História My first love- Park Jimin - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags My First Love
Exibições 58
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Mistério, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa por eu não ter postado no sábado anterior, Muito trabalhos escolares e tals...
MAS VOLTEI

BEIJINHOS ❤

Capítulo 6 - Capitulo 6


Fanfic / Fanfiction My first love- Park Jimin - Capítulo 6 - Capitulo 6

    ~~Sinal toca~~

     Bem, ja estou indo. -Taetae se levanta da cadeira e chamando a atenção de todos em sua volta.

    Taehyung? - aquele mesmo garoto que me atacou estava se aproximando da gente, TaeTae parece surpreso e sorri.

    Jeon Jungkook, que bom ti ver. - ele fala abraçando o mesmo que sorrir mas se desmancha quando me vê.

       Parecia que todos em nossa volta havia sumido, como se estivesse só eu e ele. Ele me olhava profundamente com um sorriso largo e de predador.

     Yoona, como é bom ti ver também. -Eu observava cada movimento dele enquanto sorria para mim e saia do abraço.

     Quê?!  Você dois se conhecem??! - Toda aquela cena que vi acabou se desfazendo quando Jimin chamou minha atenção.

    A Unnie deve conhecer várias pessoas desse colégio. -Naeyon sorri boba para mim que só observa.

   Pelo contrário, ela não conhece ninguém, haha! - Aquelas garotas entram na sala e vai até o Jeon, Tzuyu lhe deu um beijo. Reviro os olhos e olho para Taehyung que fica sem graça e sai da sala.

   Você continua com seus lábios com gosto de cereja. -Jungkook solta a mesma que sorri e se senta em sua carteira.

  

     Não liguei para nada disso, apenas observava e pensava naquela cena do Jeon. Como ele pode fazer esse tipo de coisa? Eu realmente estou cansada de arranjar tantos problemas.

    Eu quero ser feliz, quero ser livre desses problemas. O que as pessoas têm contra mim? O que eu fiz para elas ficarem tão chateadas comigo?

    Sua existência já chatea as pessoas. -aquela mesm voz aparece, agora em público. Sinto uma dor de cabeça, eu tentava me conter com essas vozes.  -Yoona, onde eu for ou seja lá quando for. Eu estarei lá apenas que você e sua existência sejam exterminadas.

     Sinto algo escorrer, era sangue vindo de meu nariz. Eu via tudo escuro era apenas eu e o vazio daquele lugar.

    Eu pudia ouvir gritos familiares e risadas irritantes que me fazem ter ódio e vontade de desistir de tudo.

   Eu havia desmaiado...

    {Horas se passaram até as aulas acabarem}

    Acordei com uma luz clara, demorei um pouco para se acostumar com ela. Eu estava na enfermaria, tinha duas pessoas do meu lado mas eu não conseguia vê-las pelas minhas vistas embaçadas.

   Yoona... -Olhei para o lado, uma voz doce e meio grossa. Era Jimin que estava com um olhar preocupado e com um sorriso forçado.

    Por que você desmaiou?? A gente ti chamava e você estava igual uma estátua... - Nayeon pegou um copo d'água e começa a beber.

   Eu... Eu não sei bem o que aconteceu comigo, foi tão rápido. -Na verdade não foi, pra mim durou um século e eu apenas queria que o tempo passasse mas rápido para que, aquilo acabasse.

   Você está mentindo, agora você tem amigos e amigos se confia e queremos que confie na gente. -Nunca vi Jimin tão sério.

   O que adianta eu contar algo pra vocês? Não ia mudar nada. -viro meu rosto para janela tendo uma visão de uma árvore enorme.

   Se você não conta, eu conto algo que des dos meus 12 anos acontece. - Nayeon sobe na cama e se senta ao meu lado. -Eu ouvia vozes.

   Essas palavras são completamente familiares para mim. Eu me surpreende com elas vindo de um rosto calmo e que aparentava ser tão alegre.

    Eu sofria bullying por ser esquecida e por ser esquecida por um pai que traía minha mãe com um homem e minha mãe que bebia e ficava a noite toda chorando. Eu não recebi amor de nenhum dos dois, fui completamente esquecida por eles. Você não é única que sofre por ouvir sempre que está sozinha e que estará pronta para desistir. -Ela chorava e Jimin lhe acolhia fazendo carinho em seu cabelo.

    Não contive minhas lágrimas e chorei por ser egoísta. Nunca quis ser assim, eu adorava sorrir e fazer amizades novas. Nunca fui a esquecida do grupo mas meus dias de felicidade e de ter uma infância sumiram quando minha mãe trouxe aquele homem para nossa casa.

    Flashback on

    Yoona, esse aqui vai ser seu novo appa. Ele irá cuidar de você quando eu sair. -Ela sorria e aquele homem estranho matinha um olhar malicioso e que me assustava de modo que só eu via.

   Vamos nós divertir bastante, Yoona. Não se preocupe. -Eu confiei nessas palavras.

  

    Foi o pior erro da minha vida.

    Flashback off

  

    Agora você pode contar o que está de errado com você, somos seus amigos. Pode confiar na gente, Nunca vamos ti abandonar. -ele sorri gentilmente.

    Eu gostaria de confiar em vocês.

   Quero mais razões para confiar.

    Quero razões para viver.

Continua...


Notas Finais


Espero que gostem.



To ansiosa pra escrever mais se vocês quiserem.


BEIJOS! →❤ pode ser que faço mas amanhã. Obrigada por lerem 🌈


Se haver qualquer erro eu reeleio e conserto haha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...