História My everything - (Kim Taehyung) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, Got7, Monsta X, NU'EST, Seventeen
Personagens Baekhyun, BamBam, Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jackson, JB, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jr, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Ki Hyun, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Mark, Minhyun, Personagens Originais, Rap Monster, Ren, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suga, U-Kwon, V, Wen Junhui "JUN", Won Ho, Xu Ming Hao "THE8", Youngjae, Yugyeom
Exibições 291
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 🌚❤😘

Capítulo 3 - Sentiu minha falta?


Fanfic / Fanfiction My everything - (Kim Taehyung) - Capítulo 3 - Sentiu minha falta?

      Ele vai se aproximando de mim. Perto demais. Estava sentindo minhas bochechas pegando fogo, eu devia estar parecendo um tomate. Reúno toda a coragem que tenho e falo com ele.

      - O que você está fazendo Taehyung? Me deixa sair.

- De que mesmo você me chamou antes? - ele pergunta se aproximando mais ainda.

- VOCÊ ME CHAMOU DE BALEIA TAEHYUNG, tive todo o direito de chamar você de et.

- Eu estava só brincando, mas você me magoou de verdade, acho que mereço um pedido de desculpas. - ele fala sorrindo malicioso.

- Então ta, desculpa. Agora me deixa sair.

- E se eu não quiser?

- Você não tem querer Taehyung. - eu falo e ele coloca as mãos na parede ao lado da minha cabeça, me prendendo entre ele e a parede.

- Ta bom, eu solto você, mas quero algo em troca.

Engulo seco e pergunto.

- O que você quer?

- Isso. - ele envolve seus braços em minha cintura e vai aproximando o seu rosto do meu.

Kim Taehyung ia me beijar. Eu não podia negar, queria aquilo tanto quanto ele, então apenas fechei meus olhos e o esperei.

- TAEHYUUUNG - ouvimos uma voz que eu reconheci ser de Vernon gritar da sala e nos separamos rapidamente antes de nossos lábios se tocarem. Eu juro que mato o meu irmão mais tarde.

- Fique aqui, eu já volto. - Tae sussurra para mim, assenti e ele logo sai do banheiro para ir falar com Vernon.

              P.o.v Vernon on

Depois da briga de Taehyung e Ren no colégio, eu pude ver que a minha irmã ficou muito abalada, não aguento vê-la assim, eu quero protegê-la, eu sou tudo o que ela tem, e ela é tudo pra mim. 

Então tive uma ideia e resolvi ir até a casa de meu melhor amigo falar sobre isso com ele. Chegando na casa de Taehyung, vi que a porta estava destrancada, então fui entrando sem me importar.

- TAEHYUUUNG - chamo por ele. Logo vejo um Taehyung assustado saindo do banheiro.

- Vernon, aconteceu alguma coisa?

-Você sabe como a minha irmã é sentimental, e ela ficou meio abalada com o que aconteceu hoje mais cedo, então eu resolvi fazer uma festa do pijama lá em casa pra animar ela.

- Quando vai ser? - Taehyung pergunta animado.

- Sábado, pois ainda preciso comprar as coisas pra festa.

- Tudo bem, pode contar comigo Vernon!

- Valeu cara! Até mais. - me despeço e vou embora.

      P.o.v Vernon off

Logo depois, Naiah voltou para sua casa e Vernon contou a ela sobre a festa.

                  P.o.v Naiah on

Quinta-feira

Falta só 2 dias para a festa, por mais que eu ficasse com raiva de Vernon algumas vezes, eu amava muito o meu irmão, ele está sempre cuidando de mim como se eu fosse um bebê, mas eu amo essa preocupação que ele tem comigo, sempre querendo me ver o mais feliz possível e fazendo o máximo que ele pode para me proteger, sou muito agradecida por ter ele como irmão.

Eu convidei Jeonghan, Joshua e Isabella para a festa, enquanto Vernon convidou Taehyung, Jungkook, Hoseok e outros dois amigos dele que eu não conhecia. Nossa casa era bem grande, então não teria problema algum para todos posarem lá.

Fui tomar um banho. Saí, coloquei meu uniforme e desci para esperar Vernon e irmos pro colégio. Entramos no ônibus e sentei ao lado de Vernon.

- Depois da aula vou sair e comprar as coisas para a festa, você vai junto?- Vernon me pergunta enquanto mexe em seu celular.

- Hmm, acho que não, estou pensando em ir passar a tarde na casa de Jeonghan - ele rapidamente larga o celular e me olha com uma cara emburrada.

- Não se preocupe oppa!! Você sabe, Jeonghan é um anjo. - digo segurando a risada vendo que ele ainda não desfez sua cara emburrada, mas eu adoro provocá-lo, fica tão fofo fazendo aquele biquinho quando está bravo.

- Tenha juízo irmãzinha.

- Não pense bobagens Vernon. Eu estava só brincando, vou pra casa depois da aula, preciso fazer um trabalho.

- Acho bom - ele fala e sorri satisfeito.

O ônibus para na frente do colégio e nós descemos.

- Hannie!! - Vejo jeonghan sentado em um banco na frente do colégio e corro para abraçá-lo.

Mas quando me solto de seu abraço reparo bem eu seu rosto.

Jeonghan estava pálido, muito pálido, as olheiras dele davam impressão de que o mesmo não dormia há muito tempo, ou que passou a noite chorando. Seu rosto angelical havia sumido. Jeonghan parecia morto. Porém o mesmo não parava de sorrir um segundo, fazendo seu rosto angelical voltar a aparecer.

- Jeonghan, você está bem? Você está muito pálido, e com olheiras. - pergunto preocupada.

- É que eu passei a noite jogando, então não pude dormir direito, e hoje de manhã não tive tempo de tomar café da manhã. Mas agora que você chegou, eu me sinto bem. - jeonghan falou e eu corei.

- Vamos para a sala? - ele me pergunta e eu assenti.

Estávamos a caminho da sala de aula, quando vejo o bebedouro, eu estava morrendo de sede então disse para Jeonghan ir na frente que eu já estava indo, ele concordou e foi para a sala. Terminei de tomar a água e estava indo para a aula, mas sinto alguém me puxar para dentro de uma sala de aula vazia e fechar a porta.

- Não acha que está me devendo algo? - era Taehyung, apenas fico imóvel olhando pra ele, fazendo o mesmo sorrir quadrado.

Ele se aproxima de mim, coloca a mão em minha nuca e me puxa rapidamente, me beijando. Ele pede passagem com a língua e eu cedi no mesmo instante, coloco a mão em sua nuca e o puxo para ainda mais perto de mim, intensificando o beijo. Ele coloca suas mãos em minha cintura e me empurra até me prensar na parede, morde meu lábio inferior dando espaço para podermos respirar um pouco, mas logo volta a me beijar mais intensamente ainda, eu passo a mão por cima de seu membro ainda coberto pela calça e ele solta um gemido baixo. Nesse momento eu lembrei que estávamos no colégio e parei imediatamente.

- Tae, eu tenho que ir para a aula.

- Tudo bem, agora você já pode ir - ele fala e me da um selinho demorado, logo depois eu saio dali e vou para a minha sala.

Entro na sala e sento ao lado de Jeonghan que me olha com uma cara desconfiada, mas graças a Deus não me perguntou nada sobre a minha demora para tomar água.

2 períodos ja haviam passado, eu não conseguia me concentrar em nada, ficava pensando sobre o que aconteceu. Eu paro de sonhar acordada quando alguém bate na porta, era o diretor.

- Bom dia alunos, vocês tem um colega novo, por favor sejam legais e dêem as boas vindas, até mais. - o diretor diz e sai da sala.

- Meu nome é Kiji, sou seu professor, por favor apresente-se para a turma, entre. - diz o professor para o aluno que ainda estava no lado de fora da sala de aula.

- Olá meu nome é Choi Seungcheol, espero que possamos nos dar bem.

Choi Seungcheol, fiquei boquiaberta quando ouvi ele falar seu nome e olhei imediatamente para ele para ter certeza se era mesmo quem eu estava pensando que fosse. E infelizmente era ele, Seungcheol, ou S.coups como alguns o chamavam, a pessoa mais arrogante, falsa e aproveitadora que eu conhecia, era só o que me faltava, o que esse idiota faz aqui? Seungcheol foi meu colega anos atrás em outro colégio, ele é uma pessoa horrível, vivia fazendo bullying com os meninos, chamando de menininhas, viados, maricas. As meninas eram apaixonadas por ele, porém ele ficava com elas uma noite e depois as jogava fora, feito um lixo, e humilhava elas, ele faz isso com todas, mas eu nunca caí em suas armadilhas. Como eu odeio esse menino!

- Tem uma classe vaga atrás da Naiah, sente-se ali. - o professor disse para Seungcheol.

Você é maravilhoso professor, mas essa eu não vou perdoar.

Seungcheol estava vindo em minha direção, então abaixei a cabeça para não ter que olhar em sua cara, logo ele se senta atrás de mim.

- Oi linda, sentiu minha falta? - escuto Seungcheol sussurar em meu ouvido e meto o dedo do meio para ele.







Notas Finais


vacilou hein professor, bultaoreune


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...