História My First Lady - Imagine Jeon JungKook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hap Monster, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kookie, Suga, Tae
Exibições 58
Palavras 2.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente eu escrevo pelo celular, então não sei se o capítulo fica longo ou não, quando eu postei o capítulo anterior, percebi que estava muito pequeno... Então esse é um bônus 🙃

Capítulo 4 - Capítulo 4 - Matemática


Fanfic / Fanfiction My First Lady - Imagine Jeon JungKook - Capítulo 4 - Capítulo 4 - Matemática

 

Lee Pov On

- Jeon eu realmente estou muito molhada, olha o que você fez??? Se não tivesse demorado tanto, não teríamos nos molhado, se eu ficar gripada...

- Eu cuido de você minha Marrentinha - O que ele está falando?? Fazendo meu coração acelerar...coloco a mão no peito.

Tínhamos acabado de chegar na casa de Jeon, ela era um linda mansão diga-se de passagem, era muito grande e bem arrumada, reparei que não tinha ninguém em casa, não se ouvia nenhum barulho. Até que Jeon voltou de não sei onde, nem percebi onde ele tinha ido, mas voltava com umas toalhas na mão.

- Não acho que isso sirva, não prefere tomar um banho? - Disse me estendendo uma toalha branca, não tinha malícia na sua pergunta.

- Mas eu não tenho roupas...

- Eu posso te emprestar um muda de roupa, deixamos sua roupa para lavar, acho que deve ter um uniforme feminino aqui em casa - disse me olhando no fundo do olhos, acho que ele queria que eu perguntasse do porque tinha roupas de mulher na sua casa, mas eu não ia fazer isso.

- Hum ok - disse pegando a toalha de sua mão. - Mas onde estão seus pais Jeon, a casa está tão silenciosa que dá até medo. - disse olhando mais uma vez pra toda aquela grandiosidade de sala. Só a sala parecia ser do tamanho do meu quarto e do quarto dos meus pais juntos...

- Eles estão trabalhando, mas não se preocupe já avisei que uma colega iria dormir aqui, provavelmente eles já sabem da minha tutora... meu tio já deve ter falado com eles, mas daqui a pouco eles devem chegar. Agora vamos pro meu quarto - Disse me arrastando pelas escadas.

Tinha acabado de entrar no quarto do Jeon, e que inveja tive no momento, era tão bonito, espaçoso, tinha uma mesa de sinuca, pimbolim, um pequena máquina daquelas de basquete, além de outros jogos eletrônicos, sua cama era de casal, e tinha mais uma cama de solteiro do lado da mesma, além do seu próprio closet, é um banheiro, além dos demais objetos como: skate...a propósito não era só um, tinha uns cinco lá, havia também um violão encostado na sua cama, além de alguns puffs espalhadas pelo cômodo.

- Uau, isso é realmente um quarto??? Parece mais uma casa de jogos... - disse encantada com o ambiente.

- Você acha maravilhoso coisas que nem são tão legais assim - disse dando um sorriso de lado.

- Não são tão legais assim???? Oh My God, me desculpe senhor Jeon, mas não estou acostumado a entrar numa mansão como está e me deparar com um quarto dos sonhos como esse...tirando os skates é perfeito - Disse apontando para os mesmo e cruzando os braços, enquanto o dono do quarto se aproximava de mim, que estava de costas para o mesmo,senti suas mãos em minha cintura, trazendo o meu corpo para mais perto do seu. Pude apenas senti um calafrio percorrer pelo meu corpo, quando aquele ser disse tais palavras no meu ouvido, de forma tão viciante:

- Pois eu acho que é a melhor coisa daqui, tirando você claro, foi com ele que nos esbarramos pela primeira vez. Disse beijando o meu pescoço.

- Je..on, não faz isso - disse gaguejando, agora me fala porque eu tava tão vulnerável assim????

- Isso o que? Não tô fazendo nada... - disse dando mais alguns selares no local.

- Je..on, eu preciso tomar um banho. - disse me soltando dos seus braços, precisava retirar aquele calor que eu tava sentindo no meu corpo...

O mesmo deu risada e foi até seu closet, voltando de lá com uma camisa preta de manga comprida.

- Acho que esse vai te servir - disse jogando a peça de roupa nos meus braços - quando tirar suas roupas, coloque do lado de fora, que eu vou levar pra lavanderia.

- Hum - foi apenas isso que eu falei.

**

Depois de tomar banho saio do banheiro, e minhas roupas que eu havia colocado no chão, não estava mais lá, apenas um JungKook jogado na cama,  mexendo no celular, o mesmo também não estava com as mesmas roupas, acho que ele deve ter ido tomar banho em algum outro banheiro, que com certeza deveria existir mais de um naquela casa.

- Então Jeon, podemos começar a estudar? - disse depois de uma pequena tosse, para avisar que eu havia saído do banheiro. Eu me encontrava com os cabelos molhados, e com a blusa do Jeon que chegava até a metade das minhas coxas. Vendo minha presença ali e depois de dizer tais palavras o moreno sorriu e não foi um simples sorriso, havia uma pitada de malícia ali.

Jeon Pov On
 

A Bo Na, havia acabado de sair do banheiro, ela estava ainda mais encantadora, vestida daquela forma, não pude evitar de sorrir.

- Você realmente quer estudar?? Tem tantas coisas que podemos fazer... disse me levantando e indo de encontro a mesma. Percebi que ela havia ficado tensa, era bom saber que ela ficava nervosa com a minha aproximação.

- Jeon você precisa estudar, e eu preciso jogar vídeo game depois entendeu?? Agora vá pegar suas coisas que eu vou arrumando as minhas na mesinha ali. - Disse apontando pra mesa onde eu tentava estudar as vezes.

- Ok senhora Lee Bo Na, seu pedido é uma ordem - Saio em busca dos meus matérias que eu havia deixado na sala e quando volto me sento ao lado da Lee, que já estava com os livros abertos, e realmente era aquilo que eu tava vendo...ela realmente estava com o livro aberto na parte de matemática, não pude conter a frustração da qual me tomava.

- Eah realmente??? - Digo apontando para o livro, que pra mim não tinha nenhuma moral na minha vida.

- Hum rum - disse sorrindo.

- Você realmente quer me ver morrer??? - disse em frustração.

- Jeon entenda, que mais cedo ou mais tarde, você terá que aprender a gostar de matemática, até porque, que eu sabia seu pai é dono de uma das empresas mais conceituadas de Seul. E com certeza você terá que seguir o caminho do seu pai. - disse simplista.

- Eu não penso assim, não quero ser sucessor da carreira que meu pai escolheu, eu na verdade quero ser outra coisa... - disse não terminando de constatar o que eu realmente queria pra minha vida, que era ser um cantor.

- Seja lá o que você quer ser, ainda assim precisa aprender matemática, não é um bicho de sete cabeças ok? Se você conseguir ficar uma hora estudando matemática, pelo menos hoje claro, eu deixo você escolher a próxima matéria - disse dando risada.

- Como assim outra matéria??? Achei que fôssemos brincar senhorita Lee. - disse fazendo bico.

- Se estudarmos matemática por uma hora, te dou um intervalo de 10 minutos, daí quem sabe não podemos... - disse encarando os livros. Ela não terminou sua frase, e ficou meia vermelha, ela estava com vergonha, esse lado era algo raro de aparecer. Por isso eu sempre aproveitava pra reparar mais ainda nela.

- Tudo bem Teacher, contanto que eu possa fazer o que eu quiser com você, quantas matérias vamos estudar hoje? - Disse perguntando.

- Eu deixo você escolher as outras matérias, podemos ter meia hora para as demais matérias, pelo menos hoje, que é o começo, como você tem mais dificuldade em matemática eu prefiro estudar mais essa matéria, por isso mais meia hora extra dessa, ok?

- Tenho dez minutos de intervalo em cada matéria certo?  - Afinal de conta, não queria estudar, queria fazer outra coisa.

- Hum.

- Ok então, vamos começar.

Havíamos começado a estudar a tal da Matemática, estudar com a Lee até que não era um coisa irritante, na verdade eu tava aprendo mais rápido do que eu pensei, ela com certeza explicava melhor que o professor, e de uma forma que era muito fácil de entender.

Havia se passado 45 minutos e eu já estava terminando as perguntas que a Lee havia feito, para que eu respondesse, como se fosse uma prova, isso julgaria se eu intendi ou não intendi o que ela havia me explicado nas horas anteriores. 

Faltava cinco minutos para dar uma hora certinho, foi quando eu entreguei a "minha prova", que começava a ser corrigida pela "professora". Que por sinal estava corrigindo os mínimos detalhes fazendo com o que o alarme, sim eu coloquei um alarme que disparasse assim que desse uma hora em ponto, desliguei o mesmo e voltei minha atenção para a garota que se encontrava na minha frente, sem aviso prévio comecei a fazer carinho nos seus cabelos, descendo minha mão até sua cintura e levantando a mesma nos meus braços, colocando ela no meu colo, percebi a cara de surpresa da mesma e  apenas sorri, com tal ato.

- Já passou da hora Teacher, agora eu quero que meu desejo se torne realidade. - disse mordendo o meu lábio inferior. Quando eu ia me aproximando dos seus lábios a mesma me parou, colocando a mão sobre os meus preciosos lábios, me deixando frustrado.

- Calma criança, deixa eu terminar de ver se todos os seus exercícios estão certo, não precisa ter pressa hum - disse voltando a olhar para a folha de questões. Mas algo me surpreendeu, ela ainda se encontrava no meu colo. Aproveitei aquele momento e comecei a fazer carinho nas suas costas, mesmo com a mesma me olhando fazendo cara de reprovação. Continuei com o carinho e agora começava a beijar seu pescoço, dando selares em todo o canto da sua clavícula.

- Jeon controle esses hormônios, me deixa terminar de corrigir, por favor - disse sem gaguejar, tentando manter a calma.

- Eu não consigo me controlar quando eu estou assim com você minha marrentinha - disse ao pé  do seu ouvido, sentindo a mesma se arrepiar.

- Se você não deixar eu terminar de corrigir, eu vou sair agora do seu colo, e não vou brincar com você, então Jeon escolha: prefere esperar eu terminar ou prefere ficar sem brincar?? - disse com um voz provocante olhando no fundo dos meus olhos. Ela já sabia a minha resposta, essa Lee Bo Na, gosta de me provocar.

- Desculpe, volte a corrigir. - dizendo isso a mesma voltou a se concentrar na folha que estava nas suas mãos e agora eu só esperava calmamente que a mesma gritasse que havia terminando. Como ela pode demorar tanto pra corrigir isso??? Só pode ser pra me provocar.

- Eu não estou te provocando, eu só quero saber se você realmente entendeu ou só saiu chutando idiota. - o que é isso ela leu a minha mente???

- Tudo bem, continue corrigindo. 

- Não fica bravo comigo eu só quero que você aprenda de verdade, mesmo te odiando, eu te odeio menos agora. - disse olhando nos meus olhos e sorrindo de forma sincera.

- Por que isso agora?? - Pergunto meio confuso.

- Não sei, só me sinto um pouco mais a vontade com você, talvez porque você não está sendo grosso, como quando derrubou seu guaraná em mim. - disse voltando a encarar os papéis.

- Você já está apaixonada por mim??! - disse sorrindo e erguendo sua cabeça com minhas duas mãos nas suas bochechas. Eu iria beija-lá mas antes que eu procede-se...

- O que eu falei senhor Jeon

- Desculpa - a que frustração.

- Eu não estou "ainda" apaixonada por você. - Falou fazendo ênfase no ainda. O que foi isso ela poderia começar a Se apaixonar por mim???

Depois de cinco minutos, estávamos na mesma posição, a diferença era que eu mexia no seu cabelo agora, tentando conter os meus hormônios, quando fui tirado dos pensamentos pela voz de felicidade da Lee.

- Jeon você é incrível sabia?? Você acertou todas as questões, matemática não é tão difícil pra você assim tá vendo??- disse abrindo um sorriso de felicidade, acho que ela gostou de ter sido uma boa professora no final das contas. Já que eu ter acertado, era tudo graças a ela.

- Bom agora que você terminou de corrigir, vamos ao intervalo. - disse selando seus lábios, não ligando muito pras questões que eu havia acertado - esses serão os melhores 10 minutos da minha vida. - Disse antes de beija-lá novamente.

 


Notas Finais


Continuo??? Lembrando que este foi um bônus, espero que tenham gostado 😇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...