História My fake girlfriend - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Bradley Steven Perry, Chaz Somers, Christian Beadles, Cody Simpson, Justin Bieber, Kristen Stewart, Lily Collins, Ryan Butler, Shawn Mendes
Personagens Ariana Grande, Bradley Steven Perry, Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kristen Stewart, Lily Collins, Ryan Butler, Shawn Mendes
Tags Ariana Grande, Fake, Girlfriend, Gravidez, Jariana, Justin Bieber, Namorada Falsa
Exibições 435
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii genteeeeee
Volteiii
Desculpa estar postando tão tarde hoje, mas é que meu dia foi bem corrido hoje é esses dias nem tava olhando o spirit direito!
Enfim, espero que vocês gostem do cap!
Boa leitura!
Bjsss

Capítulo 8 - Ação de graças!


Fanfic / Fanfiction My fake girlfriend - Capítulo 8 - Ação de graças!

POV ariana grande

não acreditava que justin ia mesmo se pegar com naquela loira por causa da porra daquele vestido, eu nem fazia tanta questão assim. não entendi como aquela moça tinha a cara de pau de ser tão oferecida ao ponto de falar aquilo na maior cara dura, e o pior era que meu suposto namorada, estava lá se pegando com ela agora, quando aquelas moças da loja olhavam para mim como se estivessem com pena.

sai da loja bufando de raiva, que se foda justin! e que se foda vestido também! eu uso qualquer coisa que eu tiver trago mesmo. fui saindo do shopping e logo cheguei no carro, mas ai lembrei que a chave estava com justin. resolvi espera-lo mesmo, eu não teria como voltar de outro jeito ja que eu não estava com dinheiro. então fiquei lá esperando ele feito uma songa monga.

uns cinco minutos depois vejo justin do outro lado da rua carregando uma sacola e ofegante, provavelmente procurando por mim. ele me viu encostada no carro e veio correndo.

- você ta loca ariana?- perguntou ainda recuperando o fôlego e parando na minha frente. - eu fui conseguir aquela bosta de vestido para você e você foge da loja.

- claro, queria que eu ficasse lá olhando para as paredes enquanto você se pegava com a mocreia no provador? não ia ficar lá como a corna conformada. - respondi dando de ombros.

- pelo menos tivesse avisado e não fica com ciúmes, eu só ia dar selinho nela, mas ela me atacou e meteu a língua dentro da minha boca e depois eu sair correndo de lá atrás de você. - disse comi se estivesse repassando a cena mentalmente. - e dei o número do chris para ela também.

- não tenho ciúmes, por mim você poderia ter transado com ela que eu não ligaria. - não era bem verdade, eu ligaria sim.

- vou fingir que acredito em você amorzinho! - ele falou segurando minhas bochechas e me dando um selinho, mas eu fiz cara de nojo.

- eca! agora vou ter que lavar minha boca com sabão por você ter beijado aquela vagabunda e depois ter me beijado. vamos embora logo! - ele riu e entramos no carro indo para casa.

a única coisa boa daquilo era que eu tinha o bendito vestido.

*****************************

ja estava na hora de começar a festa e eu estava quase pronta, só faltava colocar os brincos. quando estava pronta, me analisei no espelho e estava bom para mim.



o vestido não muito extravagante, mas elegante. não gostava de coisas chamativas, então estava bom para mim assim. quando me virei justin estava me olhando da porta do closet já todo arrumado.

- você está maravilhosa ! - disse sorrindo.

- você está bonitinho, mas da para o gasto! - disse  num tom de brincadeira enquanto contemplava o cilício nos meus olhos que era ver justin de terno. passei do lado dele e esbarrei propositalmente no seu ombro sorrindo.

- nem vem não ana! sei que você me ama e eu faria você confessar isso agora mesmo, mas estamos atrasados, minha mãe deve estar furiosa. - disse passando as mãos no cabelo, colocando os fios rebeldes no lugar e sorriu se voltando para mim.

- vamos logo então! - puxei o braço dele e descemos as escadas já ouvindo a agitação que estava lá embaixo.

Assim que paramos na sala, tinha bem mais gente do que eu imaginava, achava que seriam apenas os familiares de justin que já estavam aqui.

- tem bastante gente aqui, parece mais uma festa do que um jantar de ação de graças. - disse no ouvido de justin.

- são todos familiares, minha mãe nunca reúne todo mundo, mas é como ela falou nunca tenho uma namorada então ela quer comemorar. - falou dando de ombros.

Eu não falei mais nada e assim que as pessoas nos notaram vieram nos parabenizar pelo namoro. Parecia até que eu estava gravida e havíamos acabado de noivar! Quando eram 10:00 da noite, a mãe de justin chamou todos para sala de jantar e eu nunca tinha ido naquele cômodo da casa dele, para falar a verdade eu só havia ido nos cômodos comuns e no quarto de justin.

A sala era enorme e a mesa surpreendentemente acomodava todo mundo. Me sentei ao lado de justin e uma outra prima dele sentou do meu lado, se não me engano o nome dela era Alexandra.

- parabéns por conseguir aquietar o fogo do meu primo! - disse alexandra quando o jantar estava começando a ser servido.

- obrigada, eu acho! - disse fazendo uma careta meio confusa e sorrindo no final.

- você foi a única, tirando a vaca da Megan.

- já fiquei sabendo de tudo e eu com certeza nunca faria nada para machucar seu primo. - não estava mentindo, justin poderia se tornar um grande amigo no final de tudo aquilo.

- acredito em você, vejo como se olham, e como seus olhos brilham quando estão em um momento só de vocês. - nisso ela estava se referindo as vezes em que cochichávamos um no ouvido do outro. Mas esses olhar e esse brilho nos olhos não existiam.

Então apenas sorri e comecei a me deliciar com aquele jantar maravilhoso.

***********************************

Por volta das três da manhã todos os adultos já haviam ido embora e novamente só os adolescentes se mantinham acordados, só que em maior quantidade, já que a mãe de justin fez questão de que todos os sobrinhos dormissem aqui.

Estávamos todos na sala de jogos e alguns ate jogavam enquanto os outros conversavam, eu estava sentada em uma roda com as primas de justin, mas percebia alguns olhares dos primos deles em mim.

Um tempo depois alguns dos primos dele foram dormir e por fim ficamos só, eu, ale, justin, shawn, Ryan, chaz, Leandro, kristen, Erik, yago e  Vinicius.

Eu já estava ficando incomodada com os olhares penetrantes de Leandro, Vinicius, shawn e yago. resolvi ir sentar no colo de justin,ja estava meio alterada pelo vinho que tomei no jantar e pesquisas afirmam que as pessoas ficam constrangidas quando presenciam momentos íntimos de outras pessoas, então resolvi fazer uma loucura.

- o que você esta fazendo? -justin perguntou quando eu comecei a beijar seu pescoço sentada em seu colo.

- seus primos estão me olhando e estudos apontam que pessoas ficam constrangidas quando presenciam momentos íntimos de outras pessoas. Coloca a mão nas minhas cochas. - só para avisar havíamos trocado de roupa e eu estava com um short jeans e uma blusa de moletom.

- você é louca, mas eu gosto disso! - falou no meu ouvido mordendo o lóbulo da minha orelha.

- me beija! - então ele sem questionar segurou minha nuca e aproximou nossos rostos iniciando um beijo o feroz.

Quando terminamos o beijo ainda ofegante me sentei de frente para justin pondo uma perna em cada lado da sua cintura.

- seus primos ainda estão olhando? - perguntei rebolando no seu colo.

- eles parecem até estar se divertindo com a gente se pegando aqui.

- então você vai dizer que estamos cansados e vamos para o quarto. - justin captou a mensagem e logo eu sai do seu colo e nos levantamos do pequeno sofá.

- ei pessoal, boa noite para vocês! Mas eu e ana estamos indo dormir. Foi um dia cansativo. - ele fingiu um bocejo muito mal e os primos riram.

- vão la então,"dormir" - disse Leandro fazendo aspas no "dormir".

Quando saímos da sala de jogos me dei conta que o quarto de justin ficava praticamente ao lado e isso era perfeito.


Notas Finais


Bom genteney, esse foi o cão de hoje! Mais uma vez peço desculpas pelo horário e espero que vocês tenham gostado.
Comentem para saber saber o que vocês acharam e leitores fantasmas, favoritem!
Até quinta!
Bjsss
Amo vocês! 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...