História My Demon, My Love - GaaSaku - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Demonios, Gaasaku, Kakasaku, Naruto, Romance, Sasusaku, Sata, Violencia
Visualizações 253
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei, eu sei... Me desculpem, sério. Mas eu estou numa correria desde que as aulas voltaram, tive prova, dois trabalhos para entregar e agora estou administrando um projeto para a feira de ciências da escola!

Enfim hshshsh, fiquem com um capítulo quentinho! E me desculpe por qualquer erro na escrita ^-^

Capítulo 7 - Capítulo 7


- Você também viu? - ouvi a voz de Sasuke segundos depois que saí da sala de aula.

- Óbvio que eu vi… - resmunguei, eu estava irritado por saber que aquele professor queria falar com a minha protegida, e ela nem me avisa que conhece ele!

- Parece que eles vão se encontrar daqui a pouco na sala dele - o Uchiha falou.

- Como sabe? - perguntei, curioso.

- Eu tenho uma audição melhor que a sua - se gabou. Babaca.

 

Não deu tempo de o responder, pois Sakura tinha acabado de sair da sala, e em seguida, Kakashi. Ela tinha ido em direção ao banheiro, enquanto o platinado ia na direção contrária, para o seu escritório.

 

Com muito esforço me “teletransportei” - aprendi a fazer isso durante meus 118 e anos, fico cansado quando faço isso, por isso não uso muito esse poder -  para lá, teria somente uns dois minutos para pesquisar o local.

 

Parecia tudo normal, até demais, esse cara tem que ter alguma coisa para que eu possa enfrentar ele. Se eu me mostrar para um humano sem motivos Satã pode me matar, pois é contra as regras. Abri as gavetas e encontrei algumas pastas, uma tinha o nome de Sakura, peguei-a. Procurei mais um pouco e então achei um arquivo com senha no computador da sala, o que era aquilo?

 

- Sai daqui! - Sasuke me puxou para fora, e então corremos até o corredor. Foi então que vi o platinado chegar no seu ‘consultório’, uns dois minutos depois Sakura também chegou lá.

 

Eu ouvi a porta ser trancada, e depois nada mais.

 

- Achou alguma coisa? - o moreno me perguntou.

- Uma pasta com o nome dela - eu peguei ela de novo, e então abri.

 

Nela tinha vários resultados de testes feitos com a rosada e também diagnósticos de seu estado psicológico.

 

7/12/2016 - Sakura sofre abusos constantes em casa, o que deixa seu estado mental sensível e ela fica desconfiada.

 

11/02/2017 - Ela está sofrendo cada vez mais, recomendei calmantes.

 

14/03/2017 - Carente, Sakura Haruno está neste estado emocional. Fica pedindo coisas que não tenho certeza do que significam.

 

22/04/2017 - Comecei uma experiência, explicando e demonstrando o que posso o que são certas sensações, como a felicidade, coisa que não faz mais parte do dia a dia de minha paciente.

 

9/05/2017 - Sakura anda menos desconfiada desde que comecei a fazer as experiências. Começou a conversar mais com as pessoas, inclusive com Ino Yamanaka, ambas parecer dar bem uma com a outra; espero que virem amigas.

 

5/06/2017 - Haruno demonstrou um avanço enorme! Não está chorando tanto e até suporta mais as pessoas.

 

04/07/2017 - Recomendei para Sakura tentar fazer amizade com as pessoas, sei que é um grande passo, então espero que ela consiga.

 

Essas foram as últimas consultas dela, porque ela não me contou que ia num psicólogo?!

 

- Eles parecem ser bem íntimos - Sasuke quebrou o silêncio, parecia concentrado.

- Ouvindo alguma coisa?

- Sim, só que está abafado demais, tem alguma coisa naquela sala que me impede de ouvir ou até mesmo ver pelas paredes - estávamos intrigados.

- Eu consegui entrar, então deve ser algo que só tem nas paredes - deduzi - Parece Sealed, mas ele não poderia…

- ...ou poderia? - o Uchiha completou minha frase.

 

Ouvimos a porta abrir, então nos escondemos novamente, só que de um jeito que ela possa nos ver quando passar.

Observei os dois se abraçarem e ele sussurrar alguma coisa em seu ouvido, ainda estavam meio dentro da sala, o que impediu Sasuke de ouvir.

 

Caralho, eu tenho que descobrir o que esse cara faz durante as consultas e o que ele é! Somente seres que não são deste mundo podem usar feitiços como o Sealed.

 

- O que fazem aqui? - minha protegida perguntou assim que nos viu.

- O que fez ali? - eu e Sasuke falamos juntos.

- Ele é meu psicólogo - respondeu o que eu já sabia.

- E desde quando alguém sai de lábios vermelhos e aparentemente inchados de uma consulta com um psicólogo? - Sasuke perguntou antes de eu abrir a boca, eu não tinha notado seus lábios...

- Teste de amor próprio, testei um batom novo, já o tirei, mas deu trabalho, por isso meu lábio inchou - ela começou a caminhar, fomos atrás dela, eu sentia que era mentira!

- Espero que não minta para mim, Sakura - virei ela para mim - Você é minha protegida, entendeu? - a encarei nos olhos, ela era minha, e somente isso.

 

O silêncio voltou, eu sabia que o Uchiha idiota nos observava, dava para sentir. E com isso eu tenho certeza de que ele relatará tudo o que estamos fazendo para o nosso mestre.

Estamos cumprindo a missão, pelo menos.

 

 

Era noite, Sakura já dormia e Sasuke já tinha voltado para o inferno. Agora eu poderia agir sozinho e pesquisar mais sobre Kakashi Hatake.

 

Novamente me teletransportei para a sala dele, eu tinha que devolver aquela pasta e descobrir a senha daquele arquivo.

E assim o fiz, depois de colocar tudo no lugar, eu comecei a pensar: uma senha poderia ser o que? A data de alguma coisa? O nome de alguém? O nome do cachorro dele? Existem milhares de possibilidades, vou demorar.

 

Bati na mesa com meu punho fechado, numa tentativa de descontar minha frustração; no mesmo momento em que fiz isso, eu percebi alguns papéis que eu não tinha visto, peguei alguns deles. Estavam em branco, porque ele teria papéis em branco?

 

Comecei a passar aquilo de um jeito rápido e sem paciência, era tudo a mesma coisa! Eram papéis para que? Nem impressora tinha naquele lugar!

Me joguei na cadeira dele, raiva, muita raiva, era isso que eu sentia. Olhei novamente para aquela tela no computador, que brilhava por ser basicamente a única coisa acesa ali. E lá estava, um lembrete fixado na tela, dizendo: “não esqueça de tratar o Wolfie assim que seu turno acabar”.

 

Wolfie, que animal poderia ser? Talvez um cachorro? É o que mais faz sentido, gatos ou pássaros não teriam esse nome...

 

Observei o papel de parede, era um lobo branco. Esse cara gosta de lobos, por Satã! Vi um quadro preso na parede, bem no cantinho. Acendi um abajur que tinha ali e observei a foto, era o Hatake segurando um filhote de cachorro branco em seu colo.

Espera aí!

 

Wolfie, lobo branco no papel de fundo, animal de estimação, filhote de cachorro branco em um quadro… não é um cachorro… é… é um lobo branco! Wolfie é seu animal de estimação, só que não é qualquer um! É um lobo! Como um humano pode domar um lobo?

 

Mas, e se ele não for humano? Faria sentido já que essa sala tem um feitiço mas paredes.

 

Corri até o computador e digitei na senha “Wolfie Branco”, e então o arquivo abriu. Mostrou duas páginas, “Emergência” e “Missão”.

 

Cliquei em missão, abriu uma mensagem com o conteúdo dizendo:

 

“Cuide de todos os humanos, sempre coloque o Sealed nos lugares em que frequenta e proteja ela, depois que você descobriu o que ela passa, é seu dever sempre ficar por perto.

 

Deus”

 

Então eu estava certo, ele era um anjo, um maldito anjo! Tudo faz sentido agora! Por isso ele cuida dela!

 

Querendo mais informações, abri a outra pasta.

 

“Kakashi, se precisar de alguma coisa pode contar comigo, é só ir até aquele lugar e pedir o que quiser, você sabe que tenho uma dívida eterna com você, até porque salvar a vida de outro anjo não é para todos!

 

Yamato”


Yamato, eu já ouvi esse nome… fechei a página e desliguei o computador, era hora de ir embora e o segurança noturno estava chegando.


Notas Finais


Kakashi do céu (literalmente) shhshs

Nossa Gaara é cheio de teorias, parece eu com o novo comeback do BTS!

Novamente peço desculpas por qualquer erro e pela demora! Espero que tenham gostado!



Sobre a ShikaSaku: vou continuar, agradeço a quem favoritou e comentou <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...