História My first love -Yoonmin - Capítulo 22


Escrita por: ~ e ~MariaEduarfa

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Bts, Yoonmin
Exibições 98
Palavras 2.882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HM VCS SÃO TOP

Capítulo 22 - Bittencourt cousins


P.O.V Yoongi

Alguns dias depois...

Bom nesses últimos dias aconteceram algumas coisas importantes. Tem quase uma semana que eu e o MinMin estamos namorando mas não sei o que o pessoal daquele colégio pensa porque mesmo sabendo que nós estamos namorando eles ficam dando encima do MEU NAMORADO e eu tenho vontade de matar cada garoto ou garota que dá encima dele, como eu não posso fazer isso eu vou comprar anéis de compromisso pra mim e pra ele pra ver se eles se tocam que ele é meu e de mais ninguém. Bom o DJ e o Namjoon também começaram a namorar ontem, finalmente porque pelo que me disseram eles se gostam tem bastante tempo. A Maddie vai vir passar algum tempo comigo e com a Arii aqui em Seul, pois ela vai abrir uma filial da empresa dela aqui. Já ia me esquecendo depois do domingo que o MinMin me pediu em namoro, nós voltamos para nossas casas à contragosto mas teríamos aula na terça e como já havíamos faltado na segunda não podíamos faltar novamente. O que aconteceu é que nós não queriamos nos desgrudar então convidei o MinMin pra dormir aqui em casa, mais vamos dizer que a gente não dormiu apenas e que fizemos um pouco ou melhor dizendo muito barulho. No outro dia até seria engraçado se não tivesse deixado eu e o MinMin  muito envergonhados.

Flashback on

Acordei na terça com o meu celular despertando e logo desliguei o mesmo. O MinMin estava dormindo ainda tão tranquilo do meu lado que dá vontade de deixar ele dormir mas temos que ir para o colégio. Me levantei e fui para o banheiro deixando ele dormir mais um pouco. Tomei banho e fiz minha higiene matinal então fui acordar o MinMin pra ele ir tomando banho enquanto eu me vestia.Ele ainda estava nu e coberta apenas por um lençol.

- MinMin - dei um beijo na testa dele- acorda meu amor - dei outro beijo só que dessa vez na ponta do nariz - temos que ir pra o colégio - dei um selinho longo

- eu amo acordar assim sabia? - ele disse manhoso e esfregando os olhos

- eu sei - eu disse sorrindo - agora vamos levantar coisa linda porque se não vamos nos atrasar - dei mais um selinho

- ok - ele disse e levantou e foi indo em direção ao banheiro

- MinMin? - eu disse e ele me olhou sorrindo, ele estava indo completamente nu para o banheiro e isso estava me deixando louco. Eu só queria jogar ele na cama e fazer ele meu, porque ele tinha que ser perfeito e aquela bunda meu Deus, aquelas curvas ele é a minha perdição

- que foi GiGi? - ele perguntou

- você é lindo - eu disse, eu sabia que não podíamos fazer nada

Ele entrou no banheiro e eu fui para o closet escolher minha roupa.  Peguei  uma calça de couro preta, a minha blusa do time de muay thai porque tinha que usar nos dias de treino, e meus Supra  preto. Quando eu estava terminando de colocar meus Supra  o MinMin saiu do banheiro enrolado na toalha e foi para o closet pegar o uniforme dos líderes  porque ele também tinha treino hoje então ele tinha que ir com o uniforme. Ele pegou na casa dele ontem pra não termos que acordar mais cedo hoje pra passar lá.

Depois de fazermos tudo isso pegamos nossas mochilas e descemos para tomar café da manhã.

Entramos na cozinha e minha mãe ainda estava tomando café o que era difícil de acontecer pois ela saia pra empresa muito cedo.

- bom dia mãe - eu disse sorrindo assim que entrei na cozinha

- bom dia ari - MinMin disse sorrindo também

- bom dia meus anjos- ela disse enquanto eu sentava em um dos bancos do balcão e  MinMin logo se sentou no meu colo

- vai pra empresa mais tarde hoje?  - perguntei pegando torradas pra mim e pro MinMin

- eu vou sair daqui a pouco -ela disse - a propósito vou providenciar isolamento acústico pra o seu quarto - disse rindo

- que? - perguntei

- é porque eu não quero passar mais nenhuma noite ouvindo os gemidos dos dois- ela disse apontando para nós e nós dois coramos fortemente

- A-Ari e-eu... - Jimin tentou falar algo mas como eu estava muito envergonhado

- relaxem eu vou resolver isso hoje mesmo - ela disse rindo de nós

- você escutou muito? - perguntei esperando que a resposta fosse não

- bom eu estava dormindo e acordei com o barulho ai eu percebi que vocês iam demorar um pouco então peguei meus fones e coloquei música alta pra ver se eu conseguia dormir- ela disse e eu corei ainda mais por ter acordado ela ontem - bom meninos eu já vou - disse e deu um beijo na minha testa e na do MinMin

- mãe posso pegar o seu carro emprestado? - perguntei antes dela sair

- claro, pegue a chave com o Oscar, bjus - disse sorrindo e saiu da cozinha

Flashback off

Hoje é sábado então vou levar o MinMin pra um jantar. Já estou pronto e vou com um dos carros da minha mãe acho que é mais confortável. Depois de me despedir da minha mãe eu vou para a casa do MinMin.

Chego lá e é a mãe dela que atende a porta e logo depois sinto Sofi pulando no meu colo

- oii princesa - eu disse abraçando ela

- oi olhos lindos - ela disse sorrindo - você veio me levar pra passear?

- hoje não princesa - eu disse e ela fez um bico - mas amanhã nós vamos para o parque ok? - perguntei e ela assentiu freneticamente sorrindo

- entra Suguinha - a mãe do MinMin disse - Kaki já vai descer

Eu entrei e fiquei conversando com as duas até  o Jimin descer e como sempre ele estava lindo. Nos despedimos da mãe e da irmã dela porque ele disse que iria dormir lá em casa. E eu disse para Sofi que amanhã a tarde nós viríamos buscar ela pra  leva-la no parque.

Fomos para o restaurante cantando músicas que tocavam no rádio. Assim que chegamos ao restaurante nos sentamos em uma mesa não muito perto do palco que havia lá. Eu escolhi esse restaurante por que os clientes podiam cantar e esse era meu plano.

Depois de pedir nossa comida com uma garçonete que tenho certeza que estava secando  o meu namorado ficamos assistindo um garoto que estava no palco cantando Love yourself  do Justin Bieber.  Nossos pedidos chegaram e nós comemos enquanto conversamos era tudo tão simples quando eu estava com ele nós conversávamos sobre tudo. Terminamos de comer e a garçonete atirada veio pegar os pratos de cima da mesa e antes de sair deixou um papel do lado do Jimin

- o que é isso? - perguntei pra garçonete

- é meu número - ele disse e eu fechei minhas mãos querendo bater nela - você tá parecendo nervoso ,tá com ciúmes do seu amigo?

- ele não é meu amigo, ele é meu... - fui interrompido por Jimin que rasgou o papel

- Nós somos namorados - ele disse e eu sorri e a garçonete apenas virou as costas e entrou para o lugar que eu deduzi ser a cozinha

- Jimin eu quero te falar uma coisa - eu disse me virando pra ele

- pode fala meu amor - ele disse sorrindo

- só que em forma de música - eu disse me levantando dei um selinho nele e fui para o palco que estava vazio no momento, peguei o microfone e comecei a cantar

Some nerve you have
To break up my lonely
And tell me you want me
How dare you march into my heart

Oh how rude of you
To ruin my miserable
And tell me I’m beautiful
'Cause I wasn’t looking for love no

Nobody asked to get me attached to you
In fact you tricked me
And I wasn’t trying to fall in love
But girl you pushed me
So all that I’m asking
Is that you handle me with caution
'Cause I don’t give myself often
But I guess I’ll try today

'Cause I’ve had my heart broken before
And I promised I would never let me hurt anymore
But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours

Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours

But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours

I’m mad at you
For being so cute
And changing my mood
And altering my rude

What’s wrong with you?
You make me sick for being so perfect
What did I do?
What can I do? Ohh

And I wasn’t trying
To melt this heart of iron
But the way you hold me makes the old me pass away

And I would be lying
If I said I wasn’t scared to fall again
But if you promise me you’ll catch me
Then it’s okay

'Cause I’ve had my heart broken before
And I promised I would never let me hurt anymore
But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours

Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours

But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours

Oh I hate that I spend my days
Just wasting time day dreaming 'til I see you again
I’m not used to this
Oh I used to be so used to girls just using me
For you to be you to me
Feels new to me
'Cause I usually cheer for the bad side
Love under a bad sign
So it makes me mad I’m
Falling again
Falling again

But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
Oh baby I’m yours
But I tore down my walls
And opened my doors
And made room for one
So baby I’m yours
Oh baby I’m yours

Assim que terminei de cantar voltei para a mesa

- GiGi isso foi lindo - ele disse sorrindo com os olhos brilhando

- foi pra você  mas eu preciso te falar outra coisa - eu disse e ele apenas fez "hm" para que eu continuasse - como eu disse na música eu sou seu e quero que todos saibam que você é meu - eu disse sorrindo - então eu comprei isso - eu disse e peguei a caixinha preta no meu bolso e abri - eu sei que nós já estamos namorando mas eu quero que as pessoas olhem e vejam que você é comprometido mas você escolhe se quer usar ou não

- claro que eu quero GiGi - ele disse e eu coloquei o anel no dedo dele e ele colocou no meu. Os anéis eram de ouro com detalhes em ouro branco e por dentro estava escrito Yoonmin.

Depois pedimos a sobremesa e nem foi mas aquela garçonete que nos atendeu da outra vez. Terminamos e resolvemos ir para casa. Durante o caminho o Jimin resolveu me provocar.

- Jimin não faz isso- eu disse assim que ele passou a mão na minha coxa bem perto da minha intimidade

- isso o que GiGi? - perguntou se fingindo de inocente e mordeu o lóbulo da minha orelha

- Jimin? - eu disse e ele beijou meu pescoço

- sim - ele disse e passou a mão por cima da minha intimidade

- pa-para com i-isso  - eu disse gaguejando, ele riu e ele deu um chupão no meu pescoço. Finalmente estávamos chegando na minha casa

Assim que parei o carro na frente de casa os seguranças abriram o portão e eu apenas entrei e sai do carro depois eles colocam na garagem porque se eu ficar mais alguns segundos com a camisa no carro nós vamos transar aqui mesmo. Sai do carro e dei a volta pra abrir para ele ele também saiu e fomos para dentro não tinha ninguém na sala então fomos direto para o meu quarto entramos e eu fechei a porta.

- você acha justo ficar me provocando assim Park Jimin? - perguntei e ele apenas assentiu dando um sorriso malicioso até porque ele nem teve tempo de falar pois eu selei nossos lábios e prensei ele contra a parede era um beijo desesperado onde eu tinha o controle do beijo

Desci minhas mãos para as coxas dele, puxei ele para cima, ele logo entrelaçou as pernas na minha cintura, eu levei as mãos para a bunda dele e meus lábios para o pescoço.

Fui em direção a cama com ele ainda no meu colo, deitei ele na cama, tirei a minha blusa e liguei o isolamento acústico. E comecei a beijar ele novamente precionando a cintura dele, desci meus lábios novamente para o pescoço dele, dei um chupão, ele arfou e virou o rosto para o lado me dando mais espaço.

P.O.V Jimin

Ele tirou minha blusa e meu short  ele foi beijando cada parte do meu corpo até as minhas pernas e tirou meus sapatos e subi beijando novamente. Desceu beijando meu corpo até minha intimidade e a esse ponto eu já estava muito molhado, ele tem um controle sobre meu corpo incrível. Quando já estava no meio das minhas pernas ele deu beijos nas minhas coxas e depois sobre a minha cueca.

-Hmm...  n-não tor-tortura - foi tudo o que eu consegui dizer mas saiu mais como um gemido. Ele tirou a minha cueca e logo passo a língua por toda a extensão da minha intimidade e eu fechei meus olhos e apertei os lençóis

- você tá tão molhadinho MinMin- ele disse com aquela voz  que me deixa louco - MinMin olha pra mim - ele disse, eu abri os olhos, olhei pra ele e ele começou a me chupar enquanto olhava pra mim e os olhos dele estavam um verde escuro cheio de desejo e luxúria eu poderia gozar só pelo jeito que ele me olhava.

Ele me penetrou com a língua, minhas mãos foram para o cabelo dele puxando um pouco e eu já não conseguia prender meus gemidos, ele é maravilhoso com aquela língua. Ele parou de me penetrar com a língua e colocou dois dedos enquanto isso chupava meu clitóris.

- gemi meu nome Park - ele disse, qual é chamar de Park é covardia

-Yoongi - eu gemi arrastado - eu... vou... - eu comecei a falar mas ele nem esperou e colocou mais um dedo e minhas mãos foram para as costas dele onde eu cravei minhas unhas e arranhei. Logo depois gozei mas ele não parou continuou me penetrando subiu e começou beijar, morder e chupar meu pescoço, mordi o ombro dele  e arranhei mas as costas.

- MinMin para de reprimir os gemidos, eu quero ouvir você gemer bem alto pra mim- ele disse com aquela voz fodidamente sexy e eu gemi e coloquei minhas mãos no cabelo dele e puxei, logo depois gozei denovo. Ele tirou os dedos e começou a me beijar nós só nos separamos algumas vezes para pegar oxigênio, depois de alguns minutos eu me recompus e ele foi descendo pra minha intimidade de novo e começou a me chupar novamente, coloquei minhas mãos nos cabelos dele e a precionando mais contra minha intimidade e ele apertava as minhas coxas. Depois de alguns minutos eu tive meu terceiro orgasmo da noite, ele me secou e depois subiu e me beijou fazendo eu sentir meu próprio gosto

- seu gosto é o mais maravilhoso do  mundo - ele disse sorrindo

- eu acho que preciso te provocar mais vezes- eu disse rindo um pouco sonolento

- vamos dormir bebê - ele disse com uma voz fofa e eu assenti

- mas tira sua roupa GiGi - eu disse e ele assentiu saiu da cama tirou a roupa e se deitou comigo de novo.Dormimos abraçados

No outro dia o GiGi trouxe café pra mim na cama como ele fazia toda vez que eu dormia aqui.

A tarde fomos com a Sofi ao parque, depois voltamos para casa do GiGi, eu, o GiGi, a Sofi e a ari ficamos assistindo filmes,jantamos entre conversas e depois o GiGi levou eu e Sofi pra casa.

P.O.V Narrador

Naquela segunda todos haviam chegado um pouco mais cedo ao colégio e ficaram conversando até verem que havia alguns alunos reunidos em um lugar. Logo depois um garoto e uma garota saem do meio do pessoal e vai em direção as nossas protagonistas.

- Chancho não me diz que aqueles são quem eu tô pensando- Jin disse

- sim Chee, são os primos Bittencourt - Jimin disse e os dois chegaram até nossas protagonistas

- oii Jimin - o garoto disse para Jimin

- Lern? - a garota parecia confusa - oi Jimin...

 


Notas Finais


se ficou pequeno não posso fazer nada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...