História My Dear Uncle - Park Jimin • Incesto • HOT - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Bangtanboys, Bts, Imagine, Jimin, Sugarlandz, Você
Visualizações 472
Palavras 3.056
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Cutes 💕

Aweee 🎊 🎊
Não creio que a fic chegou a +1.000 favoritos man....

Obrigada a todos pelo carinho, eu realmente fico feliz que tenham gostado dessa estória, vocês são incríveis e sempre me apoiam me incentivando a continuar!

Estou tão feliz que fiz esse capítulo Cute porém Hot kkkkk espero que gostem 💕 💕


#THANKYOU 😍 😍

Obrigada pelos comentários e Favoritos 👏 😍

Desculpa os erros *-*
Espero que realmente gostem ♡


BOA LEITURA ! 📖

Capítulo 63 - ° Capítulo Especial 1.000 Favoritos °


Fanfic / Fanfiction My Dear Uncle - Park Jimin • Incesto • HOT - Capítulo 63 - ° Capítulo Especial 1.000 Favoritos °

          

[  P.O.V JIMIN ON ]

 

Estávamos indo pra uma viagem em família para o Havaí, já tínhamos conversado com meu irmão e com os meninos pra nos organizarmos a tempo e graças a Deus deu tudo certo. 

As crianças estavam na piscina com a empregada de olho neles, enquanto eu e S/N arrumávamos as malas. 

Desde o nascimento de Jihoon, S/N ficou encucada com o corpo dela, vive dizendo que está gorda, que eu não iria mais desejá-la como antes e que eu acabaria largando-a por ela não conseguir me dar mais prazer.

 

O que era totalmente o contrário, a S/N praticamente não mudou nada, ela estava mais linda do que antes, suas curvas que antes eram pouco nítidas agora estavam mais nítidas e seu bumbum até aumentou mais. 

 

O que eu adorei porque na hora do sexo é o meu lugar favorito pra agarrá-la de jeito. 

 

Por falar em sexo, nunca mais tivemos privacidade em casa, isso por causa das crianças, agora pra termos nosso momentos íntimos, tinhamos que ir em algum motel ou quando as crianças vão pra casa do Avós. 

 

A S/N e eu não negávamos fogo, aproveitavamos cada oportunidade que tínhamos pra dar uma rapidinha.

 

Eu ainda sou muito apaixonado por ela, assim como ela também é por mim.

 

- Amor...- S/N me chama. 

 

Ela terminava de arrumar as malas das crianças no quarto deles.

 

- Oi princesa! - Fui até ela que estava de costas pra mim, não resisitir e a abracei por trás lhe dando uma mordida na orelha. 

 

A mesma se arrepiou toda e sorriu boba.

 

- Você pode levar essas malas pro nosso quarto? - Me olhou dengosa e me deu um selinho.

 

- É claro meu amor! - Pego as malas que inclusive estava pesada e os levo.

 

Estava passando pelo corredor quando Hyonah passou correndo com uma pistola de água molhando seu irmão.  Park Jihoon já estava com 4 aninhos e a Hyonah 7, a mesma é louca pelo irmãozinho que também a adora.


 Ela gosta de cuidar dele e também é super protetora e brava.

 

- Crianças, parem de correr pela casa! - Grito. - Hyonah você é a mais velha, devia cuidar do seu irmão, então para de perturbá-lo - A repreendi e ela voltou com um bico igual sua mãe faz quando está brava.

 

Ela me olhou zangada e cruzou os braços me desafiando.

 

- O que foi? - Pergunto querendo sorrir pois ela estava linda brava, mais me segurei. 

 

- Appa, você é chato! - bateu o pé. - Não aguentei e acabei sorrindo. 

 

- Eu sou chato é? - Pergunto soltando as malas no chão e vou me aproximando dela.

 

A mesma se afastava com um sorriso maroto já sabendo o que estava prestes a acontecer.

 

- Sim Appa, você é um chato de galocha! - disse sorrindo. 

 

- Ahhh... Mais eu vou te pegar! - digo e a mesma grita correndo pro jardim.

 

Vem cá sua gaiata! - A alcanço e joguei ela no gramado com cuidado. 

 

Comecei a enchê-la de cócegas e ela começou a rir quase chorando. 

 

- OMMAAAA!!!! - Gritava sorrindo e S/N apareceu.

 

- JIMIINN LARGA MINHA FILHA! - Grita sorrindo e veio até a mim subindo nas minhas costas.

 

- AAAHHH ASSIM NÃO VALE! - Grito e largo Hyonah.

 

 S/N continuou nas minhas costas. 

 

-Filha me ajuda aqui! - Finjo que S/N me enforcava e Hyonah correu pegando a pistola de água começando a molhar a mãe. 

 

Conseguir me soltar desiquilibrando-me e cair na piscina. Elas começaram a sorrir e eu espirrei água em S/N.

 

Saí da piscina correndo a deixando furiosa.

 

 - PARK JIMIIINNN! - S/N grita correndo atrás de mim querendo me bater e eu todo molhado corri pela casa molhando tudo! 

 

- Corre Appa, eu protejo o senhor! - Hyonah gritava sorrindo com a pistola d' água atrás da mãe.

 

- Sua traidora! - S/N sorria lindamente e deu um raspa na Hyonah enchendo ela de cócegas. 

 

- Appa SOCORRO!!! - Hyonah me grita  morrendo de rir então corri até a S/N, tirando ela de cima da filha e a carreguei estilo noiva me jogando dentro da piscina junto com ela.

 

Começamos a sorrir e S/N me abraçava totalmente cansada.

 

- Ah meu amor eu estou tão feliz! - Diz segurando no meu pescoço me olhando nos olhos e depois sorria com a cabeça pra trás flutuando na água. 

 

Naquele momento eu me sentia o homem mais sortudo do mundo. 

 

- E será muito mais ainda daqui pra frente princesa! - Sorri a puxando pra me olhar e ela me beijou.  

 

O beijo foi esquentando e ela entrelaçou suas pernas em minha cintura. 

 

- Jimin...- Ela sussurrou excitada e eu sorri já sabendo o que ela queria. 

 

Começou a acariciar meu peito de leve me fazendo arrepiar.

 

- S/N.. - Gemia seu nome louco pra tê-la imediatamente. 

 

- Park, meu amor! - Sorriu. - você anda se exercitando muito e vejo que está tendo um resultado maravilhoso! - Mordeu os lábios olhando meu peito super sexy .

 

Ela sabe que me deixa duro apenas com suas provocações.

 

- S/N...Nossos filhos estão bem ali! - Sussurro olhando pro lado.

 

Hyonah ja tinha entrado em casa, provavelmente cuidando do irmão. 

 

- Não estão mais! - Sorriu sacana. 

 

Apenas eu e ela estávamos dentro da piscina e ninguém por perto, S/N tinha um olhar de uma felina nos cios e me empurrou até parede da piscina. Senti sua mão em meu pênis e ela acariciava lentamente.


 Arfei com seu toque e arregalei os olhos incrédulo com que ela estava fazendo ali 

 

- Meu amor aqui não! - Sorri e ela continuava a me masturbar.

 

- Só uma rapidinha meu amor, eu sinto tanto a sua falta Jimin! - Sussurrou manhosa e gemia no meu ouvido.

 

Meu pênis pulsava vendo ela totalmente entregue a mim.

 

- PORRA MEU AMOR! - Apertei os olhos mordendo a boca e acabei caindo nas suas provocações. 

 

levantei seu vestido e quando ia colocando meu pênis pra fora ouvimos alguém chegando e ela se afastou fingindo dar um mergulho.

 

 Comecei a  sorrir disfarçando.

 

- Olha aonde o casal de pombinhos estão! - Meu irmão diz chegando com o meu filho no colo e sua esposa do lado.

 

Meu irmão está muito feliz porque encontrou uma pessoa maravilhosa como a Maggie, a mesma é louca pelos nossos filhos e sempre os paparicas quando eles vão passar o fim de semana com eles.

 

- Olá Hyung! - Digo saindo da piscina e me enxuguei 

 

 O abracei e o mesmo sorria.

 

- Olha meu bebezão aí! - Pego o Jihoon no colo o enchendo de beijos. 

 

- Olá Appa! - S/N deu um beijo em seu pai e na Maggie. - Já organizaram a mala de vocês?

 

- Querida, pelo seu pai já estávamos no Havaí à muito tempo! - debochou dele e sorrimos. 

 

- E vocês? - Meu irmão olhou pra gente levantando a sobrancelhas. 

 

 - Ah Hyung já terminamos também, já está tudo pronto! - Digo e ele sorriu satisfeito. 

 

- Pois é, porque depois não quero ouvir ninguém dizendo que está faltando isso ou aquilo! - Pegou Jihoon do meu braço e entrou o enchendo de beijos. 

 

- Vamos querida! - Maggie puxou S/N pra dentro também.

 

Ajeitei o jardim e depois tranquei a porta, já que iríamos sair cedo. 

 

                     OUTRO DIA

 

Estávamos todo mundo pronto e S/N como sempre atenciosa, observava cada mala nossa pra não correr risco de deixarmos nenhuma.  

 

Os meninos chegaram e Taehyung estava com uma cara de sono orrenda, comecei a rir dele pois sabia do que se tratava todo aquele cansaço. 

 

- E aí papai do ano! - O provoco e o mesmo me dar um soco no braço. 

 

- Para de encher meu saco hyung! - disse cansado - Aishh...O bebê ainda nem nasceu e eu tô morto, imagina quando chegar ao mundo! - Se sentou no sofá exausto e a SunHee apareceu com uma barriga enorme.

 

- Poxa cara, pena que não vão poder ir com a gente! - lamentei e o mesmo sorriu.

 

- Tranquilo maninho, na próxima com certeza estaremos curtindo com vocês! - sorriu. 

 

Taehyung começou a observar SunHe  admirando ela e do nada sorriu.

 

SunHe estava sentada com a S/N, Maggie e Sook toda empolgada com a gravidez dela.

 

- Você finalmente domou a fera! - Sussurro perto dele e o mesmo sorriu mais ainda.

 

- Elas ficam lindas buchudinhas né hyung? - Estava bobo.

 

- Você vai se apaixonar ainda mais e vai ver que valerá a pena perder todo esse seu conforto agora! 

 

Ele sorria hipnotizado e parecia um menino apaixonado.

 

- Eu não vejo a hora do meu filho nascer Jimin! - Estava ansioso. - Desde o dia em que senti seus chutes eu me apaixonei mais ainda por esse bebê. - Fitava SunHe sem piscar.

 

Taehyung mudou completamente, a paternidade o fez ser mais responsável e ele largou mais a vida de baladeiro. SunHe também baixou a guarda, não porque estava grávida mais porque ela queria ser mais "família".

 

- Vamos pessoal, nosso vôo é daqui a duas horas! - Meu irmão avisa.

 

Nos despedimos de Taehyung e SunHe,  nos apresando saindo de casa pois o aeroporto era um pouco longe. 

 

[....]

 

- Essa viagem vai ser da hora! - Hoseok estava todo animado e sua namorada também. 

 

- Eu quero é relaxar, depois de horas e horas enfiado em escritório, eu já estava ficando louco! - Jungkook indagou e Sook sorriu.

 

- É meu amor, você irá relaxar bastante! - disse olhando com malícia pra ele e o mesmo mordeu a boca. 

 

- Aishh, vocês também hein...- Hoseok reclama e todos sorriram.

 

 Chegamos no aeroporto e ainda bem que estávamos no horário,  ainda  faltava uma hora pro nosso vôo. 

 

- Vamos galera porque eu tô doido pra chegar nessa Havaí! - Namjoon pegou suas malas e deixou uma delas quase cair. 

 

- Oh homem estabanado, nunca vi igual! - A namorada dele murmura e sorrimos. 

 

- Omma eu estou com fome! - Hyonah pede manhosa pra mãe e eu a peguei no colo. 

 

- Toma Jimin, dá esse lanchinho pra eles. - Me deu a lancherinha deles e os levei até um banco e me agachei na frente dos dois.

 

- Appa eu estou com sede! - Jihoon reclama fazendo cara birrenta e sorrir pegando o litrinho de água dando cuidadosamente pra ele.

 

Depois de lacharem me levantei e quando me viro todos estavam me olhando e sorrindo.  

 

- E O PRÊMIO DE PAPAI DO ANO VAI PARA PARK JIMIN! - Jin debocha com a sua garota do lado assim como os outros.

 

                           [........]

 

Já havíamos chegado no Havaí a dois dias e posso dizer que está incrivelmente maravilhoso, as crianças estavam curtindo muito e os outros nem se fala.

 

Estávamos em um luau com a galera, mais eu tinha reservado um Jantar romântico pra minha esposa. Pedi pro Hyung pra que cuidassem das crianças e ele lógico aceitou, ainda mais quando eu disse o motivo do favor. 

 

Já estava quase na hora da minha surpresa, então resolvi agir. 

 

- S/N, meu amor...- A chamo e ela me olhou fofa.- Vem comigo! - sussurro me levantando.

 

Ela ficou toda animada e me seguiu.

 

- Jimin, pra onde estamos indo? - disse curioso e eu tapava seus olhos. 

 

- Espera, estamos quase chegando! - sorria de sua ansiedade. 

 

Ela ficava inquieta querendo saber, e ficava sorrindo de nervosa.

 

- Chegamos! - digo tirando as mãos e ela ficou intacta.

 

Olhou pra mesa toda iluminada e decorada, cheia de comida gostosas, e no fundo tocava nossa música preferida no meu celular. 

 

Resolvi fazer em local reservado da praia pra que ficássemos a vontade, e como era de noite estava ainda mais perfeito. 

 

- Jimin...- Sua voz saiu inaudível e e me olhou emocionada. - Meu amor você sempre me surpreende! - Me abraçou logo seguido de um beijo.

 

- Você merece todos os mimos do mundo minha rainha! - Indaguei a puxando pra se sentar. 

 

Jantamos e conversamos bastante, ela parecia muito feliz e me demonstrava através de carinhos na minha mão, alisando meu braço fazendo-me arrepiar todo. 

 

Brindamos à nossa felicidades, pelos nossos filhos, família, amigos e claro a Yoonora.  

 

[...]

 

- Sabe o que eu quero agora? - Ela me olhou maliciosa e estava totalmente atirada. 

 

- Não sei... - sabia sim mais queria ouvir ela pedir. - O que você quer? - sorrir com malícia. 

 

- Um sexo gostoso ao ar livre! - Sua voz extremamente erótica com seu gesto de morder o lábios inferior me deixou duro imediatamente. 

 

Ela passou o seu pé pela minhas pernas e foi subindo devagar até chegar no pênis, vi sua expressa de surpresa quando sentiu meu pênis duro e sorriu.

 

- Eu aceito essa proposta com certeza! - Digo me levantando e fui até ela.

A tirei daquela mesa com rapidez e a puxei para um beijo.

 

- Meu amor eu não aguento mais...- Diz ela tirando minha camisa e estava sedenta. - Você está mais gostoso ainda Jimin! - sorriu safada e arranhava meu peito me fazendo gemer de prazer.

 

- Vem princesa, eu quero foder minha baby girl agora! - Fui tirando seu vestido com muita pressa e a peguei no colo entrelaçando suas pernas em mim.

 

Deitamos sobre uma saída de praia e começamos com a nossa festinha. Ela estava por cima de mim e queria comandar, eu como sou um bom marido e também estava louco pra vê-la pular no meu pau, aceitei.

 

- Hm...Você gosta de me ver assim, huh? - sorria cínica e gemia igual uma gatinha manhosa. 

 

- Isso princesa humm..- Seus movimentos me levavam a loucuras e mesmo sendo mãe de dois filhos seus peitinhos eram perfeitos e amava chupá-los com intensidade a levando ao delírio. 

 

- Aawnn Daddy, enfia tudo Hmm.. - Gemia deleitosa e sentia meu ápice chegar. 

 

A segurei em sua bunda e suspendi o corpo pra ficar por cima sem sair de dentro dela. 

 

- Daddy....- resmungou e sorri.

 

- Eu quero te maltratar hoje! - Ela sorriu entendendo o recado. Levantei mais suas pernas abrindo-a e fiquei perfeitamente encaixado entre elas. 

 

Comecei com estocadas brutas e ela de tanto prazer levantava as costas e gemia gritando super alto.

 

- Gemi meu nome à vontade gostosa! - Continuava metendo até o fundo e acertava o seu ponto sensível constantemente. 

 

- Isso vai, hmmmm....acaba comigo vai gostoso! - gemia fininho chorosa enquanto friccionava seu botãozinnho vermelhinho me olhando intensamente. 

 

- OOOWWNN S/N...- Estava ofegante e o meu orgasmo se aproximava.  

 

 A beijei com tesão que sentia e ela abraçou minha costas arranhando sem piedade.

 

- Amor eu vou gozar! - avisa dando um longo gemido manhoso e prazeroso me atiçando ainda mais.

 

 Me empolguei com o meu orgasmo se aproximando e acelerei com os movimentos precisos. 

 

- Eu quero seu leitinho Daddy! - Ela sorriu me vendo daquele jeito e então sai de dentro dela e a mesma pegou meu pênis começando a me masturbar colocando na boca e finalmente engoli toda a minha porra sem frescura.

 

- Humm..que delicia gatinha! - Digo já extremamente cansado e suado, então ela me puxou pra deitar subindo em cima de mim.

Percebeu que eu ainda estava excitado e sem demora pegou meu pênis e penetrou em sua vagina.

 

- Vamos só ficar assim! - disse rebolando lentamente e me beijava necessitada.

 

- Você é uma tarada! - digo sorrindo entre o beijo e a mesma enchia meu pescoço de chupadas.

 

- Eu estava quase gritando querendo você assim dentro de mim, me fodendo sem piedade e me fazendo sua constantemente. - Sussurrava enquanto chupava meus peitos, mais ainda rebolava devargar em meu pau.

 

- Eu sou um sortudo mesmo! - Digo pegando em sua bunda e apertei contra meu corpo  fazendo meu pau ser engolidopor sua vagina extremamente molhadinha.

 

- Eu que sou, por ter um homem gostoso e lindo como você na cama me levando ao delírio em todas as fodas. - Nos beijamos intesamente. 

 

- Você foi presente que eu tive sorte de ganhar e que serei sempre grata por isso. 

 

Sorri com aquela nossa conversa e transa ao mesmo tempo e sentir mais uma vez que iria gozar, ela também não ficou atrás e acelerou mais um pouco.

 

- Hum...- Gememos entre o beijo gozando juntos e ela só deu mais uma rebolada logo caindo sobre meu peito respirando ofegante. 

 

- Olha.. acho que agora vou querer transar na praia todas as vezes! - Ela disse totalmente engraçada me fazendo rir.

 

- Você é doida meu amor ! - digo dando um beijo em sua testa.

 

- Queria dormir aqui mesmo, mais como não podemos por causa das crianças então... - Digo e ela me selou um beijo. 

 

- Haverá outras oportunidades! - piscou pra mim e sorriu.

 

[......]

 

Nos vestimos e ajeitamos tudo antes de ir embora, mais S/N queria ficar mais um pouco. Então nos aproximamos do mar colocando uma toalha na areia nos sentando e o abracei por trás. 

 

 Ficamos um pouco em silêncio curtindo um ao outro e o som do mar deixava um clima bem calmo e romântico.

 

- Amor...Como será daqui pra frente quando a Hyonah e o Jihoon estiverem maiores? - S/N ficou pensativa olhando pra água e eu também fiquei me questionando. 

 

 

- Não sei princesa, mais eu sei que eles irão nos dar muito trabalho! - brinquei e ela sorriu. 

 

- Porque Jimin? - Me olhou de relance. 

 

- Bonitos do jeito que vão ser, vai chover garotos e garotas lá em casa! - Digo fazendo ela sorrir incrédula.

 

 - Hyonah é uma que vai dar muito, mais muito trabalho! - Fiquei sério. - Aquela garota tem apenas 7 anos mais tem uma personalidade muito forte. - Sorrir orgulhoso. E também vou me preparar pros marmanjos de plantão que vão querer cercá-la a qualquer custo! 

 

- Meu Deus que exagero! - Ela indagou.

 

- Você vai ver então! - A provoco.

 

- Ah jimin, você não sabe do que está falando! - sorriu se levantando e me puxou pra irmos embora. 

 

- Então só aguarda pra você ver! - A provoco novamente e ela bateu no meu braço.

 

- Aish...Ela vai ser uma garota incrível e comportada!   

 

Assim espero.....

 

[P.O.V  JIMIN OFF]

 

                     The End! :)

 

 


Notas Finais


#OBRIGADAAA 💕 💕 💕 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...