História My friend or boyfriend ? - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~hannahlily

Postado
Categorias Fairy Tail
Exibições 172
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


sou eu sua sumida autora...

eu não tenho muito o que explicar... mais tenho que dizer ( eu não voltei)
eu apenas estava com uma cachoeira de ideias par afazer mais não resistir em escrever e posta.
eu queria me desculpar com o capítulos ruim se estiver estou com sono....
eu também me expirei muito para fazer esse capitulo escolher quais das ideia eu iria escrever...

o momento sting e Lucy foi baseado na parte do meu passado que aconteceu dessa forma... e ainda volta para me assombrar....

como diz demi lovato:

"coração partida e como espelho quebrado, por mais que tente juntar ao pedaços jamais sera perfeito"

obrigado e ate daqui a um tempo ou 2 meses estarei de volta com firmeza postando todos os dia praticamente daqui a dos meses quando estou de férias de tudo... ate lá pessoa...

Capítulo 8 - Sentimento que me assombra...


Fanfic / Fanfiction My friend or boyfriend ? - Capítulo 8 - Sentimento que me assombra...

 

lucy on

Simplesmente não consigo parar não importa o que eu faça! Mais que droga coração!

Eu só fico pensando nele, só olho para ele em todas as oportunidades possíveis que minha mente permite, eu estou o olhando nesse momento e ele esta de costas para mim. Por que tenho que olha-lo em cada segundo? Por que ele me revira só com um sorriso? E possível ser destino?... não, não pode ser apenas destino, deve ser algo mais...

- Lucy! – me chama levy e eu a olho assustada – você esta ouvindo pelo menos o que estou falando?

- estou claro... – menti e a olhei – o que era mesmo o que você estava falando?

- pelo menos tente mentir sendo convincente – ela disse e eu suspirei – você esta brava comigo por ontem?

- imagina... Não estou com raiva de você... – disse empurrado as palavras, tentando ser carinhosa, mais passou a impressão oposta – por que a pergunta?

- você esta amassando sua comida com o garfo... – ela comentou e eu olhei para meu lanche totalmente esmagado – ainda acha eu tem um por quê?

- droga... – eu estava realmente nervosa, peguei um pano seco e limpei a mesa com raiva.

- Lucy, você sabe que eu não fiz por querer, e certo que ele estava de provocando apenas isso... – ela indagou observando atentamente como eu limpava – e melhor parar de limpar...

- não sei o que esta havendo comigo... – desabafei escondendo meu rosto entre minhas mãos. Levy me olhou e riu – o que engraçado?

- você realmente não percebe que esta com ciúmes? – ela disse e eu não entendi – você esta morrendo de ciúmes dele e não admiti...

- eu não tenho ciúmes dele, apenas estou com raiva, isso e bem diferente... – me defendi. Era apenas raiva o que sentia... naquele momento nada mais injusto do que sentimentos misturados, eu estava com raiva e ao mesmo tempo aliviada.

Levy iria retrucar mais alguém senta ao nosso lado e ela cerrou o assunto ali.

- Sting... – disse o olhando ele sorriu e passou seus braços pelo meu pescoço me olhando nos olhos.

- como você esta Lucy? – ele olhou de relance para natsu com raiva, eu realmente não havia entendi aquela troca de olhares...

- estou bem... Obrigada... – respondi retirando seu braço de meu pescoço e olhando para levy que negou.

- estou indo... – ela disse e eu se levantou. Eu ria falar mais ela foi mais rápida – vocês parecem ter algo para terminar...

Ela se levantou e se foi restando apenas eu e Sting.

- pode me explicar o que você quer comigo? – perguntei friamente o olhando se senta na minha frente.

- eu tinha que falar com você... – ele disse calmamente – eu queria saber se ainda posso ter sua amizade...

- minha amizade? Para você também acabar com ela? – eu disse irônica e ele me olhou cabisbaixo – eu não aio nessa...

- eu amava você, você sabe disso... mais você terminou comigo... – ele disse em defesa – eu estava ao seu lado sempre que precisava, mais terminou de uma hora para outra...

- eu te amava... Eu simplesmente não conseguia dizer acabou eu não queria dizer aquilo... – eu disse não aguentando e desabando em lagrimas – você me amava? Por que nunca mais falou comigo?

- você queria um tempo... Eu te dei esse tempo... Mais depois eu vi que você esta alegre, então pensei você não precisa mais de mim... – ele disse e eu ri em meio as lagrimas.

- eu estava fingindo... Sabe o que e fingir? – disse irônica – fingir foi tão fácil... Chorar todos os dias tentando te esquecer foi difícil...

- eu queria voltar... Mais parecia que você esta gostando de outro... Então decidir... Viver a vida separada da sua... – ele disse se levantando.

- tantos planos fizemos... Tantas promessas de amor que fizemos...  – murmurei forçando as lágrimas a cessarem – foram todas vazias sem interesse...

Coração partido é como espelho quebrado, por mais que junte os pedaços, ele nunca voltará a ser perfeito”

Ele se levantou e se virou – tanto planos... Mais você os fez sem ter a menor vontade cumpri-los... Pelo menos não comigo...

Ele se foi e eu desabei em lágrimas me sentido um pedaço quebrado. Era uma dor que voltava a cada ano, a cada dia essa dor voltava... E eu meu coração nunca mais foi o mesmo... Nunca mais foi perfeito...

Não é apenas a dor de um coração partido...
São planos & desejos destruídos e que já não existem mais

Senti alguém me levantar bruscamente e me abraçar, reconheci aquele abraço forte, me afundei em seu peito e chorei enterrando minhas ilusões meus sentimentos que te deveriam ter morrido, mais não morreu sempre volta para me fazer sofrer.

- não chora... você não merece sofre pó alguém que já não e mais parte de seu presente... – disse natsu acariciando minha cabeça bagunçando meus fios loiros.

- mais que estará para sempre comigo... – responde mais calma. Ele me olhou nos olhos e secou a ultima lagrima que caia.

- se e isso que te faz hesitar em seguir em frente... te falei esquecer... – ele disse centímetros perto de mim e de minha boca – você não vai sofrer, por que odeio quando você sofre... Eu odeio quando chora... – ele me beijou carinhosamente, eu me entreguei àquilo que tanto desejava. Depois de tempo ali nos separamos e Ele sorriu.

- por que esta sorrindo? – perguntei um pouco envergonhada, esperado ele falar alguma estupidez para me provocar como de costume.

- eu ao seu sorriso... Quando você sorri você fica mais linda... – ele comenta e eu coro desviando o olhar e ele ri.

- por que me ajudou? – perguntei quebrando essa curiosidade que me intrigava – por que não me implicou? Por que não me ensinou com suas formas idiotas?

- por que parei para pensar... Eu não posso ser tão frio comigo mesmo... Nem ao menos tento me deixar ter sentimentos... – ele disse – eu queria mostrar para você que não e por que eu digo coisas estúpidas nessas horas, que significa que não tenho sentimentos...

- por que isso agora? – não entendi.

- e simples... eu cansei de ver você precisando de um apoio e eu sendo imaturo e não lhe dando – ele disse colocando sua Mao em minha cabeça – eu preciso crescer... Assim posso estar ao lado da pessoa que amo... Sem parecer um robô...

Nesse momento meu coração acelerou. Se eu não tivesse coração eu estarei do mesmo jeito feliz... Estaria feliz por ouvir isso vindo da única pessoa que só com um sorriso eu ganhava meu dia. Só com um olhar ele me entendia. Sou com um a beijo ele me completava. Esse era natsu dragneel, meu melhor amigo, ou era... Para se torna algo mais...

 

“Eu podia ver nos seus olhos, que você honestamente acreditou que eu não te queria mais O conceito mais absurdo, mais ridículo - como se houvesse alguma forma de eu existir sem precisar de você “

 

 

Continua...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...