História My domineering! His submissive - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Personagens Anastasia Steele, Christian Grey, Personagens Originais
Tags 50 Tons De Cinza, Anastasia Grey, Christian Grey
Exibições 73
Palavras 698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii amores tudo bem? Vcs devem estar tipo "Meu Deus que fic é essa?" "Da onde surgiu isso?", eu sei que demorei amores me perdoem, mas e que não sabia em como escrever, mas sem mais demora vamos ao cap.

Capítulo 5 - Pesadelo


POV Emma

Descemos do carro e começamos a caminhar em direção a porta de entrada do restaurante, quando entramos a recepcionista olha para Thomas com aquele olhar que diz “Meu Deus, que gato” com que faz que eu revire os olhos para essa sena, quando seus olhos me encontram ela faz uma cara de nojo- mereço um ser desse?!- dou um sorriso falso a ela, que é retribuído.
- Boa noite- diz Thomas e dá um pequeno sorriso a recepcionista loira, que quase desmaia.
- Boa noite- ela dá um sorriso de puta oferecida- Em qual nome esta reservada à mesa?
- Thomas Grey- quanto ele pronuncia seu sobrenome, pensei que a mulher ia se jogar nos braços dele.
- Ah, Senhor Grey- ela me da uma olhada de cima a baixo- Sigam-me, por favor- ela continua com esse sorrisinho cínico em seus lábios.
Ela nos guia até nossa mesa (que por sinal é a melhor), Thomas puxa a cadeira para que eu me sente.
- Obrigada- dou um sorriso e ele retribui- Então qual é a sua ideia para contar ao nossos pais a noticia da nossa associação?- ele se senta em minha frente.
- Que  tal uma festa?
- Uma festa?- eu arqueio uma sobrancelha.
- Boa noite- o garçom chega em nossa mesa
- Boa noite- Thomas e eu respondemos juntos.
- Bem- diz Thomas olhando para o cardápio- Vai querer algo de especial, Emma?
- Para mim tanto faz, Thomas- ele da um leve sorriso.
- Vamos querer só champanhe por enquanto- ele me encara e da um sorriso- Precisamos comemorar- retribuo seu sorriso.
- Claro senhor- o garçom anota- Com licença- ele se retira.
- Bem voltando ao assunto anterior- eu digo o encarando- Qual seu plano?
- Bem, meio óbvio que nossos pais vão exalar felicidade quando contarmos, mas porquê não mantemos em segredo até sábado, que ira ser a festa- o garçom retorna e serve o champanhe em nossas taças e sai- Você pode me ajudar a preparar a festa?- eu tomo um gole, e volto a encará-lo
- Claro- dou um sorriso simpático a ele, e percebo que seus olhos estão de uma cor cinza intensa.
Ficamos lá por mais ou menos uma hora e meia conversando sobre a festa até que resolvamos voltar, ele me deixa em casa e nos despedimos.
Quando entro tudo esta silencioso (graças a Deus), tiro meus saltos e ando em silencio até meu quarto, tiro meu vestido e coloco uma camiseta larga, e me jogo na cama... Não posso negar Thomas é extremamente sexy, e me atrai de uma tal forma, mas eu não posso tê-lo... Na verdade não posso ter ninguém, não depois de tudo o que aconteceu. Sinto minhas pálpebras pesando cada vez mais...

Sonho (lembrança)

Aquele homem saiu... Porque ele me adotou? Ele me ama de uma forma diferente... Não sei se isso é amor... Estou toda dolorida dessa vez ele foi muito bruto comigo- ouço a porta se abrir- Essa não ele voltou... Por favor, meu Deus, me proteja desse monstro.
- Emma- ele esta alcoolizado- SUA VADIA, QUEM MANDO VOCÊ LIGAR PARA A PORRA DAQUELE ORFANATO?- ele descobriu...
- Por favor, não brigue comigo- minha voz sai como um sussurro- Eu sou uma...
- CALA A BOCA, POUCO ME IMPORTA SE VOCÊ É CRIANÇA, SE VOCÊ SÓ TEM 7 ANOS
Ele vem em minha direção me agarra tira meus trapos de roupas e tira sua calça e me penetra com força me fazendo chorar e gritar de dor, e ele não para, sinto sangue escorrendo de minhas pernas, eu quero que acabe logo...

Acordo

- NÃOOO- acordo toda suada e com lágrimas em meus olhos, meus pais entram no meu quarto em desespero.
- Emma- mamãe se senta ao meu lado e me abraça, e eu não me importo- O que aconteceu querida?- papai se senta ao meu lado e acaricia meus cabelos- Foi aquele pesadelo de novo não foi?- ela pergunta com sua voz doce, e eu faço que sim com a cabeça- Oh querida- ela beija o topo de minha cabeça, eu não quero sair de seus braços me sinto segura, permaneço assim até que adormeço novamente.


Notas Finais


Espero que gostem, ate semana que vem.
Beijos❤💖💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...