História My friend II - Capítulo 29


Escrita por: ~

Exibições 466
Palavras 1.028
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 29 - Capitulo 29


Fanfic / Fanfiction My friend II - Capítulo 29 - Capitulo 29

Depois daquela discussão no carro, Manuel me deixou na casa de Thomas e Lisa e depois foi embora. Apesar de ter tido aquele momento de tensão dentro do carro, eu me divertir e muito com os dois. Thomas e Lisa são maravilhosos e eu fico muito feliz de ser amiga deles.

Dormi na casa deles e hoje pela manhã voltei para Madrid.

Assim que cheguei em casa tomei um banho e fui para o jardim. O dia estava bonito, sem nenhuma nuvem no céu. Me deitei na grama e fechei meus olhos.

O meu desabafo ontem me deixou mais leve, parece que eu tirei uma tonelada dos meus ombros. Doeu dizer aquelas coisas? Doeu, porque querendo ou não eu ainda sentia algo por Manuel, não era como antes, mais quando você gosta de alguém, mesmo que ela pise em você, você ainda vai se preocupar com ela.

- Mon cher... – escuto a voz de Karim.

Abro os olhos na mesma hora e depois de piscar algumas vezes por causa da claridade, consegui enxergar ele com Rolly no colo.

Ele coloca Rolly em cima de mim e continua de pé.

- Como foi ficar com o seu pai? – pergunto ao meu cachorro que estava eufórico.

- Cuidei bem dele. – ele diz.

Percebi que ele estava diferente.

Me sentei na grama e ajeitei Rolly no meu colo.

- Aconteceu alguma coisa? – pergunto preocupada.

Karim suspira.

- Me machuquei de novo. – ele diz.

Arregalo os olhos.

- É grave?

- Estiramento na coxa esquerda... não é tão grave mais eu vou perder o ritmo de jogo e o espaço no time. – ele diz.

Coloco Rolly no chão e me levanto.

- Vamos lá para dentro, para você ficar mais confortável... – digo segurando a mão dele.

Ele balança a cabeça positivamente.

Karim estava abatido, de um jeito que eu nunca vi.

Abraço sua cintura e vamos entrando devagar em casa. Nos sentamos no sofá e ele se recosta.

- Ei... não fica assim... – peço acariciando a barba dele.

Ele fecha os olhos.

- Essa temporada era para ser a melhor de todas e... que droga. – ele diz irritado.

- Calma Karim... a temporada acabou de começar, você ainda vai ter muito o que jogar. – digo.

- Exatamente por isso, ela mau começou e eu já me lesionei duas vezes. – ele fala e solta o ar pela boca.

O que eu posso dizer a ele?

- Eu tenho certeza que você vai se recuperar rápido e vai voltar melhor que antes... – digo tentando motivar ele.

Ele ri balançando a cabeça negativamente.

- Você não entende, não é? Até eu me recuperar algum outro jogador fez uma sequência boa e se firmou no time... com o meu afastamento do time principal, eu viro uma das possibilidades de negociação. – ele diz um pouco irritado.

Realmente eu não entendia dessas coisas.

Prefiro me calar do que deixar ele mais irritado. Ficamos por algum tempo assim e mesmo incomodada eu preferi manter minha boca fechada.

- Desculpa. – Karim fala.

Olho para ele.

- Tudo bem, você está irritado. – digo.

- Não, me desculpe. Eu estou irritado mais você não é o meu saco de pancadas... – ele diz e se aproxima.

Ele beija meu ombro descoberto e vai deixando um rastro de beijos até o meu pescoço. Abraço ele e me recosto mais no sofá.

- Estou precisando de carinho hoje, sabia? – ele fala.

Dou risada.

- Ai meu Deus... trocaram o meu Karim. – digo brincalhona.

Ele ri e me olha.

- Passo dois dias fora e você muda completamente? Como assim baby?

- Falando nisso, como foi lá? – ele pergunta.

- Foi ótimo rever as crianças... eu me diverti muito com elas e com os Muller. – digo.

Não vamos citar Manuel Neuer.

- Que bom. Vi que Manuel foi te buscar ou algo assim... – ele diz.

- Oi?

- Me marcaram em uma foto sua, você estava no carro com Manuel... acho que estavam voltando para Munique. – ele diz.

- Ah... – digo meio sem graça.

Tiraram foto da gente e eu não vi? Que merda.

- Você não se importa com isso, não é? – pergunto incerta.

Ele franze o cenho.

- Por que me importaria? Vocês são amigos. – ele diz.

- Hum...

- Tem algo de errado? – ele pergunta.

Tem algo de errado Joana Jenner?

- Não, é só que eu pensei que você poderia não gostar de me ver com ele... – digo.

- Por que não gostaria? Vocês são amigos bem antes do nosso envolvimento, eu nunca iria me opor a nada... – ele diz.

Eu estou sentindo uma pontinha de culpa por estar mentindo para ele.

Resolvo mudar de assunto antes que eu acabe falando demais.

- Karim, você já procurou outros profissionais para tratar desse seu problema com as lesões? – pergunto.

- Não... Por quê? – ele diz.

- Porque talvez outro posso ter uma solução para isso... – falo.

- Eu já pensei, mais acho que seria desrespeitoso com os profissionais do clube. – ele diz.

- Mais amor, a sua carreira que está em jogo... eu sei que você não quer colocar a competência de ninguém em questão, mais você pode se prejudicar lá na frente... – comento.

Quando termino de falar percebo que deixei escapar um “amor”. Já chamei ele assim outras vezes, mais foi brincando e agora foi tão... sei lá, só saiu.

Ele parece pensar.

- Olha, eu conheço um fisioterapeuta que tratou de atletas da NBA e também tratou do pessoal lá em casa... ele é ótimo. – digo.

- Será que é o caso? – ele questiona.

- Me manda a sua ficha medica da temporada, que eu vou mandar para ele e ai nós vemos... – digo.

- Eu vou falar com Florentino... – ele diz.

- Ele está no Brasil agora, está trabalhando num clube brasileiro, mais se for o caso nós vamos até lá. – digo.

Ele sorri para mim.

- Obrigado... – ele diz e me dá um selinho demorado.

- Só estou cuidando do meu bebe, não precisa agradecer... – digo abraçando ele mais forte e beijando ele varias vezes.

- Acho que se você continuar assim eu vou esquecer da minha dor na perna... – ele diz safado.

Dou risada.

O meu Karim voltou.

 


Notas Finais


Gente, estava aqui, olhando a vida do Benz para me dar uma inspirada ai me deparo com a lista de namoradas dele...fui vendo que ele tinha um monte de fotos com Analicia Chaves e fui pesquisar mais...Quando vcs se sentirem trouxa, assistam esse video: http://www.dailymotion.com/video/x2z0ywj
Eu ri muito!
Espero que tenham gostado!
Bjsss!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...