História My Dear Villain - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Shigaraki Tomura
Visualizações 55
Palavras 932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - 06


Mahina

Não acredito no que eu fiz, ai que vergonha, será que ele está bravo comigo? Será que ele gostou? - sai do box e enrolei a toalha em meu corpo, andei até a pia e encarei meu reflexo - mais que droga, eu to parecendo uma adolescente apaixonada, meu coração ta batendo rápido eu preciso me acalmar - respiro fundo e sai do banheiro indo até meu quarto, coloquei meu pijama e pego o secador e comecei a secar meu cabelo, encarei o espelho de minha penteadeira que me deu a vista de minha janela, havia alguém  me observando ao longe, depois de ter secado meu cabelo eu me aproximei da janela, a pessoa ergueu o braço e logo um objeto vem em alta direção até mim, me abaixo e a  janela e quebrada, me levanto e começo a correr para o andar de baixo mas sou atingida nas costas pelo o que parecia ser uma bala, eu continuei imóvel e prendi a respiração a pessoa desceu as escadas e colocou a mão sobre meu rosto.

Pessoa: Ela não está respirando...hai - logo ouvi barulho dele indo embora.

Tentei me levantar mas não consegui, então ouvi outro barulho e meu corpo foi pego por alguém, essa pessoa me desacordou, eu não consegui manter meus olhos abertos mas  eu estava em um lugar escuro, vi a silhueta de um homem, eu não consegui ouvir nada mas ele se virou para mim mas eu não vi mais nada pois perdi a consciência novamente. Abri os olhos e vi que eu estava no meio da cidade, me levantei e percebi que eu estava com outra roupa, um short preto, uma blusa que mostrava a barriga vermelha e uma bota salto alto que ia até meus joelhos, a rua estava deserta andei um pouco e vi que ao longe tinha acontecido uma explosão, comecei a correr e fiz minhas garras crescerem e comecei a escalar os prédios, comecei a correr até que ao longe avistei duas pessoas, comecei a andar até eles e quando finalmente vi quem era.

- Kurogiri e Shigaraki? - eles se viraram e me encararam.

Shigaraki: O que faz aqui? E que roupa e essa?

- Eu não sei, eu estava em casa então eu...- comecei a passar a mão por meu corpo.

Kurogiri: Algo errado?

- Eu tinha levado um tiro ou algo do tipo mas sumiu.

Kurogiri: Qual e a ultima coisa que se lembra?

- Eu estava em um lugar escuro, tinha um homem eu não sei eu simplesmente acordei aqui e com essa roupa - olhei em volta vendo muita destruição - Vocês fizeram isso?

Shigaraki: Talvez, agora vamos embora - eu e Shigaraki entramos no portal aparecendo novamente naquele lugar.

- O que e isso? - perguntei vendo um machucado no ombro de Shigaraki.

Shigaraki: Nada de mais - ele falou como se não fosse nada mas eu segurei em seu machucado e logo um pouco de luz surgiu então eu tirei a mão rapidamente - O que você fez?

- Eu não sei, eu só - me afastei dele olhano que o machucado havia sido curado - O que?

Kurogiri: Cura? Você possui outra individualidade?

- Não, não que eu saiba - comecei a suar frio começando a me sentir tonta.

Shigaraki: Ei ei - ele se aproximou de mim mas logo tudo começou a ficar embaçado - Mahina - então eu caio mas eu senti alguém me segurar antes.

Narradora

Shigaraki segurou Mahina antes da mesma cair no chão, ele então percebeu que a pele de Mahina não estava desintegrando, ele a pegou no colo e a levou até o quarto que  ali tinha, ele a colocou na cama, ele tocou o rosto da garota e teve certeza de que a garota de alguma forma era imune a sua individualidade, ele saiu no quarto.

Shigaraki: Algo está errado.

Kurogiri: O que?

Shigaraki: Mahina e imune a minha individualidade.

Kurogiri: Como?

Shigaraki: Eu toco em sua pele mas nada acontecesse.

Kurogiri: E também ela apareceu com uma nova individualidade, você acha que?

Shigaraki: Por que ele faria isso?

Kurogiri: Não sei mas ele concerteza vai ganhar algo fazendo isso. 

Mahina abri os olhos, ela olhou em volta e se encolheu na cama a porta foi aberta por Shigaraki, ele se aproximou e se sentou na cama ele tentou tocar a garota que se encolheu mais ainda.

Shigaraki: Está com medo de mim? - perguntou para a garota que se afastava sempre que ele se aproximava - Eu sabia - ele saiu do quarto e voltou a quebrar as coisas.

Kurogiri: O que houve dessa vez?

Shigaraki: Ela está com medo de mim - ele deu um soco na parede - Eu sabia que isso iria acontecer, ela e boa é eu sabia que uma hora ou outra ela se arrependeria de vir  para cá - ele se sentou.

Kurogiri: Ela deve estar confusa - disse tentando acalmar Shigaraki - O que você vai fazer?

Shigaraki: Ela vai escolher um lado e se não escolher o certo...eu vou fazer pior do que machucar ela.

Kurogiri: Nem tudo pode ser como você quer.

Shigaraki: Se não acontecer como eu quero eu irei fazer acontecer.

Kurogiri: Por que se preocupa tanto com ela?

Shigaraki: Eu não me preocupo.

 

Nós não nos falamos mais
(Olhando em seus olhos)
Ohh
(Se ele está segurando em você tão firme)
Da maneira que eu fiz antes
Nós não nos falamos mais
(Que seu amor foi um jogo)
Ohh
(Não consigo tirar você do meu cérebro)
Woah

Bts - We Don't Talk Anymore


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...