História My Decisions - Segunda Temporada - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Gay
Exibições 35
Palavras 981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieee demorei muito né? Sorry por favor.

Capítulo 5 - Irmão


P.O.V George.

  Eu e Gabriel estávamos indo para o hotel onde a mãe dele estava hospedada, observava a expressão do Gabriel, ele estava com uma expressão neutra, calado até demais, Gabriel sempre adorou conversar, ele deveria estar daquela maneira pois estava pensativo.

  Quando chegamos no hotel, pedimos o número do quarto da mãe dele, o recepcionistas nos deu o número e fomos até o quarto, quando batemos na porta, um homem abriu a porta, ele tinha olhos pretos e cabelos castanhos e lisos, tinha uma barba, seu rosto era fino, Gabriel se encheu de felicidade ao ver o tal homem.

  - Joshua ! - Falou Gabriel.

  - Gabriel ! - Disse o tal Joshua dando um abraço no Gabriel, fiquei confuso, o que o tal Joshua era do Gabriel para ele ficar tão feliz ?

  - Amor, esse é o meu irmão, Joshua.

  - Meu nome é George, prazer em conhece-lo.

  - O prazer é meu.

  - Cadê a mamãe ? - Perguntou Gabriel.

  - Ela está no banheiro, mas, entrem.

  Nós entramos no quarto, o quarto era grande, havia duas camas de solteiro cobertos por uns lençois rosas de tecido fino, a parede era pintada de vermelho e o carpete era um verde limão, me sentei em uma cadeira que havia lá, Gabriel e Joshua sentaram em uma das camas e começaram a conversa algo que eu não prestei a atenção, momentos depois, Roly saiu do banheiro e foi ao encontro de Gabriel lhe dando um abraço.

  - Oi filho - Disse Roly em um tom sereno.

  - Oi mãe, George, Joshua, vocês dois poderiam sair do quarto para eu conversar com a minha mãe ?

  - Claro amor - Falei saindo do quarto acompanhado do Joshua.

  Ficamos no corredor em silêncio, sem falar uma palavra se quer, na verdade, eu não me incomodava com aquele silêncio, até que eu estava gostando, mas o silêncio foi quebrado quando Joshua resolveu abrir a boca.

  - Você trabalha de quê ?

  - Eu sou gerente de uma agência de modelos.

  - Que legal, eu sou psicólogo.

  - Que legal.Você veio acompanhar a Roly ?

  - Sim, eu tenho um mês e meio de férias então eu resolvi acompanha-la.

  - Você mora onde ?

  - Eu sou do estado da Flórida.Você tem irmãos?

  - Sim, eu tenho, uma irmã, Julia.

  - Vocês se falam ?

  - Claro, pelo telefone porque ela mora no Colorado.

  - Como você e o Gabriel se conheceram ?

  - Nós éramos colegas de classe no terceiro ano, me apaixonei pela primeira vista.

  A conversa foi fluindo até que minutos depois a porta do quarto se abriu e Roly pediu para nós entrarmos, Gabriel estava sentado na beirada da cama, quando nós entramos, subitamente ele se levantou e se posicionou ao meu lado.

  - Amor - Falou Gabriel olhando em meus olhos - Eu estava combinando com a minha mãe de eles dois ficarem lá na nossa casa enquanto eles não vão, você concorda ?

  - Sim, claro com prazer.

  - Que bom meu amor, amanhã mesmo eles irão lá para casa.

  - Claro.

  - Mãe, Joshua, nós necessitamos ir.

  - Tchau filho.

  - Tchau mano, tchau George - Disse Joshua

  - Tchau Joshua - Dissemos Gabriel e eu.

   Quando saímos do hotel, fomos direto para casa do Diego, nós teríamos que avisar sobre a volta da Roly que ainda nós não contara, quando chegamos, batemos na porta, e o mesmo nos atendeu com um sorriso no rosto.
 
  - George, Gabriel, entre - Disse Diego dando passagem e nós entramos dentro de sua casa.

  - Pai, eu tenho que te contar uma coisa.

  - Gabriel, eu sei que você gosta de homens.

  - Não é isso pai, é que, a minha mãe tá na cidade - A expressão do Diego mudou, ele ficou cabisbaixo, lembra da Roly deveria ser muito difícil para ele.

  - Ela está onde ? - Perguntou Diego em um tom baixo que quase que eu e Gabriel não ouvimos. 

  - Ela está em um hotel agora, com o Joshua, mas amanhã eles dois vão ficar lá em casa, você gostaria de vê-la ?

  - Eu não sei Gabriel.

  - Se você quiser vê-la, vá lá em casa amanhã - Disse Gabriel e o Diego assentiu - Eu vou ter que ir agora porque eu tenho que ver umas coisas de trabalho, tchau pai.

  - Tchau filho.

  - Amor eu irei mais tarde, vou ficar um pouco aqui.

  - Quer que eu leve o carro ou eu vou de táxi ?

  - Pode levar, eu irei pegar um táxi.

  - Tá bom então, tchau meu amor - Disse Gabriel me dando um selins o e depois indo embora.

  Ficamos em um silêncio depois que Gabriel saiu, Diego se sentou no sofá e eu me sentei ao seu lado, ele estava pensativo, olhava para um vaso como se aquele vaso fosse o motivo dele estar tão pensativo.

  - Você ainda gosta da Roly - Perguntei interrompendo seus pensamentos ele olhou para mim e depois voltou a olhar para o vaso.

  - Não, ela apenas me faz lembrar o sofrimento que eu passei por ela, eu sofri tanto por ela - Disse Diego deixando cair uma lágrima, eu o abracei e deixei ele chorar silenciosamente no meu ombro, ele quebrou o abraço e limpos as lágrimas.

  - Obrigado George.

  - De nada pai - Diego olhou para mim.

  - Você nunca me chamou de pai.

  - É, eu sei mas você é, um pai.Agora eu tenho que ir, tchau.

  - Tchau filho.





Notas Finais


Obrigado por lerem ^w^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...