História My Fallen Angel Seokjin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais
Tags Bts, Imagine, Jin, Seokjin
Exibições 109
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Threat


Fanfic / Fanfiction My Fallen Angel Seokjin - Capítulo 5 - Threat

  Jin On

  Selo nossos lábios e enquanto _____ fecha os olhos eu desapareço, eu preciso resolver toda aquela situação, todos nós anjos podemos nos "teletransportar" claro que existem alguns lugares que são excessão mas como estou aqui eu prefiro usar os métodos dos humanos porém não dessa vez.
  Eu ainda não acredito que ela pode não apenas ver minhas asas como consegue enxergar minha aura branca, isso é impossível pra algum humano mas ela é excessão não é mesmo, ela consegue que até mesmo eu queira, não só queira como também quebre as regras.
  Mas algo que ela me disse ainda continua em meus pensamentos, ela estava enxergando uma aura rosa em mim, emoções humanas em mim, paixão.
  Em meio aos meus pensamentos o anjo Hoseok aparece, ele estava sério o que deveria ser algo muito importante já que ele normalmente estava sorrindo, ele é conhecido dentre todos nós como esperança.
  Não era comum entre nós questionarmos nossas ordens ou pensar sobre qualquer coisa, simplesmente obedecemos mas eu estava quebrando as regras.
  - Você está sendo solicitado pra uma conversa com o anjo Namjoon imediatamente. - logo em seguida ele desapareceu sem eu ao menos ter tido tempo de responder.
    Era estranho ser solicitado pra uma conversa formal com Namjoon, isso só acontece quando as coisas estão feias.
  Imediatamente me teletransportei até a entrada do céu mas não precisei entrar, ele estava a minha espera junto com Hoseok e Jimin.
  - Que bom que veio logo. - Namjoon disse.
  - O que deseja? - perguntei.
  - Não seja tão formal, estou aqui hmm como dizem os humanos, amigo.
  - Pois bem Namjoon, o que era tão importante ao ponto de dizer que precisava me ver imediatamente estando junto a mais dois anjos?
  - Eles descobriram...
  - Descobriram o que? - perguntei cortando Nam
  - Sobre a humana, sobre seu relacionamento com ela.
  - Não vejo como descobriram algo que não existe.
  - Você tem certeza?- Hoseok quem perguntava.
  - Sim, eu tenho.
  - Então isso facilita - disse Jimin.
  - Como facilita? - perguntei sem entender.
  -  Será mais fácil pra você matá-la - responde Namjoon.
  - Que? Como? - perguntei confuso.
  - Isso mesmo, ______ é uma ameaça para nós e portanto tem que ser eliminada - quando Namjoon disse aquilo meu coração se apertou.
  Como alguém poderia pensar em matá-la, como alguém podia pensar nela como uma ameça, justamente ela, tão frágil, era como se a qualquer momento ela fosse quebrar.
  Eu não conseguiria deixar fazerem tal coisa a ela - Como vocês podem concordar com isso? - perguntei tentando parecer indiferente.
  - Ordens são ordens - respondeu Jimin.
  - Só por que alguém mandou você fazer, você faz? Sem questionar? - insisti
  - Exatamente - respondeu Hope - você sabe como tudo funciona, você obedece e não questiona.
  - E vocês iram fazer isso? - perguntei
  - É claro que não - respondeu Jimin e isso me faz ficar aliviado mas não por muito tempo - você é quem vai.
  Eu pisquei várias vezes tentando processar aquilo - Eu não irei fazer isso! - respondi convicto.
  - Então você sabe o que isso significa não é mesmo?! - exclamou Nam - Traição o pior crime se não um pior deles, você sabe que a matarão e a você também, então deveria ser você quem o fizesse.
  - Então vocês já podem me matar, eu não irei matá-la, ao contrário disso eu a proteger ei com minha vida, protegerei a mulher que tem meu coração.
  - Isso porque disse que não estava envolvido com a mesma. - fala Jimin.
  - Eu não estou envolvido com ela mas isso não significa que eu não nutre sentimentos por ela.
  - Você sabe que nós anjos não possuímos sentimentos não é mesmo - questiona Hope.
  - Eu também achava isso, também achava que os humanos não podiam enxergar nossas asas e muito menos enxergar nossa aura branca.
  - Eu não acredito - Falou Jimin.
  - Blasfêmia - Hope falou em seguida.
  - Impossível - Namjoon falava atônito.
  - Tudo é a mais pura verdade.
  - Se isso for verdade .. - começou Nam - talvez ela realmente seja um perigo.
  - Até você? - perguntei.
  - Mas é claro, sejamos óbvios ela é diferente dos humanos, uma ameaça.
  - Ela nunca seria uma ameaça, vocês não a conhecem, ela é delicada, sensível, ela precisa de alguém que cuide dela, que realmente se importe com ela.
  - Eu nunca pensei que eu ouviria isso justamente de Jin - falou Jimin.
  - Exatamente, logo ele tão certinho e obediente, defensor da lei e da ordem - completou Hope.
  - Tenho que concordar - falou Nam - mas eu estou com você.
  - O quê? - perguntamos nós três.
  -  Uma hora todos nós temos de que escolher um lado e por que não um a qual sabemos ser o certo.
  - Concordo - disse Hope - e eu sendo a esperança não poderia ficar de fora.
  - Vocês estão loucos? - Jimin perguntou e nós olhamos para ele - Tudo bem, estou dentro de alguma coisa que eu sei que vai dar errado.
  - Vocês sabem as consequências desse crime não? - perguntei para eles terem a certeza de suas decisões e todos assentiram.
  - E agora? - perguntou Hope.
  - Também não sei - respondi sinceramente - e não sei como vou proteger ela sendo que não podemos esconder ela de todo o céu.
  - Primeiramente nós todos ainda não fomos classificados como traidores - falou Nam -  que nos dá uma vantagem mas não muito já que nossos superiores sempre sabem de tudo.
- E o que você está sugerindo? - perguntou Hope com o cenho franzido.
  - Exatamente isso que você está pensando - respondeu Nam.
  - E o que a gente está pensando? - insistiu ele.
  - Vamos descobrir o por que de realmente a quererem morta e o porque dela ser tão ... Especial, diferente. Então vamos continuar nossa rotina e ver o que descobrimos, se algo der errado, vocês já sabem - Nam falou e nós assentimos.

     Jin Off

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...