História My Demons » Park Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, V
Visualizações 65
Palavras 532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong! Trouxe mais um projeto pra vcs, espero que gostem ^^

Essa fic é minha bebê ❤❤

Capítulo 1 - Prólogo


Pov's Jimin

Acordei com gritarias vindo lá de baixo, desço da cama com o meu ursinho e vou em direção as escadas do enorme corredor da minha casa.

— Cala a boca traidor ! - um homem  disse batendo no estômago do meu pai .

— Que tal mexer com o garotinho? -perguntou outro cara.

— Fique longe dele! Se encostar em um fio de cabelo do meu filho, eu te mato. - disse meu appa, ele parecia assustador.

— Cansei de disso. Kim, mata ele de uma vez.-disse um homem de terno.

O mesmo homem que bateu no meu appa apontou uma arma pra ele , meu appa olhou pra cima e me viu, a última coisa que eu "ouvi" de sua boca foi "eu amo vocês" e então um som se fez presente na sala. Eu não pude ver pois alguém havia chegado aonde eu estava e tampado tanto os meus olhos como a minha boca. Fui arrastado pelo corredor até um dos quartos. Quando a pessoa tirou a mão dos meus olhos vi que era minha omma.

— Shiu... Não pode fazer barulho.-Disse ela ainda tampando a minha boca. —Se esconda em baixo da cama tá? -Assenti e ela me abraçou. — Bom garoto, mamãe te ama.

Ela beijou o topo da minha cabeça e me soltou. Fui pra debaixo da cama e não demorou pra ouvir alguém abrir a porta com brutalidade.

—Park Gaul . -A voz desse homem me deu calafrios.

— Jung Miyun. -Minha omma disse friamente.

— Vocês não deviam ter me traído.

— E deixar nossa amiga morrer? Nunca!

— Mas agora tem um esposo morto e irá morrer, assim como o seu filho.

— Não. toque. nele -disse ela.

— Ah mas eu irei tocar e na sua frente.

— Você tem uma filha, não se esqueça disso.

— Claro que não, minha princesa é a única pessoa que amo no mundo.

— Então você entende... Não toca no meu filho!! -O homem riu. —Estou falando sério.

— Eu também. Vocês eram ótimos Park mas terei que te matar.

Depois disso eu só ouvi sons de algo quebrando com mais socos e socos, não estava vendo e muito menos entendendo nada, apenas estava apavorado com tudo isso. Um som alto assim como o da sala soou e então uma zoada de um corpo caindo no chão. Escutei umas risadinhas mas depois elas cessaram, os homens devem ter ido embora.

Depois de uns minutos sai debaixo da cama e vi minha mãe ali no chão do quarto, ela estava deitada e havia sangue espalhado pelo seu peito.

— Omma... Omma!! -Chamei mas ela não respondeu. — Omma!! -Me desesperei. Comecei a chorar enquanto chamava por ela.

— Omma!! -Gritei levantando meu tronco.

Respirei fundo, eu estava suado, minha respiração descompassada. Olhei para os lados e vi as mesmas paredes brancas, eu estava no meu quarto e havia sonhado mais uma vez com a morte dos meus pais.

Essa foi a pior noite da minha vida. 

Eu só tinha 5 anos quando isso aconteceu. Olhei para o criado mudo e vi minha arma, fiquei observando ela enquanto imaginava o dia em que eu mataria ele, Jung Miyun. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...