História My Dear Vampire- Imagine Min Yoongi Jeon Jungkook - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Blood+, Bts, Bunnytales, Imagine, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Sex, Suga, Taehyung, Vampire
Visualizações 50
Palavras 1.673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - It's Just a Dream, Right?


Fanfic / Fanfiction My Dear Vampire- Imagine Min Yoongi Jeon Jungkook - Capítulo 24 - It's Just a Dream, Right?

Jungkook on


Não sabia bem ao certo se a minha ideia daria resultado mas precisava ter fé, não?

Todo o mundo se reuniu na sala e ficaram todos olhando para mim esperando eu falar o meu plano.

George parecia um pouco abstraido da conversa mas não podia culpá-lo de nada, afinal ele estava tão desesperado quanto eu.

-Não sei bem se o meu plano vai funcionar ou não mas espero que me ajudem. O meu clã tem um  feiticeiro muito bom, e ele ajudou um primo meu a selar o seu lado maligno pois o mesmo sofria do mesmo mal que Alice. Até hoje ele me parece bem, meu primo já tem 300 anos e nunca mais teve problemas com a perversão vampirica. Então a minha ideia é a de trazermos o feiticeiro do meu clã até aqui e selarmos os poderes de Alice e rezar para que corra tudo bem. - fitei os meus amigos procurando algum sinal de aprovação mas tudo o que consegui foi apenas esgares de preocupação.

-Com o seu primo resultou né? Mas como vamos saber se com a Alice vai correr tudo bem?-Tae foi o primeiro a se pronunciar após um longo e desesperante silêncio.

-Não sei. Por isso que eu disse no inicio dessa conversa que eu não tinha a certeza de que o meu plano iria funcionar. Mas não sei mais o que pensar. Minha cabeça dói e não estou conseguindo chegar a lugar nenhum.- jogo a minha cabeça para trás enquanto agarro meus cabelos os puxando. Que frustração!!!!!

Argh! Quero tanto poder salvar a minha vampira e estou de mãos atadas em relação a esse assunto.

Vejo que George continua absorto em seus pensamentos e ainda não disse nada em relação ao meu plano pelo que decido perguntar o que acha.

-Então gente e é essa a minha ideia. O que você acha George?- ele se espanta ao me olhar e aí percebo que não esteve mesmo prestando atenção, fiquei irritado mas relevei dada a importância e gravidade da situação.

George On


Jungkook parecia estar pronto a tudo para salvar Alice, mal ele sabia que nada do que ele pudesse fazer iria ajudar.

Como é que eu sei? Fácil! Fui eu que aprisionei os poderes malignos de Alice quando ela era pequena com a ajuda de um grande amigo meu, um vampiro meio feiticeiro.

O que Alice está enfrentando era o meu maior medo, os selos que botamos no corpo dela estão se quebrando e isso significa que a minha querida filha está se tornando no monstro que o o verdadeiro pai dela fez dela durante os dois meses que esteve sozinho com ela.

Alice não herdou os poderes malignos dele, ele foram implantados nela através do sangue dele, ele a fez beber do seu sangue para que o corpo da minha menina absorvesse a magia que existia nele.

Através da ajuda de feitiços e selos diabólicos ele conseguiu selar estes poderes que estão tentando se libertar agora do corpo de Alice.

Quando recuperei a minha filha vi os selos e a levei ao meu amigo, que por ser apenas metade bruxo não tinha o poder para desfazer os selos então optámos pela melhor solução no momento, selar os poderes e as memórias de Alice afim de  a mesma não descobrir desta parte de si e da sua vida. 

No entanto, o cio de Alice revelou-se demasiado cedo e demasiado forte para que os selos aguentassem.

E agora os mesmos estão perdendo a força e quebrando.

A única solução seria descobrir quem foi o bruxo que selou os poderes perversos em Alice e fazê-lo reverter os mesmo e assim libertar a minha filha dessa doença.

Jungkook falava mas minha mente estava em outro lugar, lembrando a primeira vez que peguei a minha bêbê ao colo, os seus olhinhos pequenos e prespicazes me encantaram. 

Jurei naquele momento que iria protege-la de todos os males desse mundo e vejam onde estou, falhando miseravelmente com a minha promessa.

-... e é essa a minha ideia. O que você acha George?- sou desperto de meus devaneios mas tendo em conta que não ouvi metade do que falou, o fito confuso. O mesmo suspira e me olha com uma certa irritação.

-Me desculpe Jungkook, estava pensando noutro método de ação. Não sei do que se trata o seu plano mas eu tenho a certeza de que não vai funcionar. As manifestações dos poderes de Alice estão ocorrendo porque o selo que os impede de surgir por completo está quebrando e isso está desgastando a minha filha.- Conto para eles o que se passou, sobre o selo, o que aconteceu durante aqueles dois meses, o cio e tudo o que estava relacionado com a problema de Alice. - ... por esse motivo a nossa única solução seria encontrar o feiticeiro que selou os poderes nela na primeira vez e fazê-lo desfazer o selo diabólico.

Eles me fitam com expressões preocupadas nos rostos, pois todos haviam chegado à mesma conclusão que eu.

Precisamos falar com aquele verme do Justin Markson, o pai biológico de Alice, e isso era algo que eu gostaria de poder evitar. Contudo estou vendo que vai ser impossivel. Preciso dele para ajudar Alice.

-Vou ligar ao meu amigo e ver se ele pode vir aqui me ajudar.- me levanto e vou para o meu escritório para poder falar à vontade com o meu amigo.

Pego no meu celular e procuro o seu nome na minha lista de contatos. Depois de uns minutos procurando acho finalmente o seu nome e logo ligo para ele.

Fico esperando alguns segundos que me atenda e logo ouço a sua voz.

-George? Você me ligando depois desses anos todos? Boa coisa não pode ser.-ouço uma gargalhada debochada do outro lado da linha e meus nervos começam a se manifestar. Eu e Suhun Park éramos grande amigos de longa data mas só nos encontrávamos quando algo grave precisava de ser resolvido.

-É a Alice Suhun, os selos estão se quebrando e o lado sombrio está se revelando.- a sua respiração ficou pesada de repente me dando a entender que ele compreendia a gravidade da situação.

-Como?

-O cio, a gente esqueceu que o cio dela iria fragilizar os selos. 

-Mas... Mas é impossivel, a Alice é muito nova para ter o cio. - ele estava chocado.

-Esqueceu que a Alice é meio ninfa? As ninfas têm o cio cedo, e a mistura de raças dela  se debateu no seu sangue e isso ajudou a quebrar em parte o poder dos selos que a gente botou nela.

-Nossa, eu vou já para aí, vou levar o meu filho para ajudar.

-Qual dos seus filhos é que você vai trazer com você?

-O que eu tive com uma sereia gostosa, o Jay. Ele herdou minhas habilidades de feiticeiro e vai ser bastante útil para esse caso.

-Onde você está e quando volta?-perguntei ansioso.

-No Japão, estarei aí pela manhã com o Jay. Prometo! Tenha calma meu amigo, eu sei que está sendo dificil para você mas tenha calma, a Alice precisa de você.

-Obrigado Suhun, não sei o que eu faria sem você meu bom amigo.- respirei fundo várias vezes e nos despedimos.

Fui para a sala e os meninos me olharam aflitos esperando respostas.

-Ele virá amanhã pela manhã. Espero que nos possa ganhar tempo enquanto não conseguimos achar o feiticeiro original dos selos.- todos suspiraram um pouco mais aliviados, menos Jungkook, ele parecia apreensivo em relação ao que tinha que ser feito.

-Vamos então pensar em como vamos arrancar a verdade da boca daquele cretino do Justin. - Jin disse batendo na mesa e chamando a atenção de todos para o mesmo.

-Vamos esperar o meu amigo chegar e depois veremos o que vamos fazer.- disse calmamente.

-O George tem razão. Vamos esperar.- Jungkook se levantou e todos os outros fizeram o mesmo.- 

Vamos indo para as nossas casas e amanhã quando o seu amigo chegar por favor me ligue, quero fazer parte do seu plano.

Eles sairam me deixando a sós com os meus pensamentos. Não conseguia mais reprimir as lágrimas que se formavam em meus olhos e deixei que as mesmas corressem livremente pelo meu rosto. Me permiti chorar pela primeira vez desde a morte de Marissa, apesar da sua traição eu a amava e foi muito dificil pra mim esquecer a mulher que eu mais amei na vida.

Fui até ao quarto de Alice e abri a porta devagar não querendo acordá-la. Vi Yoongi dormindo junto dela e pela primeira vez isso não me incomodou, no entanto a minha filha já está prometida ao Jungkook e já há volta a dar. Espero que ela me perdoe e compreenda que só estou fazendo isso para o seu próprio bem.

Deixei-os sozinhos e fui para a minha outra residência onde Min soo me esperava, o bébé estava quase chegando e precisava dar um pouco de atenção para ela também.

Minha  adorada esposa dormia profundamente em nosso leito e a sua enorme barriga fazia um volume grande no lençol com que a mesma cobria o seu corpo. Sorri pela primeira vez essa noite e respirei um pouco aliviado por estar seguro e por poder ver uma pequena luz ao fundo do túnel. 

Havia um apequena esperança para a minha querida filha e eu precisava ter um pouco de fé. 

Não é?

Me deito ao lado de Min Soo e permito que o sono me invada de uma vez mas meus sonhos não são tranquilos. 

"Vejo Alice presa numa cela escura e húmida, suas mãos acorrentadas e sangrando dos cortes nos pulsos que as grilhetas fizeram na sua pele. 

Minha menina chorava copiosamente, meu horror foi ver que a mesma estava grávida, a sua barriga grande era bem visivel sob o tecido fino do vestido branco que envergava. Sinto que estou sendo arrastado para outro lado longe da minha menina e começo a gritar para a libertarem enquanto uma gargalhada horripilante ecoa no lugar. "


Acordo sobressaltado e transpirando. Era só um sonho, certo?


Notas Finais


Que reviravolta no passado de Alice hein?
Espero que estejam gostando e deixem o vosso comentário com a vossa opinião, adoro ler e responder aos vossos comentários.
Desculpem pela demora a postar mas eu perdi o capitulo e tive que reescrever.
Beijo da Bunny ;*
Amo vcs minhas coelhinhas lindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...