História My Dear Vampire -JungKook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Amor, Aventura, Bangtan Boys, Bts, Drama, Hentai, Jeon, Jimin, Jin, Jungkook, Kookie, Kpop, Lemon, Mistério, Namjoon, Originais, Romance, Sexo, Sobrenatural, Suga, Suspense, Taehyung, Terror, Vampiros, Violencia, Yoongi
Visualizações 12
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem... Boa leitura!! <3

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction My Dear Vampire -JungKook - Capítulo 1 - One

 P.O.V's (S/N)


— Mas que frio!— Falei pra mim mesma enquanto abraçava meu próprio corpo, estava andando pelas ruas desertas de Seul em uma noite de inverno rigoroso, iria voltar para casa depois de uma aula estressante na faculdade. Estava prestes a atravessar a rua quando ouso sons estranhos, queria ignorar mas minha curiosidade foi maior, em passos receosos me aproximei de um beco – os barulhos estavam vindo de lá– Pude ouvi-los mais claramente.


— Por favor!! Não faça nada comigo, por favor!!— Dizia uma voz feminina em tom choroso, comecei a ficar preocupada.


— Cala a boca garota!!— Disse alguém – que suponho ser um homem– Parecia irritado. Me aproximei mais de modo que pudesse ver oque se passava naquele beco, lá avia um homem de bom porte, só pude ver a suas costas, e uma garota – adolescente– que estava sendo prensada na parede, ela chorava sem parar parecia horrorizada, fiquei um tempo alí vendo aquela sena pensando no que eu poderia fazer para ajuda-la. Olhei ao meu redor a procura de alguém que pudesse socorrer, mas não avia ninguém estava tudo deserto. Decidi apenas me deixar levar pelo impulso.


— Solta ela seu imundo!!— Exclamei me aproximando dos dois que desviaram o olhar para mim imediatamente, quando pude observar melhor vi que ele tinha presas como a de um vampiro e íris negras, não sabia oque estava fazendo, apenas não me perdoaria se visse tudo aquilo acontecendo e não fizesse nada.


— O que você quer sua humana inútil?!— Disse o ser que eu nem sabia mais oque era ainda segurando a garota, fiquei estática o encarando.—Apesar que... Você parece ter o sangue melhor do que o dela.— Disse e a menina não conseguia parar de chorar, ele começou a encara-la de um jeito estranho e falar coisas que eu não pude ouvir, ele a soltou e a mesma saiu andando como se nada tivesse acontecido, "Ele a hipnotizou? " Não, claro que não isso é impossível.


— O que você fez com ela?— Falei quase em um sussurro o encarando, veio em minha direção agarrando meu braço, em um piscar de olhos eu estava sendo prensada na parede.


— Você se acha muito esperta, né?— Disse. — Queria dar uma de heroína da vez, mas acho que não deu muito certo.— Sua voz rouca e toda aquela proximidade me fez arrepiar, eu estava totalmente amedrontada. — Esse seu sangue parece delicioso.— Disse roçando a ponta de seu nariz em meu pescoço, ele estava alí prestes a sugar meu sangue "Eu iria morrer? Ele iria me matar e alí seria meu fim?" Me perguntava internamente. Não conseguia dizer nada, mas tentei ao máximo me manter firme.


— Eu não me permitiria ver tudo isso e não fazer nada.— Falei, por dentro queria desabar em lágrimas. Ele voltou seu olhar ao meu, ficamos nos encarando. Pude enfim perceber o quão lindo ele era, porem é um monstro, tão assustador e ao mesmo tempo tão atraente. Seu olhar penetrante me deixava em total êxtase. Eu estava em um turbilhão de sentimentos.     "Criaturas sobrenaturais não existem " Essa era minha certeza antes de ter contato com esse Ser,   "Como tudo isso pode ter acontecido tão derrepente?". Uma lagrima solitária escorria pela minha bochecha, minha expressão de assustada era notável.

Lentamente seus dentes caninos e suas íris voltaram ao normal. Me soltando bruscamente ele se afastou, sem um segundo se quer parar de me encarar. Fiquei surpresa "Ele não iria me machucar ou me matar? Pois era isso que eu esperava" Ficamos um tempo alí, até que ele se vira e da alguns passos para a saída do beco.


— Finja que isso nunca aconteceu, ok?— Falou ainda de costas para mim.


— Por que?— Disse dando alguns passos a frente, sei que deveria não questionar e deixar ele ir, mas eu estava intrigada — Por que não me atacou quando pode?—


— Eu não sei...— Suspirou. — Apenas faça oque eu te disse— Por fim saiu do meu campo de visão.


Respirei fundo e peguei minha bolsa que estava jogada no chão, sai dalí o mais rápido possível em passos largos, logo cheguei em meu apartamento.


[•••]


Depois de um longo banho, lá estava eu me movendo de um lada para o outro na cama. Tentava com todas minhas forças dormir mas não consegui, não parava de pensar naquele vampiro "Aquele maldito conseguiu, conseguiu mexer com meus sentimentos ". Não acredito que tudo aquilo realmente tinha acontecido, poderia julgar a mim mesma como louca.

"Quem eu queria enganar?" Tudo aquilo foi real, eu vi aquele monstro eu o senti, sua pele gelada e seu aroma indescritível. Peguei meus fones e meu celular, comecei a ouvir uma música calma, e o sono que tanto se custava a chegar, se fez presente. 


[•••]



Notas Finais


Primeira Fic de minha autoria, espero agradar e me perdoem qualquer coisa... <3 XOXO <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...