História My Fantasy -Imagine N Vixx - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Tags Amor, Drama, Hanna, Romance, Violencia, Vixx
Exibições 56
Palavras 764
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom pessoal esse é o último capítulo de My Fantasy:( , eu sei passou muito rápido mas esse foi uma imagine pequena.

Capítulo 8 - My Fantasy -Final


Fanfic / Fanfiction My Fantasy -Imagine N Vixx - Capítulo 8 - My Fantasy -Final

... Acordo de 9 horas da manhã,  mas ainda com muito sono pois tinha acordado umas 3 vezes na madrugada,  com barulhos estranhos.

Olho pro lado e vejo N dormindo enrolado no lençol, me levanto devagar e vou até a janela lá embaixo vejo umas crianças brincando e me lembro do meu tempo como criança e antes do meu irmão nascer.

Eu era feliz , não que eu não seja agora muito pelo contrário , eu nunca fui mais feliz, meus pais me davam brinquedos e eu tinha um quarto só pra mim, minhas notas eram ótimas... mas quando meu irmão nasceu... meus pais me trataram igual a lixo, eu não  tinha mais quarto, nem brinquedos,  eles disseram que eu era crescida demais pra brincar, mas eu só tinha 11 anos.

Eu sentia muito ódio e raiva, eu pensava em matar meu irmão envenenado , mas desconfiaram de min, eu queria enforcá - lo mas pela impressão digital saberiam que fui eu.

E com 12 anos fui jogada naquele abismo, eu juro , eu juro mesmo que se eu encontrasse meus pais, eu não sei do que seria capaz, eles me fizeram sofrer, eu chorava noites e dias, não era tratada bem... Natal? Nunca! Meu natal eu passava trancada numa sela, Dia das mães? Depois de entrar lá nunca soube o que era isso, Aniversário? Jamais, eu não queria viver sabendo que sofreria daquele jeito.

Sai desses pensamentos horríveis e abri as cortinas , fui até N, mexi nele e o mesmo se espreguiçou.

-N... acorda já é de dia.

-Uhm... (boceja) mas já, ainda tô com sono.

-Mas tem que acordar meu amor... Já é dia, a propósito N, foi você que fez alguns barulhos ontem a noite?

-Não Hanna, eu não ouvi,  só percebi que você se mexeu bastante e jogou uma perna no meu braço.

-Desculpe sou um pouco espaçosa.

-Percebi. Ele se aproxima de min,  pega meu rosto com ambas as mãos e me beija.

-Vamos tomar Café Hanna, eu faço Ok?

-Sim ,mas N, eu posso te perguntar uma coisa? 

-Pode.

-Você malha? perguntei com vergonha.

-Não mais, sabe antes minha mãe queria que eu fosse bem malhado .

-Porque você tem gorduras aí. Apontei para sua barriga. -É engraçado ver um homen com barriguinha.

-Aigoo não me envergonhe ...

Começamos a rir, depois ele desce para a cozinha e eu vou tomar banho e me trocar, vi que todas a roupas do guarda roupa no estavam lá e ao lado tinha um baú com um bilhete que dizia que tinhas novas roupas para min, abro e pego um vestido branco lindo, e uma sapatilha rosa, amarro meu cabelo é vou até a cozinha e vejo N preparando o café.

-Vejo que gostou das roupas Hanna. N diz sem tirar os olhos do que estava fazendo.

-Amei mas... quando você as comprou ?

-Eu encomendei e chegou quando eu estava no hospital.

-Ah , por isso que eu não vi.

-Era surpresa.

Fomos tomar café, tinha torradas,  leite condensado,  suco de laranja e bolinhos, depois de comer eu limpei a cozinha e ele lavou a louça , depois ficamos assistindo TV.

-Hanna... Vamos sair que tal?

-Mas pra onde?

-Podemos ir ao cinema , e depois ao Shopping.

-Ta bem.

Fomos ao cinema e vimos um filme de ação, passeamos pelo Shopping e depois fomos comer sushi, N me deu um ursinho de pelúcia lindo , voltamos para casa e eu senti que N estava meio inquieto , mas deveria ser outra coisa.

Ele tinha comprado uns filmes para assistirmos, e pipoca de microondas, ficamos até 1 da manhã assistindo filmes e comendo pipoca até que pegamos no sono...

No dia seguinte , eu arrumei tudo antes dele se acordar, o mesmo dormia de boca aberta com o controle na mão.

Deixei o café pronto e esperei ele acordar , depois de 1 hora ele acorda.

-Hanna... Ficamos assistindo a madrugada inteira foi?

-Não, só até 1 da manhã, mas eu arrumei tudo e fiz o café.

N se arrumou e tomamos café juntos, ele colocou uma roupa bem bonita ( roupa do MV de eternity), e eu coloquei um calça verde e uma blusa roxa , vi que ele estava trêmulo.

-N o que houve? tá estranho.

-É que... Eu não posso mais hanna.

Ele se ajoelha na minha frente e abre uma caixinha que tinha um anel dentro.

-Quer ser minha noiva?

-Quero sim N!

Ele coloca a aliança em meu dedo e me abraça bem forte, teríamos a vida inteira para aproveitar os bons momentos agora.

 


Notas Finais


Primeiramente eu gostaria de agradecer todas as pessoas que leram, comentaram, favoritaram , e me incentivaram a continuar, eu nunca a soube que minha primeira fanfic , teria tanta gente me ajudando e me incentivando a escrever obrigado de coração
E não esquecendo aguardem em breve sairá o novo capítulo de Blood Sweat &Tears Imagine Jimin BTS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...