História My First Love (G!P) - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Abraham Mateo, Austin Mahone, Avril Lavigne, Camren G!p, Clexa G!p, Cody Simpson, Demally, Demi Lovato, Faberry, Lauren G!p, Lucy Vives, Megan Fox, Nick Jonas, Norminah, Vercy G!p
Visualizações 380
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - "Querido John"


POV Demi

Estava esperando Ally chegar com a pipoca para assistirmos Pânico 3 mas acredito que a demora da baixinha era só para não assistir o filme.

- CARALHO, ALLYSON, QUE DEMORA DÁ PORRA - gritei indo para cozinha e dando graças a Deus por seus pais estarem viajando. Ouvi um barulho metálico vindo da mesma

Quando entrei na cozinha, vi um monte de pipoca no chão e uma Ally machucada me olhando com uma carinha de dar dó

- Amor! - exclamei a ajudando a se levantar e a coloquei no banco da bancada - Desculpe por eu ter gritado com você. Caralho, isso tá feio - falei me referindo ao seu antebraço que agora estava queimado - Como aconteceu? - perguntei carinhosa fazendo um carinho em seu rosto angelical

- Eu estava terminando de colocar a pipoca na vasilha e quando você gritou acabei me assustando e a panela da pipoca escorregou e me queimou - disse choramingando e a abracei

- Me desculpa se fui grossa com você. Sabe como estou estressada com esse lance da Jauregui de volta,provas e tals. - falei distribuindo beijos por todo seu rosto a fazendo rir e por fim me inclinei e beijei seu antebraço que estava em um tom vermelho escarlate. Ally fez uma careta com minha última ação

- A gente tem mesmo que assistir esse filme? - perguntou cruzando os braços com cuidado

Suspirei sabendo que se eu abrisse uma batalha sobre qual filme assistiremos ela ganharia só me olhando com aqueles olhinhos esbugalhados que ela faz para me deixar morrendo de mais amores.

- Tá. Você quer assistir qual filme? - perguntei revirando os olhos e ela bateu as mãos animada

As vezes não sei quem é mais idiota em questão de filme: ela ou Vero

- Querido John - disse me beijando e eu me separei delicadamente porém com raiva

- Ah não, eu não vou ver esse filme gay. - falei indo para sala sendo seguida por ela

- Por favor! Por mim! - merda Allyson

- Vai se foder, Allyson - falei olhando para TV e como ela já sabia que isso era meu sinal para colocar o filme começou a pular animada

- Eu te amo - disse se sentando no meu colo e me beijando

Apertei sua cintura e introduzi minha língua em meio ao beijo a fazendo arfar. Nossas línguas brigavam para ver quem dominava o beijo e obviamente eu ganhei

- Vou pegar alguma besteira para comermos - falei a deixando no sofá sem falar nada, completamente perplexa

- VAI SE FERRAR, DEMETRIA - gritou e eu ri pegando um saco de salgadinho

Ao voltar para sala, notei que o filme já tinha começado

- Nem me esperou - resmunguei

- Shh - disse colocando o dedo indicador na minha boca sem tirar os olhos da tela

Depois de um tempo começou a cair uma chuva do caralho e ela começou a tremer

- Está com frio?

Ela acenou me olhando pela primeira vez desde que entrei na cozinha

- S-sim - a puxei para perto de mim e ela descansou sua cabeça no meu peito. Como eu era incrivelmente quente demais, ela parou de tremer por um tempo

Depois de alguns minutos, o filme acabou e Ally dormia. Com todo cuidado do mundo, a coloquei no colo e a levei para seu quarto.

- Não vá - sussurou agarrando minha blusa quando a coloquei na cama e ia saindo

- Eu não vou. Só irei desligar a TV.

Corri para desligar a TV e peguei meu celular percebendo que durante esse tempo tinha um monte de mensagens

- Demi, sua imprestável

- Melhor me responder antes que arranque o pau que vc n tem

- DEMETRIA LOVATO. ESTOU PREOCUPADA, PORRA

- EH BOM QUE VC N APAREÇA MSM POIS IREI PREPARAR SEU CAIXÃO

- Bem, como eu sei q vc ta dando n vou atrapalhar. Eh o seguinte, eu passei na casa da Mila e cvs cm ela sobre a Jauregui e adivinha? A mãe dela passou na casa da Mila e teve uma briga cm Lauren. A Mila ta bem triste e a Jauregui tbm. Tia Sinu disse q n pode se opor a ela pois Clara desde pequena ameaça tia Sinu e dessa vez n foi diferente. Ela ta estranha, n quer flr sobre essa ameaça e tals. Bem, aproveite q vc ta dando e mande um beijo para a Ally.

Todas essas mensagens foram da puta da Dinah

Espera. Ela disse que eu tava dando?

EU SOU ATIVA NESSA CARAIA

- Vou te mostrar quem é que vai dar depois que eu te botar de quatro. Irei falar com a Mila amanhã pois to mt cansada e irei passar a tarde cm a minha baixinha hj.

Após responder sua última mensagem, subi e encontrei ela dormindo em posição fetal. Que estranho, são 17:00 ainda.

Me deitei na cama com cuidado e ela se virou e me abraçou. Rodeei meu braço em sua cintura e dei um beijo na ponta da sua cabeça

- Também te amo, pequena - respondi ao que ela disse mais cedo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...