História My exciting boss – Imagine (Sehun) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Sehun
Tags Exo, Imagine Hot, Sehun, Você
Exibições 1.621
Palavras 1.494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, voltei, a pedido da Gaby_Lee lhes trago um Imagine desse homem maravilhoso que é Oh Sehun tenham uma boa leitura ♥

Capítulo 1 - Be mine


Fanfic / Fanfiction My exciting boss – Imagine (Sehun) - Capítulo 1 - Be mine

                       {Sehun on}

Ela estava usando aquele batom cor de vinho novamente, o mesmo que sempre me enlouquecia pois deixava seu visual um tanto quanto sexy, com aquele vestido colado minha vontade era apenas de rasga-lo, queria a todo momento seu corpo ao meu lado sentindo um prazer intenso em quanto éramos rodeados de velas e champanhe caros.

- Terminou? - Ela veio até mim, claro, pedindo todo o relatório que eu devia ter feito.

Era errado se apaixonar por minha chefe? Eu diria que não, mas se apaixonar por sua chefe sabendo que ela é casada seria a pior das coisas a se fazer no momento, sabia que ela estava vivendo um mal casamento, nada ruim eu consola-la de uma forma um tanto quanto peculiar.

- Ainda não - Ela me olhou com reprovação mas logo relevou, sua feição parecia triste e isso me deixava com raiva, claro que eu sabia o porque desta tristeza. - (Seu nome) por que não janta comigo hoje? - Sorri para a mesma que ficou um pouco surpresa com o pedido.

- Eu não tenho tempo agora, me desculpe Sehun - Ela simplesmente abaixou a cabeça e saiu, não, eu não iria deixar assim eu deveria alegra-la, a fazer esquecer de seus problemas pessoais pelo menos um pouco.

Assim que terminei todo o meu relatório de vendas pude enfim ir até a sala de minha chefe que não ficava tão longe da minha cabine de trabalho, assim que entrei a vi mexendo em seu computador um pouco concentrada, coloquei as pilhas de papéis em cima de sua mesa e aguardei para que ela percebesse minha presença.

- Obrigada, já pode ir - Ela parou de mexer em seu computador e olhou para mim com um sorriso forçado.

- Tem certeza de que não quer jantar comigo? - Me sentei em uma das cadeiras a frente de sua mesa.

- Sehun, eu estou ocupada, não posso sair, ainda mais com um funcionário - Continuou a mexer em seu computador sem olhar em meus olhos.

- Você deveria sair um pouco sabia? Parar de se preocupar tanto com a vida, ela passa e você ainda vai estar aqui sentada sem ao menos ter vivido direito - Disse girando na mesma cadeira onde estava.

Ela parou com seu trabalho e fechou a tela de seu notebook, olhou em meus olhos o que me fez ficar sério e parar de brincar com a cadeira.

- E aonde vamos? - Sorri largamente assim que ela aceitou, me levantei e ela fez o mesmo, dei a volta em sua mesa ficando bem em sua frente.

Seu cheiro era doce, era o tipo de perfume que eu adoraria ter em minha camisa por horas, definitivamente tudo nessa mulher me enlouquecia profundamente.

Peguei em sua mão a guiando até o estacionamento, entramos em meu carro e sem esperar muito dei a partida para que pudéssemos ir até minha casa, olhei-a colocando o cinto, nem estava mesmo acreditando que a mulher que eu mais desejo estava em meu carro indo comigo em minha casa, confesso que com esse pedido tive segundas intenções mas como eu disse, queria faze-la feliz de uma forma diferente.

- Não me disse onde vamos - Pegou seu batom para retoca-lo, eu apenas observei, seus lábios ficaram incrivelmente destacados e minha vontade de beija-la aumentou.

- Não se preocupe você vai gostar - Disse sorrindo.

Quando enfim chegamos em minha casa eu saí do carro e abri a porta para ela em seguida, seguimos para a porta da frente, abri a mesma e fomos direto para a cozinha.

- Hoje você vai conhecer meu lado cozinheiro - Disse na esperança de faze-la rir, o que foi bem sucedido.

- Então prepare uma comida bem gostosa para mim chefe - Hoje os papéis estariam invertidos, esta noite eu daria as ordens.

Depois de terminar de fazer as comidas peguei alguns vinhos e é claro Champanhe para comemorar a vinda de (Seu nome) em minha casa, fiz a mesa e nos sentamos. Esperei-a experimentar a comida para que eu pudesse comer também.

- Sehun, não sabia que cozinhava tão bem - Disse ela tomando um pouco do vinho.

- Essa não é a única coisa que sei fazer bem - Disse olhando para a comida com um sorriso de canto.

Assim que terminamos de comer ela se levantou, seu celular estava tocando, a mesma se desculpou e foi atender um pouco longe, me aproximei cuidadosamente de onde ela estava e pude ouvir sua conversa, era seu marido.

"Onde está!? Quero que volte para casa agora! Estou com fome!"

Aquele homem me enojava, somente sua voz já me dava repulsa, (Seu nome) saiu do lugar onde estava se assustando comigo em sua frente a encarando.

- Me desculpe, eu preciso ir, obrigada por esta noite - Ela disse ainda com o celular em seu ouvido, provavelmente ainda não havia desligado, peguei o mesmo de sua mão e pude ouvir aquela voz horrível novamente, desliguei a chamada - Ei! - ela tentou pegar o celular de minha mão mas o joguei em cima do sofá.

Sem pensar puxei (Seu nome) para um beijo, demorou para que ela retribuisse mas logo cedeu, fui a guiando até meu quarto em passos cegos, sem parar de beija-la, parei em frente a cama.

- Por que fez.. - Não deixei-a terminar sua fala a beijando novamente, caímos na cama, apoiei minhas mãos no colchão sentindo suas leves mãos tocarem os fios de meu cabelo os massageando de vagar.

Me ajoelhei na cama em sua frente retirando meu paletó em seguida de minha gravata, assim que ia retirar minha blusa ela me parou, se ajoelhou ficando em minha frente desabotoando os botões de minha camisa social. Sorri para ela que olhou em meus olhos, a beijei novamente segurando firme sua cintura, passei minhas mãos por entre suas costas e rasguei seu fino vestido azul que mostravam exatamente suas curvas.

Me sentei na cama a fazendo se sentar sob mim, retirei seu sutiã dando uma bela vista para seus seios já rijos com meus toques, massageei um deles enquanto dava chupões fortes no outro, (Seu nome) gemia de puro tesão e eu estava amando ouvir aquilo.

Parei de brincar com seus seios e novamente a deitei na cama ficando por cima, retirei o que havia sobrado de seu vestido e desci até a região de sua calcinha até retirar a mesma, olhei para (Seu nome) que mantinha seus olhos fechados, eu poderia sentir meu membro latejar dentro de minha calça somente com aquela cena, ver a mulher que sempre me deixou louco para te-la em minha cama sentindo minhas mãos trabalharem em seu corpo era mais que bom para mim.

Abocanhei sua intimidade sentindo a mesma se contrair em minha boca, dei leves lambidas na mesma e pude ouvir (Seu nome) gemer manhosa, penetrei minha língua em sua entrada fazendo movimentos rápidos, ela agarrou os fios de meu cabelo novamente e os puxou com o prazer que eu a proporcionava, senti o líquido de minha chefe escorrer por minha boca, em seguida subi em cima de seu corpo novamente a beijando fazendo a mesma sentir seu próprio gosto que por sinal, era delicioso.

Levantei-me sentando na cama, (Seu nome) veio até mim ficando de quatro sob o colchão, ela retirou meu sinto e com minha ajuda retirou minha calça, ela massageou meu membro que já estava bastante duro por cima de minha cueca, gemi rouco com seu toque, ela passou a língua no mesmo olhando em meus olhos, não resisti ao seu olhar sádico.

- Me chupe (Seu nome)! Deixe-me sentir sua boca - Ela sorriu e em seguida retirou minha cueca jogando-a longe, pegou em meu membro com força, pendi a cabeça para trás apenas sentindo suas mãos macias em meu membro pulsante. Ela começou a usar sua boca para chupar metade de meu membro e o resto começou a masturba-lo, não estava aguentando tanta tortura, peguei em seus cabelos ditando os movimentos fazendo-a ir mais rápido, quando estava prestes a gozar puxei sua cabeça para que parasse de me chupar.

A fiz virar para mim ainda de quatro, me posicionei atrás da mesma e penetrei meu membro em sua intimidade.

- Sehun, oh Daddy - Ela gemeu puxando com força o lençol, não pude conter minha animação por ouvi-la gemer meu nome, minhas estocadas eram fortes e rápidas, a cada segundo nossas respirações ficavam mais aceleradas e nossos gemidos ainda mais altos, estoquei mais algumas vezes até sentir novamente meu orgasmo próximo.

(Seu nome) gemeu mais algumas vezes até que pude sentir ela atingindo seu ápice, estoquei com mais rapidez até atingir o meu, caímos sob a cama totalmente cansados e ofegantes. Olhei para minha chefe que continuava com sua respiração acelerada, dei um pequeno beijo em sua testa e entrelacei nossos dedos.

Queria fazer ela se sentir segura para saber que seu futuro só faria sentido se fosse comigo. 


Notas Finais


Obrigada por ler ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...