História My First Love (G!P) - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Abraham Mateo, Austin Mahone, Avril Lavigne, Camren G!p, Clexa G!p, Cody Simpson, Demally, Demi Lovato, Faberry, Lauren G!p, Lucy Vives, Megan Fox, Nick Jonas, Norminah, Vercy G!p
Visualizações 905
Palavras 1.972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 44 - "Goodbye"


Sábado,06 de março(5:50)

POV Narrador

Camila havia acordado mais cedo do que pretendia naquela manhã. Estava super nervosa com o encontro dela com Clara. O Jauregui mais velho estava em uma reunião enquantos Chris e Taylor estavam treinando tênis na quadra da família Jauregui que era um pouco longe da casa deles.

Camila esfregou suas mãos em seus olhos em uma tentativa de ver melhor até ela lembrar que é cega e isso nunca irá adiantar.

Uma vez estava com Sinu na sala, antes de Lauren vir morar na casa da mesma, e ouviu um dos âncoras falar sobre pesquisas que mostram que a cirurgia para deficientes visuais tem 85% de chances de dar certo.A pequena latina logo se animou com a ideia porém ao longo dos anos foi perdendo essa vontade de fazer por 2 aspectos:

Primeiro: a cirurgia custava 5 mil dólares.

Segundo:não via motivos para fazer já que ela continuaria sendo alvo de piadas e não estava preparada para quando abrir seus olhos e ver algo além da escuridão.

Apalpou a cama até sentir o corpo gelado de Lauren. Sério, as vezes a latina pensava que Lauren era uma vampira pois vive gélida.

Subiu sua mão pelo corpo do seu amor até encontrar seu rosto. Se inclinou e deu um beijo em sua testa.

[...]

Depois de terminar de tomar um longo banho, desceu as escadas e sentiu um cheiro de bacon vindo da cozinha. Foi andando devagar para a cozinha e Sinu tomou um susto ao ver Camila acordada já que a menor sempre acordava tarde aos sábados.

- Oi, filha! Acordou cedo. - disse Sinu desligando o fogo e colocando os bacons no prato que estava na mesa

- Hum. - Camila só respondeu isso

  Sinu suspirou e fez o prato de Camila. Estava com raiva de si mesma por ser a causa do nervosismo de Camila e provavelmente pelo briga que sentira que irá acontecer mais tarde. Ela simplesmente... disse! E quando viu, Clara estava furiosa e gritando com ela pelo celular.

- Me perdoe, filha. Eu não quis falar, escapou... se você não quiser ir não vamos. - disse segurando a mão de Camila

- Eu preciso ir. A senhora precisa entender que eu não tenho sempre que depender da senhora e nem de Lauren para algo! Se eu não quisesse ir eu não iria. - falou Camila séria

Estava mentindo na parte de querer ir mas ela precisava fazer isso. Por ela e por Lauren.

A morena estava descendo as escadas já tomada banho.

O café da manhã foi silencioso.Lauren brincava com a comida,Sinu comia a pulso e Camila sentia seu estômago embrulhar ao lembrar de seu encontro com sua tia.

[...]

  Camila apertava sua mão com força atrás do carro. A menor estava prestes a ter um infarto ali mesmo.

Lauren notou isso e tentou acalmar sua princesa a abraçando. Camila reposou sua cabeça no ombro de Lauren e segurou sua camisa com força tentando não chorar.

Ao chegarem, Lauren olhou para mansão Jauregui e pensou o por quê de ter morado toda sua vida ali sendo que poderia ter se mudado e ficado com sua tia.Assim poderia teria visto a sua pequena a mais tempo e perceber o quanto é apaixonada por ela.

Camila desceu do carro com ajuda de Lauren que segurou sua mão e prometeu a si mesma que não a soltaria a não ser que Camila quisesse.

Sinu foi seguindo elas e querendo se bater por fazer Camila passar por isso.

Lauren avistou uma silhueta pequena de uma mulher vindo em sua direção correndo.Reconheceu ser Nana, a governanta da casa que era como uma mãe para ela

- MENINA LAUREN! - gritou Nana fazendo Camila se assustar

- Calma, amor. É a minha mãe de consideração.

Quando Nana chegou ao seu encontro abraçou Lauren com muita força

- Senti sua falta, minha menina. - disse quase chorando e Lauren riu

- Também senti, Nana. Essa é Sinu que você já conhece... -Nana sorriu bondosa olhando para Sinu a abraçando  que retribuiu sorriso - E essa é Camila, minha namorada.

Nana lembrava de Camila. A menina tímida que vivia se escondendo atrás de Sinu quando ia para sua casa. Estava um pouco surpresa por Camila ser a namorada de Lauren já que eram primas mas deseja tudo de bom para as duas.

- Oi, Camila. Você se lembra de mim? - perguntou segurando a mão da latina com suas duas mãos pequenas e calejadas.

Camila se lembrava da doce mulher que sempre a tratava bem diferente de sua tia.

- Claro que lembro, Nana. Assim como lembro do seu doce de banana! - falou causando risada da parte das três mulheres.

- Bem, vamos entrando. Dona Clara está esperando vocês.

Seguiram a mulher baixinha e entraram na enorme casa.

Sinu estava perplexa. A mansão havia mudado muito desde a última vez que veio. Havia um lustre na sala de estar,os cinco sofás (sim, cinco sofás) agora eram três e faziam uma formação de L no centro da sala.Para Lauren, era muito comum toda aquela luxúria que Clara fazia questão esbanjar.

- Como é sua sala agora, Lo? -sussurou Camila abraçando o braço de Lauren

- Não queira saber! - respondeu curta mas sem a intenção de ser grossa

Ela se perguntava como seus irmãos aturam viver assim porque sinceramente ela não suportava

- Sentem, meninas. Eu vou chamar sua mãe, menina Lauren.

Lauren acompanhou a pequena latina até o sofá cinza e falou

- Eu vou no meu quarto rapidinho pegar uma camiseta minha que esqueci aqui, ok? - perguntou receiosa e Camila assentiu

- Cuide dela. - falou para Sinu que acenou

Correu para seu quarto e um monte de lembranças a invadiu.Seu quarto continuava do mesmo jeito que o deixou.

Sua cama estava super arrumada por sua mania de arrumação que adquiriu de Clara.Sua prateleira estava cheia de CDs e livros. Seu guarda-roupa tinha poucas roupas e sapatos.

Tantas coisas aconteceram naquele quarto. Coisas que a morena de olhos verdes fazia questão de esquecer.

Ouviu gritos lá em baixo e lembrou que Camila estava sozinha com sua mãe e conhecendo Clara sabia que esses gritos eram dela

Desceu as escadas correndo e a cena que viu a deixou assustada e com ódio.

As irmãs gritavam uma com a outra e a Camila estava encolhida no sofá chorando

-ESSA MENINA ALÉM DE SER CEGA QUER CAUSAR DISCÓRDIA NA NOSSA FAMÍLIA, SINUHE! ELAS SÃO PRIMAS. NÃO DEVEM NAMORAR!O QUE MINHA FILHA VIU NESSA...COISA?! - gritou a mulher que se titulava sua mãe

Lauren tratou de ir cuidar da mais nova a levando para fora da casa.

A latina estava com o rosto vermelho e soluçava

- L-lo, d-deu errado...ela n-nunca vai me ac-aceitar. - o amor da sua vida estava chorando por causa de uma filha da puta desgraçada chamada Clara e ela iria consertar isso

A mais nova estava aninhada nos braços de Lauren molhando sua camisa com suas inúmeras lágrimas.

- Camz... eu sinto muito. Você não sabe o quanto de raiva estou de Clara. - falou e Camila a olhou,a puxou pela gola da sua camisa e a beijou

Era um beijo apressado como se fosse o último beijo de ambas.Lauren queria garantir que sua namorada ficasse bem e parasse de chorar então decidiu confrontar sua mãe

- Baby... - Camila a olhou com um olhar de destruir qualquer coração - Eu preciso resolver tudo isso.Vou chamar Nana para ficar com você enquanto isso. - deu um selinho na sua latina e partiu para casa.

A gritaria não cessou. Dessa vez,Nana acompanhava tudo chocada e Lauren lançou um olhar para ela e olhou para fora.

A governanta logo entendeu e saiu pelos fundos arrodeiando a casa e encontrou Camila segurando suas pernas com seu rosto entre elas. A mulher baixinho foi consolá-la imediatamente.

Enquanto isso, a Jauregui mais nova cessou a briga com seu grito

- CHEGA, CARALHO. CANSEI DESSA PUTARIA!! QUEM VOCÊ PENSA QUE É PARA HUMILHAR MINHA NAMORADA DAQUELE JEITO?? - Clara estava estática já que Lauren nunca havia falado com ela nesse modo- ELA NÃO MERECIA SER TRATADA DAQUELE JEITO ALIÁS NINGUÉM MERECE! VOCÊ SE SENTE MELHOR COLOCANDO OS OUTROS PARA BAIXO.QUANTAS VEZES EU OUVI VOCÊ FALANDO DO PESO DE TAYLOR OU DO CABELO DE CHRIS?! INÚMERAS VEZES. EU ESPERO QUE MEU PAI NOTE A COBRA QUE VOCÊ É!!

Lauren desabafou tudo o que tinha guardado na sua garganta e Sinu,assim como Clara, estava surpresa pela coragem da cubana de falar a verdade na cara de sua mãe.

Clara teve um plano maravilhoso para ter Lauren de volta. Se o ponto fraco dela era Camila ela iria se aproveitar da situação.

- Okay, Lauren então façamos um acordo. Se você voltar para casa e nunca mais falar com sua prima eu prometo que nunca farei algo contra ela e não te denuncio para a escola de Camila sobre essa romancezinho.

Sinu olhava para Claro com nojo.Não reconhecia mais a própria irmã.

- Eu tenho nojo de você, Clara. A riqueza que você ganhou fez sua cabeça e agora você virou essa cobra. Suas amiguinhas socialites também contribuiram para esse seu preconceito estúpido e eu lhe garanto que se você encostar um fio de cabelo de Camila eu te mato.

Dito isso saiu da casa mas ainda sim conseguiu ouvir a resposta de Lauren

- Sim! Eu aceito o acordo. Mas saiba que eu nunca tive tanta raiva e decepção de você como eu tenho agora. Eu te odeio, Clara Jauregui.

As palavras afetaram um pouco a velha Clara de coração bom porém não quis demonstrar.

Lauren foi encontrar Camila e viu Nana e Sinu a abraçando.

A mais velha sabia que o que estava fazendo era para somente o bem de Camila e isso a tranquilizava mas ao mesmo tempo a agonizava.

Camila sentiu o cheiro da fragrância de Lauren e deduziu que seu anjo estava perto

- E aí? E-ela b-brigou com você? - perguntou olhando para frente

Lauren não quis falar do acordo e apenas a pegou no colo e disse:

- Vamos para o carro!

Ela estava sendo forte por Camila. Ela aguentaria esse acordo do inferno por Camila. Ela estava se segurando para não dasabar por Camila.

Sinu estava bem atrás e se perguntava o porquê de Clara não perceber o quanto elas fazem bem uma para a outra.

Quando chegou no carro, Sinu destravou e Lauren abriu a porta e desceu Camila.

- Eu sinto muito,minha vida! Mas é pelo seu bem. - disse a morena abraçando a mais nova

- O q-que você fez, Lo? -perguntou querendo se separar mas a mais velha não permitiu

- O que era certo. Por favor,explica a ela depois. - pediu a Sinu que acenou com os olhos marejados

- Lo... - Lauren puxou a latina para um beijo.

"Se esse vai ser nosso último beijo quero transmitir tudo que sinto por ela!"  pensou Jauregui

E assim fez. Camila só sabia chorar ao perceber que sua morena não iria voltar com ela e retribui o beijo segurando Lauren pelo pescoço.

- Cuide dela, tia. - Lauren pediu e Camila começou a entrar em choque.

- Ei, ei! - segurou seu rosto- Eu prometo que volto, minha princesa. Eu juro.

Mas a latina não queria saber de promessas, ela só queria seu anjo com ela.

Sinu a colocou no banco e colocou o cinto com muita dificuldade por causa dos protestos de Camila.

- NÃO, LAUREN, POR FAVOR,VENHA! NÃO ME DEIXE, ANJO! -a pequena desabou e soluçando falou baixinho- I... heart you.

Lauren conseguiu escutar e antes de responder Sinu havia ligado o carro e saiu cantando pneu dali.

Lauren desabou e logo foi amparada por Nana.

Olhou para a estrada com tristeza e respondeu sua latina

-I heart you too.


Notas Finais


Triste fim neh non...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...