História My diabolik vampire - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Tags Diabolik Lovers
Exibições 65
Palavras 1.993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom aqui esta o segundo capitulo espero que gostem
Boa leitora ^^

Capítulo 2 - Capitulo 02 - Primeira noiva, será tímida?


Fanfic / Fanfiction My diabolik vampire - Interativa - Capítulo 2 - Capitulo 02 - Primeira noiva, será tímida?

Já é o segundo dia que aquela rapariga esta no quarto de hospedes e não si de lá, também não a culpo, quem não se assustaria se tivesse numa casa cheia de vampiros e duas humanas (quer dizer… mais ou menos…) eu também se calhar me trancava no quarto se não cosesse ninguém. Mas pronto acho que esta na hora de ela sair, então eu levantei-me do sofá e foi ter com o Reiji que estava no seu laboratório, ao chegar la bati a porta.

                - Entre. – Disse ele la de dentro

                - Co licença Reiji. – Disse eu abrindo a porta e entrando no comodo.

                - Ah, Luna, o que posso fazer por ti. – Disse ele sem olhar para mim e continuando a ler.

                - Bom, eu queria perguntar-te uma coisa. – Disse eu parando a frente dele, fazendo ele para de ler e olhar para mim.

                - Sobre? – Disse ele olhando serio

                - Sobre a nova noiva, ouve eu sei que vocês não se importam com ela, mas e que ela já esta a dois dias fechada na quele quarto não podes fazer nada? – Perguntei eu olhando para ele também será. Eu e o Reiji ate nos damos bem, mas eu não suporto quando ele se arma em “o senhor tudo poderoso”.

                -Hm, realmente ela já esta há muito tempo lá. – Disse ele pondo a mão ao queixo e ficou a pensar um pouco. - Mas não me esta apetecer aturar, raparigas problemáticas.

                - Também não estava a disser para ires tu, porque não mandas o Kanato. – Disse eu cursando os braços ao meu peito.

                - O Kanato? – Perguntou ele olhando admirado para mim.

                - Sim, não de lembras no dia em que ela chegou.

Flashback ON:

                Finalmente, uma rapariga vem para cá, já estou farta de estar aqui sozinha, bem para dizer a verdade não estou completamente sozinha nê, a Yui também esta cá, mas ela e tão insonsa as vezes deixa que todos a mordam, eu cá se algum se encosta além do meu noivo, fica sem poder andar durante um ano.

                - Como será a nova noiva? – Perguntou Kou tudo animado.

                - Espero que seja muito linda. – Disse Laito com um sorriso safado na cara.

                - Oh por favor a rapariga ainda não chegou e vocês já estão a falar merdas. – Disse eu me irritando. – Estou a ver que a rapariga vai se mas é assustar quando souber para onde vem.

                - Ai Luna-chan, não seixas a sim. – disse Kou, com uma cara de ofendido.

                - De qual quer forma quando ela chegar nos é que escolhemos quem fica com ela. – Disse Reiji, com o seu tom serio.

                - Para mim tando me faz, desde que não me atrapalhem a música. – Disse Shu que estava deitado no sofá. Este também não faz outra coisa se não estar deitado e ouvir musica.

                De repente a porta da sala foi aberta e entra ela uma rapariga de cabelos brancos, que estava metade presa em uns pochos tipo maria-chiquinha e o resto solto com franja que cobria a testa e com duas madeixas maiores de cada lado. Os olhos grandes de um azul safira, a sua pele era branca e o seu rosto não era muito arredondado, pareciam que ela tinha um ar até inocente. O seu corpo não tinha nada de exagerado, mas tinha uma belas curvas pernas bem torneadas, seios médios e uma bunda também mediana. Ela vestia uma camisola de mandas compritas preta, uma sai que ia ate as coxas preta e branca e umas botas pretas.

                - Oi muito prazer bem-vinda a mansão Sakamaki, eu sou a Luna Suzuki, este são Ayato, Laito, Kanato, Reiji, Shu, Subaru, Ruki, Yuma, Azuna, Kou e Yui. – disse eu apontado para cada um deles. – E tu como de chamas?

                Mas como a velocidade da luz a rapariga subiu para o segundo andar e trancou-se no primeiro quarto (por sorte era o de hospedes). Eu olhei para trás de mim e vi eles com os olhos vermelhos.

                - Mas vocês não sabem comporta-se quando vem uma rapariga! – Gritei eu para eles que voltaram ao normal, a Yui só ser ria da situação.

                - Vê o lado positivo Luna. – Disse Ayato enquanto vinha na minha direcção. – Os teus peitos são maiores que os dela. – E pôs um sorriso safado na cara enquanto olhava para os meus peitos.

                - Esta mas e calado, preferido. – Disse eu dando lhe um tapa na cabeça, que o mesmo coçou logo no lugar do golpe. Eu olhei para o lado e vi que o Kanato estava… CORADO, o meu deus, ele apertava o Teddy contra si enquanto tentava esconder a cara.

Flashback OFF:

                - Bom, podes der razão, bom podemos tentar. – Disse ele com um ar pensativo. – Mas o que me das em troca.

                - Entronca de que? – Perguntei levantando a sobrancelha.

                - Oras, para eu pedir ao Kanato para ir falar com a rapariga. – Disse ele se levantando e vindo para ou pé de mim.

                - Ah, e deixa me adivinhar tu queres entronca beber o meu sangue. – Disse eu olhando para ele seria.

                - Sim. – Disse com um sorriso de canto.

                - Pois mas isso não vai acontecer. – Disse eu tando um sorriso de orelhe a orelha. – Eu já disse a vocês todos, eu não sou um saco ambulante de sangue com a Yui. – E ia para embora, mas ele agarrou-me o braço e ia me puxar para ele, mas alguém chega e agarra no pulso dele, olhei para a pessoa e vi que era o meu noivo.

                - Eu acho que já tinha esclarecido com todos que ela e minha! – Disse Ayato, irritado e com os dentes a ranger.

                - Hm, também não ia fazer nada de mais. – Disse Reiji me soltando e depois soltou-se do Ayato. – Bom vou procurar o Kanato. – E saio do cómodo.

                - Eu já não te disse para não vires para ou pé dele sozinha. – Disse ele olhando para mim serio.

                - Ai poupa-me Ayato, tu não és meu pai para me dares sermões. – Disse eu indo embora dali.

                - Não mas sou teu noivo e … - interrompi-o.

                - Disseste bem noivo, não meu pai, pro isso não tiés que me dar ordens. E eu já de disse mil vezes eu só deixo que sejas tu a morde-me, desde que não mordas nunca mais a Yui. – Disse eu já um pouco zangada. A coisa que eu mais odeio é que me dente dar ordens, o único que pode fazer isso e o meu pai, mais ninguém.

                - E eu não a tenho mordido. – Disse fazendo bico, o que me vez logo perder a raiva que estava a começas a der.

                - Ah, eu não consigo ficar chateada contigo, anda, vamos para o quarto. – Disse eu voltando a andar, mas destraves com ele ao meu lado já com um sorriso de vitória, mas ele não pense que ganhou.

Luna OFF:

Kenari ON:

                Porque, porque me torceram para aqui? Eu queria sair da quele convento, mas não queria vir apara aqui, ainda por sima para um sitio onde ninguém é humano, são todos vampiros. Eu quero sair daqui, queria ir embora. Foi despertada dos meus pensamentos por uma batida na porta.

                - Que…quem é? – Perguntei um pouco a medo. Ninguém tinha vindo ca dês que cheguei.

                - Sou o Kanato, posso entrar. – Disse uma foz parecia ser de um rapaz e a voz era calma.

                - S-sim. – Disse eu um pouco a medo, mas não mexi de onde estava. Ele entrou e eu continuei na mesma posição sentada na cama com as pernas encostadas ao corpo.

                - Olá, com estas? – Perguntou me ele vindo para onde eu estava, ele tinha cabelos roxos e olhas roxos e tinha cara de uma criança, ele tinha um urso nos braços.

                -Estou bem. – Disse eu ainda a medo.

                - Não estas com fome? – Perguntou-me, se sentado na cama ficando a minha frente.

                - Um pouco. – Disse levantado a cabeça, não sei por que mas senti-me segura com ele.

                - Então vem comigo até a cozinha eu peso a Luna-chan para ela fazer um bolo de morango, para nós, ela é boa a fazer. – Disse ele dando-me um sorriso.

                - Não sei. – Disse eu olhando para a porta com medo.

                - Tudo bem, ninguém vai-te fazer mal eu não deixo. – Disse ele ainda com o sorriso.

                - Mas eu vou ser mordida se sair da qui. – Disse eu ainda com medo.

                - Não te preocupes, eles não vão fazer isso prometo. – Disse ele me estendendo a mão. – Vamos?

                Eu hesitar um pouco mas, não sei porque quando estava perto do Kanato sentia-me segura, e também não perco nada a final esto não pode ser piore que o convento nê? Sai da cama e peguei na mão dele e saímos do quarto, fomos directos para a cozinha, onde ele me pediu para eu sentar numa cadeira ao pé da messa que tinha lá, enquanto ele ia bosca a rapariga. Não de morou muito e ele vinha acompanhado de uma rapariga com cabelos castanhos compridos ate ao rabo e olhos castanhos. O seu corpo era muito bem doneado, tinha peitos fardos e uma bunda media, ela estava vestida com uma camisola branca de mangas ate aos cotovelos, uns shorts de ganga e umas all star pretas.    

- Olá então sempre saíste do quarto. – Disse ela me dando um sorriso.

- S-sim, desculpa por isso. – Disse eu com um pouco de vergonha.

- Na boa eu comprimento, eu também me assotava se tivesse a ser observada como se fosse o almoço. – Disse ela dando uma risada no final que me vez dar um sorriso. – Então mas diz-me qual o teu nome?

- Eu me chamo Kenari Higurashi. – Disse eu ainda com o sorriso na cara.

- Bom chega de conversa, Luna, vás o bolo para nós. – Disse Kanato sentando do meu lado e pondo o urso em sima da mesa ao seu lado. Parecia que ele estava chateado.

- Kanato, eu não sou tua criada. – Disse ela olhando para ele com uma cara seria.

- Por favor Luna – chan, podes fazer um bolo para nos? – Perguntou ele com a foz mais calma.

- Assim gosto mais. – Disse ela dando um sorriso e eu vi que o Kanato vez uma cara de chateado. – Gostas de bolo de morango, Kenari. – Perguntou-me ela com um sorriso.

- Se não fosse muito incomodo, eu preveria um pudim. – Disse eu corando um pouco.

- Oh, não é incomodo nenhum o Kanato também gosta, por isso eu vou fazer um pudim maravilhoso, vai ser o melhor pudim que já comeste. – Disse ela indo pegar um avental que estava pendorado e depois começou a pegar nos ingredientes e pondo na mesa. Num instante já estava tudo na mesa então Luna começou a fazer o pudim, enquanto ela vazia nos íamos conversando e eu descobri que ela era noiva de um dal de Ayato que era irmão mais velho de Kanato. Ela também disse que todos eram simpáticos mas amaneira deles, uns mais pervertidos e outros mais frios, mas eram muito atenciosos, ela também disse que se tivesse algum problema que fala-se com ela ou com o Kanato. Também fiquei a saber que vinhão mais raparigas para ca com nos mestiças. Quando ela posso o pudim na forma, deixou que eu e o Kanato repassemos a taça onde ela tinha feito.

- Hm, esta com um sabor tão bom. – Disse eu rapando mais um pouco com o meu dedo e pondo a boca.

- Vico feliz que tenhas gostado, mas não precisas de pintar a cara. – Disse pegando num pano e passando na minha cara limpando onde estava sujo. – Pronto a sim esta melhor. – E deu um sorriso largo.

Eu não sei por que mas estava a começar a gostar da companhia da Luna, ela parecia ser como uma mãe. Espero que nos continuemos a dar bem, e espero que quando as outras vierem, nós nus temos todas bem. 


Notas Finais


Roupa da Kenari - http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQDwdTbJNaaDvgfGRcMX2Q--WqzxdaTPo5N1OBnPj4EVS6VN2G6

Roupa da Luna - http://data.whicdn.com/images/20961538/tumblr_lr94gj66AU1qi3odzo1_400_large.png

Bom espero que tenham gostado, eu pensem em fazer a sim, para não ser tão igual a outras fic's (gosto de ser original ^^)

Desculpem os erros ortográficos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...