História My Eternal (Jikook) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook Vhope Namjin Bts
Visualizações 23
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap 2


Eu nem vi minha mãe chegar em casa na noite passada eu dormi logo depois que ela saiu, quando eu acordei eu saí do meu quarto e fui escovar meus dentes, assim que terminei minha higiene fui até a cozinha e encontrei minha mãe. 

-Bom dia mãe. - Disse pra ela é a abracei 

-Bom dia Jiminie.- Respondeu 

-Tudo bem ?- Disse sentando e pegando um biscoito 

Ela olhou pra mim com uma cara triste, eu já sabia o porque 

-Mãe... 

-Jimin, eu já sei sua resposta eu já cansei de tentar te explicar as coisas.- Ela começou a chorar - Você acha que também não sofro Jimin ? Você acha que eu o esqueci também ? Não Jimin eu não esqueci do seu pai, eu só quero tentar ser feliz. Voce não vê a parte das outras pessoas desde criança só pensa em você.- Ela levantou da mesa 

Vi ela se afastar, bati na mesa e fui atrás dela 

-Mãe, vamos conversar direito. 

-Sobre oque ? Sua privacidade ? 

-Mais o menos mãe, então se for melhor pra você é, como eu posso dizer, eu divido meu quarto com o moleque. 

-É meu filho aí nesse corpo ? 

-Mãe para de graça, eu conversei com o Hobi, e ele me fez entender que você merece ser feliz e se eu vou ter que suportar o moleque por você eu vou suportar 

-Nao Jimin eu não quero que trate o Jungkook mal. 

-Jungkook ? Meu Deus que nome heim 

Ela me olhou com reprovação 

-Ta, tá então onde o "Jungkook" vai dormir, em que lugar do quarto ? 

-Podemos pegar a cama reserva. 

-Ok eu vou pegar lá nos fundos. 

-Eu vou ligar pro... 

Mal deixei ela falar e fui pegar a cama reserva que fica nos fundos de casa, chegando lá percebi que não tinha nenhuma cama armada, tava tudo desmontado. 

-MÃE, CADE A CAMA ? 

-ESQUECI DE TE FALAR, VOCE VAI TER QUE MONTAR. 

-É OQUE ? 

-POR FAVOR JIMIN. 

Não respondi e meio sem saco peguei as tábuas e comecei a carregar até meu quarto, demorou pra mim levar todas quando eu passava por minha mãe ela ria mas escondia o riso. 

Quando eu carreguei tudo comecei a montar a cama, era prego pra cá, martelo pra la, eu estava suando já. E mais prego, é mais bateção de martelo. Demorou acho que uma hora pra eu terminar a bendita armação da cama. Eu fui no quarto da minha mãe e joguei o colchão lá, olhei pra cama e falei 

-Nada mal.- Disse com a mão na cintura

-Nada mal mesmo heim.- Disse minha mãe 

-AI MINHA NOSSA SENHORA MAE.- Disse pulando e colocando a mão no rosto 

Ela começou a rir e falou 

-Ue Jimin assustado ?

-Nao, imagina só você que brota aqui do nada e fala atrás de mim. 

-Ta né, então se arrume eles virão jantar hoje aqui. 

-Ok mãe. 

-Obrigado por estar sendo bom pra mim agora. 

Eu a abracei 

-Nao, desgruda tá todo suado. 

Eu ri um pouco e ela saiu do meu quarto eu me joguei na minha cama, tava morrendo de cansaço. 

Acho que eu dormi, quer dizer eu dormi porque acordei com minha mãe me cutucando. 

-Ow Park Porquinho vai tomar banho Ja já eles vem. 

-Calma mãe to indo. 

-Anda. 

Levantei e fui pro banho, demorei uns 20 minutos. Lavei meu cabelo, meu corpo. E sai. Quando eu estou andando no corredor minha mãe vem com um terno 

-A mãe terno não por favor. 

-Jimin pra você ficar apresentável. 

-Eu uso roupas longas mais terno não. 

-Ta, só pelo fato de você estar fazendo isso já tá ótimo. 

A campanhia tocou. 

-Vai se trocar. 

Corri pro meu quarto e peguei uma calça e camiseta de manga comprida, pentiei meu cabelo passei um perfume e sai do quarto. 

Ouvi as vozes da minha mãe e de um homem na sala, chegando lá pude ver quem eram. 

-Sejam bem vindos.- Disse sorrindo 

-Entao esse é Park Jimin.-Ele falou 

-Acho que sim.- Disse sem humor 

Minha mãe pisou meu pé e eu dei um sorriso pra não demonstrar dor. 

Até então o garoto ao lado do homem estava de cabeça baixa, mais logo levantou e eu pude olhar melhor seus traços e seus olhos. 

Eu senti uma agulhada forte no estômago. Eu pedi licença a eles e fui ao banheiro, me olhei no espelho e eu tava mais pálido do que o normal. 

-Oque é isso ? Por que estou assim ? Ele é só mais garoto. 

Lavei meu rosto e voltei a sala. 

-Esta bem Jimin ?- Perguntou o pai de Jungkook 

-Tudo senhor Jeon eu só tive um mal estar... 

-Bom, gente o janta falta pouco então Jimin mostre o quarto pro Jungkook. 

Droga mãe. 

-É, tá, ham, Jung Jungkook pode vim.- Gaguejei e chamei Jungkook 

Ele veio atrás de mim, e eu abri a porta do quarto. Eu dei passagem a ele e o mesmo olhava ao redor surpreso 

-Esse quarto é o nosso ? 

Oloco o guri já tá até sabendo, tá adiantado heim 

-Sim, esse é o nosso quarto.- Disse com dificuldade no "nosso" 

-Aah sim. 

Jungkook ficou olhando outras coisas, e eu observando ele, ele tem um rosto tão bonitinho, uma voz tão doce. 

Minha mãe chamou a gente, e todos nós jantamos. 

Acho que não vai ser tão ruim 


Notas Finais


Eu tive que postar esse porque eu já tinha escrevido a tempo e não sei ksjd só quis postar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...