História My First Unknown Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Vhope
Exibições 151
Palavras 1.765
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Descobrindo


P.O.V Jungkook

Depois que chegamos em casa estávamos extremamente cansados senti alguém segurar meu ombro era Jimin.

- Você vai tomar banho agora?

- Pode ir você primeiro me avise quando eu puder ir - ele concordou com a cabeça e eu fui junto com ele para o quarto e fiquei na janela esperando ele sair do banho, e nesse meio tempo fiquei com a cabeça cheia de pensamentos confusos, ainda tentava entender o que acontecia quando eu ficava próximo de Jimin era uma sensação boa e logo lembrei que ia ter que dividir a mesma cama, enquanto eu ficava distraído com meus pensamentos eu senti alguém beijar meu pescoço e rapidamente me virei.

- J-Jimin! o que você... - Eu fiquei extremamente corado aquele momento, eu queria me jogar daquela janela e correr pra qualquer lugar.

- Ha ha! você estava distraído te chamei umas quatro vezes e não recebi respostas então fiz isso, desculpe - Disse Jimin enquanto se sentava na cama - Pode ir tomar banho agora, obrigado por me deixar ir primeiro.

- Não tem problema, vou indo - eu entrei rápido no banheiro, meu coração estava extremamente acelerado e pra variar eu estava já "empolgado".

Não precisava de muito para aquele ruivo me deixar assim o que era terrível pra mim, tirei minha roupa e apenas entrei no banho quente. Fiquei um tempo parado apenas deixando a água quente ir da minha cabeça até meus pés e parecia que junto com a água todo aquele monte de coisas da minha cabeça iam em bora para o ralo assim me deixando um pouco mais calmo, eu coloquei a mão no meu pescoço e lembrei da cena de alguns minutos atrás.

- SACO! - Soquei a parede do banheiro, eu estava realmente irritado por não entender nada.

- Kookie?... - Ouvi a voz de jimin que provavelmente se assustou com o barulho.

- Sim? - respondi tentando parecer calmo.

- Ouvi um barulho esta tudo bem?

- Ha... sim sim não foi nada não se preocupe - depois disso ele não disse nada, e ficou apenas um silêncio então provavelmente ele deve ter ido para a cama. Fiquei lá mais uns 2 minutinhos e sai, coloquei meu pijama que se resumia a uma calça de moletom, e sai do banheiro.
Assim que sai do banheiro vi Jimin sentado na cama olhando seu celular, quando ele notou que sai do banheiro olhou para mim e pude ver seu rosto corar e o mesmo tentou esconder mas não conseguiu 

- Algum problema? - Perguntei confuso

- É que, eu não esperava que... você fosse sair sem blusa.


Depois de um tempo ele se acostumou e então deitamos, Jimin acabou adormecendo primeiro então eu fiquei observando seu rosto que era iluminado pela luz da lua que batia na janela, nesse momento eu já tinha me tocado que eu estava apaixonado por alguém que mal conhecia, alguém que tinha um rosto e um corpo extremamente sexy, mas ainda não sei por que... por que ele? por que só agora e só com ELE? mesmo confuso eu me aproximei do mais baixo aproximando meu rosto do seu selando meus lábios nos dele por um tempo. Meu coração quase pulou do peito, eu senti um calor tomar conta do meu corpo, nesse momento eu já estava fora do controle, comecei a explorar o corpo daquele ruivo com uma mão que começou de seus lábios descendo por pescoço, peito...  e de lá tomou um rumo diferente para suas pernas grossas e definidas, eu apertei sua bunda levemente e pude escutar ele arfar e quando vi o mesmo estava já acordado me encarando.

- Kookie, o que você esta fazendo? - Nesse momento meus olhos se encontraram com os dele.

- Eu... não sei, mas você me faz ficar perdido Jimin... você facilmente me deixa excitado, me deixa com vontade de querer fode-lo até não aguentar mais.

Nesse momento eu me toquei do que havia dito, e como o rosto do ruivo havia ficado violentamente vermelho, eu queria apenas sumir novamente mas ao mesmo tempo queria muito ficar naquela pose junto a ele... a pessoa que havia acabado de conhecer mas que me fazia ficar louco.

- Sei como se sente... você faz o mesmo comigo Kookie, eu não sei o que é mas eu... eu te quero tanto eu não entendo - ele começa a chorar em quanto esconde seu rosto no meu peito, eu entendo a dor dele, não entender o que acontece com você mesmo é realmente doloroso.

Me deitei normalmente mas deixei Jimin ainda em meu colo chorando e o abraçando fortemente.

- Não chore... por favor... - ele enchugou os olhos inchados e logo em seguida me dando um beijo
mas dessa vez ele pediu passagem com sua língua e eu apenas deixei, ficamos nos beijando um bom tempo até que ambos ficassem sem folego e então ele me olhou dando um sorriso e adormeceu e eu também em seguida. Passamos a noite toda abraçados e tenho que admitir foi muito bom sentir o calor dele e aquele perfume leve.

Eu estava tranquilamente dormindo até que ouço alguém bater na porta porem eu estava tão cansado que ignorei e apertei de leve Jimin que ainda estava nos meus braços.

- ETA CU! - Do nada eu ouço um berro que pra variar, era de Taehyung - QUE QUE ACONTECEU AQUI ESSA NOITE?!

Eu parei de abraçar Jimin e me sentei na cama ainda assustado e logo depois Jimin abriu os olhos confuso com os berros de Taehyung.

- Tae?... - Disse Jimin ainda meio sonolento esfregando seus olhos com a mão - O que foi?...

- Relaxa Tae ele só teve um pesadelo... e eu abrasei ele só isso!

- É verdade isso Jimin? - Disse Taehyung ainda assustado encarando nós dois.

- S-Sim eu tive um pesadelo e o Kookie me reconfortou apenas isso.

- Mano... vocês estão mentindo ta na cara... podem falar eu não vou falar pra ninguém.


Então contamos a nossa "incrível" descoberta para Taehyung que ficou mais empolgado que eu e Jimin, e disse que entendia perfeitamente, e contou o que aconteceu noite passada, e eu não podia estar mais feliz por ele. Ainda acho isso tudo muito precipitado mas mesmo assim eu estava feliz e provavelmente Jimin também, era muito gratificante ver aquele sorriso dele anquanto me olhava. Taehyung prometeu não contar a ninguém então estamos mais tranquilos com isso, descemos as escadas para tomar café e todos já estavam lá comendo a comida que pra variar quem fez foi Jin, sorte da criança que tiver o Jin como pai.

- Vocês demoraram em... - Disse Hoseok olhando pra gente com malicia - tava difícil levantar?

- Para de ser bobão Hoseok eles só dormiram nada mais - Tae parecia meio bravo com Hoseok o que era raro de se ver.

- Se me chamar de bobão de novo... vai ser difícil para VOCÊ levantar amanhã - Hoseok sussurrou no ouvido do Tae mas foi possível escutar, e também possível ver a cara envergonhada do Tae que deu um tapa de leve na cabeça dele.

- N-Não fale besteiras...

a conversa do café da manhã foi ótimo depois decidimos ir para a praia levamos guarda sol e alguns lanches, Jin, Tae, Jimin e Hoseok foram para a água, já eu e Namjoon ficamos na areia, ele mais especificamente no sol e provavelmente adormeceu ali então não o incomodei, decidi ir para a água com os outros.
Ficamos umas horas lá foi divertido até a hora que todo mundo decidiu focar em mim e eu tive que sair correndo de todos mas mesmo assim foi muito bom e logo depois voltamos para a areia e comemos alguns lanches até que escuto um toque de celular, então peguei meu celular na bolsa de Jin e vi que era o meu irmão então me afastei dos outros para atender.

- JEON JUNGKOOK!!! - Ele berrou tão alto que acabei afastando o celular do ouvido se não acabaria surdo.

- Hyung, eu sei que eu não te liguei me desculpe

- Desculpas é pouco, eu fiquei preocupado sabia!

- Eu sei é que... - Minha mente começou a se bagunçar devido a tudo que aconteceu nesses 2 dias e tentando se organizar para poder falar para meu irmão.

- Junghyung... acho que me apaixonei... 

- ... WOW! SÉRIO? QUEM FOI A SORTUDA? - Ele parecia muito empolgado 

- Na verdade... é que

- Não me diga que...

- Não é uma sortuda e sim um sortudo... se é que devo colocar assim - Ficou um silêncio constrangedor e eu pude ouvir um berro e meu irmão chamando seu namorado e contando o que eu acabei de dizer, até ele parecia impressionado.

- Meu Kookie esta crescendo... *snif* *snif* 

- E-Ei não chore Junghyung, eu estou meio que estranho ainda com tudo isso - dice em quanto caminhava até as escadas de acesso a praia, e fiquei lá observando os outros.

- Como não? eu vi você crescer Kookie, que orgulho! Mas vamos me diga, o que lhe perturba?

- Bom... eu meio que perto dele me torno incontrolável... eu quero fazer coisas... - Disse meio constrangido

- Apenas faça o que sente, transar não é a coisa mais errada do mundo... - Ele disse isso de uma forma extremamente natural.

- H-HYUNG! E-EU EU NÃO POSSO EU... - acabei me embolando com as palavras.

- Qual o nome?

- Ham?

- O garoto qual o nome dele?

- É Jimin por que?

- Ele já diSSe pra você que quer ou demonstra? - essa curiosidade me deixa 10x mais constrangido.

- S-Sim... - falei apoiando minha testa com a mão.

- ENTÃO ESTA ESPERANDO O QUE?! - Ouvi de fundo algo batendo, provavelmente ele batendo na mesa

- Haa... eu entendi, obrigado

- Kookie... - ele me chamou quando estava prestes a desligar.

- Hum?

- Apenas faça tudo agora, esqueça esse pensamento de que possa ser precipitado de mais... por mais que cada coisa tenha seu tempo, pode ser que algumas apenas sejam naquele instante então... não pense muito siga seu coração. - Ele desligou sem ao menos esperar me despedir.

Fiquei alguns minutos lá sentado observando Jimin rindo com os outros, então criei coragem fui até lá peguei o Jimin pelo pulso e sem dizer nada apenas o arrastei para casa, ele parecia meio assustado e confuso, mas nesse momento eu não sabia o que dizer pra ele.

- Kookie?... - Ele me olhava preocupado, provavelmente achava que algo tinha acontecido.






 

 


 


Notas Finais


Postei e sai correndo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...