História My Demons - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Bts, Min Yoongi, Rap Monster, Suga
Visualizações 8
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa a demora, eu estou muito travada ultimamente ;-;
Tá meio devagarzinho mas prometo q vai ter mais emoção(assim espero)
Espero que estejam gostando de vdd, bjsss~~

Capítulo 5 - Oppa


Fanfic / Fanfiction My Demons - Capítulo 5 - Oppa

-Yoongi, MIN YOONGI – Ouço uma voz abafada me chamando. Ainda estou de olhos fechados, meu corpo está paralisado e aquela escuridão estava me deixando em pânico, então sinto alguém me balançando freneticamente.

- Yoongi acorde, por favor acorde – conseguia ouvir com clareza a voz agora, me forço a abrir os olhos.

Minha visão se foca em minha mãe com o olhar preocupado sobre mim, lagrimas se formavam no canto dos seus olhos ela segurava meu braço firmemente.

-Meu anjo se acalme – diz ela suavemente mas lagrimas ainda saem de seus olhos.

-O-oque... – não consigo falar direito, sinto minha cabeça pesar.

Sinto seus braços me envolverem em um abraço me fazendo ficar menos apavorado, meu corpo se relaxa suas mãos acariciam meu cabelo o que faz eu deixar algumas lagrimas rolarem pelo meu rosto.

-Você... você teve uma de suas crises enquanto dormia – diz ela mais calma agora – faz anos que não tinha essa crise meu amor, o que está acontecendo com você? – ela deposita um leve beijo no topo da minha cabeça e continua acariciando.

Aquele beijo me lembrou da mesma sensação de quando vi aquela silhueta em meu sonho, aquele sonho... aquela voz... um tremor percorreu meu corpo juntamente com arrepios.

-E-eu tive um sonho omma, pareceu tão real – minha voz saiu quase em um sussurro sinto como se tivesse um nó em minha garganta – Você e o abuji estavam lá e...

Ela então me aperta mais contra seu peito – Você tem que ir fazer uma visita ao Dr.Park – Diz ela se afastando de mim e me olhando carinhosamente – vá tomar banho vamos passar lá antes da sua faculdade okay? – apenas aceno com a cabeça positivamente.

 

Estamos no carro indo em direção ao meu psiquiatra fazia um tempo que não ia lá, afinal até esses tempos atrás estava tudo sobre controle, não saberia o que falar muito bem, só queria que tudo isso acabasse para eu ter o controle sobre mim de novo.

-Min Yoongi – minha omma me chama me fazendo eu sair dos meus pensamentos – onde você foi essa madrugada – ela me olha por um momento logo voltando sua atenção para o transito.

Eu não gostava de desaponta-la mas odiava ter que mentir para ela.

- E-eu fui cantar em um bar – digo um pouco baixo.

- E foi lá que conseguiu todos esses machucados? – ela diz num tom um pouco irritado.

Suspiro e começo a contar toda a história para ela...

- Quero conhecer essas pessoas que salvaram meu filhinho – diz ela num tom preocupado – Principalmente essa tal de S/n, ela é bonita? -  diz ela num tom de brincadeira.

A imagem dos olhos de S/n invadem meus pensamentos me fazendo corar fortemente, ouço minha omma soltar uma risada, apenas olho envergonhado para o outro lado e começo a observar a paisagem pela janela. Percorro o resto do caminho trocando algumas palavras com minha omma. Ela sempre foi do tipo que se preocupa em silencio comigo, me dá apoio em silencio, me defende em silencio, isso tudo por causa do meu “querido” abuji, mas eu a agradeço imensamente por isso.

 – Então, Min Yoongi, eu não esperava que você aparecesse hoje – o Dr.Park se levanta e me cumprimenta. Ele tinha um olhar severo mas calmo, sua barba o deixava com um ar de mais velho do que realmente era, mas seu sorriso o tornava mais sereno.

Yoongi- Me desculpe, nem eu esperava estar aqui – digo me sentado em uma das poltronas.

 

Os primeiros dez minutos são os mais difíceis. Sempre as mesmas perguntas

Como você está? Como você se sente? Me fale sobre isso.

 

A verdade é que nem sei como me sinto. Eu só percebo meu estado de ânimos quando algo extremo acontece. Ou meus nervo estouram de ansiedade e raiva ou eu me sentia realmente feliz como se pudesse enfrentar o mundo inteiro, acontecia quando eu cantava minhas músicas.

 

Isso realmente não iria facilitar o trabalho do doutor, então resolvi ser o mais claro possível.

 

 – Olha, pare ser sincero eu não sei direito se estou bem ou não, bem na maioria das vezes sim mas ai eu explodo, pensamentos ruins vem a minha mente e eu perco totalmente o meu controle – dou um leve suspiro e começo a mexer meus dedos nervosamente – esses dias não estou conseguindo me controlar muito bem.

Ele continua anotando em um papel algumas coisas enfim dá um longo suspiro e me olha calmamente.

– Bem isso parece em parte o problema que você já tem, o transtorno explosivo que nós já estamos tentando tratar, mas tem algo a mais Min Yoongi você está desenvolvendo um transtorno chamado TAG, seria o transtorno de ansiedade generalizada, vamos começa a tratar isso já, vou te passar novos medicamentos – ele diz tudo calmamente mas com um tom de preocupação em sua voz.

Dou um grande suspiro, olha que ótimo agora tinha desenvolvido mais problemas, mais preocupações, mais merdas que faria na minha vida, espero realmente que esses remédios funcionem, não quero não ter mais controle sobre mim mesmo, eu odeio isso as vezes parece que eu mesmo estou matando Min Yoongi.

Ele então me passa vários outros remédios novos para tomar, okay nada de mais, só tenho que me acostumar com os novos medicamentos, você vai conseguir.

Estava indo em direção a porta para sair quando ouço o Dr. Me chamando

-Ya, Min Yoongi, se for possível faça amigos isso pode realmente te ajudar – Diz ele calmamente

Dou um aceno com a cabeça e saio pela porta.

 

Minha Omma então insistiu em me deixar na frente da faculdade, aceitei afinal não queria chegar atrasado novamente. Okay fazer amigos eu consigo, Namjoon e s/n parecem ser ótimos eu poderia tentar. Já estava andando dentro do campus quando avisto Namjoon e ao lado de S/n? Ela não tinha aparecido no primeiro dia de aula, será que ela ia começar hoje? Eles me veem e acenam para mim vou na direção deles.

-Ya, Min Yoongi – Grita Namjoon, espera ele falou “YA” pra mim?

-Cara quantos anos você acha que eu tenho – Ele dá de ombros – Kim Namjoon, eu tenho 23 – Em seguir vi a expressão dele se transformar em um mini desespero.

-Mianeyo(desculpe) Min Yoongi, eu não sabia que era mais novo que você, bem eu tenho 22, serio cara, mianeyo - ele diz se enrolando um poucos nas palavras.

Dou uma leve risada – Tudo bem cara, só não fala isso pra mim de novo por favor.

- Olha ele sabe dar risada – S/n fala olhando na minha direção num tom de provocação
A encaro por um momento logo sorrindo – E você o que está fazendo aqui, não te vi no primeiro dia.

- Bem eu vim no primeiro dia, mas eu não sou do bloco de vocês, eu estou estudando a arte da dança – ela diz isso enquanto fazia um salto de bailarina meio desengonçado o que me faz soltar uma gargalhada. Ela para e encara, me fazendo parar de gargalhar.

-Você realmente tem um sorriso lindo – ela diz num sussurro, um sussurro que ouvi perfeitamente, o que me fez corar fortemente, a mesma também corou

-B-bem galera, está na hora de entrarmos pra aula o que acham -  diz Namjoon que parecia sem graça também.

Dou de ombros e então nos despedidos da S/n e seguimos para nossa sala.

- A S/n fala geralmente o que pensa, não liga muito pra isso não – ele diz num tom de brincadeira.

- Ela é interessante – digo sem pensar – recebo um olhar malicioso de Namjoon logo percebendo o que tinha acabado de falar – Cara esquece isso por favor.

- Ahan claro, vou esquecer – diz ele brincando.

Entramos na sala logo a professora nos olha – por favor sentem todos – fui em direção a minha carteira e vi Namjoon me acompanhando, o olhei – Posso me sentar perto de você? – ele diz sussurrando, dei de ombros, então ele se sentou ao meu lado.

A aula não demorou muito a se passar como achei que demoraria, foi até divertido ficar perto do Namjoon, que uma hora outra soltava comentários sobre a aula.

- Bem alunos sei que estamos na primeira semana de aula mas eu gostaria de passar um trabalho pra vocês – ouço vários sons de reprovação vindo da turma, inclusive o meu, sério? Trabalho no segundo dia? – Se acalmem, é só para vocês entregarem no final do semestre, eu só quero que criem uma música e montem uma coreografia, pra isso vocês vão ter que pegar alguém o setor de dança –ela suspira e continua – isso será pra apresentar em um festival que teremos aqui fim do mês, e é isso, alguma pergunta?

Olho para Namjoon e o mesmo está me olhando animado – S/n – ele meche sua boca falando o nome dela, apenas dou uma risada e reviro meus olhos.

Finalmente estamos saindo da sala indo em direção ao refeitório quando vejo uma cabeleira negra passar por mim e grudar no pescoço de Namjoon.

-YAAAA, vamos fazer o trabalho do semestre juntos certo? – ela diz ainda se pendurando no pescoço do Namjoon e andando junto conosco em direção ao refeitório.

-Mas é claro que sim, Min Yoongi está ansioso para te ver dançar – ele diz olhando para mim que agora sentia meu rosto todo queimar, os olhos de S/n se encontram com os meus o que me faz ficar mais envergonhado ainda.

- NAMJOON-SSI, cale a boca – digo seguindo mais rápido a frente deles ainda sentindo meu rosto corar.

Avisto a mesa mais próxima no refeitório e sento, logo S/n e Namjoon aparecem me lançando olhares travessos, S/n logo se senta à minha frente o que me fez ficar ainda mais nervoso, mas apenas ignorei essa sensação.

- Yoongi oppa, por favor faça o trabalho com a gente – ela diz enquanto faz um aegyo o que fez meu coração disparar no mesmo instante me fazendo corar mais ainda, como simplesmente ela me chamar de “Oppa” fez meu coração bater tão rápido?

- Yaa S/n assim você vai matar o Hyung – Namjoon diz num tom de brincadeira – Enfim, você vai mesmo fazer o trabalho com a gente? Prometo não fazer mais brincadeiras – ele por fim me encara em expectativa.

Eu nunca pensei que eu fosse me sentir confortável com pessoas que eu acabei de conhecer, mesmo com todas essas brincadeiras, mesmo eu sendo tão “antissociável” eles não pareciam se importar com esse meio jeito.

- Okay okay vocês venceram – digo suavizando minha expressão – Teremos que achar lugar para ensaiar, eu não quero fazer algo mal feito.

-Yeeyyy, hifive – S/n diz pra Namjoon, e os dois trocam um toque meio estranho, o que me fez dar uma leve risada.

- Então... quando começamos? – digo olhando seriamente para os dois.

 


Notas Finais


Bye byeee ~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...