanto ele falava comigo eu estava de cabeça baixa rindo. 


Resolvi o encarar mas assim que nossos olhos se encontraram, jungkook parecia nervoso. Ele deixou sua língua molhar seus lábios de forma disfarçada.


S/n: desculpe senhor... - falei ficando séria ao perceber que todos me encaravam.


Jungkook: qual seu nome? 


S/n: me-meu nome é ... - ele continuava a me encarar de forma intimidante o que me deixou nervosa - S/n....


Jungkook: hmmmm, s/n... - ele colocou sua atenção ao quadro 


Pelo resto da aula, percebi olhares de jungkook. Ele tinha duas aulas seguidas na minha turma, a primeira de matemática e a segunda de história. 


Ele passou uma atividade de história onde todos deveriam terminar até o final da aula. 


Todos já haviam saído e só ficou eu e jennie. 


Kai nos esperava na saída.


Jennie terminou a atividade rapidamente.


Jennie: já terminou? - cochichou 


S/n: ainda não! 


Jennie: toma aqui - ela ia me passar a tarefa até que o professor nos interrompeu 


Jungkook: senhorita... Se já terminou a atividade, deve me entregar, e não entregar a sua amiga - falou com um tom de voz frio mas ao mesmo tempo calmo 


Jennie me olhou triste e levou o caderno até ele. 


Jungkook analisou o caderno dela e depois o entregou de volta. 


Jungkook: pode sair senhorita.... 


Jennie: mas eu tenho que esperar ela...


S/n: pode ir... - falei com um tom de voz amigável e com um sorriso de lado 


Jennie: vai ficar tarde para você ir sozinha...


S/n: tudo bem... 


Jungkook: ouviu sua amiga... Pode sair! 


Jennie saiu da sala cabisbaixa.


O tempo passava rápido, pois já estava perto da hora do almoço. 


Eu terminei minha atividade e a levei para o professor. 


Jungkook: pode ir. 


Ele começou a arrumar as coisas dele. 


Eu fui em direção a minha mesa e guardei minhas coisas e peguei minha mochila para sair. 


S/n: até mais professor! - falei quando já estava perto da porta. 


Jungkook: espere... 

   

                          Continua...















 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...